Ucrânia diz que Rússia sequestrou dois funcionários de usina nuclear ocupada

Dois trabalhadores ucranianos da usina nuclear de Zaporizhzhia, ocupada pela Rússia, foram “sequestrados” na segunda-feira (17), afirmou a empresa estatal de energia ucraniana Energoatom em um post do Telegram.

“Ontem, terroristas nucleares russos detiveram Oleh Kostyukov, chefe do serviço de tecnologia da informação da central nuclear de Zaporizhzhia, e Oleh Osheka, assistente do diretor geral da usina, e os levaram para um destino desconhecido. Atualmente, nada se sabe sobre seu paradeiro e condição”, disse Energoatom nesta terça-feira (18).

“Apelamos ao diretor-geral da AIEA, Rafael Grossi, e ao mundo inteiro para que façam todos os esforços e tomem todas as medidas possíveis para libertar os trabalhadores do ZNPP do cativeiro de terroristas russos e facilitar seu retorno ao serviço”.

CNN não pode confirmar de forma independente as alegações da Energoatom.

Na semana passada, a Energoatom também acusou as forças russas de sequestrar Valeriy Martyniuk, vice-diretor geral da usina nuclear.

A fábrica, que fica na parte ocupada pelos russos da região de Zaporizhzhia, é a maior da Europa. Está nas mãos das forças russas há mais de sete meses, mas é operado por sua equipe ucraniana.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s