Arquivo da categoria: Copa do Mundo

Fim do sonho do hexa

Brasil está eliminado da Copa do Mundo. Em confronto duro contra a Croácia, a Seleção, mais uma vez, ficou pelo caminho nas quartas de final do Mundial. Após um 0x0 no tempo regulamentar e 1×1 na prorrogação, o time verde e amarelo acabou sendo derrotado nos pênaltis, por 4×2, e deu adeus de forma precoce à competição do Catar. Rodrygo e Marquinhos desperdiçaram as cobranças brasileiras. Agora, desde 2002 a Seleção não sabe o que é passar por um europeu no mata-mata de Copas. Os croatas, por outro lado, aguardam o vencedor de Holanda e Argentina, que se enfrentam às 16h, no Lusail Stadium.

Brasil perde para a Croácia nos pênaltis, mantém fantasma contra europeus vivo e dá adeus à Copa do Mundo

O Brasil perdeu nos pênaltis para a Croácia por 4 a 2 após o empate em 1 a 1 e está fora da Copa do Mundo no Catar. A Seleção abriu o placar com Neymar, no fim do primeiro tempo da prorrogação, mas Petkovic igualou na etapa final, levando para a disputa por penalidades. Rodrygo e Marquinhos erraram suas batidas, enquanto os croatas acertaram todas e assim avançaram à semifinal. Com isso, segue o tabu: desde o penta, em 2002, a seleção brasileira sempre caiu nas quartas quando enfrentou europeus. Foi assim em 2006 (França), 2010 (Holanda), 2018 (Bélgica) e agora 2022. Fim do sonho do hexa.

Sem Alex Sandro, Brasil encara Croácia na Copa do Mundo; veja as escalações 

A Seleção Brasileira entra em campo para disputar uma vaga na semifinal contra a Croácia. A partida acontece nesta sexta-feira (09), às 12h, no estádio Cidade da Educação, em Doha.

Depois do título em 2002, o Brasil não conseguiu passar por nenhuma seleção europeia no mata-mata de Copa do Mundo. Os brasileiros foram eliminados nesse período por França, Holanda, Alemanha e Bélgica.

Para chegar até as quartas de final, o Brasil superou sem dificuldades a Coreia do Sul. Já os croatas precisaram vencer o Japão nos pênaltis, com destaque do goleiro Livakovic.

O técnico Tite vai repetir uma escalação pela primeira vez nesta Copa do Mundo. Ainda sem contar com Alex Sandro, que se recupera de lesão, Danilo segue na esquerda e Militão na lateral oposta.

A Croácia não tem nenhum desfalque. Principal força da equipe, o trio no meio-campo composto por Brozovic, Modric e Kovacic está confirmado.

Prováveis escalações:

Brasil: Alisson, Éder Militão, Marquinhos, Thiago Silva e Danilo; Casemiro e Lucas Paquetá; Raphinha, Richarlison, Neymar e Vini Júnior. Técnico: Tite.

Croácia: Livakovic; Juranovic, Lovren, Gvardiol e Sosa; Brozovic, Modric e Kovacic; Vlasic, Kramaric e Perisic. Técnico: Dalic.

Onde assistir: Globo (tv aberta), SporTV (tv fechada), Globoplay (streaming), CazéTV (youtube e twitch), Fifa+

Arbitragem:
Árbitro: Michael Oliver (Inglaterra)
Assistente 1: Stuart Burt (Inglaterra)
Assistente 2: Gary Beswick (Inglaterra)
VAR: Pol Van Boekel (Holanda)

Árbitro brasileiro é escalado para duelo entre França e Inglaterra, pelas quartas de final da Copa

O árbitro brasileiro Wilton Pereira Sampaio foi escalado para apitar o jogo de maior peso das quartas de final da Copa do Mundo. Ele vai comandar o duelo entre França e Inglaterra, neste sábado (10), às 16h.

Com bom desempenho no Mundial do Catar, essa será a quarta partida apitada por Wilton. O brasileiro comandou a vitória da Holanda contra Senegal e o triunfo da Polônia diante da Arábia Saudita, ambos na primeira fase. No mata-mata, ele comandou a classificação da Holanda contra os Estados Unidos.

Wilton será auxiliado por outros dois árbitros brasileiros: os assistentes Bruno Boschilia e Bruno Pires. A brasileira Neuza Back será uma das componentes do árbitro de vídeo.

Pelas boas atuações que teve na Copa, Wilton é um dos nomes cotados para apitar jogos das semifinais e até uma possível final. No entanto, ele só poderá chegar na grande decisão caso o Brasil seja eliminado.

Número de gols na Copa do Mundo no Catar já supera edições passadas

Muitos gols ou nenhum. É assim que se desenrola a Copa do Mundo Qatar-2022. Até aqui, o torneio mais importante do planeta bola tem sete empates sem gols, um recorde na história. A mesma quantidade foi registrada em outras quatro edições: 1982, 2006, 2010 e 2014. Mesmo assim, o índice de bolas na rede já superou os mundiais da África do Sul (145) e Alemanha (147). Agora, a missão é quebrar a marca da disputa na Rússia há quatro anos (158) e do Brasil em 2014 (171).

A primeira Copa do Mundo no Oriente Médio testemunhou 148 bolas na rede, em 56 confrontos. A maior contribuição é da fase de grupos, com 120 gols. Logo na primeira rodada, a Espanha aplicou um 7 x 0 sobre a Costa Rica. A Inglaterra aplicou um 6 x 2 diante do Irã. Nas oitavas de final, Portugal também não deixou barato e avançou às quartas após golear a Suíça por 6 x 1.

A equipe de Fernando Santos, inclusive, divide com a Inglaterra o posto de melhor ataque do torneio. São 12 gols de cada seleção. Espanha e França aparecem logo em seguida com nove bolas na rede para cada lado. Dos nove gols da equipe francesa, cinco são de Kylian Mbappé. Contra a Polônia nas oitavas de final, o camisa 10 cravou duas vezes e se tornou artilheiro isolado da Copa do Mundo.

Classificada para as quartas de final da Copa do Mundo, a Seleção Brasileira também tem um dos melhores ataques do torneio, com sete gols marcados. Mesmo marco do Mundial 2018. Quem mais marcou pelo Brasil foi Richarlison, que balançou a rede em três oportunidades. O “Pombo” também protagonizou um dos gols mais bonitos dessa edição no duelo contra a Sérvia, ainda na fase de grupos. Na ocasião, o camisa 9 acertou um belo voleio e deixou a bola no fundo da rede adversária.

A Argentina também tem sete gols na Copa do Mundo do Catar. Apesar de ter tomado um susto da Arabia Saudita na estreia, a equipe de Messi terminou a primeira fase na liderança do Grupo C e nas oitavas de final venceu a Austrália por 2 x 1.

Confira a lista de artilheiros da Copa
5 gols: Mbappé (FRA)
3 gols: Gonçalo Ramos (POR), Richarlison (BRA), Saka (ING), Giroud (FRA), Messi (ARG), Morata (ESP), Rashford (ING), Gakpo (HOL) e Enner Valencia (EQU)
2 gols: Rafael Leão (POR), Lewandowski (POL), Goodwin (AUS), Julian Álvarez (ARG), Aboubakar (CAM), Embolo (SUI), Mitrovic (SER), Arrascaeta (URU), Bruno Fernandes (POR), Kramaric (CRO), Taremi (IRA), Ferran (ESP), Kudus (GAN), Cho Gue-Sung (COR), Salem Aldawsari (SAU), Doan (JAP), Havertz (ALE) e Füllkrug (ALE)

Substituto de Cristiano Ronaldo brilha, Portugal atropela a Suíça e enfrenta surpresa da Copa nas quartas

Portugal não tomou conhecimento da Suíça e está nas quartas de final da Copa do Mundo. A seleção portuguesa goleou os suíços por 6 a 1 no estádio Lusail e avançou de fase na competição. O jogo ficou marcado pela decisão de Fernando Santos em deixar Cristiano Ronaldo no banco de reservas para colocar Gonçalo Ramos, que fez três gols. Pepe, Raphael Guerreiro e Rafael Leão completaram para os portugueses, e Akanji descontou para os suíços.

Pela terceira Copa consecutiva, os suíços são eliminados nas oitavas de final da competição. Já os lusitanos voltam a estar entre os oito melhores após 16 anos.

Portugal irá enfrentar a seleção de Marrocos, que eliminou a Espanha nos pênaltis, nas quartas de final do Mundial no Qatar. A partida será disputada no sábado (10), às 12h, (horário de Brasília) no estádio Al Thumama.

Fernando Santos optou por iniciar com Gonçalo Ramos no lugar de Cristiano Ronaldo, e o atacante de 21 anos do Benfica provou o acerto do treinador português com três gols. O primeiro veio após João Félix ‘quebrar’ a linha de cinco defensores suíços com um leve toque entre os zagueiros. Gonçalo Ramos girou sobre a marcação e acertou o ângulo de Sommer, abrindo o marcador no primeiro tempo.

No começo do segundo tempo, Dalot fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro para o substituto de CR7 tocar de pé esquerdo na pequena área, por baixo do goleiro Sommer. O camisa 26 encerrou a noite com mais um gol com participação direta de João Félix.

Marrocos elimina Espanha nos pênaltis e avança às quartas pela 1ª vez na história

É dia de festa em Marrocos! O time africano fez história neste 6 de dezembro de 2022 ao eliminar a Espanha nos pênaltis por 3 a 0 (após empate sem gols em 120 minutos) e avançar pela primeira vez a uma fase de quartas de final de Copa do Mundo. O jogo foi parelho, e Marrocos sofreu pouco em vários momentos, graças a uma marcação incansável abraçada por toda a equipe. Os marroquinos também criaram chances para vencer a partida no tempo normal e no tempo extra, mas não foram efetivos.

Nas penalidades, destaques para o goleiro Bono, que defendeu duas cobranças espanholas, e Hakimi, que garantiu a vaga com cavadinha no último penal. Classificação merecida de uma equipe organizada, e eliminação decepcionante para a Espanha, que começou encantando em goleada de 7 a 0 e foi caindo de rendimento aos poucos. Ao Marrocos, que venha Portugal ou Suíça nas quartas: não há nada a perder.

Técnico da Croácia afirma que qualidade da seleção brasileira “é aterrorizante”

O próximo adversário do Brasil na Copa do Mundo é a Croácia, e o técnico da seleção croata, Zlatko Dalic, tem sentimentos paradoxais sobre o jogo que ocorre na próxima sexta-feira (6)

Em entrevista à CNN Brasil, Dalic disse acredita que o seu time está à altura de enfrentar a seleção brasileira, no entanto, ele reconhece que a qualidade do time brasileiro “é aterrorizante”.

“O Brasil é o favorito, mas vamos encará-lo […] o Brasil é a seleção mais poderosa e a melhor da Copa do Mundo […] o que eu vi até agora, quando você olha a escolha de jogadores, sua qualidade, habilidade e valor, então é realmente aterrorizante”, disse Dalic.

Apesar de aterrorizado com o fato de ter que enfrentar a seleção brasileira, o técnico croata afiram que se “trata de um grande pela frente, uma tarefa difícil contra a equipe que joga um grande futebol com tantos jogadores bons, de qualidade e rápidos”.

A Croácia foi a vice-campeã da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, quando perderam a partida derradeira para a França.

“É uma grande equipe (Brasil), mas acredito que podemos desafiá-los, precisamos ser inteligentes. A partida não é 50-50, mas também não somos azarões”, finaliza Dalic.

Embaixador da Coreia ‘sofre’ com goleada para o Brasil cantando evidências

A goleada da Seleção Brasileira sobre a Coreia do Sul, nesta segunda-feira (5), garantiu o time verde e amarelo nas quartas de final da Copa do Mundo. Porém, nem todo sul-coreano pareceu triste com o revés sofrido pela equipe asiática. O embaixador Lim Ki-mo resolveu abrir as portas da embaixada da Coreia, em Brasília, para convidados e teve que aguentar a zoeira dos brasileiros.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o embaixador está presente de torcedores brasileiros que cantam a música ‘Evidências’, da dupla Chitãozinho e Xororó. Aos risos, o coreano belança a bandeira de seu país e entra na brincadeira.

O Brasil volta a entrar em campo na próxima sexta-feira (9), às 12h. No Estádio Cidade da Educação, a Seleção vai encarar a Croácia. Quem passar do duelo vai encarar o vencedor de Argentina x Holanda.

Paulo Bento deixa o comando da Coreia do Sul, após eliminação para o Brasil

Após eliminação e a goleada sofrida para o Brasil por 4 a 1, Paulo Bento deixou o comando técnico da Coreia do Sul nesta segunda-feira. O comandante afirmou que já havia comunicado a decisão em setembro ao presidente da Federação e aos atletas, mas sai do Mundial orgulhoso do trabalho realizado pela seleção.

“Nossa participação acabou hoje. creio que de forma justa. O Brasil foi melhor. Nossa estratégia era de tentar ter algum controle do jogo e não deixar jogo ir com ritmo demasiado forte. Mas a eficácia do Brasil dificultou muito a nossa tarefa. Mas creio que aquilo que fizemos Mundial foi motivo para me deixar orgulhoso. Já comuniquei aos jogadores e ao presidente. Vou descansar. A decisão estava tomada em setembro” afirmou Paulo Bento, após o jogo.

Ex-técnico do Cruzeiro, Paulo Bento chegou ao cargo da seleção sul-coreana em agosto de 2018. Com a equipe, foi campeão da Copa E-1, campeonato que envolve os países do Leste Asiático, em 2019. Após o duelo desta segunda-feira, o treinador português parabenizou o Brasil pela vitória e exaltou a postura dos atletas da Coreia do Sul durante a Copa do Mundo.

“Já sabíamos que íamos enfrentar um time muito bom, muito forte. Tomamos o primeiro gol muito cedo, nossa tarefa se tornou um pouco mais complicada. Depois disso, o segundo gol foi o mesmo, cada vez que o Brasil chegava no nosso gol, eles marcavam. No segundo tempo, o time mostrou um esforço fantástico, mas o Brasil jogou de maneira diferente. Parabéns ao Brasil pela vitória e parabéns aos meus jogadores pela Copa do Mundo que eles fizeram” afirmou.

Essa foi apenas a terceira vez que a Coreia do Sul chegou às oitavas de final da Copa do Mundo. Em 2002, os sul-coreanos passaram de fase diante da Itália e, em 2010, foram eliminados pelo Uruguai. A seleção terminou a sua 11ª participação em Mundiais na história.

“Nossa Copa do Mundo foi boa, nós fizemos algumas coisas que só foram feitas duas vezes antes. O time jogou bem, nos três jogos na fase de grupos a atuação foi boa, no jogo contra Gana o resultado não foi justo. Mas parabenizo todos os jogadores, os que jogaram mais, os que jogaram menos e até os que não jogaram” completou Paulo Bento.

Seleção homenageia Pelé após goleada, e Rei agradece: “Fizeram muito feliz o meu dia”

A Seleção fez bonita homenagem a Pelé após goleada contra a Coreia do Sul, por 4 a 1, nesta segunda-feira, nas oitavas de final da Copa do Mundo do Catar. Os jogadores entraram em campo com uma faixa com o nome do maior jogador da história do futebol e uma foto do Rei.

Depois de ver a homenagem, Pelé, por intermédio de familiares, enviou a seguinte mensagem:

– Uma mistura de alívio e felicidade. Fizeram muito feliz o meu dia.

Durante o jogo, os torcedores já haviam homenageado Pelé. Aos 10 minutos do primeiro tempo e aos 10 do segundo tempo, a torcida abriu bandeirão com foto do Rei do Futebol e cantou seu nome.

Pelé está internado em São Paulo para tratar uma infecção respiratória. Em entrevista ao Fantástico deste domingo, as filhas Kely e Flávia Nascimento disseram que a internação não tem relação com o câncer no cólon que o Rei do Futebol combate desde o ano passado. Ainda não há previsão de alta.

Antes do jogo do Brasil, em uma rede social, Pelé postou que estava na torcida e veria o jogo do hospital.

Brasil samba em campo, goleia a Coreia e avança às quartas da Copa

Park Moon-sung é o mais famoso narrador de futebol na televisão sul-coreana. É a voz das transmissões da Copa do Mundo no país. O Galvão Bueno da Coreia do Sul.

Em algum momento do primeiro tempo da partida desta segunda-feira (5), entre a seleção asiática e a do Brasil, ele deve ter dito à sua audiência que “virou passeio”. Em coreano, claro.

Com 45 minutos de gala e a volta de Neymar, o Brasil atropelou a Coreia do Sul, com goleada por 4 a 1, e obteve, com facilidade, a vaga nas quartas de final da Copa do Mundo do Qatar. Na próxima sexta-feira (9), enfrenta a Croácia, no estádio Cidade da Educação, para ir à semifinal e ter um potencial confronto com a Argentina.

Na véspera do confronto pelas oitavas de final, o zagueiro Thiago Silva havia lembrado o amistoso realizado entre as duas equipes em junho deste ano, com vitória do Brasil por 5 a 1.

“Agora é Copa do Mundo”, disse, ao prever que seria bem difícil.

Não foi. Foi mais fácil do que há seis meses, na verdade. Os sul-americanos dominaram desde o primeiro minuto e poderiam ter superado a maior goleada de sua história em Mundiais, 7 a 1 sobre a Suécia em 1950. A ironia é ser também o placar de sua derrota mais elástica e traumática, diante da Alemanha, na semifinal de 2014.

Goleiro fecha o gol nos pênaltis e classifica Croácia para quartas de final da Copa

Com uma vitória sobre o Japão por 3 a 1 nos pênaltis, depois de 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação, a Croácia e avançou para as quartas de final da Copa do Qatar.

Os croatas, atuais vice-campeões do mundo, duelarão na sexta-feira (9) contra o Brasil, que goleou por 4 a 1 a Coreia do Sul, para tentar ir às semifinais.

O triunfo no mata-mata de oitavas manteve a série de resultados positivos da Croácia em Copas em jogos decididos depois do tempo normal (90 minutos mais acréscimos) e do tempo extra (30 minutos mais acréscimos).

No Mundial russo, os croatas eliminaram Dinamarca (oitavas de final) e Rússia (quartas de final) nos pênaltis e a Inglaterra (semifinal) na prorrogação.

A Croácia interrompeu uma campanha japonesa surpreendente, com vitórias na fase de grupos sobre os campeões mundiais Alemanha e Espanha, as duas vezes de virada, por 2 a 1.

No último encontro, Brasil goleou Coreia do Sul com dois gols de Neymar

Oponentes nas oitavas de final da Copa do Mundo, nesta segunda-feira (05), às 16h, Brasil e Coreia do Sul se enfrentaram pela última vez em junho deste ano. A Seleção Brasileira aplicou uma goleada nos asiáticos, com dois gols de Neymar.

O Brasil abriu o placar no primeiro tempo, com gol de Richarlison. A Coreia do Sul empatou com Hwang Ui-Jo. Depois a Seleção Brasileira começou a goleada. Neymar fez dois de pênalti. Philippe Coutinho e Gabriel Jesus completaram o 5 a 1.

No amistoso, Vini Jr ficou no banco de reservas e Paquetá jogou na ponta esquerda. Para o duelo da Copa do Mundo, o atacante do Real Madrid vai entrar no lugar de Fred e deve iniciar como titular.

Brasil e Coreia do Sul nunca se enfrentaram em Copas do Mundo. Ao todo, foram sete jogos entre as duas seleções, com seis vitórias brasileiras e uma coreana.

Técnico da Coreia do Sul considera “desumano” tempo de descanso antes do jogo contra o Brasil

O técnico da seleção sul-coreana, o português Paulo Bento, considerou desumano neste domingo o período de 72 horas de descanso que sua seleção terá antes de enfrentar o Brasil nas oitavas de final da Copa do Mundo no Catar.

“Não me lembro de ter visto algo assim depois de uma fase de grupos, tendo jogado 72 horas depois. Me lembro de jogar quatro dias, cinco dias depois, mas não 72 horas”, disse o português em entrevista coletiva em Doha.

“Acho que é algo desumano, algo que não é justo. Tem a ver com uma realidade que a Fifa quer basicamente: criar cada vez menos condições para quem tem menos condições e provavelmente melhores condições para quem tem mais condições”, acrescentou.

Na sexta-feira a Coreia do Sul venceu Portugal de Cristiano Ronaldo por 2 a 1, no jogo de encerramento do Grupo H, um resultado que a classificou para as oitavas de final. A partida contra os europeus começou às 18h pelo horário local (12h de Brasília) no estádio Education City, na capital do Catar.

O duelo contra os pentacampeões, no qual Neymar possivelmente estará de volta após dois jogos afastado devido a uma lesão no tornozelo direito, será na segunda-feira, às 22h locais (16h de Brasília) no estádio 974, também em Doha.

O Brasil, classificado já na segunda rodada, encerrou sua participação na primeira fase também na sexta-feira, o que levou o técnico Tite a escalar um time reserva, que perdeu por 1 a 0 para Camarões.

Devido ao “desgaste emocional” do último jogo da Coreia na fase de grupos, Bento poupou seus jogadores no sábado e eles retomaram os treinos na manhã deste domingo.

“Já é difícil competir contra uma seleção como o Brasil que na minha opinião é o candidato mais forte a ser campeão do mundo”, afirmou. “Obviamente, com esses constrangimentos, mais difícil se tornará nossa tarefa. De qualquer forma tentaremos e não desistiremos”.

Sobre a presença ou não de Neymar, Paulo Bento admitiu que a dificuldade aumenta quando ele está em campo. “Obviamente seriamos hipócritas se disséssemos que não haveria diferença entre enfrentar o Brasil com Neymar e sem ele. Não seria verdadeiro. Neymar está em condições de jogar. Depois, conforme o ‘Mister’ Tite decidir se vai colocar o jogador desde o início ou não a nós compete tentar fazer o melhor jogo possível e traçar a melhor estratégia possível para competir contra uma grande equipe recheada de talentos”.

O treinador disse que a partida desta segunda-feira é totalmente diferente do amistoso em Seul em que o Brasil goleou a Coreia do Sul por 5 a 1. “Não podemos comparar. É outro jogo. Teremos que nos preparar para muitas dificuldades. Para jogar em alguns momentos como nós pretendemos e gostamos. E em outros teremos que usar outro tipo de estratégia Sabemos jogar mais perto da nossa área, e teremos que aceitar isso com alguma naturalidade porque o adversário vai nos obrigar a isso. E obviamente lutar no limite de nossas forças”.

Inglaterra faz três em Senegal e enfrenta a França nas quartas de final

A Inglaterra está nas quartas de final da Copa do Mundo de 2022, no Catar. Neste domingo, no estádio Al Bayt, derrotou Senegal por 3 a 0, com gols de Henderson, Kane e Saka. Na próxima fase, enfrenta a França, sábado, às 16h (de Brasíla), no mesmo estádio que venceu Senegal neste domingo.

Pela terceira vez na história das Copas do Mundo, Inglaterra e França se encontram, a primeira em mata-mata. Em 1966 e em 1982, se encontraram na fase de grupos, sempre com vitória da Inglaterra (2 a 0 e 3 a 1). O Brasil só será adversário dessas seleções em uma eventual final.

Em jogo de recordes, França domina, vence a Polônia e avança para as quartas de final

Domínio francês. Por mais que tenha tido um pouco de dificuldade no primeiro tempo, a França vence a Polônia por 3 a 1 e avança para as quartas de final da Copa do Mundo. Os franceses abriram o placar com Giroud, que se tornou o maior artilheiro da história da seleção, e ampliou com dois golaços de Mbappé no segundo tempo, com chutes fortes que entraram na gaveta. Lewandowski descontou com gol de pênalti nos acréscimos e deu números finais para a partida.

Se o camisa 10 parecia um pouco desatento no primeiro tempo e início do segundo, errando passes bobos ou fazendo firulas a mais, quando ele quis decidir não teve quem segurasse. O astro francês marcou dois golaços na gaveta de Szczesny que garantiu a vitória em cima da Polônia. Além disso, e de ser eleito o melhor em campo, ele também assumiu a artilharia isolada da Copa, ultrapassou Cristiano Ronaldo em gols em mundiais e igualou Messi. Nada mal para um jogador de 24 anos, né?

Neymar joga? Tite diz “sim”, mas depois condiciona presença ao treino da tarde

O técnico Tite iniciou a coletiva confirmando que Neymar voltaria à seleção brasileira nesta segunda-feira contra a Coreia do Sul, em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo 2022, no estádio 974, às 16h (Brasília). No entanto, na sequência da entrevista, apesar de bastante otimista, disse que preferia esperar o treino da tarde para sacramentar a escalação.

O treinador concedeu coletiva ao lado de Thiago Silva neste domingo. A primeira pergunta foi voltada para o zagueiro, que foi questionado se Neymar jogaria. Thiago riu e olhou para Tite, que disse: Sim!

Na sequência, o treinador explicou que Neymar treinará normalmente com os companheiros nesta tarde. Indo tudo bem, a tendência é que não só seja relacionado, como seja titular.

Em relação ao Neymar, ele vai treinar hoje de tarde, treinando, estará, sim, no jogo. Ela passa por um treinamento específico para eu não antecipar nenhuma situação. Eu não passo informação que não seja verdadeira. Ao longo da minha carreira sempre tive a credibilidade. Ele vai treinar. Estando bem, vai para o jogo. Os outros dez eu não escalo.

Com drama, Argentina bate Austrália e avança para enfrentar Holanda

Durante praticamente os primeiros 80 minutos de jogo, a Argentina pareceu ter o controle do duelo de oitavas de final da Copa do Mundo do Catar diante da Austrália, no Estádio Ahmad Bin Ali neste sábado (3). Abriu 2 a 0 e não corria grandes riscos. Porém, dali em diante viveu momentos dramáticos até garantir a classificação por 2 a 1. A seleção sul-americana passou por um pequeno sufoco até literalmente o último lance, quando o goleiro Emiliano Martínez fez grande defesa em chute de Kuol à queima-roupa. Agora, tem encontro marcado com a Holanda na próxima sexta-feira (9) pelas quartas de final.

Os gols da vitória argentina foram marcados por Lionel Messi e Julián Álvarez. Craig Goodwin diminuiu para os australianos.

2º tempo morno até final eletrizante
Mesmo em desvantagem no placar, a Austrália não adotou postura mais agressiva ao voltar dos vestiários. No entanto, a seleção não contava com um tiro no próprio pé proporcionado pelo goleiro Matthew Ryan aos doze minutos. Ele recebeu bola recuada e, pressionado por De Paul, tentou driblar o jogador argentino. Julián Álvarez roubou a bola e chutou para o gol vazio, ampliando a vantagem argentina no placar.

Por mais 20 minutos, embora estivesse dando adeus à Copa, a Austrália não conseguiu levar perigo ao gol adversário. Porém, em um lance de sorte, voltou para o jogo.

Aos 32, Goodwin pegou sobra da defesa e chutou forte. A bola, que parecia ter o destino das arquibancadas, acertou Enzo Fernández e o desvio matou completamente o goleiro Emiliano Martínez, decretando o 2 a 1.

Com nova vida em campo, a seleção australiana se encheu de coragem. Não criou muitas oportunidades, mas quando chegou causou extrema preocupação à torcida da Argentina. Poucos minutos depois do gol, o lateral Behich fez jogada de craque pela esquerda, passando por ao menos três adversários. Quando já estava de frente para o gol, praticamente na pequena área, seu chute foi bloqueado por Lisandro Martínez, evitando o que seria um golaço.

Messi admite cansaço, celebra torcida da Argentina e diz: “Demos um passo a mais”

No dia em que completou mil jogos na carreira, Lionel Messi fez um gol, comandou a vitória de 2 a 1 sobre a Austrália e celebrou a classificação da Argentina para as quartas de final da Copa do Mundo. O atacante Julián Álvarez, aproveitando falha com os pés do goleiro Mat Ryan, fez o outro dos argentinos.

Mas a vitória não foi tranquila. O camisa 10 admitiu que os argentinos sentiram o final de jogo neste sábado e agradeceu à torcida pelo apoio.

“Tivemos pouco tempo de descanso, conseguimos nos recuperar bem, foi um jogo dificílimo. Estou feliz pela vitória e por poder dar um passo a mais. Impressionante a festa, quando dizíamos que estávamos jogando a cada três dias, ao mesmo tempo queríamos estar aqui pelo que as pessoas estão transmitindo, pelo que isso aqui significa. Demos um passo a mais e vem um desafio mais difícil pela frente” disse Messi.

“Era uma partida controlada, acredito que podíamos ter matado o jogo. Apesar da última bola defendida pelo Dibu (Martínez), não sofremos muito. Foi uma partida muito física. Estou muito feliz pela vitória e por dar um passo a mais. Queríamos estar aqui pelo que essa gente sente, pelo que eles nos transmitem. Devemos seguir unidos.”

Em entrevista coletiva após a vitória, Messi voltou a falar da preocupação com o preparo físico. Afinal, o jogo decisivo da fase de grupos contra a Polônia foi na quarta-feira. Foram apenas três dias de descanso e preparação para o duelo das oitavas contra a Austrália.

“Vínhamos de jogar há três dias sem muito descanso. Estávamos preocupados com isso porque sabíamos que seria uma partida muito física, são muito fortes nesse sentido também. Pudemos abrir vantagem e poderíamos ter feito mais, mas acabamos nos complicamos com o gol no final e sofrendo um pouco. Mas é um Mundial, as partidas são difíceis e o importante é que ganhamos.”

Agora, a Argentina encara a Holanda nas quartas de final. O jogo será na próxima sexta-feira, às 16h. E Messi espera dificuldade ainda maior.

“Vamos ter um cruzamento muito duro, acredito que vai ser muito difícil, vão querer nos tirar a bola. A essa altura na Copa, fica mais difícil” concluiu.

Holanda vence os Estados Unidos e garante a vaga para as quartas de final da Copa

Classificada! A Holanda venceu os Estados Unidos por 3 a 1 neste sábado, no estádio , e avançou para as quartas de final da Copa do Mundo. Os americanos encerram a participação no Mundial. Os holandeses vão esperar o vencedor do confronto Argentina x Austrália. Memphis Depay, Blind e Dumfries marcaram para Holanda, e Wright descontou.

Cavani derruba cabine do VAR após eliminação do Uruguai

Ser eliminado na fase de grupos de uma Copa do Mundo nunca é fácil. Imagine, então, para uma seleção bicampeã mundial como o Uruguai. Apesar de vencer a partida contra Gana, a Celeste empatou em pontos com a Coreia do Sul e acabou eliminada por conta do saldo de gols. Cavani esteve envolvido em um lance polêmico na partida e reclamou da não marcação de um pênalti. Na saída de campo, o atacante descontou sua frustração na cabine do VAR.

Luís Suárez foi outro que reclamou da arbitragem e criticou a Fifa após a eliminação: “Por que sempre contra o Uruguai?”, indagou o atacante.

A vitória dos sul-coreanos sobre Portugal, de virada, garantiu a equipe com a segunda vaga para as oitavas de final. Portugal, derrotada pela Coreia, terminou na liderança. Uruguai e Gana se despediram do Mundial. Vale lembrar que Portugal vai enfrentar o segundo colocado do grupo do Brasil, enquanto a Coreia encara quem liderar o Grupo G.

Exames apontam lesões, e Gabriel Jesus e Alex Telles estão fora da Copa do Mundo

O atacante Gabriel Jesus e o lateral-esquerdo Alex Telles estão fora da Copa do Mundo. A seleção brasileira não pode convocar substitutos para eles, pois o prazo se encerrou 24 horas antes da estreia no torneio.

Exames realizados após a derrota para Camarões, na sexta-feira, pela última rodada da fase de grupos, constataram lesões no joelho direito de ambos os jogadores.

Gabriel Jesus já vinha com dores no local nas partidas pelo Arsenal. O prazo de recuperação não é longo – estimado em até um mês -, mas o suficiente para impedir a participação no restante das partidas do Mundial do Catar. 

O caso de Alex Telles é mais grave e, embora seja ainda preliminar, pode levá-lo a uma cirurgia. O lateral foi substituído no segundo tempo depois de se chocar com um jogador adversário. Com muitas dores, deixou o campo chorando.

Suíça elimina Sérvia em jogo tenso, com virada dupla, e pega Portugal nas oitavas

Teve golaço, teve virada dupla, teve tensão, teve provocação, quase teve briga. E teve festa para um lado e tristeza para outro. Em jogaço nesta sexta-feira, no estádio 974, a Suíça venceu a Sérvia por 3 a 2 e garantiu classificação às oitavas de final da Copa do Mundo como segunda colocada no Grupo G, atrás do Brasil no saldo de gols. Os suíços agora pegam Portugal no mata-mata. Os gols da vitória foram marcados por Shaqiri, Embolo e Freuler. Mitrovic e Vlahovic marcaram para os sérvios.

Com a vitória, a Suíça fechou a primeira fase com seis pontos, empatada em pontos com o Brasil (que perdeu para Camarões), mas atrás no saldo de gols: 2 a 1. A Sérvia, com apenas um pontos, fez campanha decepcionante e terminou na lanterna do grupo, atrás também de Camarões, que terminou com quatro.

Brasil perde para Camarões com gol no fim, mas avança em primeiro no Grupo G

A seleção brasileira perdeu para Camarões nesta quinta-feira por 1 a 0, com gol de Aboubakar, aos 46 minutos do segundo tempo, mas ainda assim terminou a fase de grupos como líder da chave G na Copa do Mundo. Escalada com reservas diante da classificação antecipada às oitavas de final, a equipe comandada por Tite foi castigada por não definir o jogo apesar de ter muito mais volume durante todo o jogo no estádio Lusail. O Brasil avançou com seis pontos, assim como a Suíça, mas permanece como líder do grupo por saldo de gols (dois contra um). A Coreia do Sul será a adversária no mata-mata.

A Coreia do Sul será a adversária na abertura do mata-mata para a Seleção. A equipe asiática avançou em segundo lugar no Grupo H e vai duelar com o Brasil por uma vaga nas quartas de final na próxima segunda-feira, às 16h (de Brasília), no estádio 974.