Tarifa de energia deve subir, em média, 5,6% ano que vem, aponta Aneel

A tarifa de energia elétrica deverá subir 5,6%, em média, em 2023, segundo estimativa da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Essa previsão foi informada ao governo que assume o poder em 2023, na reunião de transição, nesta quarta-feira (23).

Segundo as expetativas da Aneel, o aumento de valores, no entanto, depende de cada distribuidora. Segundo a agência, sete distribuidoras devem ter reajuste superior a 10%; 15, reajuste entre 5% e 10%; 17 distribuidoras devem ter reajuste entre 0% e 5%; e 13, devem ter reajuste inferior a 0%.

A diferença de percentuais entre as distribuidoras é motivada pelos custos de compra, transmissão e distribuição de energia, que variam conforme cada distribuidora, além de eventual crédito tributário que a empresa possa ter direito.

Segundo a Aneel, os percentuais de reajuste são estimativas, que podem mudar até a homologação dos novos índices tarifários. Sendo que, estes reajustes são feitos individualmente pra cada distribuidora, geralmente no aniversário do contrato de concessão.

A Aneel não detalhou à equipe de transição os percentuais por tipos de consumidores: conectados em alta tensão (grandes empresas e indústrias) e conectados em baixa tensão (residenciais, rurais e pequenas empresas).

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s