Todos os posts de Alexandre Rafael

Pernambuco apresenta prevalência da variante P.1

Mais uma rodada de sequenciamento genético de amostras positivas para a Covid-19 reforçou que a variante gama (P.1) do novo coronavírus é a linhagem prevalente do vírus em Pernambuco. Divulgados nesta terça-feira (15), os resultados da análise das coletas de 96 pacientes residentes em municípios do Agreste e da Zona da Mata, feita pelo Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami (LIKA/UFPE) a pedido da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), apontaram que mais da metade dos exames (56,25% | 54 amostras) apresentaram a cepa P.1, relatada primeiramente no Amazonas, seguido da B.1.1 (19,7% | 19 amostras) e da B.1.1.406 (10,4% | 10 amostras). Dentro dos esforços da SES-PE para qualificar a vigilância genômica da Covid-19 no território pernambucano, um novo sequenciamento genético já está programado para os próximos dias.

Em quase todos os municípios do Agreste incluídos no levantamento foi detectada a variante gama nos genomas analisados. Do total de exames com essa cepa identificada, 20% das amostras eram de pacientes residentes em Garanhuns; 15% de moradores de Caruaru; 6% do município de Cumaru; e 2% cada de pacientes residentes em Agrestina e Bom Jardim. Apenas o município de Cachoeirinha não teve a presença da P.1 detectada em suas amostras biológicas. Já 7% dos genomas positivos para a P.1 foram de amostras biológicas de pacientes residentes no município de Paudalho, na Zona da Mata Norte de Pernambuco.

A variante gama foi detectada no Estado pela primeira vez no mês de fevereiro em dois pacientes do Amazonas que vieram para Pernambuco dar continuidade no tratamento, em decorrência da crise sanitária que aquele estado vivia na época. Já em abril, cinco amostras biológicas de pernambucanos confirmados para a Covid-19 apresentaram, em sequenciamento genético, a variante P.1 da doença. No início deste mês, o sequenciamento genético de 233 amostras, realizado pelo LIKA e pelo Instituto Aggeu Magalhães (IAM/Fiocruz PE), também detectou a presença da P.1 na maioria das coletas.

Esta força-tarefa realizada pelo Estado em parceria com as instituições científicas é fundamental para compreender o cenário epidemiológico da Covid-19 em Pernambuco. A detecção da variante P.1 em grande parte das últimas amostras analisadas pode estar relacionada, por exemplo, com a maior circulação de pessoas nos últimos meses do ano de 2020 e início de 2021, principalmente no período que antecedeu a fase de aceleração da pandemia no Agreste do Estado. Continuaremos reforçando, nos próximos dias, a vigilância genômica do vírus, com este trabalho periódico de análise de coletas de pacientes de diversas regiões do Estado. Mas é importante lembrar que, para frear a circulação dessas cepas, é essencial que a população também faça a sua parte, mantendo os cuidados necessários nesta fase: o uso correto da máscara, o distanciamento social e a lavagem das mãos“, pontua o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Bolsonaro deve promover ‘motociata’ em Chapecó. Cidade catarinense tem 95% de UTIs ocupadas

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), deve desembarcar na cidade catarinense de Chapecó, no próximo dia 26, para promover uma “motociata”. A informação foi confirmada, nesta terça-feira (15), pelo prefeito do município, João Rodrigues (PSD). Atualmente, a cidade conta com 637 mortos por Covid-19, além de estar com 95% de seus leitos de UTI da rede pública, ocupados.

De acordo com a Secretaria de Saúde municipal de Chapecó, a cidade tem 637 mortes por Covid, 472 infectados e 228 casos suspeitos. A contagem atual identificou quase 35 mil casos da doença desde o início da pandemia, no local. O dado mais delicado é relacionado a lotação das UTIs. A rede pública tem 95% e a privada 80% de leitos ocupados. A preocupação é que a presença do presidente da República gere aglomerações, assim como aconteceu em São Paulo, no último sábado (12).

A presença de Bolsonaro vem de um convite do próprio prefeito da cidade – que defende o tratamento precoce, ineficaz contra doença. “Quero convidar todos os motociclistas do Brasil […] para que venham a Chapecó”, afirmou Rodrigues. Às vésperas do protesto, Bolsonaro irá ao estádio Arena Condá, onde deverá encontrar com empresários.

Sobe para 53 o número de casos de Covid na Copa América

Dados do Ministério da Saúde mostram que subiu para 53 o total de casos confirmados de Covid-19 entre jogadores, delegações e pessoas contratadas para atuar na Copa América.

Para comparação, até esta segunda (14), segundo dia de jogos, eram 41 casos confirmados.

Segundo a pasta, entre os registros com resultado positivo em exames, 27 ocorreram entre jogadores e membros das delegações e 26 entre prestadores de serviços contratados para o evento.

Esse grupo fica em Brasília, Goiânia e Rio de Janeiro e inclui funcionários de hotéis, por exemplo. A pasta não deu mais detalhes dos casos.

Em nota, o Ministério da Saúde diz que tem feito testes de RT-PCR periódicos em envolvidos no evento–até o momento, foram 3.045 exames realizados. A positividade de casos por Covid-19 é de 1,70%.

Os resultados positivos terão amostras encaminhadas para sequenciamento genômico, técnica que verifica se a infecção ocorreu por alguma variante específica do coronavírus. A previsão é que os resultados saiam em até 14 dias.

Número de homicídios em Pernambuco tem queda de 16,2% em maio, diz governo

Em maio de 2021, Pernambuco registrou uma queda de 16,2% no número de homicídios, em relação ao mesmo período de 2020. No acumulado de janeiro ao quinto mês deste ano, o estado teve uma redução de 14,3% na quantidade de crimes contra a vida.

Os dados foram divulgados, nesta terça (15), pela Secretaria de Defesa Social (SDS). Ainda de acordo com o estado, em maio de 2021, foram registrados 294 homicídios. No mesmo mês de 2020, aconteceram 351 assassinatos.

Entre janeiro e maio deste ano, a SDS registrou 1.429 ocorrências, contra 1.667, no ano mesmo período do anterior.

Segundo o governo, as estatísticas de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) de maio e do acumulado de cinco meses de 2021 são as melhores em oito anos da série histórica. O estado informou que, só em 2013, houve uma quantidade menor de mortes violentas.

Por meio de nota, a SDS destacou que, em cinco meses, foram presos 1.046 suspeitos de homicídios. No mesmo período deste ano, as polícias efetuaram 28 mil prisões em flagrante, além de atuar em quase 4 mil ocorrências de tráfico de drogas.

Regiões

A SDS informou que três Áreas Integradas de Segurança (AIS) tiveram melhoras em maio de 2021. A maior queda, informou o governo, ocorreu em Jaboatão dos Guararapes e em Moreno, no Grande Recife.

Foi notificado o menor índice mensal de homicídios dos últimos 93 meses, com 18 vítimas. Esse número, disse o estado, foi maior apenas do que agosto de 2013, com 17 mortes.

Em Afogados da Ingazeira, no Sertão, houve um homicídio em maio de 2021. É o menor número em 36 meses.

Em Floresta, no Sertão, não houve morte violenta em maio deste ano. Isso significa a melhor estatística de toda a série histórica, de acordo com o governo.

A região com maior percentual de queda foi a Zona da Mata, com 24,66%. Em maio deste ano, foram 55 mortes violentas, contra 73, no mesmo mês de 2020.

Na Região Metropolitana, a redução chegou a 16,49%, saindo de 97 para 81, na comparação entre os meses de maio de 2021 e 2020.

No Sertão, em maio deste ano, foram 34 CVLIs, contra 40, no mesmo mês de 2020. Isso representa uma diminuição de 15%.

No Agreste, a queda foi de 12,09%. Foram 80 crimes, em maio deste ano, contra 91, no mesmo mês do ano passado. No Recife, houve redução de 12%. A capital pernambucana notificou 44 homicídios, em maio de 2021, e 50, no mesmo mês de 20202.

No acumulado de cinco messes de 2021, na comparação com o mesmo período de 2020, os melhores resultados, segundo a SDS, foram registrados na Zona da Mata, com queda de 23,5%, e Agreste, com redução de 20,8%.

Em seguida, estão o Grande Recife, com redução de 14,26% e o Sertão, com queda de 7,89%. No acumulado dos cinco primeiros meses de 2021, na comparação com o mesmo período de 2020, o Recife registrou uma alta de 5,86%. Foram 239 crimes, em 2020, e 253, este ano.

Itapetim decreta toque de recolher e proíbe venda de bebida alcoólica

Em Itapetim,  diante da pressão no sistema por leitos de UTI na região, o prefeito Adelmo Moura (PSB) anunciou medidas mais duras para minimizar a curva de transmissão do vírus.

A cidade decretou toque de recolher entre as 21h e as 05h, segundo decreto 180/2021 publicado nessa segunda (14).

Além da restrição de circulação, o decreto também trouxe a suspensão da feira livre da próxima quinta (17), e a proibição da comercialização de bebidas alcoólicas em qualquer tipo de estabelecimento.

O supermercado,  padaria ou similar que forneça bebida alcoólica e descumpra o decreto terá o Alvará de Funcionamento cassado.

O servidor público flagrado descumprindo o decreto será punido. A prefeitura disponibilizou o WhatsApp 87 9-99960-8903 para denúncias da população sobre descumprimento.

Ao blog do Nill Júnior, o prefeito Adelmo Moura justificou a medida. “Em um dia, tivemos 62 casos. Isso em uma cidade de 14 mil habitantes.  O quadro é muito preocupante”, lamentou.

Pfizer vai entregar 2,4 milhões de doses nesta semana

A Pfizer e sua parceira, BioNTech, anunciaram, nesta terça-feira (15), que enviarão ao Brasil 2,4 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 nesta semana, entre terça e quinta-feira (17). 

Conforme comunicado divulgado pelas empresas, a remessa será enviada em três lotes. Hoje chegam 530 mil doses. Outras 936 mil deverão chegar amanhã (16) e igual quantitativo na quinta-feira (17). Com as entregas dessa semana, o número de vacinas disponibilizadas pela farmacêutica chegará a 10,6 milhões.

O consórcio Pfizer BioNTech fechou acordo com o governo brasileiro em março deste ano que envolve a aquisição de 100 milhões de doses. Em maio, um novo negócio previu mais 100 milhões de doses, que serão entregues entre outubro e dezembro.

Covax facility


O Ministério da Saúde anunciou também hoje que na próxima semana receberá mais um lote de vacinas contra a Covid-19 do consórcio Covax Facility, coordenado pela Organização Mundial de Saúde e que reúne governos e fabricantes.

Serão enviadas ao país 842,4 mil doses pelo consórcio. Até o momento, o Brasil recebeu cinco milhões de doses pela Covax Facility. Pelo investimento feito, o país tem direito a 42,5 milhões até o fim do ano. O Ministério da Saúde não divulgou quando deverá ter a próxima remessa.

Aneel prorroga proibição de corte de luz por inadimplência

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu hoje (15) que vai prorrogar por mais três meses a proibição de corte de energia por inadimplência para os consumidores de baixa renda. A informação foi repassada pelo diretor-geral da Aneel, André Pepitone, durante audiência na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados para tratar da crise hídrica no país.

Em março, a Aneel havia decidido suspender o corte de energia por inadimplência para esta faixa de consumidores até 30 de junho. Com a prorrogação aprovada nesta terça-feira, a proibição vai valer até o fim de setembro.

A medida não isenta os consumidores do pagamento pelo serviço de energia elétrica, mas tem como objetivo garantir a continuidade do fornecimento para os que, em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19), não têm condições de pagar a sua conta.

Decisão 


A iniciativa, segundo a Aneel, deve beneficiar aproximadamente 12 milhões de famílias, que estão inscritas no Cadastro Único, com renda mensal menor ou igual a meio salário mínimo por pessoa. Também terão direito ao benefício famílias com portador de doença que precise de aparelho elétrico para o tratamento, com renda de até três salários mínimos, assim como famílias com integrante que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

“Essas ações vêm permitindo resguardar o consumidor de energia elétrica mais carente, sem que haja o comprometimento econômico e financeiro das concessionárias dos serviços de distribuição”, disse Pepitone.

Dois enfermeiros morrem vítima da Covid-19, em Monteiro-PB

O município de Monteiro está em luto com a morte de dois enfermeiros vítimas da Covid-19 nesta terça-feira (15). As vítimas foram Janielma e Ivan Cavalcante, ambos enfermeiros do Hospital Regional de Monteiro.

Os dois servidores da saúde estavam internados acometidos da doença. A enfermeira Janielma havia dado à luz a uma criança recentemente, e morreu no início da manhã desta terça.

No início da tarde de hoje, faleceu o enfermeiro Ivan Cavalcante, que estava internado no Hospital das Clínicas em Campina Grande.

Além de enfermeiro e funcionário do Hospital, Ivan era agente de saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Monteiro e disputou o cargo de vereador de Monteiro nas eleições de 2012.

Executiva Nacional do DEM expulsa ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia do partido

A Executiva Nacional do DEM decidiu nesta segunda-feira (14), por unanimidade, expulsar o ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (RJ) do quadro de filiados do partido.

Segundo a nota oficial da legenda, a comissão “deliberou pelo cometimento de infração disciplinar, e consequente expulsão do deputado”.

Um entendimento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) define que, em caso de expulsão, o partido não pode requerer o mandato. Essa interpretação foi adotada, por exemplo, quando o deputado Alexandre Frota (SP) foi expulso do PSL, em 2019 – hoje, Frota é deputado pelo PSDB.

Por essa regra, Maia seguirá deputado federal e poderá se filiar a outra sigla.

Rodrigo Maia está no sexto mandato como deputado federal. Comandou a Câmara entre julho de 2016, quando sucedeu Eduardo Cunha (MDB-RJ), e fevereiro de 2021, quando foi sucedido por Arthur Lira (PP-AL).

Em maio, Rodrigo Maia já havia anunciado que apresentaria ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um pedido de desfiliação do DEM. Naquele momento, o deputado não quis informar a qual partido se filiará.

No documento, Maia afirma que sofre “grave discriminação” política e pessoal na legenda e que houve “substancial mudança” do programa partidário do DEM, aproximando a sigla do presidente Jair Bolsonaro.

A Resolução 22.610/2007 do TSE prevê a desfiliação partidária com manutenção do mandato se houver justa causa, como incorporação ou fusão do partido; criação de novo partido; mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário; grave discriminação pessoal.

Com isso, se a ação de desfiliação fosse julgada procedente, Maia também teria o direito de migrar de partido sem perder o mandato. Foi o que aconteceu com a deputada Tabata Amaral (SP), autorizada pelo TSE a deixar o PDT e seguir no cargo

Bolsonaro perde mais de 13,5 mil seguidores no Twitter após checagem de contas suspeitas

Do início da segunda-feira até o momento, o presidente Jair Bolsonaro perdeu mais de 13,5 mil seguidores no Twitter. Segundo o site Social Blade, que monitora as redes sociais, Bolsonaro começou o dia com 6.810.731 e, no início da tarde, eram 6.797.197 contas o acompanhando.

A explicação para a queda foi dada pelo próprio Twitter. A rede social informou que, “com o objetivo de proteger a integridade e a legitimidade de conversas em seu serviço”, faz uma espécie de “limpeza” global de contas com comportamentos suspeitos. Nestes casos, é comum que contas comandadas por robôs sejam suspensas.

Outros perfis também registraram quedas. O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub disse ter perdido mais de 10 mil seguidores. Segundo explicação do Twitter, a medida que estes perfis bloqueados apresentem a confirmação de que são autênticos, eles serão reativados.

Segue o posicionamento no Twitter.

Com o objetivo de proteger a integridade e a legitimidade de conversas em seu serviço, o Twitter regularmente solicita que contas com comportamentos suspeitos em todo o mundo confirmem detalhes como senha ou número de celular, comprovando que existe uma pessoa por trás delas.

Até que cumpram essa etapa de confirmação, as contas ficam temporariamente desabilitadas, com funcionalidades limitadas, e deixam de entrar no cálculo para contagem de seguidores. Isso significa que esse número pode oscilar quando fazemos essas checagens regulares globalmente.

Copa América já registra 41 casos de Covid-19 confirmados, diz Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde informou nesta segunda-feira (14) que já foram confirmados 41 casos de Covid-19 entre jogadores, membros das delegações e prestadores de serviços que atuam na Copa América.

Segundo a pasta, do total, 31 casos foram entre jogadores e membros de delegações e 10 entre prestadores de serviços de Brasília, contratados para o evento.

Até a tarde de sábado (12), de acordo com dados divulgados pela Conmebol e pela Saúde, eram ao menos 13 casos de Covid confirmados, todos em membros da delegação da seleção de futebol venezuelana.

As pessoas que contraíram a doença foram isoladas em um hotel de Brasília. A previsão é que os estrangeiros só deixem o país após período de quarentena e com teste negativo para a Covid-19.

O ministério não informou mais detalhes sobre os novos casos confirmados. Mais cedo, porém, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse na saída da pasta que os registros ocorreram em membros das delegações da Colômbia e Bolívia e em funcionários de hotéis da capital federal.

Em nota, o ministério diz ainda que, até o momento, foram realizados 2.927 testes de RT-PCR para o campeonato. A positividade de casos por Covid foi de 1,40%.

Segundo a pasta, as amostras devem seguir para sequenciamento genômico, que verifica se os registros são de novas variantes do coronavírus. Os resultados devem ser concluídos em até 14 dias.

A Copa América teve estreia neste domingo (13) no estádio Mané Garrincha, com o jogo entre Brasil e Venezuela.

Serra Talhada: Vigilância Sanitária interdita agência da Caixa Econômica

A Vigilância Sanitária interditou nesta segunda (14) a agência da Caixa Econômica por não cumprir as medidas contra a Covid-19, em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco.

Semana passada, o Bradesco foi fechado.

De acordo com a prefeitura, “os decretos estadual e municipal determinam que é dever das agências bancárias observar, na organização das filas, a manutenção de distância mínima de 1,5 m (um metro e meio) entre os clientes em atendimento, inclusive aqueles que aguardam na parte externa das agências, devendo-se utilizar sinalização disciplinadora, com disponibilização de funcionários em quantidades suficientes e necessárias”.

A interdição foi determinada após a Vigilância receber imagens da agência nas quais são vistas aglomerações e grandes filas. Conforme consta na notificação, o banco deve ficar fechado “até que promova a organização das filas, como determina os respectivos decretos”.

Anvisa aprova ampliação do prazo de validade de 3 milhões de doses da Janssen

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a extensão do prazo de validade da vacina Janssen contra a Covid-19 de três para quatro meses e meio, sob condições de armazenamento de 2° a 8°C.

“A aprovação foi baseada em uma criteriosa avaliação dos dados de qualidade dos estudos que demonstrou que a vacina tende a se manter estável pelo período (4,5 meses) bem como considerou decisão da Agência Norte-americana (Food and Drug Administration – US FDA), que também aprovou a referida alteração em 10 de junho de 2021“, justificou a Anvisa.

Mais cedo nesta segunda-feira (14), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que um lote com 3 milhões das 38 milhões compradas da Janssen pelo governo federal devem chegar ao Brasil na quarta-feira (16). O ministro deu a declaração em Brasília depois de uma reunião no Palácio do Planalto com o presidente Jair Bolsonaro.

Governo pagará mais três meses de auxílio emergencial, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes afirmou ao jornal Folha de S.Paulo que o auxílio emergencial será prorrogado por três meses. Segundo ele, a decisão considera que a população adulta estará vacinada contra a Covid-19 até outubro.

De acordo com o ministro, o presidente Jair Bolsonaro baterá o martelo sobre a medida após se informar com o Ministério da Saúde e receber a decisão do Ministério da Cidadania, que é responsável pela gestão do programa.

Na última semana, a equipe econômica havia fechado uma proposta para prorrogar o auxílio a informais por dois meses. O custo estimado era de R$ 18 bilhões.

Em seguida, Guedes afirmou em videoconferência, na terça-feira (8), que a assistência poderia ser renovada por mais dois ou três meses. Agora, ficou decidido que o prazo será de três meses.

A rodada atual do auxílio tem quatro parcelas, que começaram a ser pagas em abril e serão encerradas em julho. Com a renovação, os repasses seguirão até outubro.

Para efetivar a proposta, o governo deve editar uma Medida Provisória para estender o auxílio. A ideia é manter o público beneficiado e os valores das parcelas. Hoje o benefício varia de acordo com a composição familiar, com parcelas que variam de R$ 150 a R$ 375 por mês.

Auxílio Emergencial: Caixa vai anunciar antecipação de pagamentos da 3ª parcela do benefício

A Caixa Econômica Federal (CEF) vai anunciar a antecipação dos pagamentos da terceira parcela do Auxílio Emergencial, segundo informou o banco nesta segunda-feira (14).

As novas datas devem ser anunciadas na terça-feira (15). Até o momento, os pagamentos estão previstos para começar no dia 20 de junho para os trabalhadores fora do Bolsa Família, e em 17 de junho para quem faz parte do programa.

Jovens de 16 a 19 entre os entubados em UTI’s de Afogados da Ingazeira e Serra Talhada, relatam unidades

O Debate das Dez do programa Manhã Total, da Rádio Pajeú, trouxe os Diretores do Hospital Regional Emília Câmara, Sebastião Duque e Eduardo Campos, Patrícia Queiroz. Eles falaram um pouco da nova face do coronavírus e internações em UTI.

Os relatos indicam que, por imprudência ou exposição em virtude do trabalho, em paralelo à imunização dos mais idosos,  tem sido cada vez maior o número de jovens que precisam de cuidados intensivos.

Eu tive a experiência de ver um paciente de 16 no Hospital Eduardo Campos”, contou o Diretor Clínico Jair Flávio Jaime. “Há agravamentos dos pacientes jovens sem comorbidades”. Foram intubados jovens de 19, 17 e 16 anos. “Só no caso de 16 havia suspeita de uma comorbidade negligenciada”, diz Jair.

Segundo o Diretor do Hospital Regional Emília Câmara, Sebastião Duque, a Ala Respiratória do hospital, por exemplo, tem um paciente com 10 meses, com SRAG. “Semana passada, perdemos uma paciente de São Bento do Una de 25 anos”, lamentou. Hoje, dos 30 leitos da unidade, 27, ou 90% estão ocupados. Em maio, foram 32 mortes, mais de uma por dia.

No Eduardo Campos, mesmo com o aumento de dez leitos, de 70 para 80, a ocupação é de 92%, com 74 ocupados e  100% de ocupação na Clínica Médica. Mais 20 leitos serão implantados até 20 de julho. O custo a cada dez unidades é de mais de R$ 500 mil a cada dez leitos. Assim, o custo mensal com a manutenção da UTI em Serra é de mais de R$ 4 milhões mês. No Emília Câmara, mais de R$ 1,5 milhão. “Um dos itens do kit de intubação foi de R$ 20 para R$ 176 pela procura”, disse Sebastião Duque.

Outra informação importante é que reduziu a pressão sobre o sistema de saúde com pacientes do Agreste, segundo a Diretora do Eduardo Campos. “Assim, a pressão do sistema de saúde é de pacientes da região”, diz Patrícia Queiroz.

Preço do gás de cozinha tem nova alta nas distribuidoras a partir desta segunda

A partir desta segunda-feira (14) o gás de cozinha está mais caro. O preço médio de GLP sofreu reajuste de 5,9% nas distribuidoras, passando para R$ 3,40 por quilograma (kg), o que representa aumento médio de R$ 0,19 por kg. A Petrobras anunciou o aumento na última sexta-feira (11).

Antes deste último aumento, o botijão de 13 kg já podia ser encontrado por mais de R$ 100 na cidade de São Paulo. Na região Norte da capital, por exemplo, o preço chegava a R$ 113. Em maio, o preço do gás de cozinha subiu 1,24%, em média, em todo o Brasil, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Já o gás encanado teve aumento de 4,58%.

Este não é o primeiro reajuste do gás de cozinha no ano. Em janeiro, a Petrobras elevou o preço em 6%. No mês seguinte, a alta foi de 5,1%. Em março, um novo reajuste médio de R$ 0,15 por quilo foi anunciado e, em abril, o aumento foi de 5%.

Vale dizer que a conta de luz subiu 5,73% e a conta de água e esgoto teve aumento de 1,61%, o grupo Habitação foi o que teve mais impacto no IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) em maio, sendo responsável pelo incremento de 0,28 percentual. No mês passado, a inflação oficial do Brasil avançou 0,83%, a maior taxa para o mês desde 1996.

Nesta sexta, a Petrobras também anunciou redução de 2% da gasolina nas refinarias, a partir de sábado (12). O preço médio do diesel, por sua vez, não sofrerá alterações.

Importante reforçar o posicionamento da Petrobras que busca evitar o repasse imediato para os preços internos da volatilidade externa causada por eventos conjunturais. Nossos preços seguem buscando o equilíbrio com o mercado internacional e acompanham as variações do valor dos produtos e da taxa de câmbio, para cima e para baixo“, afirmou a companhia, em comunicado.

A Petrobras reforçou ainda que “os valores praticados nas refinarias são diferentes dos percebidos pelo consumidor final no varejo“. A empresa lembra que até chegar ao consumidor são acrescidos “tributos federais e estaduais, custos para envase pelas distribuidoras, além dos custos e margens das companhias distribuidoras e dos revendedores”.

Itaíba é o primeiro município a vacinar a partir dos 40 anos contra Covid-19 em PE

O município de Itaíba, no Agreste de Pernambuco, é o primeiro do estado a abrir a vacinação contra a Covid-19 para as pessoas a partir dos 40 anos de idade sem comorbidades. O anúncio foi feito pela prefeita Regina Cunha (Pode) durante uma live realizada no sábado (12), quando detalhou as medidas contra a pandemia e a vacinação contra o novo coronavírus.

Graças a Deus e a nossa equipe de saúde que tem feito um trabalho extraordinário, bem planejado, vamos ser o primeiro município do estado a abrir esse grupo dos 40 anos a mais, ampliando nossa vacinação e ajudando a salvar ainda mais vidas”, afirmou Regina confirmando para essa segunda-feira (14) o início da imunização desse novo grupo etário.

Para se imunizar, os moradores do município precisam fazer o agendamento através de um aplicativo criado pela Secretaria de Saúde, onde pode-se escolher o dia e o local de vacinação. De acordo com o secretário de Saúde, Pedro Teotônio, o público alvo dessa faixa etária em Itaíba é de 2mil habitantes a serem imunizados.

Até este domingo, Itaíba já tinha vacinado 8.887 pessoas, que corresponde a 33,78% da população com a primeira dose da vacina contra a Covid-19, sendo um dos municípios que mais vacinou proporcionalmente. Itaíba é hoje uma das cidades do estado e do País que tem o menor índice de mortes pela Covid-19 com 1.32 enquanto a média do Estado está acima de 3. “Isso é resultado de um trabalho eficiente, sério e feito com todo o cuidado pelas nossas equipes, em todas as unidades de saúde e também no município”, afirmou Pedro Teotônio.

Sobre o novo plano de convivência que vai flexibilizar as atividades econômicas a partir desta segunda (14), seguindo determinação do Governo do Estado, o secretário de Saúde disse que o distrito de Negras não vai avançar devido os altos números de casos registrados na comunidade. Segundo ele, o grande problema é que muitas pessoas infectadas não estão tendo o cuidado necessário, se locomovendo e transmitindo o vírus para outras pessoas.

Olinda e Jaboatão proíbem fogos e fogueiras no período junino devido à pandemia da Covid-19

A prefeitura de Olinda anunciou, na última sexta-feira (11), medidas para tentar evitar a propagação da Covid-19 durante o período junino. Uma das restrições é a proibição de fogos e fogueiras. Essa determinação também está em vigor em Jaboatão dos Guararapes, que manteve, este ano, a norma de 2020.

Em Olinda, a restrição vale para todo o território municipal, em espaços públicos e privados, incluindo condomínios. Essa medida fica em vigor até que acabe o estado de calamidade pública devido à pandemia.

A proibição ocorre, principalmente, porque as fogueiras causam risco de queimaduras e agravamento de doenças respiratórias. A restrição também determina que secretarias municipais devem suspender a concessão e não expedir renovação de licenças autorizadoras da venda de fogos de artifício.

Em 2020, a prefeitura de Olinda adotou a mesma determinação. No dia 23 de junho, véspera de São João, o município realizou uma operação para apreender fogueiras irregulares. Com a lenha recolhida, foi possível encher três caminhões. A tradição junina foi proibida por decreto municipal.

Em Jaboatão dos Guararapes, o decreto municipal que proíbe fogos e fogueiras no São João por causa da Covid-19, aprovado em 2020, vale também para 2021. A medida fica em vigor “enquanto perdurar o estado de calamidade pública“, segundo a prefeitura.

Onze estados esperam vacinar todos os adultos contra covid-19 até outubro

Ao menos 11 estados prometem vacinar até outubro toda a população adulta com a primeira dose de imunizantes contra a covid-19. Entre eles, há estados que dizem acreditar ser possível imunizar seus cidadãos até antes, como o Ceará, que estima vacinar todos acima de 18 anos de idade até o final de agosto. Na capital do Maranhão, São Luís, a expectativa é que seja ainda mais rápido: final de julho.

A projeção dos estados leva em consideração os cronogramas do Ministério da Saúde sobre entregas de doses. Mas o histórico de promessas descumpridas faz com que 15 unidades da federação prefiram não arriscar uma estimativa sobre quando terão aplicado ao mesmo uma dose em todos os adultos.

Quando aplicarão a primeira dose para a população adulta:

Até agosto: Ceará;

Até setembro: Rio Grande do Sul, Sergipe, Maranhão e Pará;

Até outubro: Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e Piauí;
Sem definição: Paraná, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Tocantins, Rondônia, Roraima, Amazonas, Acre e Amapá;

Não respondeu: Alagoas.

Base de Bolsonaro evita apoio já à reeleição e cogita migrar para Lula

A entrada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na corrida eleitoral abalou a tentativa de Jair Bolsonaro de, na disputa à reeleição, manter intacto em seu entorno o arco de parlamentares que hoje forma sua base de sustentação no Congresso.
  
A reportagem ouviu nos últimos dias vários governistas que, embora se mantenham alinhados ao Palácio do Planalto, evitam nesse momento carimbar a adesão à chapa de Bolsonaro à reeleição. Alguns sinalizam até a possibilidade de, lá na frente, pular para o palanque petista.

A hipótese de terceira via é desejada pela maioria deles, mas, ao mesmo tempo, descartada por vários sob o argumento de que não tem se mostrado até agora factível, mesmo com a manutenção do discurso de partidos de centro e de direita de continuar a busca por uma frente ampla.

Nos bastidores, parlamentares tanto do governo quanto da oposição dizem acreditar em defecções pró-Lula mais robustas apenas no início de 2022, já que os congressistas precisam ainda dos cargos federais e das verbas extras do orçamento para direcionar a seus redutos eleitorais e manter as chances de eles próprios se reelegerem.

SAMU inicia instalação de sistema de rádio

Mais uma notícia indicando o avanço do projeto de instalação do SAMU na III Macrorregião.

O sistema de rádio para operação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência começou a ser instalado esta semana. É um passo importante para sua operação.

A Coluna do Domingão do blog do Nill Júnior revelou também que a base de rádio que acolhe o sistema de comunicação do SAMU Regional terá antenas nas duas torres do grupo Inocêncio Oliveira,  em Serra Talhada e Afogados.

A articulação foi de Herbert Inácio,  coordenador da Central de Regulação em Serra. A instalação ficou a cargo da SP Eletrônica.

No último dia 8 o Consórcio de Integração dos Municípios do Pajeú,  CIMPAJEÚ,  lançou o Edital de Chamamento Público para contração de uma Organização Social para gerir o SAMU.

O passo é determinante para o início das operações. As tratativas para operação na III Macrorregião ocorrem desde 2014, se intensificando mais nos últimos meses.

O SAMU Consorciado da III Macro Região  cobrirá  uma área de 8.652.340,20 km²  e beneficiará  uma população estimada em 860.421 habitantes.

O custo per capita inicial para cada município é de 55 centavos por habitante. Esse custo pode sofrer alguma alteração com base na variação de insumos e manutenção.

Bolsonaro e seguidores insistem em tratamento com cloroquina, ineficaz contra a Covid

O tratamento da Covid com cloroquina é duramente condenado por cientistas e infectologistas. Pesquisas mostram que não há o efeito esperado e os riscos são altos. Mesmo assim, o presidente Bolsonaro e seguidores insistem em contestar as evidências científicas.

A insistência do governo no uso da cloroquina para tratamento da Covid vem desde o início da pandemia. O presidente Bolsonaro fez várias declarações públicas. Em maio do ano passado, a eficácia do remédio já era contestada, mas Bolsonaro insistia: “A cloroquina pode e deve ser usada desde o início apesar de saberem que não tem uma confirmação científica da sua eficácia, mas como estamos numa emergência enquanto não tivermos algo comprovado no mundo temos esse aqui esse pode dar certo e pode não dar certo”.

Em outubro e novembro, o governo gastou mais de R$ 23 milhões em propaganda do tratamento com drogas sem eficácia, de acordo com planilhas obtidas pela TV Globo.

O tema levou à queda de dois ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. Só Eduardo Pazuello aceitou publicar no site do Ministério da Saúde, em maio, “orientações para manuseio medicamentoso precoce”, com recomendações para uso da cloroquina e hidroxicloroquina desde o início dos sintomas. A recomendação saiu do ar, segundo o governo, para atualização.

Em janeiro deste ano, pouco antes do colapso da falta de oxigênio no estado, o Ministério da Saúde pressionou a Prefeitura de Manaus para que fosse “difundido e adotado o tratamento precoce de forma a diminuir o número de internamento e óbitos decorrentes da doença“. E investiu em um aplicativo – o Tratecov, uma ferramenta que, segundo o ministério, facilitaria o diagnóstico de Covid, mas que, na prática, sempre indicava a cloroquina. O aplicativo saiu do ar e virou alvo da CPI.

Essa postura do governo sempre contrariou as recomendações de entidades médicas e científicas. A Organização Mundial da Saúde também manifestou reiteradamente que não recomenda o uso desses medicamentos.