PT é quem mais aciona TSE para denunciar fake news, e metade das ações é contra Bolsonaro e aliados

O PT é responsável pela maior parte de ações no Tribunal Superior Eleitoral para combater fake news nas eleições de 2022. Ao todo, o partido concentra 62 dos 86 pedidos registrados entre 8 de agosto até 9 de outubro.

Levantamento do g1 com base em informações da Justiça eleitoral indicam que 32 destas ações (52%) têm o presidente Jair Bolsonaro, seus filhos ou aliados como autores.

O partido de Lula conseguiu vitórias em metade dos pedidos feitos à Justiça eleitoral, seja total (42%) ou parcial (8%). Em 21% dos casos, os pedidos foram negados e as demais não têm conclusão até o momento.

Entre os temas divulgados em campanha eleitoral ou internet estão que Lula persegue cristãos, que o petista acabará com o agronegócio caso eleito presidente e que Lula tem ligação com facções criminosas.

Jair Bolsonaro e o PL também acionaram a Justiça eleitoral contra fake news, mas em apenas sete casos (quase dez vezes menos do que o PT).

O atual presidente venceu cinco dos pedidos, com aproveitamento positivo de 71% e derrotas nos dois demais casos.

Cinco das ações tinham PT, Lula ou aliados, como o deputado federal André Janones, como autores do que Bolsonaro e o PL classificaram como notícia falsa.

As ações de Bolsonaro e seu partido incluem a retirada do ar do site http://www.bolsonaro.com.br (quando o domínio não foi renovado e acabou com novo dono postando críticas ao presidente), que o atual presidente é genocida e vídeo de entrevista que liga Bolsonaro ao canibalismo.

As demais 17 representações feitas ao TSE têm o PDT, partido de Ciro Gomes, Simone Tebet, Psol e pessoas físicas como autores.

Geraldo Alckmin (PSB), vice de Lula, e Eduardo Pazuello (PL), entraram com uma ação cada um: o ex-governador de SP por críticas passadas feitas a Lula e propagadas por Flávio Bolsonaro (o pedido foi negado), e o ex-ministro da Saúde por ter sido chamado de “omisso” por PT e Lula no combate à pandemia (também perdeu).

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s