MPF pede investigação sobre apagão de arquivos em computadores do Planalto

O Ministério Público Federal do Distrito Federal pediu, de ofício, a abertura de uma investigação sobre o suposto apagão de arquivos de computadores do Palácio do Planalto. HDs de equipamentos da Presidência da República estariam sendo apagados após uma ameaça hacker ter sido detectada no sistema.

O MPF quer que Secretaria-Geral da Presidência explique a origem da ordem pela formatação dos computadores. Além disso, pede também que a pasta indique se tomou medidas para apurar as causas e responsabilidades do episódio.

“Diante da situação, o MPF alerta que os fatos são graves e suficientes para instaurar uma investigação. O Ministério Público sustenta também que a Presidência da República não esclareceu se computadores foram formatados, se arquivos foram danificados ou apagados, se dados sensíveis foram vazados, se dados públicos foram perdidos ou se houve investigação sobre a origem do ataque”, disse o órgão.

Segundo o site Metrópoles, o pedido para formatar os computadores ocorreu no início deste mês, após o segundo turno das eleições.

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, vírus teriam sido detectados em algumas máquinas do Planalto. Os computadores teriam sido infectados através de “phishingi”, técnica usada por hackers para sequestrar dados confidenciais. Em nota, a pasta disse que não ocorreu nenhum vazamento de dados.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s