Primeiro gol da copa é anulado com tecnologia de impedimento semiautomático

O Equador fez um gol relâmpago na abertura da Copa do Mundo, contra o Catar. Mas a arbitragem de vídeo orientou Daniele Orsato, em campo, a anular o tento anotado por Enner Valencia. A sinalização ocorreu com ajuda da tecnologia semiautomática de impedimento, usada pela primeira vez no Mundial.

Após algum tempo de espera em campo, Orsato determinou a anulação do gol estendendo o braço direito, sinalizando posição irregular. A FIFA levou quase dez minutos para liberar a divulgação da análise do lance, demonstrando onde estava a irregularidade milimétrica.

O impedimento assinalado foi de Estrada, camisa 11 do Equador, que aproveitou a sobra após falha do goleiro Al-Sheeb em cobrança de falta. Na Central do Apito, Sandro Meira Ricci concordou com a sinalização da tecnologia semiautomática de impedimento.

O gol anulado ocorreu logo aos dois minutos da partida de abertura da Copa do Mundo no Catar – a segunda edição com auxílio da arbitragem de vídeo. O detalhe é que em 2018, na Rússia, nenhum gol foi anulado pelo VAR. Neste ano, foram exatos 2 minutos e 38 segundos até a invalidação do primeiro.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s