Rússia expulsa moradores de cidade no sul da Ucrânia

A Rússia anunciou nesta quarta-feira (19) que começou a expulsão de cerca de 60 mil moradores de Kherson, uma das maiores cidades da Ucrânia ocupadas por tropas de Moscou.

O governo russo disse querer tirar todos os civis para que suas tropas lutem contra as forças ucranianas, que avançam na retomada da cidade, no sul do país.

Uma das quatro cidades anexadas ilegalmente pela Rússia após um referendo de separação não reconhecido pela comunidade internacional, Kherson está ocupada por tropas russas desde o início da guerra na Ucrânia, em 24 de fevereiro.

Nas últimas semanas, no entanto, a Ucrânia lançou uma forte ofensiva para recuperar a cidade, com apoio logístico e militar de países do Ocidente.

O chefe da administração russa local, Vladimir Saldo disse que “lutará até o último momento” pelo controle da cidade.

“As forças ucranianas estão escalando a ofensiva, e por isso não há lugar para civis. Não planejamos nos render, vamos nos manter firmes até o último momento. Vamos retirar entre 50.000 e 60.000 pessoas para a margem esquerda do (rio) Dnieper”, o rio que estabelece o limite com a cidade de Kherson, afirmou Saldo ao canal estatal Rossiya-24.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s