Diretor de escola é preso em flagrante suspeito de furtar carne de merenda escolar em Quixeramobim, no Ceará

Um diretor de uma escola pública foi preso em flagrante, nesta quarta-feira (2), suspeito de furtar produtos da merenda escolar. O caso aconteceu na Escola de Tempo Integral Assis Bezerra em Quixeramobim, no interior do Ceará. Entre os produtos furtados estão peças de carne de alto valor, pão, leite, arroz, macarrão, etc. Câmeras de segurança da própria unidade escolar flagraram a ação.

Nas imagens desta quarta, é possível ver quando o diretor sai da escola sozinho carregando um saco com os produtos. Já em outro vídeo, de agosto deste ano, ele é visto com outro homem. A Polícia não passou informações sobre este segundo homem.

A Secretaria da Educação (Seduc) disse que, por meio da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede) 12, acompanha a ocorrência e vai adotar as providências necessárias, incluindo processo legal para afastamento do profissional.

A Polícia Civil informou que prendeu em flagrante, nesta quarta-feira (02), pelo crime de peculato-furto, um homem de 44 anos, suspeito de furtar merenda escolar da instituição do qual ele é diretor. De posse de todos os detalhes, os policiais civis flagraram o servidor em posse dos alimentos, quando ele recebeu voz de prisão. O diretor não reagiu à prisão e foi conduzido à unidade policial.

O delegado Rodrigo Silva, de Quixadá (município vizinho), que conduziu a investigação, informou que o diretor usava o carro particular para levar os produtos. O trabalho investigativo iniciou há cerca de quatro meses após uma denúncia anônima, contudo, o delegado informou que o homem é diretor da escola há, pelo menos, nove anos.

“Nós fizemos alguns levantamentos preliminares, fomos atrás de imagens para verificar as informações repassadas pelo denunciante, e realmente as imagens comprovavam que ele estava levando algumas coisas dentro de sacos. Sempre aos fins de semana ou feriados”, disse o delegado.

Silva disse também que a Polícia tentou, em outros momentos, prender o diretor em flagrante, mas não obtiveram sucesso — até esta quarta-feira. A equipe policial foi ao local após ser avisada pelo denunciante que flagrou a chegada do diretor na escola.

“A gente conseguiu flagrá-lo com peças de carne, pacotes de arroz, macarrão. O principal era carne de gado, moída e de frango. Peças caras no mercado, de alta qualidade”, comentou Silva.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s