Ministro do TSE abre investigação sobre condutas de Bolsonaro e Braga Netto no 7 de Setembro

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Benedito Gonçalves decidiu nesta sexta-feira (9) abrir uma investigação para apurar, na área eleitoral, a conduta do presidente Jair Bolsonaro e do vice Braga Netto durante os eventos do Sete de Setembro.

O ministro, que é corregedor-geral eleitoral, determinou que os dois sejam citados para apresentar defesa em 5 dias. “Em primeira análise, a petição inicial preenche os requisitos de admissibilidade”, afirmou o ministro.

O ministro atendeu a um pedido do PDT, que acionou a Corte contra o que considerou uso político-eleitoral das comemorações dos 200 anos da Independência do Brasil.

Para o partido, houve abuso de poder político e econômico, pelo uso, por Bolsonaro, do cargo e de estrutura para “desvirtuar o evento para promoção de sua candidatura”. Segundo a sigla, os gastos com o evento alcançaram R$ 3,38 milhões. A legenda pediu ainda que os dois tenham o registro casso e sejam declarados inelegíveis.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s