Mais de 30 funcionários passam mal após vazamento de amônia em frigorífico de Mozarlândia

Mais de 30 funcionários do frigorífico da JBS passaram mal na manhã desta segunda-feira (10) depois de um vazamento de amônia na unidade de Mozarlândia, no noroeste de Goiás. Imagens mostram uma ambulância da empresa chegando ao hospital municipal da cidade.

Ao g1, a JBS informou que a situação do frigorífico já foi normalizada e que, uma vez constatado o vazamento, todos os protocolos de segurança foram acionados e os colaboradores foram evacuados do local. Também disse que presta suporte a todos os funcionários (nota na íntegra ao fim do texto).

Segundo a Secretária Municipal de Saúde, Ana Cristina Romão, 33 funcionários foram atendidos no hospital municipal da cidade. Deles, 30 já foram liberados e três seguem em observação na unidade.

“Estão todos bem. Encontram-se ainda no hospital em observação e tomando medicação. Os sintomas deles eram ânsia de vômito, falta de ar e tontura. Uma equipe da vigilância de saúde está indo ao local para averiguar como está”, disse a secretária.

Uma funcionária do local, que não quis se identificar, contou que um cano por onde passava a substância estourou por volta de 7h. A saúde do município ainda informou que a JBS afirmou que o vazamento foi controlado.

Segundo o diretor clínico do hospital, Everton Senger, além dos casos de intoxicação, dezenas de funcionários precisaram de atendimento por terem crises de pânico e ansiedade ao verem uns aos outros passando mal. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também ajudou no resgate.

“Por sorte, nenhum teve intoxicação grave. Tivemos dois casos mais sérios, que precisaram de oxigênio. Eles tiveram muitas crises de pânico e ansiedade ao verem muitas pessoas passando mal”, disse o médico.

Como os nomes dos funcionários não foram divulgados, o g1 não conseguiu atualizar o estado de saúde deles até a última atualização desta reportagem.

Nota da JBS
A JBS informa que a situação na unidade de Mozarlândia se encontra normalizada neste momento, após atuação dos times de engenharia, manutenção, segurança e saúde da Companhia. Uma vez constatado o vazamento de gás, que já foi contido, todos os protocolos de segurança da planta foram acionados, e os colaboradores foram evacuados do local. Alguns foram encaminhados para atendimento em hospital da região, e a maior parte já recebeu alta médica. A Companhia segue acompanhando a situação e prestando todo o suporte necessário aos seus colaboradores.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s