Todos os posts de Alyson Nascimento

Graduado em Letras Graduando em Jornalismo Radialista (Apresentador do programa Clube do Sócio ) - Rádio Pajeú Chefe de Gabinete - Prefeitura de Afogados da Ingazeira

Em nova semana, CPI da Covid deve ouvir ex-governador do Rio

Dando seguimento às atividades da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, os nomes aguardados para a 7ª semana da CPI são do ex-secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campelo; o ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel; o empresário Carlos Wizard; e os médicos Ricardo Dimas Zimmermann e Francisco Eduardo Cardoso Alves.

Primeiro oitiva da semana, o ex-secretário Marcellus Campelo está previsto para depor na próxima terça-feira. Alvo de operação da Polícia Federal, Campelo foi preso na última semana por suspeita de favorecimento a empresários no aluguel de hospital de campanha no Amazonas. Após sair da prisão, Marcellus Campelo, até então secretário de Saúde, pediu exoneração do cargo. Ele também é peça-chave para a elucidação de informações sobre o colapso de oxigênio no estado, ocorrido no início deste ano.

Depoimento aguardado, Wilson Witzel (PSC-RJ) é o nome que prestará esclarecimentos à CPI na quarta-feira. Antigo aliado do governo Bolsonaro, a expectativa é que o ex-governador do Rio de Janeiro assuma uma postura que desfavoreça o governo federal. Crítico às posturas do Planalto no combate à pandemia, Witzel tem classificado tais condutas como “negacionistas”. Wilson Witzel, primeiro governador a ser cassado no país, sofreu impeachment após investigação da Polícia Federal atestar desvios de recursos da saúde em sua gestão durante a pandemia.

Na quinta-feira, é a vez do empresário Carlos Wizard prestar depoimento. Chegou a ser cogitado pelos integrantes da CPI uma condução coercitiva do empresário, já que este se negava a responder às solicitações da Comissão. Por morar em Orlando, na Flórida, Wizard havia alegado que não poderia comparecer ao colegiado para prestar depoimento. Nos bastidores, Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI, sinalizou contrário ao que o empresário afirmou. Disse que ele estará na Comissão no dia marcado. Informou também que as tratativas para trazê-lo já estão em sua fase final. Ou seja, muito possivelmente o empresário depõe na CPI.

Encerrando a semana, os médicos Ricardo Dimas Zimmermann e Francisco Eduardo Cardoso Alves foram convocados à CPI da Covid e devem se apresentar ainda na sexta-feira. A convocação deles se dá pelo fato de terem pregado tratamento precoce contra a covid-19 na base de ivermectina e Cloroquina, ambos sem comprovação de eficácia. De acordo com relatórios da Comissão, por serem defensores de um suposto tratamento precoce contra o novo coronavírus e utilizarem seus postos de profissionais da saúde e redes sociais para propagar o “kit covid”, eles precisam depor.

Agenda:
15/06 – Marcellus Campelo
16/06 – Wilson Witzel
17/06 – Carlos Wizard
18/06 – Ricardo Dimas Zimmermann e Francisco Eduardo Cardoso Alves

Cinco municípios elegem seus prefeitos hoje

Os eleitores de cinco municípios irão às urnas hoje (13) para eleger seus prefeitos. Em Sidrolândia (MS), Nova Pata do Iguaçu (PR), Petrolândia (SC), Campestre (MG) e Espera Feliz (MG), os prefeitos eleitos em 2020 tiveram o registro de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral de forma definitiva. Com isso, a legislação determina novas eleições.

De acordo com portaria publicada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para a definição da data das eleições suplementares, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) responsável pelo município levará em conta as condições sanitárias locais. E deverá, se for o caso, providenciar a observância das regras do Plano de Segurança Sanitária aprovado pelo TSE para a prevenção ao contágio pela covid-19.

Candidatos
Em Campestre (MG) concorrem ao cargo de prefeito Marco Antonio Franco (DEM) e Rafael dos Santos (PV). Já em Espera Feliz (MG), disputam o comando municipal os candidatos Adrian Oliveira Silva (PDT), Bartholomeu Miranda (PSB) e Oziel Gomes da Silva (PSD).

Na cidade paranaense de Nova Prata do Iguaçu, os candidatos ao cargo de prefeito são Edilsom José Grassi (PSDB), Sandro Oltramari (PSB) e Sérgio Faust (PL). Por sua vez, em Sidrolândia (MS) os eleitores deverão escolher entre duas candidaturas: Vanda Camilo (PP) e Enelvo Felini (PSDB).

No município de Petrolândia (SC), os nomes que disputam a preferência do eleitorado são os seguintes: Ângela da Mota (MDB), Edson Padilha (Pode) e Irone Duarte (PP).

Deputado bolsonarista descumpre decreto em PE

Por Blog do Magno Martins

O deputado cearense André Fernandes (Republicanos) foi parar na Delegacia após descumprir decreto estadual com medidas restritivas para combater o avanço da Covid-19 em Pernambuco.

O parlamentar esteve na Praia de Muro Alto, em Ipojuca, no Grande Recife, na manhã de hoje. Na ocasião, chegou a discutir com uma equipe da Guarda Municipal.

O Blog teve acesso a um vídeo que mostra o imbróglio. Fernandes foi repreendido por guardas ao circular na faixa de areia, o que está proibido pelo decreto nos finais de semana. Nas imagens, ele também aparece sem máscara. Fora de quadro, uma guarda diz que ele será conduzido para a Delegacia.

O deputado, por sua vez, rebate a agente: “Se algum de vocês tocar em mim, vocês vão ser presos. Eu tenho imunidade parlamentar, sou um deputado estadual.” Mais adiante, ele diz que “decreto não pode ter sanção” e citou a Constituição.

Em dado momento, André Fernandes entra na água e retorna à faixa de areia. Na sequência, ocorre uma nova discussão entre o parlamentar e membros da Guarda. Nas redes sociais, ele falou sobre o caso:

“Fui tomar um ‘banhozin’ (sic) de mar e a Guarda Municipal quis me tirar para “cumprir o decreto governamental”… Nada está acima da Constituição Federal.” Após prestar depoimento na Delegacia, Fernandes foi liberado.

Aliado do presidente Jair Bolsonaro, ultraconservador e crítico de minorias e do STF, já foi notícia por mostrar fotos nas quais ele aparece reproduzindo o bigode de Hitler em si mesmo e, aparentemente, fazendo uma conhecida saudação nazista.

O que disse a Prefeitura de Ipojuca

A Prefeitura de Ipojuca se pronunciou sobre o assunto por meio de nota:

“Neste sábado (12/06/2021), o deputado estadual pelo Ceará, André Fernandes (Republicanos), em visita à praia de Muro Alto, em Ipojuca (Pernambuco), ignorou e debochou das orientações dos guardas municipais sobre o decreto do Governo de Pernambuco em vigor que proíbe o acesso ao litoral do estado nos finais de semana, em razão da COVID-19. O parlamentar, de apenas 23 anos, desafiou a guarda entrando no mar e afirmando que “quem quisesse tirá-lo de lá teria que entrar na água”. Logo em seguida, ao sair do mar, discutiu com os guardas que afirmaram que o conduziria à delegacia por desacato e descumprimento do decreto estadual.

O deputado André Fernandes, então, na tentativa de se esquivar, se apresentou como deputado, afirmou possuir imunidade parlamentar, alertou que ninguém poderia tocá-lo e disse que não iria para a delegacia, além de dizer, repetidas vezes, que um decreto não está acima da Constituição, portanto, não estaria violando nada. Só depois da chegada da ROMU o mesmo foi conduzido, em seu próprio veículo, para a delegacia de Porto de Galinhas aonde prestou esclarecimentos. Todo o fato será encaminhado pela delegacia ao Ministério Público e à Assembleia Legislativa do Ceará.

A Prefeitura do Ipojuca lamenta o ocorrido e pede aos turistas, seja qual for a profissão e a origem, que ao chegar na nossa cidade e no nosso estado, que respeitem as leis, os decretos, as portarias e as regras em vigor.”

Trio atira contra casa e matam mulher grávida; alvo era esposo da vítima

Uma mulher grávida de três meses foi morta a tiros na madrugada da última sexta-feira (12), na Travessa Santa Luiza em Belém de Maria, na Zona da Mata de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, a vítima tinha 25 anos e estava em casa quando três homens chegaram no local chamando por seu esposo.

Ainda de acordo com a PC, Como ninguém atendeu a porta, o trio de suspeitos atiraram várias vezes contra a residência. Um dos disparos atravessou a porta de madeira e atingiu a jovem grávida. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Segundo as informações da polícia, o companheiro da vítima, é o suspeito na prática de furtos e roubos na cidade. O corpo da vítima foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Recife. Os suspeitos ainda não foram encontrados.

Prefeito da Paraíba morre vítima da Covid-19

O prefeito da cidade de Brejo dos Santos, no Sertão da Paraíba, faleceu na manhã deste sábado (12), por complicações causadas pelo novo coronavírus.

Dr. Lauri Ferreira tinha 74 anos e após ser diagnosticado com a doença, foi transferido para um hospital de João Pessoa onde passou mais de duas semanas internado, mas não resistiu e morreu.

Dr. Lauri, como era conhecido, tinha 74 anos. Ele estava internado em um há quase duas semanas, com Covid-19. Ele era médico e já tinha tomado a vacina contra a Covid.

O gestor estava no sexto mandato de prefeito e também atuou como deputado estadual entre 1991 e 1994.

Dr. Lauri foi eleito em 2020 e teve 2.801 votos no total, ou seja, 55,61% dos votos válidos.

Em Brejo dos Santos, sete pessoas já morreram por complicações causadas pela doença e 574 foram contaminadas com o novo coronavírus desde o início da pandemia, conforme apurou o Notícia Paraíba.

Dr.Lauri é o sexto prefeito da Paraíba que morre vítima da Covid-19 desde o início da pandemia.

OAB-PE propõe uso de câmeras em uniforme de PMs

A OAB de Pernambuco, em ofício enviado à Secretaria de Defesa Social do Estado nesta quinta-feira (10), sugeriu ao secretário Humberto Freire a adoção de algumas medidas, como a instalação de câmeras nos uniformes dos policiais, acopladas aos coletes, a exemplo da PM do Estado de São Paulo, na intenção de coibir e evitar possíveis excessos praticados por essas autoridades.

Tais medidas, propostas através de uma iniciativa da Comissão de Direitos Humanos da seccional, presidida por Cláudio Ferreira, visam aumentar a transparência das ações executadas por parte da PM no Estado, após atos de violência gerados contra manifestantes, durante protesto no dia 29 de maio, no Centro do Recife.

Na ocasião, a advogada e vereadora do Recife, Liane Cirne, foi agredida com spray de pimenta por parte da policia militar do estado durante o ato, além de dois homens atingidos nos olhos, perdendo parte da visão, após a PM fazer uso de balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo, sem a devida cautela.

O presidente da OAB-PE, Bruno Baptista, acredita que exemplos como do estado de São Paulo precisam ser observados e podem, facilmente, serem replicados por outros estados. “Medidas como essas nos permitem aferir tanto situações de abuso contra as autoridades policiais, quanto possíveis excessos que possam ser por elas praticados, visando registrar com detalhe o desenvolvimento dessas operações. Tal providência, portanto, mostra-se necessária aqui em nosso Estado, para que cenas lamentáveis como a ocorrida no Centro do Recife, no dia 29 de maio, não se repitam”.

Dinamarquês Eriksen está consciente após cair desacordado em jogo da Eurocopa

O jogador dinamarquês Christian Eriksen, 29, precisou ser reanimado por uma equipe médica com massagem cardíaca após sofrer um mal súbito e cair desacordado no gramado durante a partida de estreia de sua seleção na Eurocopa, neste sábado (12).

Ele havia recebido a bola após uma cobrança de lateral, aos 42 minutos do primeiro tempo, quando desabou sozinho, causando prontamente o desespero dos atletas e torcedores presentes em Copenhague. Nas arquibancadas, muitos ficaram de costas para não ver a cena.

Depois de mais de dez minutos de atendimento médico no gramado, o atleta foi retirado de maca usando um balão de oxigênio.

De acordo com as primeiras informações divulgadas pela Uefa, o jogador foi transferido para o hospital em situação estável. A federação dinamarquesa informou que ele está acordado e passando por exames.

A partida contra a Finlândia foi suspensa, mas será retomada. De acordo com a federação dinamarquesa, os jogadores foram informados de que o companheiro está bem e concordaram em voltar a campo. A Uefa (federação europeia) disse se tratar de um pedido das duas seleções.

Muitos torcedores permaneceram no estádio, conforme orientação recebida para que pudessem receber informações sobre o estado de saúde de Eriksen, e vibraram após cada boa notícia que chegava depois da grande preocupação inicial.

CPI: ministros do STF mantêm quebra de sigilos de Pazuello, Ernesto Araújo e Mayra Pinheiro

Os ministros Ricardo Lewandowski e Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiram neste sábado (12) manter a quebra dos sigilos dos ex-ministros Eduardo Pazuello (Saúde) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores), além de Mayra Pinheiro, secretária do Ministério da Saúde, aprovadas pela CPI da Covid.

A quebra dos sigilos de cerca de 20 pessoas foi aprovada na última quinta (10) e, desde então, os alvos passaram a acionar o STF.

Ao analisar as ações de Pazuello e Mayra Pinheiro, Lewandowski entendeu que a CPI agiu conforme as competências e que não cabe ao Poder Judiciário barrar o ato.

“[A quebra] por constituir matéria de competência exclusiva do Poder Legislativo, escapa à censura do Judiciário, ao menos neste momento”, escreveu Lewandowski.

Moraes também destacou que a CPI pode quebrar sigilos e que os direitos individuais não podem ser “escudo” para eventuais práticas ilícitas.

Medidas de investigação são ‘legítimas’
Lewandowski analisou as ações apresentadas por Pazuello e Mayra. No caso deles:

a quebra do sigilo telefônico inclui registro e duração de todas as ligações feitas e recebidas conforme período delimitado pelos senadores;
a quebra do sigilo telemático solicita o envio de uma série de informações, entre as quais cópias do conteúdo armazenado, lista de contatos, cópia de e-mails e localizações de acesso à conta.
Segundo Lewandowski, há conexão entre esses dados e as investigações da comissão.

Afogados da Ingazeira confirma 66º óbito por Covid-19

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que neste sábado (12) foram registrados 06 casos novos para a covid-19.

São 04 pacientes do sexo feminino, com idades de 20, 36, 47 e 48 anos; e 02 pacientes do sexo masculino, com idades de 04 e 50 anos. Entre as mulheres são 03 agricultoras e 01 dona de casa. Já entre os homens: 01 profissional da segurança e 01 estudante (rede pública).

Hoje não temos novos casos novos em investigação e 52 pessoas apresentaram resultados negativos para a covid-19.

Óbito: Paciente do sexo masculino, 54 anos, agricultor e músico, tabagista. Faleceu em 08/06 no Hospital Regional Emília Câmara em decorrência de complicações da covid – 19. Nossos sentimentos aos familiares e amigos (as)!

Nesta sábado, 17 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e/ou epidemiológica. O município atingiu a marca de 4.729 pessoas (93,79%) recuperadas para covid-19. Atualmente, 247 casos estão ativos.

Afogados atingiu a marca de 19.890 pessoas testadas para covid-19, o que representa 53,38% da nossa população.

Casos leves x SRAG/covid- 19:
Leves (4.885 casos), 96,88%
Graves (157 casos), 3,12%.

EUA autorizam envio de 3 milhões de doses da vacina da Janssen ao Brasil para a próxima semana

A FDA, agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos, autorizou o envio de 3 milhões de doses de vacinas da Janssen (braço farmacêutico da Johnson & Johnson) ao Brasil.

Segundo o Ministério da Saúde, a previsão é de que os imunizantes cheguem na próxima semana, mas ainda não há data definida.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, pretende dar mais detalhes em entrevista à imprensa neste sábado.
Como a Folha mostrou, as 3 milhões de doses que vão chegar ao Brasil têm prazo de validade até 27 de junho e precisam ser aplicadas até esta data.

As vacinas devem ser distribuídas apenas às capitais — o que já estava sendo feito com a Pfizer, que exigia um esquema especial de manutenção a baixas temperaturas.

O Ministério da Saúde diz também que fará uma ampla campanha de utilidade pública incentivando as pessoas a procurarem os postos de saúde.

Segundo a pasta, o país tem capacidade de aplicar até 2,4 milhões de doses de vacinas por dia.

O contrato, assinado em março deste ano, garante 38 milhões de doses do imunizante ao Brasil. A previsão inicial de entrega era de 16,9 milhões de doses entre julho e setembro e 21,1 milhões de outubro a dezembro.

A vacina fabricada pela Johnson & Johnson tem eficácia global de 72%. Já a proteção contra casos graves da doença é de 85%, segundo estudo realizado em janeiro deste ano.

Ministério da Saúde ignorou por três dias pedido de oxigênio do Acre

O Ministério da Saúde demorou três dias para responder a um e-mail da Secretaria de Saúde do Acre, que solicitava ajuda para não ficar sem estoque de oxigênio medicinal, usado no tratamento de pacientes com covid-19.

O pedido foi feito em 12 março e respondido pelo governo de Jair Bolsonaro apenas no dia 15, quando o general Eduardo Pazuello deixou o comando da Saúde. As informações constam de documentos entregues pelo próprio ministério à CPI da Covid no Senado.

“Prezados, encaminho o Ofício no. 634/2021/SE/GAB/SE/MS, que trata do risco iminente de desabastecimento de oxigênio nos municípios do Estado do Acre. Solicito confirmação de recebimento”, escreveu a Secretaria de Saúde do Acre. Três dias depois, uma funcionária de apoio ao gabinete do Ministério da Saúde, identificada no e-mail como Leíse, respondeu: “Boa tarde! Acuso recebimento. Desculpe a demora”.

Naquele 15 de março, a pasta se comprometeu a enviar para o Acre 300 cilindros de oxigênio. A primeira leva foi entregue no dia 17, cinco dias após o pedido da secretaria, com o envio de 60 cilindros.

Na ocasião, o Estado não chegou a ficar sem estoque de oxigênio, mas precisou adotar um plano de contingência para racionar o uso da substância na rede pública e privada. Embora não tenha faltado, ao menos duas empresas privadas, Oxiacre e Oxivida, chegaram a anunciar que não tinham mais o produto para fornecer.

Na capital Rio Branco há três hospitais particulares e somente um deles tem usina própria de distribuição de oxigênio. Os três hospitais públicos do Estado têm usinas próprias de distribuição. As unidades também sofriam colapso na época pela alta demanda de pacientes. Alguns tiveram que ser transferidos para Manaus no dia 13 de março.

Atrasos em respostas a pedidos de socorro também ocorreram durante a crise no abastecimento de oxigênio vivido pelo Amazonas, em janeiro. Uma carta da empresa White Martins e uma nota assinada pelo então secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, acabaram contradizendo declarações dadas em maio por Pazuello à CPI da Covid.

A multinacional mostra na carta que alertou o governo do Amazonas sobre a necessidade de apoio e “esforços adicionais” para suprir a necessidade de oxigênio diante do aumento exponencial de casos de covid-19 no Estado.

Avisada, a Secretaria da Saúde entrou em contato com Pazuello. Em entrevista transmitida pelas redes sociais, na tarde de 18 de janeiro, o então ministro disse ter ficado “surpreso” com o colapso no sistema de saúde do Amazonas. Em Manaus, pessoas morreram asfixiadas por falta de oxigênio hospitalar.

“No dia 8 de janeiro, nós tivemos a compreensão, a partir de uma carta da White Martins, de que poderia haver falta de oxigênio se não houvesse ações para que a gente mitigasse esse problema. Mas aquela foi uma surpresa tanto para o governo do Estado quanto para nós (Ministério da Saúde)”, afirmou Pazuello na entrevista. A correspondência da empresa tem a data de 7 de janeiro.

Covid-19: Fiocruz recebe insumo para 6 milhões de vacinas neste sábado

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) deverá receber, neste sábado (12), mais um lote de ingrediente farmacêutico ativo (IFA), suficiente para a produção de cerca de seis milhões de doses da vacina contra a covid-19.

O insumo deverá ser desembarcado no Aeroporto Internacional Tom Jobim no fim da tarde. A informação foi divulgada pela Fiocruz.

A aceleração da entrega dessa remessa permitirá a continuidade da produção da vacina e garantirá entregas semanais ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) até 10 de julho, segundo a Fiocruz.

Nesta sexta-feira (11), a Fiocruz, por meio do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos), também fez a sua entrega semanal de doses da vacina, com 2,7 milhões de doses sendo disponibilizadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), das quais 137 mil são para o estado do Rio de Janeiro.

Com essa remessa, a fundação atinge 53,8 milhões de doses entregues ao PNI. A pedido da Coordenação de Logística do Ministério da Saúde, as entregas semanais se manterão às sextas-feiras.

Governo Doria multa Bolsonaro por não usar máscara em motociata em São Paulo

O governo João Doria (PSDB), de São Paulo, autuou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) neste sábado (12) por gerar por não usar máscara de proteção facial contra a Covid-19 em evento na capital paulista.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, e o ministro da Infraestutura, Tarcísio Gomes, também foram autuados. Os três participaram da motociata que reúne milhares de motocicletas. O ato começou na praça Campo de Bagatelle, em Santana, zona norte de SP.

O Governo de SP afirma que equipes da Saúde e Segurança Pública flagraram os três sem máscara. O valor da autuação é de R$ 552, 71.
“O documento endereçado às três autoridades pontua a necessidade da manutenção das medidas preventivas já conhecidas e preconizadas pelas autoridades sanitárias internacionais, como uso de máscara e distanciamento”, diz a nota.

iO presidente já havia sido autuado pelo governo Flávio Dino (PC do B), do Maranhão, por causar aglomeração e usar máscara de proteção facial em evento em Açailândia (a 560 km de São Luís), no dia 21 de maio.

Criticada por atraso, Saúde mira Pfizer, Moderna e vacinas nacionais para 2022

Alvo de críticas por ter recusado ofertas de vacinas contra Covid no último ano e demorado a fechar contratos, o Ministério da Saúde começou a mapear fornecedores e iniciar tratativas diante de uma possível necessidade de um novo ciclo de vacinação em 2022.

Alguns países já começam a negociar contratos extras de vacinas apesar da incerteza sobre a necessidade e a regularidade de novas campanhas de imunização contra a Covid.

Entre as apostas no Brasil estão doses da vacina AstraZeneca/Oxford que devem ser produzidas inteiramente pela Fiocruz (e que somariam cerca de 180 milhões em 2022, segundo a pasta) e da Butanvac, vacina ainda em desenvolvimento pelo Butantan.

Os testes clínicos do imunizante foram autorizados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) nesta semana, e a expectativa do Butantan é concluir os estudos até o último trimestre.

Além desses dois focos, que têm em comum a produção nacional das doses, membros do Ministério da Saúde dizem ter “negociações avançadas” com a Moderna e ter recebido uma nova oferta da Pfizer voltada para 2022. A previsão é que haja uma reunião inicial com a empresa na próxima semana.

O governo tem, agora, dois contratos com a Pfizer que somam 200 milhões de doses para este ano. O total que pode ser incluído em uma nova proposta ainda passa por avaliação. Procurada, a Pfizer informou que não iria comentar.

No caso da Moderna, a ideia é aproveitar uma negociação sobre até 100 milhões de doses e reservar parte para o último trimestre deste ano e o restante como planejamento para o ano que vem.

“Temos conversado com eles sobre dois produtos: a vacina e um booster [um tipo de reforço] que é como uma ‘atualização’ da vacina. Por questões de sigilo não podemos divulgar muitas informações, mas estamos em tratativas avançadas”, disse o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz.

Segundo ele, há sinais de que uma nova oferta de doses de vacina contra a Covid-19 pode se tornar necessária, daí o planejamento inicial.

“Ainda não temos estudos que comprovam que vai precisar imunizar novamente [a população] ou de forma constante, mas temos sinalizações fortes de que vai precisar de um reforço”, disse. “Não tem nada ainda escrito em pedra de que vamos precisar imunizar todo ano como fazemos com a da gripe”, ressalta.

Marrone diz que Bruno bebe demais e que precisa ter paciência para dupla não acabar

Marrone, 56, da dupla com Bruno, 52, fez um desabafo durante uma entrevista ao canal do YouTube Alma Sertaneja e pegou muitos fãs de surpresa. De acordo com o músico, ele precisa ter paciência para não se separar do parceiro de 36 anos de carreira, já que este “gosta de beber bastante”.

“Ele passa dos limites, com certeza. Deus me deu esse equilíbrio mental e espiritual para eu poder me conter ali na hora, deixar rolar e ficar no meu canto, segurando as pontas”, disse ele. “Todos nós temos defeitos, ninguém é igual, então, já que existe parceria, nesses momentos a gente tem que ter a cabeça no lugar.”

Marrone se referia a uma live feita no ano passado, quando os dois se estranharam ao vivo. “Para de falar de você. Você fala muito de você. Minha fazenda, minha vida. Vai se f.”, disse Bruno na situação. “Esse cara está doido, quanto mais bebe, mais louco eles ficam”, retrucou o outro.

O sertanejo também lembrou de um show em que Bruno sumiu por alguns minutos e, quando retornou ao palco, parecia estar embriagado. “Naquele dia ele misturou remédio com bebidas. Eu nem esperava aquela reação. Ele saiu do palco e eu pensei que ele fosse voltar rápido, e ele demorando. […] O homem chegou, mas eu vi que ele realmente estava transtornado, estava um pouco fora da casinha.”

Essas situações, diz Marrone, têm posto a parceria à prova. Ele admitiu, durante a conversa, que já pensou na separação da dupla, em “chutar o balde e abandonar o barco”.

Eu acho algumas situações um pouco injustas, mas nessas horas Deus pega na minha mão e diz: ‘Fica quieto, deixa a poeira baixar’. Mas isso não é brincadeira, não é fácil. Profundamente, ninguém sabe o que está acontecendo, ninguém sabe de nada, mas nessas lives muita gente entendeu.”

Bolsonaro para na estrada, causa aglomeração e ‘rege’ xingamento a Doria

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) interrompeu por cerca de 20 minutos o passeio de moto pelo estado de São Paulo para interagir com seguidores na pista da Rodovia dos Bandeirantes. A parada provocou aglomeração de motociclistas, que gritavam em apoio ao presidente.

No momento em que apoiadores começaram a xingar o governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), Bolsonaro reagiu com gestos com as mãos, como se regesse o coro.

Durante a parada, Bolsonaro ainda subiu na moto, balançou uma bandeira do Brasil e chegou a se enrolar nela. Apoiadores também gritaram coros como “nossa bandeira jamais será vermelha”, “eu vim de graça” e “mito”.

A motociata em apoio a Bolsonaro começou às 10h, na região do Sambódromo, na zona norte, com encerramento previsto no parque do Ibirapuera, na zona sul. O trajeto previsto tem 129 quilômetros de extensão, grande parte da Rodovia dos Bandeirantes, que liga a capital à região de Campos. Motos deixaram a região do Sambódromo das 10h às 10h50. Bolsonaro foi autuado por não usar máscara.

Motoqueiros e ciclistas com bandeiras do Brasil amarradas aos veículos, além de manifestantes a pé, se aglomeraram na avenida Santos Dumont para recepcionar o presidente. Vestindo uma jaqueta de motociclista bordada com seu retrato e um capacete em que estava escrito “presidente Bolsonaro”, ele acenou para os manifestantes quando chegou e saiu de moto na avenida Santos Dumont com um segurança em sua garupa, seguido por centenas de motociclistas. Apoiadores a pé e de bicicleta se aglomeraram para ver o presidente, gritando “mito”.

Motociclista perde equilíbrio e causa acidente em motociata de Bolsonaro

Duas motos bateram e causaram um acidente na “motociata” em apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Na colisão, pessoas e outras motos foram derrubadas. O acidente aconteceu por volta das 11h na rodovia dos Bandeirantes.

Uma pessoa ficou deitada no asfalto aguardando atendimento enquanto os outros motoqueiros retomaram a motociata. O acidente foi flagrado ao vivo pelo BandNews TV, que mostrou uma das motos perdendo o equilíbrio

Segundo informações iniciais da concessionária CCR AutoBan, o acidente aconteceu na altura do quilômetro 30 da rodovia. Três pessoas ficaram feridas, mas duas vítimas assinaram termo recusa de atendimento. A terceira tem ferimentos moderados e está em atendimento, diz a concessionária.

Uma equipe da PM (Polícia Militar) esteve no ponto do acidente para auxiliar no fluxo na rodovia e no atendimento à pessoa que ficou caída.

A rodovia dos Bandeirantes está interditada entre os quilômetros 14 e 61, nos dois sentidos, em razão da motociata. Segundo a concessionária, a alternativa é a rodovia Anhanguera.

Pernambuco: confira os estabelecimentos autorizados a funcionar a partir de segunda-feira (14)

De acordo com o Decreto 50.846/21, 35 municípios da Macrorregião 3, que engloba o Moxotó e o Pajeú no Sertão entrarão em uma quarentena rígida a partir de segunda-feira (14) até o domingo (20).

Confira a lista dos estabelecimentos e serviços autorizados a funcionar em horários próprios a partir de 14 de junho de 2021.

I – serviços públicos municipais, estaduais e federais, inclusive os outorgados ou delegados, nos âmbitos dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, dos Ministérios Públicos e dos Tribunais de Contas, e representações diplomáticas, devendo ser priorizado o teletrabalho;
II – farmácias e estabelecimentos de venda de produtos médico-hospitalares;
III – postos de gasolina, inclusive loja de conveniência, apenas para ponto de coleta;

IV – serviços essenciais à saúde, como médicos, clínicas, hospitais, laboratórios e demais estabelecimentos relacionados à prestação de serviços na área de saúde, observados os termos de portaria ou outras normas regulamentares editadas pelo Secretário Estadual de Saúde;
V – serviços de abastecimento de água, gás e demais combustíveis, saneamento, coleta de lixo, energia, telecomunicações e internet;
VI – clínicas e os hospitais veterinários e assistência a animais, inclusive em shopping centers;
VII – serviços funerários;

VIII – hotéis e pousadas, incluídos os restaurantes e afins, localizados em suas dependências, com atendimento restrito aos hóspedes;
IX – serviços de manutenção predial e prevenção de incêndio;
X – serviços de transporte, armazenamento de mercadorias e centrais de distribuição;
XI – estabelecimentos industriais e logísticos, bem como os serviços de transporte, armazenamento e distribuição de seus insumos, equipamentos e produtos;
XII – lojas de veículos e oficinas de manutenção e conserto de máquinas, equipamentos, veículos leves e pesados e, em relação a estes, a comercialização e serviços associados de peças e pneumáticos;

XIII – restaurantes, lanchonetes e similares, por meio de entrega a domicílio, em ponto de coleta, na modalidade drive thru, e para atendimento presencial exclusivo a caminhoneiros, sem aglomeração; XIV – serviços de auxílio, cuidado e atenção a idosos, pessoas com deficiência e/ou dificuldade de locomoção e do grupo de risco, realizados em domicílio ou em instituições destinadas a esse fim;
XV – serviços de segurança, limpeza, vigilância, portaria e zeladoria em estabelecimentos públicos e privados, condomínios, entidades associativas e similares;
XVI – imprensa;
XVII – serviços de assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade;

XVIII – transporte coletivo de passageiros, incluindo taxis e serviços de aplicativos de transporte, devendo observar normas complementares editadas pela autoridade que regulamenta o setor;
XIX – supermercados, padarias, mercados e demais estabelecimentos voltados ao abastecimento alimentar da população;
XX – atividades de construção civil;
XXI – processamento de dados e call center ligados a serviços autorizados a funcionar;
XXII – serviços de entrega em domicílio de qualquer mercadoria ou produto;

XXIII – serviços de suporte portuário, como operadores portuários, agentes de navegação, praticagem e despachantes aduaneiros;
XXIV – pesca artesanal;
XXV – lojas de materiais e equipamentos de informática;
XXVI – lojas de defensivos e insumos agrícolas;
XXVII – casas de ração animal e petshops;
XXVIII – bancos, serviços financeiros e lotéricas, inclusive localizadas em shoppings centers e galerias comerciais;
XXIX – oficinas e assistências técnicas em geral;
XXX – lojas de material de construção e prevenção de incêndio; XXXI – lojas de produtos de higiene e limpeza;
XXXII – depósitos de gás e demais combustíveis;
XXXIII – lavanderias;

XXXIV – prestação de serviços de advocacia urgentes, que exijam atividade presencial;
XXXV – estabelecimentos de aviamentos e de tecidos, exclusivamente para o fornecimento dos insumos necessários à fabricação de máscaras e outros Equipamentos de Proteção Individual – EPI`s relacionados ao enfrentamento do coronavírus;
XXXVI – restaurantes, lanchonetes e similares localizados no Ceasa, bem como em unidades hospitalares e de atendimento à saúde e no aeroporto ou terminal rodoviário, desde que destinados exclusivamente ao atendimento dos trabalhadores, de profissionais da saúde, pacientes e acompanhantes, e passageiros, respectivamente;
XXXVII – prestação de serviços de contabilidade urgentes, que exijam atividade presencial;

XXXVIII – lojas e estabelecimentos situados em shopping centers e similares, por meio de entrega em domicílio e/ou como ponto de coleta no estacionamento, na modalidade drive thru;
XXXIX – estabelecimentos voltados ao comércio atacadista;
XL – atividades de engenharia, arquitetura e urbanismo para situações urgentes e de apoio à construção civil;
XLI – estabelecimentos públicos e privados de ensino, para preparação, gravação e transmissão de aulas pela internet ou por TV aberta, e o planejamento de atividades pedagógicas;
XLII – óticas;

XLIII – serviços de atenção e salvaguarda dos direitos das crianças e dos adolescentes, realizados no âmbito dos conselhos tutelares;
XLV – Igrejas, templos e demais locais de culto, em qualquer dia e horário, para a realização de atividades administrativas, serviços sociais e celebrações religiosas apenas de forma virtual, sem público.

Até o dia 20 de junho, nos municípios das Gerências Regionais de Saúde (Geres) VI, X e XI – com sedes em Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada, respectivamente – só poderão funcionar, diariamente, as atividades permitidas no decreto.

Avaliação negativa do governo Jair Bolsonaro chega a 50%, diz pesquisa XP-Ipespe

Pesquisa XP/Ipespe, divulgada nesta sexta-feira (11), registra continuidade na trajetória de alta da avaliação negativa do governo de Jair Bolsonaro, embora outros indicadores, como a percepção sobre os rumos da economia e o temor em relação à pandemia, tenham melhorado. De acordo com o levantamento, hoje, são 50% os que consideram a administração federal ruim ou péssima, um ponto percentual a mais que no levantamento de maio.

A pesquisa é a nona consecutiva em que a tendência de alta se apresenta. Desde outubro, quando o movimento começa, esse grupo saiu de 31% para os 50% atuais. O número é o pior da série desde o início do governo, junto com maio de 2020. Os que acham o governo Jair Bolsonaro ótimo ou bom somam 26% e 22% acreditam que a gestão é regular. Em maio, esses números eram, respectivamente, 29% e 20%. Tanto na última avaliação quanto na atual, 2% não souberam ou não responderam.

Adversária do Brasil, Venezuela tem cinco casos de Covid-19; Conmebol altera regulamento

Adversária do Brasil na estreia da Copa América, neste domingo, a Venezuela teve cinco casos de Covid-19 confirmados na noite desta sexta-feira, às vésperas do início da competição. Os jogadores que testaram positivos estão isolados em um hotel em Brasília. A informação foi divulgada primeiramente pelo Metropoles e confirmada pelo ge.

Após o surto na delegação venezuelana, que desembarcou no Brasil na última quinta-feira e treinou em Brasília nesta sexta-feira, a Conmebol decidiu mudar o regulamento da Copa América e retirou o limite de cinco substituições por Covid-19 na lista final de convocados.

Segundo o documento divulgado nesta sexta-feira, o Art. 30.1 do regulamento de competições de seleções nacionais foi alterado pelo conselho da Confederação.

De acordo com o comunicado, a partir de agora, as seleções poderão fazer trocas na lista final de jogadores, até mesmo no decorrer da Copa América, sem limite de mudanças, caso algum atleta fique positivo para Covid-19 nos testes realizados pela Confederação.

A mudança é feita também após os recentes casos de Covid-19 confirmados nas últimas semanas nas seleções, como é o caso do meia Arrascaeta, do Uruguai, que já cumpriu o período de isolamento, por exemplo, mas acabou ficando de fora dos jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo.

A alteração no regulamento ocorre faltando menos de 48 horas para o início do torneio, que começa neste domingo, com o jogo entre Brasil e Venezuela, no Mané Garrincha, às 18h.