Guarda começa a fazer escolta de ônibus com estudantes que passam por ato bolsonarista no interior de SP

A Guarda Municipal de Jundiaí (SP) informou, nesta terça-feira (8), que iniciou um serviço de escolta dos ônibus que atendem a Etec Vasco Antônio Venchiarutti (ETEVAV).

A medida foi tomada depois do episódio de violência e ameaça contra estudantes que passaram em frente ao 12º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC) da cidade, onde bolsonaristas estão concentrados há dias, protestando contra o resultado das urnas.

Em uma manifestação realizada na sexta-feira (4) na Prefeitura de Jundiaí, estudantes fizeram uma manifestação para pedir ações de segurança. No dia, as aulas haviam sido suspensas por causa do ataque.

Segundo a Unidade de Segurança Municipal (UGSM), a escolta começou nesta segunda-feira (7), às 7h, conforme acordado em reunião com representantes. Em nota, a prefeitura informou que a escolta ocorreu normalmente, considerando todo o trajeto das duas linhas utilizadas pelos estudantes.

Além das viaturas para a escolta dos ônibus, a Guarda Municipal também manteve uma viatura fixa em ponto específico de circulação do transporte e dos estudantes ao longo do dia. Segundo a prefeitura, as medidas serão mantidas e monitoradas por prazo indeterminado.

Ataque

O ataque ocorreu na última quinta-feira (3). Alunos relataram que a confusão teve início quando o veículo do transporte público linha 430 ETEVAV passou em frente ao 12º GAC, onde bolsonaristas protestavam contra o resultado das urnas. Entre os passageiros estavam alunos da escola técnica.

Ao passarem ao lado da concentração dos bolsonaristas, próximo ao trecho do km 53 da Rodovia Anhanguera – que faz parte do itinerário dos estudantes que saem da escola ETEVAV até o centro de Jundiaí – os estudantes gritaram palavras contrárias ao governo do atual presidente Jair Bolsonaro (PL).

Ao ouvirem o coro dos estudantes no ônibus, os bolsonaristas correram e passaram a cercar o veículo. Um deles (de moletom escuro e calça clara) se aproximou e jogou uma pedra no vidro, que estilhaçou e atingiu o supercílio de um dos alunos

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s