Região russa na fronteira com a Ucrânia sofre novos ataques, aponta governador

A região russa de Belgorod, na fronteira com a Ucrânia, voltou a ser bombardeada neste domingo (16), em ataques que, segundo seu governador, deixaram quatro feridos.

“Como resultado dos bombardeios em Belgorod, três pessoas da mesma família ficaram feridas”, disse o governador regional, Vyacheslav Gladkov, no Telegram.

Dois dos feridos tiveram de ser hospitalizados.

Além disso, o governador indicou que houve “danos em mais de 20 casas” na região e que um idoso sofreu uma “concussão”.

Cerca de 16 explosões foram registradas em Belgorod, segundo o Comitê de Investigação da Rússia, que investiga crimes graves.

A cidade, com cerca de 330 mil habitantes, fica a cerca de 40 quilômetros da fronteira com a Ucrânia.

A Rússia denunciou na semana passada um “aumento considerável” nos bombardeios ucranianos em várias de suas regiões fronteiriças.

Na sexta-feira, um bombardeio atingiu uma subestação elétrica em Belgorod, causando falta de energia. No sábado, dois homens armados abriram fogo em um campo de treinamento militar nesta mesma região, matando onze pessoas que se voluntariavam para lutar na Ucrânia, um incidente descrito como um ato “terrorista” pelo Ministério da Defesa russo.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s