Recife registra primeiro caso de influenza A H1N1 após quase três anos

O Recife notificou um caso de influenza A H1N1 após quase três anos sem registrar a circulação do vírus. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde da capital pernambucana (Sesau).

O caso foi registrado na semana epidemiológica 41, entre 9 de 15 de outubro. A paciente é uma mulher de 31 anos, que apresentou sintomas leves. A Sesau não informou o bairro da mulher.

O último caso de H1N1 registrado no Recife havia sido em 22 de março de 2020, há, portanto, dois anos e sete meses.

Esse registro de H1N1 vem após a confirmação de uma paciente com influenza B. Segundo a Sesau, um menino de 4 anos foi infectado pelo vírus – ele também teve sintomas apenas leves.

Os dois registros vêm após o surto de influenza A H3N2, vivenciado no Estado entre o final do ano passado e o começo deste ano.

Segundo o último boletim Infogripe da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o influenza A vem apresentando aumento em alguns estados do país, como Bahia, Goiás e Minas Gerais, com destaque especial para São Paulo e Distrito Federal – registram o maior volume absoluto de positivos para esse vírus nas últimas semanas.

“Entre os casos de influenza subtipados, observa-se o predomínio do influenza A H3N2, assim como no surto epidêmico de novembro e dezembro de 2021”, disse a Fiocruz.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s