Chuvas em setembro em Pernambuco devem seguir na média ou pouco acima, diz Apac

Primeiro mês da primavera, setembro, que começa na próxima quinta-feira (1º), deve ter chuvas dentro da média histórica ou um pouco acima, segundo a Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac). A previsão se estende para os meses de outubro e novembro.

De acordo com o meteorologista da Apac Fabiano Prestrêlo as chuvas deste ano no Estado estão mais incidentes e vêm após um período de seis anos consecutivos com precipitações abaixo da média.

“Este ano, nós tivemos condições oceânicas – temperaturas mais elevadas nas superfície do mar – que favorecem a evaporação e a formação de nuvens e, consequentemente, mais chuvas no litoral”, disse.

“De tanto a gente ver chuvas abaixo da média, a gente está estranhando um pouco essa chuva. Na natureza, tudo é cíclico, por isso que a gente trabalha com a média climatológica de 30 anos”, completou o meteorologista.

Em setembro, segundo a média histórica, são esperados 102,1 mm de chuvas na Região Metropolitana do Recife (RMR); 59,8 mm na Zona da Mata; e 33,4 mm no Agreste.

Na contramão das demais regiões, o Sertão do Estado tem o mês com menos chuvas do ano pela média, com apenas 8,5 mm.

Em agosto, até o dia 29, segundo dados da Apac, o Recife, por exemplo, registrou acumulado de 218,9 mm na estação de medição de Santo Amaro. A média histórica do mês para a capital pernambucana é de 213,4 mm – ou seja, o índice já é 103% maior em relação à média.

Em Olinda, o acumulado mensal deste mês corresponde a 113% – choveu 233,8 mm nos 29 dias na cidade, ante uma média histórica de 207,0 mm. Em Igarassu, o índice chega a 122%, uma vez que choveu 202,1 mm na cidade, onde a média é de 165,6 mm.

Chuvas no fim de agosto

Com o fim da quadra chuvosa, período que vai de abril a julho, as chuvas tendem a cair. Na RMR, por exemplo, o acumulado médio cai de 314,0 mm em julho para 176,9 mm em agosto.

“Nessa época do ano, é comum ter chuvas um pouco mais fraca, até porque o período chuvoso acabou. Mas, como estamos muito próximos do oceano, onde tem muita umidade, basta uma pequena elevação da temperatura para que aumente a evaporação, aumente a formação de nuvens e a gente tenha chuva aqui no litoral”, detalhou o meteorologista.

Já a temperatura deve começar a subir em setembro e, em dezembro, pode chegar a até 31º C na RMR.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s