Inglaterra protesta antes de jogo contra Irã após veto a braçadeiras

A braçadeira “One Love” ficou guardada, mas ainda assim houve protesto. Horas antes da partida de estreia da Inglaterra na Copa do Mundo do Catar, contra o Irã, um comunicado anunciou que as seleções não usariam mais a peça com cores do arco-íris contra as leis anit-LGBTQIA+ do país no Oriente Médio. Antes de rolar a bola, porém, os jogadores da Inglaterra se ajoelharam e protestaram contra a decisão da Fifa.

Um grupo de sete seleções europeias anunciou nesta segunda-feira que seus capitães não utilizarão braçadeiras contra o preconceito. Temendo punições por parte da Fifa, que poderia ir de multas até mesmo sanções esportivas, as federações de Inglaterra, Gales, Bélgica, Dinamarca, Alemanha, Holanda e Suíça afirmaram que não colocarão os jogadores como alvo de possíveis problemas disciplinares.

Harry Kane usaria a braçadeira “One Love”. No entanto, o capitão da seleção inglesa foi a campo com a braçadeira dada pela Fifa, com a frase “No discrimination” – “Não à discriminação”, na tradução.

A Fifa tem sido muito clara que vai impor sanções esportivas se nossos capitães usarem as braçadeiras no campo de jogo. Como federações nacionais, não podemos colocar nossos jogadores em uma posição na qual poderiam enfrentar sanções esportivas, incluindo cartões. Então, pedimos aos capitães que não tentem vestir as braçadeiras nos jogos da Copa do Mundo – diz a nota oficial.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s