Empresário pede desculpas por vídeo em que negou marmita a eleitora de Lula

O empresário Cassio Cenali, que viralizou ao dizer que iria parar de entregar marmitas a uma eleitora do candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em Itapeva (SP), pediu desculpas pela gravação e disse estar arrependido.

“Eu sou o Cassio e estou aqui para pedir desculpas pelo vídeo, pela infelicidade de ter feito esse vídeo. Estou muito arrependido. Faz mais de dois anos que eu faço 60 marmitas toda quarta-feira e entrego para morador de rua e para essa senhora, e não é isso que vai fazer eu parar com esse trabalho meu”, afirmou em um vídeo nas redes sociais.

As imagens que repercutiram neste fim de semana foram gravadas pelo próprio empresário após uma entrega de alimentos na casa de uma moradora da cidade, no Jardim Bonfiglioli.

Segundo a família da mulher, identificada como Ilza Ramos Rodrigues, a faxineira costumava receber marmitas do empresário todas as quartas-feiras.

“Ela ficava com três e ajudava mais duas famílias. Ele sempre tirava foto para mostrar que estava entregando as doações, só que dessa vez ele veio com a câmera gravando e ela até assustou”, afirma a sobrinha de Ilza, Greyce Kelly Ramos Rodrigues.

Não há informações sobre onde o vídeo foi originalmente publicado, mas ele foi reproduzido na conta de Twitter dos Jornalistas Livres e repercutiu nas redes sociais. No vídeo, o empresário questiona em quem a mulher vai votar para presidente nas eleições deste ano, Jair Bolsonaro (PL) ou Lula (PT).

Na sequência, quando a mulher responde que vai votar no candidato do PT, o homem diz: “Lula? Então ‘tá’ bom, ela é Lula, a partir de hoje não tem mais marmita. É a última marmita que vem aqui. A senhora peça para o Lula agora, beleza?”

O vídeo mostra que a moradora ainda perguntou se o homem estava falando a verdade, e ele confirma: “Verdade, sério. ‘Tá’ bom, gente? Aqui não vem mais marmita, ela vai pedir pro Lula, ‘tá’ bom?”

A sobrinha de Ilza contou que, após a gravação do vídeo, a tia ligou para ela nervosa, relatando o que havia acontecido. Segundo a família, depois de desligar a câmera, o empresário não disse mais nada à moradora, entrou no carro dele e foi embora.

“Ela achou que era brincadeira, mas não era, porque na outra semana ele não levou mais marmita. Ela até ficou esperando na outra quarta-feira para ver se vinha, mas não veio”, afirma Greyce.

O g1 tentou entrar em contato com o Cassio Cenali, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Repercussão

A situação gerou revolta nas redes sociais, e várias pessoas se mobilizaram para encontrar a mulher que aparece no vídeo e ajudá-la com doações. Políticos e famosos compartilharam o vídeo.

No Twitter, o candidato Lula escreveu: “A fome é culpa da falta de compromisso de quem governa o país. Negar ajuda para alguém que passa dificuldades por divergência política é falta de humanidade. Minha solidariedade com essa senhora e sua família. O Brasil vai voltar a ter dias melhores.”

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) também falou sobre a situação no Twitter e se propôs a doar alimentos da Reforma Agrária, produzidos pelas famílias assentadas.

Já o apresentador Luciano Huck disse: “Fome não tem ideologia. Precisamos fortalecer o que nos une e não o que nos separa. Esta atitude ridícula é lamentável e desumana. Me ajudem a chegar nessa senhora, por favor? Quero ajudá-la. Vamos fazer uma corrente do bem pra ela?”

A cantora Daniela Mercury também se pronunciou, assim como a cantora Pablo Vittar e o humorista Antonio Tabet.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s