Partido Republicano ganha controle da Câmara nos EUA

O Partido Republicano voltou a ganhar maioria na Câmara dos Representantes nos Estados Unidos com o resultado das eleições de meio de mandato realizadas em 8 de novembro, de acordo com projeções da mídia do país divulgadas nesta quarta-feira (16).

Segundo a agência Associated Press, os conservadores conquistaram a 218º cadeira na Casa, suficiente para controlá-la e adotar medidas que podem impedir planos mais ambiciosos do governo de Joe Biden.

O comando do Senado foi definido no domingo (13) e segue nas mãos do Partido Democrata.

A contagem de votos demorou mais de uma semana. Ainda há 7 assentos indefinidos do Congresso. Até as 21h desta quarta, a divisão estava da seguinte maneira:

Partido Republicano: 218 deputados
Partido Democrata: 210 deputados

As eleições de meio de mandato renderam ganhos bem menos significativos do que o esperado pelos republicanos, que projetavam um “massacre vermelho” como resultado das disputas.

Ainda assim, a vitória do Partido Republicano na Câmara significa que os deputados do partido vão conseguir interromper os projetos do presidente Joe Biden e dos democratas e, provavelmente, vão fazer inquéritos sobre a gestão do atual presidente.

Os EUA fizeram eleições para todos as 435 vagas para deputados federais (lá, chamados de representantes) e cerca de um terço do Senado. Antes da votação, o Partido Democrata controlava essas duas casas.

Os eleitores também escolhem os governadores da maioria dos estados. Esses governadores estarão no comando nas próximas eleições e terão poder de influenciar as leis de votação estaduais ou mesmo a certificação dos resultados.

Além disso, há diversas leis locais e autoridades estaduais que foram escolhidas.

O que disseram os eleitores

Segundo a agência de notícias Associated Press, metade dos eleitores diz que a inflação influenciou significativamente no voto. Os custos dispararam no ano passado e deram aos republicanos um motivo para criticar o presidente Biden. Nem todos os eleitores dizem que as políticas de Biden causaram preços mais altos.

Já uma parcela um pouco menor do eleitorado (44), diz que o futuro da democracia era sua principal consideração na hora de votar. Muitos líderes do Partido Republicano continuam a lançar dúvidas sobre o sistema eleitoral dos EUA, alegando falsamente que a eleição presidencial de 2020, que Donald Trump perdeu, foi fraudada.

Desde a eleição de 2018, os eleitores ficaram cada vez mais desmoralizados à medida que as divisões políticas do país se endureceram. Aproximadamente, três quartos dizem que o país está indo na direção errada.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s