No Pátio do Carmo, Lula ironiza ato de Bolsonaro e convoca militância a ampliar votação

Depois de quase duas horas de caminhada que saiu do Parque Treze de Maio, passou pela Rua do Hospício e pelas Avenidas Conde da Boa Vista, Guararapes e Dantas Barreto, uma multidão lotou o Pátio do Carmo, no Centro do Recife, na tarde desta sexta-feira (14).

O presidenciável Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e a candidata ao Governo de Pernambuco Marília Arraes (Solidariedade) seguiram juntos em carro aberto, depois de uma entrevista coletiva na sede da Federação dos Trabalhadores Rurais (Fetape). Em um palanque montado em frente à Basílica do Carmo, os principais atores políticos discursaram.

O primeiro a falar foi o senador Humberto Costa (PT):

“Se depender do povo de Pernambuco, certeza que será garantido. Bolsonaro esteve ontem, reuniu meia dúzia de gatos pingados. Eu quero ver se ele consegue colocar o que conseguimos aqui”, destacou.

A candidata ao Governo de Pernambuco Marília Arraes, que no primeiro turno das eleições não deu trégua ao PSB e atacou a gestão do prefeito João Campos e do governador Paulo Câmara, adotou o discurso ameno de união.

“É um dia histórico para Pernambuco. Não cabe ódio nem desqualificar ninguém neste momento. Este momento do Brasil é de uma irresponsabilidade histórica para o povo pobre. Bolsonaro é antipobre. Vamos lhe dar a maior votação proporcional que o Brasil vai ver. Não podemos deixar que as forças conservadoras voltem a governar Pernambuco. Vitória boa é de virada!“, enfatizou Marília

Último a discursar, Lula agradeceu a decisão do prefeito João Campos de se juntar a Marília após as desavenças que se estendem desde a última eleição para a Prefeitura do Recife, em 2020, e ironizou o encontro organizado por aliados do presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL), na quinta-feira (13), em Boa Viagem.

“Meu querido João, obrigado pela sua decisão de apoiar o nome de Marília para governadora de Pernambuco”, declarou. Para em seguida comparar os atos políticos.

“Eu vi Bolsonaro fazer aquele comício mixuruca. Quando cheguei na passeata, tomei um susto. Só tenho a agradecer, do fundo do meu coração. Vou bater uma foto e mandar pro Bolsonaro pra ele aprender a juntar pessoas nas praças“, ironizou.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s