Papa Francisco elogia humildade de pontífices que renunciam durante visita a L’Aquila

O papa Francisco elogiou neste domingo (28) a humildade de um dos poucos papas da história a renunciar voluntariamente em vez de governar por toda a vida.

L’Aquila, uma cidade no centro da Itália que Francisco visitou brevemente, é o local de sepultamento de Celestino V, que renunciou ao cargo de papa em 1294 depois de apenas cinco meses para retornar à sua vida como eremita, estabelecendo uma prerrogativa papal.

O papa Bento XVI, que em 2013 se tornou o primeiro pontífice em cerca de 600 anos a renunciar voluntariamente, visitou L’Aquila quatro anos antes de deixar o cargo. No passado, Francisco também elogiou a coragem de Bento XVI.

Quando o Vaticano anunciou em junho a viagem de Francisco a L’Aquila – para inaugurar uma “festa do perdão” anual – alimentou a especulação de que uma conjunção de eventos – incluindo a posse de novos cardeais no sábado e reuniões a partir de segunda-feira no novo Constituição – poderia prenunciar um anúncio de demissão.

No entanto, em uma entrevista à Reuters no mês passado, Francisco, de 85 anos, riu da ideia, dizendo que “nunca me passou pela cabeça”, deixando aberta a possibilidade de que ele possa deixar o cargo por motivos de saúde em um futuro distante.

Na homilia de uma missa para milhares de pessoas em uma praça central, Francisco observou que em “A Divina Comédia”, Dante Alighieri condenou Celestino por ter realizado o que o poeta medieval chamou de “A Grande Recusa”.

Mas Francisco, que rezou em silêncio diante do túmulo de Celestino, disse que ao abrir mão do poder, Celestino mostrou a força que vem da humildade.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s