Bolsonaro diz que proibir celular no dia da eleição é “mais um abuso do TSE”

Após evento no município de Esteio, na região metropolitana de Porto Alegre, o presidente Jair Bolsonaro (PL) comentou, nesta sexta-feira (2), a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de proibir o uso de celular nas eleições deste ano.

“No meu entender, é mais um abuso do TSE. Estão tomando várias medidas que prejudicam o nosso lado. Lamentavelmente, o TSE tem agido dessa maneira.”

De acordo com decisão do tribunal, o eleitor que se recusar a entregar celular ao mesário não poderá votar. Nessa quinta-feira (1º), por unanimidade, o TSE aprovou alterações na resolução que determina a entrega do celular aos mesários e a proibição do porte de arma nos locais de votação.

Segundo o tribunal, se houver recusa em entregar o telefone, o eleitor fica proibido de votar e o mesário irá registrar em ata o fato, comunicará ao juízo eleitoral e acionará a força policial para adoção de providências necessárias.

Na última semana, o tribunal decidiu que os mesários têm autorização para reter os aparelhos de celular e afins. A medida corrobora a proibição legislativa de portar esses tipos de aparelhos na cabine de votação.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s