Empresário que negou marmita a eleitora de Lula recebeu mais de R$ 5 mil de auxílio emergencial e responde a processos na Justiça

O empresário Cassio Joel Cenali, que viralizou ao dizer que iria parar de entregar marmitas a uma eleitora do candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em Itapeva (SP), recebeu mais de R$ 5 mil de auxílio emergencial e responde a diversos processos judiciais.

Conforme o Portal da Transparência, das 15 parcelas recebidas, entre abril de 2020 e outubro de 2021, seis foram no valor de R$ 600, duas de R$ 300 e outras sete no valor de R$ 150, totalizando R$ 5.250,00. O auxílio emergencial é um benefício pago pelo governo federal, por meio do Ministério da Cidadania, para garantir renda aos brasileiros em situação de vulnerabilidade durante a pandemia da Covid-19.

Ainda de acordo com a apuração do g1, o empresário responde a diversos processos no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), entre eles, processos por distribuição de cheque sem fundo na compra de cabeças de gado e por não pagamento de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

O g1 solicitou um posicionamento, questionando Cassio Cenali sobre o recebimento do auxílio emergencial e dos processos judiciais, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s