Arquivo da categoria: Copa do Mundo

Jogadores do Irã não cantaram o hino nacional em forma de protesto

A seleção de futebol do Irã optou por não cantar o hino de seu país antes da partida da Copa do Mundo contra a Inglaterra nesta segunda-feira (21), em uma aparente demonstração de apoio aos manifestantes do país.

Todos os 11 jogadores titulares ficaram em silêncio enquanto o hino era tocado no Khalifa International Stadium.

Mais de dois meses de protestos em todo o país, desencadeados pela morte de uma jovem sob custódia da polícia moral, Mahsa Amini, está entre os desafios mais difíceis para os líderes clericais do Irã desde a Revolução Islâmica de 1979.

Jornal alemão chama Neymar de arrogante por colocar a sexta estrela no escudo da Seleção Brasileira

Um dos jogadores mais badalados da Copa do Mundo, Neymar nem entrou em campo e já foi criticado pela imprensa internacional. O jornal alemão “Bild” chamou o craque brasileiro de arrogante após o camisa 10 da Seleção Brasileira colocar a sexta estrela numa publicação nas redes sociais, no último sábado (19).

“Primeiro ataque de arrogância de Neymar!” é a manchete publicada no portal. No texto, os alemães chamam o Brasil de “principais favoritos” ao título.

As cinco estrelas da camisa da Seleção Brasileira são em referência aos títulos das copas de 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002. Neymar fez a brincadeira com a sexta estrela ao chegar no Catar em alusão a uma possível conquista do hexa.

O Brasil segue em preparação para a disputa do torneio. A Seleção estreia nesta quinta-feira (24), contra a Sérvia.

Sete seleções europeias deixarão de utilizar braçadeiras ‘ONE LOVE’

Sete seleções europeias fizeram uma declaração conjunta anunciando que não utilizarão a braçadeira “ONE LOVE”, usada para demonstrar apoio à comunidade LGBTQIAP+.

“Você não quer que o capitão comece a partida com um cartão amarelo. É por isso que é com o coração pesado que nós, como grupo de trabalho da Uefa… e como equipe, decidimos abandonar nosso plano”, diz o comunicado.

A Fifa avisou às seleções que capitães que utilizarem a braçadeira na partida serão penalizados esportivamente (com cartão amarelo) antes mesmo de a partida começar, além de uma multa financeira.

“Estávamos preparados para pagar multas que normalmente se aplicariam a violações dos regulamentos do kit e tínhamos um forte compromisso de usar a braçadeira (…) No entanto, não podemos colocar nossos jogadores na situação em que possam receber um cartão amarelo ou até mesmo serem forçados a deixar o campo de jogo.”

São parte dessa decisão as seleções da Inglaterra, Gales, Bélgica, Holanda, Suíça, Alemanha e Dinamarca.

De acordo com as regras da Fifa, o equipamento da equipe não deve conter slogans, declarações ou imagens políticas, religiosas ou pessoais e, durante as competições finais da FIFA, o capitão de cada equipe “deve usar a braçadeira de capitão fornecida pela FIFA”.

Jogos da Copa do Mundo – Segunda-feira (21)

Esse é o cardápio do segundo dia da Copa do Mundo. Três jogos irão movimentar a segunda-feira.

Às 10h, tem Inglaterra x Irã, no estádio Internacional Khalifa. Às 13h, Senegal x Holanda fazem o jogo mais esperado da segunda no Al Thumama. Para o fechar o dia, às 16h, Estados Unidos x País de Gales, direto do estádio Ahmad Bin Ali.

O blog fará a cobertura. Não perca! Viva a copa!!!

Placar atrasado e Luis Roberto à vontade marcam estreia da Copa na Globo

Primeiro jogo da Copa do Mundo de 2022, a vitória do Equador sobre o Qatar por 2 a 0 teve uma transmissão dentro do padrão ao qual o telespectador da TV Globo se acostumou nas últimas décadas. A diferença mais evidente foi a presença de Luis Roberto na narração de um jogo inaugural de Mundial no lugar de Galvão Bueno, que não conseguiu viajar a tempo de participar da abertura após se recuperar da covid-19.

Apesar de ser uma missão importante, já que desde Osmar Santos no Itália x Bulgária de 1986 ninguém mais além de Galvão abriu uma Copa do Mundo na Globo, Luis Roberto não pareceu sentir o peso e ficou muito à vontade no papel de “sucessor imediato” do narrador titular.

Tão à vontade que nas redes sociais o único ponto que gerou alguma conversa foi a pronúncia de Luis Roberto se empolgando ao falar da banda “Coldplay” no intervalo, se referindo ao som que tocava no estádio.

Em alguns momentos até colocou uma dose de emoção que o jogo não pedia, já que o Equador foi superior a um Qatar bem frágil na maior parte do tempo.

Primeiro gol da copa é anulado com tecnologia de impedimento semiautomático

O Equador fez um gol relâmpago na abertura da Copa do Mundo, contra o Catar. Mas a arbitragem de vídeo orientou Daniele Orsato, em campo, a anular o tento anotado por Enner Valencia. A sinalização ocorreu com ajuda da tecnologia semiautomática de impedimento, usada pela primeira vez no Mundial.

Após algum tempo de espera em campo, Orsato determinou a anulação do gol estendendo o braço direito, sinalizando posição irregular. A FIFA levou quase dez minutos para liberar a divulgação da análise do lance, demonstrando onde estava a irregularidade milimétrica.

O impedimento assinalado foi de Estrada, camisa 11 do Equador, que aproveitou a sobra após falha do goleiro Al-Sheeb em cobrança de falta. Na Central do Apito, Sandro Meira Ricci concordou com a sinalização da tecnologia semiautomática de impedimento.

O gol anulado ocorreu logo aos dois minutos da partida de abertura da Copa do Mundo no Catar – a segunda edição com auxílio da arbitragem de vídeo. O detalhe é que em 2018, na Rússia, nenhum gol foi anulado pelo VAR. Neste ano, foram exatos 2 minutos e 38 segundos até a invalidação do primeiro.

Com dois de Valencia, Equador faz história e vence Catar na abertura da Copa

O Equador fez história neste domingo. Na abertura da Copa do Mundo, La Tri venceu o Catar por 2 a 0, com dois gols de Enner Valencia, e é a primeira seleção a conseguir vencer uma anfitriã numa estreia de Copa do Mundo. O jogo no estádio Al Bayt foi de inteiro domínio dos equatorianos, que ainda tiveram um gol anulado aos três minutos do primeiro tempo. 

Fifa fatura R$ 40 bilhões com Copa do Mundo do Catar

No ciclo de quatro anos entre as Copas do Mundo de 2018 e 2022, a Fifa obteve um faturamento de US$ 7,5 bilhões (cerca de R$ 40,5 bilhões), e teve um gasto de US$ 6,5 bilhões no período. O lucro da entidade, portanto, foi de US$ 1 bilhão (R$ 5,4 bilhões).

Este é o melhor resultado da história da Fifa, que sempre organiza suas finanças em ciclos de quatro anos – justamente por causa da Copa do Mundo, responsável pela maior parte do faturamento da entidade.

Os números foram apresentados neste domingo, horas antes do jogo de abertura da Copa do Mundo – entre Catar e Equador – pelo presidente da entidade, Gianni Infantino, ao Conselho da Fifa, reunidos num hotel de luxo em Doha, no Catar. Também neste domingo, a Fifa anunciou que todos os pacotes de patrocínio para o Mundial de 2022 foram vendidos.

A expectativa da própria Fifa, há um ano e meio, era igualar o número do ciclo anterior, que culminou com a Copa do Mundo da Rússia, de US$ 6,4 bilhões (R$ 34,5 bilhões, no câmbio de novembro de 2022).

Na longa entrevista coletiva que concedeu na véspera da abertura da Copa, Gianni Infantino disse que o Mundial do Catar seria “um sucesso comercial”.

– Arrecadamos mais em patrocínios do que na última Copa, mais em direitos de transmissão e mais em camarotes. Tantas e tantas empresas acreditam nesta Fifa, acreditamos que limpamos a entidade. Então, quem diz que esta Copa será um fracasso, está errado.

De acordo com comunicado divulgado neste domingo pela entidade, todos os pacotes de patrocínio para esta Copa foram comercializados, envolvendo sete parceiros da FIFA e sete patrocinadores globais da competição e todas as posições de apoiadores regionais para o Mundial 2022, distribuídos pelas cinco regiões da Fifa – Europa, Ásia-Pacífico, Oriente Médio e África do Norte, América do Norte e América do Sul.

As colaborações abrangem múltiplos setores e incluem pacotes de direitos que variam desde uma ampla exposição e associação de marcas até ofertas sob medida projetadas para iniciativas específicas de engajamento de torcedores e clientes.

Copa do Mundo começa hoje

A Copa do Mundo de 2022 começa neste domingo cercada de apreensão. Não bastassem as críticas ao Catar por questões humanitárias, o primeiro Mundial disputado no Oriente Médio pode marcar também o fim de uma geração histórica de jogadores.

A primeira partida, válida pelo Grupo A, tem em campo a seleção anfitriã contra o Equador, a partir das 13h (de Brasília), no estádio Al Bayt. A fase de grupos vai até o dia 2 de dezembro. A final será no dia 18 de dezembro.

Antes de a bola rolar, a Fifa fará a festa de abertura do evento. Motivo de mistério até a véspera, as atrações musicais foram confirmadas por meio de um comunicado enviado pela Fifa à imprensa: estarão no palco o cantor sul-coreano Jung Kook, da banda de k-pop BTS, e o cantor catari Fahad Al-Kubaisi.

Presidente da Fifa acusa Europa de hipocrisia por críticas ao Catar e justifica escolha: ‘Não somos a ONU’

A um dia do início da Copa do Mundo de 2022, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, rebateu as críticas crescentes de países europeus à federação pela escolha do Catar como país sede. Infantino disse que a Europa também tem problemas e que a Fifa “não é a ONU”.

Desde que o Catar foi escolhido para sediar a competição, em 2010, a Fifa vem enfrentando críticas por eleger um país com histórico de desrespeito aos direitos humanos, pela repressão à comunidade LGBTQIA+ e pelo tratamento a trabalhadores migrantes que construíram estádios e a infraestrutura da Copa.

“O que nós, europeus, temos feito nos últimos 3.000 anos, devemos nos desculpar nos próximos 3.000 anos antes de começarmos a dar lições de moral às pessoas”, disse Infantino a centenas de meios de comunicação internacionais.

Ao falar sobre a escolha do Catar para sediar a Copa, Infantino disse ainda que “não somos a polícia do mundo”.

“A Fifa não é (Organização das) Nações Unidas. Não somos a polícia do mundo, ou os capacetes azuis. A única arma que temos é a bola.”

Infantino disse ainda que o Catar e a capital Doha estarão prontos para sediar a “melhor Copa do Mundo de todos os tempos”.

“Hoje me sinto do Catar”, disse Infantino. “Hoje me sinto árabe. Hoje me sinto africana. Hoje me sinto gay. Hoje me sinto uma pessoa com deficiência. Hoje me sinto um trabalhador migrante”.

Na sexta-feira (18), a Alemanha, que é abertamente contra a escolha do Catar para sediar a Copa, aumentou o tom das críticas ao país do Golfo Pérsico e à Fifa. O presidente da Associação Alemã de Futebol (DFB), Bernd Neuendorf, disse que está “pronto para pagar as multas” que a Fifa possa aplicar pelos posicionamentos da seleção do país.

Os jogadores irão a campo com uma braçadeira homenageado a diversidade e a inclusão, em protesto contra a repressão com a qual o governo catariano tem tratado a comunidade LGBTQIA+.

“Dizer que não deveríamos nos concentrar nos direitos humanos durante a Copa do Mundo realmente me irritou”, afirmou o dirigente.

A Fifa, a entidade máxima do futebol, sugeriu em um pronunciamento do presidente Gianni Infantino que as 32 seleções participantes “se concentrem no futebol” e pediu às equipes que não “dessem mais lições de moral”.

Recentemente, a Fifa proibiu a Dinamarca de treinar com camisas em apoio aos direitos humanos.

Seleção brasileira chega ao Catar para a Copa do Mundo 2022

A seleção brasileira está no Catar! O voo que levou a delegação de Turim para Doha pousou no país da Copa do Mundo às 23h01 (17h01 de Brasília), depois de pouco mais de 5h de duração no trajeto.

Na chegada a Doha, o técnico Tite disse que definirá a escalação da Seleção somente nos próximos treinos.

O Brasil é a última seleção a chegar ao Catar, a cinco dias da estreia no Mundial, data limite estipulada pela Fifa. A seleção fez cinco dias de treinamento na Itália antes.

Última equipe a chegar ao Catar e espero que seja a primeira (colocada). Mas antes passar para as oitavas, grupo difícil, mas estamos muito bem preparados – disse Thiago Silva.

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF e chefe da delegação, Tite e Juninho Paulista foram os primeiros a descer do avião. Na sequência, começaram a descer os jogadores, todos vestindo o traje especial para a Copa, assinado pelo renomado estilista Ricardo Almeida.

Do aeroporto a Seleção partirá para o hotel Westin Doha Hotel & Spa, na região central de Doha, que tem até praia artificial. O local será a concentração do Brasil na Copa.

Lá, centenas de torcedores fazem festa desde o começo da noite aguardando a chegada do Brasil. Músicas que serão entoadas nos estádios foram esquentando o clima.

Muitos estrangeiros com camisa da Seleção engrossaram o coro, principalmente indianos. A maioria da região de Querala, que tem muitos fãs do Brasil e também da Argentina

Serão realizados mais quatro treinos antes da estreia na Copa do Mundo, contra a Sérvia, na próxima quinta-feira. Um deles será fechado para a imprensa. Confira abaixo a programação:

Sábado (19/11): desembarque no Catar às 22h20 (16h20 de Brasília)
Domingo (20/11): treino às 16h30 (10h30 de Brasília)
Segunda-feira (21/11): treino às 16h30 (10h30 de Brasília)
Terça-feira (22/11): treino fechado às 16h30 (10h30 de Brasília)
Quarta-feira (23/11): treino às 18h (12h de Brasília)
Quinta-feira (24/11): estreia contra a Sérvia às 22h (16h de Brasília)

Em Doha, todos os trabalhos serão no estádio Grand Hamad. É a casa do Al Arabi e irá abrigar todos os treinos do Brasil ao longo do Mundial.

Benzema se machuca e perderá estreia, diz imprensa da França

Se a notícia no início da tarde era de que Karim Benzema estava mais próximo de voltar à seleção da França, o restante da atividade mostrou o contrário. De acordo com a imprensa francesa, o atacante teve uma lesão muscular diferente da que tratava até então e deixou o treino mais cedo. Segundo o jornal “L’Equipe” ele será desfalque para a estreia contra a Austrália, nesta terça.

Segundo os sites “RMC Sports” e “L’Equipe”, a gravidade da lesão do atual melhor do mundo ainda é incerta. De acordo com a “RMC”, a hipótese de o centroavante francês perder a Copa do Mundo ainda não está descartada. Ele passará por exames na noite deste sábado (horário do Catar) para determinar o diagnóstico.

O “L’Equipe” afirma que ele chegou a formar um quarteto de ataque junto com Mbappé, Griezmann e Giroud enquanto esteve em campo. Didier Deschamps, técnico da França, tem até segunda-feira para poder convocar outro jogador, caso corte Benzema da lista.

A atividade deste sábado foi a primeira de Benzema com o restante do grupo dos atuais campeões do mundo. Tanto o atacante, quanto Varane, vinham fazendo trabalhos físicos para se recuperar de lesões que os tiraram dos últimos jogos pelos clubes, antes da pausa para a Copa do Mundo.

Benzema tem sofrido com lesões musculares na atual temporada. Ele fez apenas 12 dos 21 jogos do Real Madrid até a paralisação da temporada para a Copa do Mundo. Sua última partida foi no dia 2 de novembro, na goleada do time em cima do Celtic, pela Liga dos Campeões.

Catar e Equador abrem a copa neste domingo

Vai começar a Copa do Mundo 2022. Estão ansiosos?

Amanhã, às 13h, teremos o jogo de abertura. Catar x Equador, direto de Al Bayt.

O mundo de olho na Copa do Mundo. Viva a copa!

Catar e Fifa proíbem venda de bebidas alcóolicas em estádios na Copa

O Catar e a Fifa anunciaram, nesta sexta-feira (18), a proibição da venda de bebidas alcoólicas no entorno dos estádios da Copa do Mundo.

Segundo a entidade, a comercialização de bebidas alcoólicas será concentrada no Fifa Fan Festival, outros destinos de torcedores e locais licenciados.

Em setembro, o Catar disse que permitiria que torcedores com ingressos comprassem cerveja alcoólica em partidas de futebol da Copa do Mundo começando três horas antes do início do jogo e por uma hora após o apito final, mas não durante a partida.

A Copa do Mundo de 2022 no Catar vai de 20 de novembro a 18 de dezembro. O estado do Golfo é considerado muito conservador e regula rigidamente as vendas e o uso de álcool.

Pelo menos 14 estados terão expediente reduzido durante jogos do Brasil na Copa

Segundo levantamento da CNN (veja abaixo), 14 estados e o Distrito Federal decretaram ponto facultativo ou terão expediente reduzido nos jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo do Catar. O Brasil estreia no torneio contra a Sérvia na próxima quinta-feira (24), às 16h (horário de Brasília).

Veja abaixo os estados com ponto facultativo ou expediente reduzido em jogos do Brasil

  • Acre
  • Alagoas
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Mato Grosso do Sul
  • Maranhão
  • Minas Gerais
  • Rio de Janeiro
  • Rondônia
  • Santa Catarina
  • São Paulo

Sete estados ainda não definiram como ficam os expedientes em dia de jogo. São eles: Goiás, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Sul e Roraima.

A CNN entrou em contato com os governos do Amapá, Pará, Tocantins, Rio Grande do Norte e Sergipe, mas não obteve retorno até o momento.

Abertura da Copa do Mundo: horário, data, jogo e atrações da cerimônia

Tem início no próximo domingo, 20 de novembro, a Copa do Mundo 2022. A abertura será às 13 horas (horário de Brasília), no Estádio Al Bayt, na cidade de Al Khor, no Catar.

A cerimônia de abertura deve iniciar por volta do meio-dia (horário de Brasília), com uma celebração da cultura do país sede, como ocorre tradicionalmente. Com o passar dos anos, os eventos têm sido cada vez mais elaborados e o Catar promete oferecer uma festa inesquecível aos torcedores ao redor do mundo.

Entre as atrações confirmadas pela Fifa e pelo Comitê Organizador Local, estão Nora Fatehi, cantora e atriz canadense, estrela do cinema na Índia. Além dela, o também cantor, americano, Lil Baby estará no palco. A dupla deve entoar o hino oficial do torneio, The World Is Yours To Take.

Outro artista confirmado é Jungkook, integrante do BTS, grupo sul-coreano de sucesso mundial. Quem está entre as atrações especuladas para o evento que inicia o Mundial no Catar é a cantora colombiana Shakira. No entanto, ainda sem confirmação oficial.

O jogo de abertura ficará por conta de Catar e Equador. O blog fará a cobertura.

Com Covid, Galvão perde a estreia da Copa, e Globo escala Luís Roberto

A Copa do Mundo do Catar quebrará uma tradição de 36 anos da Globo. Pela primeira vez desde a edição de 1986, disputada no México, Galvão Bueno não irá narrar a partida de abertura do Mundial. A estreia do narrador acontecerá somente no primeiro jogo do Brasil, contra a Sérvia, no dia 24, às 16h.

A mudança se deu após o jornalista de 72 anos ser internado no hospital Hospital Albert Einstein, em São Paulo, com covid-19. Embora Galvão tenha recebido alta médica nesta quarta-feira (16), ele ainda aguarda um teste negativo para poder viajar para o Catar.

Com isso, a abertura da Copa e o primeiro jogo do torneio, entre Catar e Equador, terão narração de Luis Roberto, com comentários de Roger Flores e Caio Ribeiro, na TV Globo. A partida está marcada para o próximo domingo (20), às 13h.

Luis Roberto entra para um seleto grupo da Globo. Ele se torna o quarto narrador na história da emissora a ser escalado para narrar a abertura da Copa. Nos Mundiais de 1970, no México, e 1974, na Alemanha, Geraldo José de Almeida (1919-1976) foi o responsável por abrir os trabalhos. Já Luciano do Valle (1947-2014) recebeu a missão nas edições de 1978, na Argentina, e 1982, na Espanha.

Galvão Bueno comandou todas as aberturas de 1986 em diante. Ele era escalado para fazer a primeira partida da Copa mesmo em jogos de pouco apelo. Foi assim no Mundial de 2018, com o confronto entre Rússia e Arábia Saudita, e na edição de 2010, com o duelo entre África do Sul e México.

“Estou aqui para passar um recadinho. Na verdade, dois. Primeiro: tome muito cuidado. A Covid voltou forte, forte mesmo. Então tome cuidado. Mas estou aqui para dizer que já estou inteiramente recuperado. Já estou com alta médica. Já vou agora para casa. É só questão de dar o (teste) negativo, pegar o avião, ir para o Catar. O Catar é logo ali. Tamo junto na Copa. Dia 24, quatro da tarde, Brasil e Sérvia. Estamos juntos pelo hexa”, disse Galvão, em vídeo.

Galvão Bueno tem alta após ser diagnosticado com Covid-19 e deixa hospital em SP

O narrador Galvão Bueno recebeu alta e deixou o hospital Hospital Albert Einstein, na Zona Sul da capital, nesta quarta-feira (17). Ele foi internado na semana passada após testar positivo para Covid-19.

Nas redes sociais, o apresentador celebrou a recuperação e fez o alerta sobre a nova onda da doença.

“Estou passando aqui para dar um recadinho. Dois: primeiro, tome muito cuidado. A Covid voltou forte. Forte mesmo. Tome cuidado. Mas estou passando aqui para dizer que já estou inteiramente recuperado. Já estou com alta médica, já vou agora para casa.”

No domingo (13), Galvão tinha publicado um vídeo que mostrava sua recuperação. Nas imagens, ele afirmava que estava se recuperando bem e se preparava para as transmissões da Copa do Mundo, que começa no dia 20.

No sábado (12), o narrador afirmou que seguiu a recomendação de seu médico para ficar internado. “O Dr. Davi Lewi achou que seria bom ficar aqui no Einstein por 3 dias para ser monitorado e fazer muita fisioterapia“, escreveu.

“Melhor vir para cá, ficar aqui no Einstein porque aqui me recupero, não estou tomando remédio nenhum, mas vou fazendo exercício, duas vezes por dia. Musculação, bicicleta, para chegar inteiraço na Copa”, disse Galvão no vídeo de sábado.

Grupo G: Apostando em jovens no ataque, Brasil chega como um dos favoritos ao título no Catar

Rumo ao hexa. Completando 20 anos desde a última conquista da Copa do Mundo, o Brasil chega ao Mundial do Catar como um dos favoritos ao título e com o objetivo de se tornar a primeira seleção a colocar as seis estrelas na camisa.

Desde o penta conquistado em 2002, a Seleção Brasileira foi eliminada nas Copas seguintes sempre que enfrentou as principais seleções europeias na fase de mata-mata.

França (2006), Holanda (2010) e Bélgica (2018) nas quartas de finais, e Alemanha (2014) nas semifinais. Durante a preparação para o Catar, o Brasil não conseguiu enfrentar esses adversários por falta de espaço no calendário.

Para superar essa marca, a Seleção conta com o trunfo de ter mantido o treinador durante todo o ciclo de quatro anos. Desta vez, o técnico Tite teve a oportunidade de testar mais jogadores e experimentar modelos diferentes de jogo.

Além de Neymar, o Brasil tem vários jovens no ataque que vão estrear no Mundial e podem desequilibrar como Vini Jr, Richarlison, Raphinha e Pedro.

Força no ataque

Adversária do Brasil em 2018, a Sérvia chega num nível acima no Catar. O poderio das Águias Brancas foi demonstrado nas Eliminatórias com a classificação invicta no grupo que tinha Portugal.

A equipe chega reforçada em relação à Copa da Rússia. O ataque liderado tecnicamente por Tadić e Mitrović ganhou a adição de Vlahovic, que joga na poderosa Juventus. A força física é uma vantagem dos sérvios.

Cobertura ‘Blog na Copa’ começa neste domingo

O Blog Alyson Nascimento fará a cobertura do Copa do Mundo 2022. As atividades começam neste domingo, 20 de novembro, com a cerimônia de abertura e a primeira partida do maior torneio de futebol do mundo.

Direto de Al Bayt, o Catar, país sede, enfrenta o Equador, às 13h. O grupo A ainda conta com as seleções de Senegal e Holanda, que ficam como favoristas.

Grupos, jogos e horários: confira a tabela detalhada da Copa do Mundo 2022

Serão 32 seleções em busca do mesmo sonho: o título da Copa do Mundo do Catar. Divididas em oito grupos de quatro, 16 avançam ao mata-mata para a disputa das oitavas de final, enquanto a outra metade volta para casa mais cedo com o sentimento de que poderia ter ido mais longe.

No próximo domingo (20), às 13h, os olhos do mundo estarão voltados para a partida entre os donos da casa e o Equador, que marcará o pontapé inicial do principal torneio de futebol do planeta.

Mas, e o Brasil? Você já sabe quando joga? Horário? Buscando deixar o leitor bem informado, po Blog Alyson Nascimento resolveu trazer a tabela detalhada da 22ª edição do torneio organizado pela Fifa. Confira abaixo:

Brasil será a última seleção a chegar ao Catar, no dia 19

A seleção brasileira será a última a desembarcar no país da Copa do Mundo. De acordo com a programação divulgada pela Fifa, a equipe de Tite chegará ao Catar no dia 19 de novembro, às 16h20 (horário de Brasília, 22h20 hora local), véspera da abertura da competição e cinco dias antes da estreia do Brasil.

O primeiro jogo da seleção brasileira será contra a Sérvia, dia 24 de novembro, no estádio de Lusail, pelo Grupo G. Depois, enfrentará a Suíça, dia 28, e Camarões, dia 2 de dezembro.

Outras três seleções também chegarão ao Catar no dia 19, sendo duas do grupo do Brasil. Pela ordem de desembarque, a seleção de Camarões pousa às 11h30 (horário de Brasília, 17h30 hora local). Meia hora depois, chega a Sérvia, seguida do Uruguai, com apenas dez minutos de diferença. A Suíça está prevista para chegar no dia 14.

A seleção do Japão foi a primeira a chegar à sede da Copa, dez dias antes do início do torneio. Parte da delegação deixou o país na quarta e desembarcou na madrugada desta quinta em Doha (fim da noite de quarta no horário de Brasília). O restante da equipe chegará em outras duas datas, dias 14 e 18. Também nesta chega, desembarcou a seleção dos Estados Unidos.

Duas das favoritas ao título, França e Argentina estão previstas para chegar no mesmo dia: 16 de novembro. Alemanha e Espanha, que estão na mesma chave (Grupo E) desembarcam no dia seguinte.

Dia de jogo do Brasil na Copa é folga? Entenda

A Copa do Mundo começa para o Brasil no dia 24 de novembro, e as três partidas da seleção brasileira na primeira fase caem em dias de semana, no horário de expediente.

Se for classificado para as outras fases, serão mais um ou dois dias úteis com jogos, dependendo da classificação no grupo. Por isso, quem tem que trabalhar terá de entrar em acordo com o chefe para poder assistir aos jogos.

Os dias de jogos da seleção não são considerados feriados, segundo advogados trabalhistas. Além disso, as empresas têm a prerrogativa de decidir se liberam ou não seus empregados para assistir às partidas.

No caso de liberação com compensação posterior de horas, as empresas e os funcionários devem chegar a um acordo sobre a questão.

Compensação de horas
Segundo o advogado Vitor Roberto Carrara, sócio do escritório Stuchi e Carrara Advogados, as empresas e empregados podem realizar acordos individuais e compensar os dias ou as horas dos jogos. As empresas também poderão fornecer local adequado para que os funcionários assistam aos jogos no próprio local de trabalho.

O doutor em direito do trabalho e professor da pós-graduação da PUC-SP, Ricardo Pereira de Freitas Guimarães, esclarece que essa negociação entre patrão e empregado não precisa ser realizada com a participação do sindicato. O empregado pode fazer esse tipo de acordo com a empresa para compensar o período em outras datas, cumprindo o número de horas em que esteve ausente.

O ideal, segundo o advogado José Santana Junior, do escritório Mariano Santana Sociedade de Advogados, é que a compensação aconteça no mesmo mês, para que não gere banco de horas.

“Com a reforma trabalhista, a empresa e funcionários podem fazer um acordo verbal para as horas que serão compensados dentro do mesmo mês, segundo o artigo 59 da CLT. Se a compensação ocorrer em até seis meses, o acordo deve ser feito por escrito. E se for em um ano, precisa passar pelo sindicato de trabalhadores da categoria”, informa.

Horários diferenciados
“O que usualmente é adotado nas empresas é a estipulação de um horário de trabalho diferenciado em dias de jogo. Ou seja, é possível que seja estabelecido um horário de trabalho maleável. Isso pode ser feito com o início da jornada de trabalho um pouco mais tarde; com a interrupção da jornada de trabalho apenas no período do jogo; ou encerramento das atividades antes mesmo do horário da partida”, observa o advogado Felipe Rebelo Lemes Moraes.

“Eles serão planejados com base nas necessidades de cada empresa, levando em conta o bom senso e a razoabilidade”, afirma.

As empresas podem alterar o horário de expediente até, no máximo, 2 horas diárias, respeitado o limite máximo de 10 horas de trabalho por dia. É possível prorrogar a jornada diária por antecipação do horário (entrada mais cedo) ou por seu prolongamento (saída mais tarde).

Em caso de a empresa manter o horário normal de trabalho, as empresas podem permitir que os funcionários assistam às transmissões dos jogos da seleção brasileira disponibilizando televisor ou telão no ambiente de trabalho.

De acordo com o professor de direito do trabalho da Faculdade Presbiteriana Mackenzie Rio Leandro Antunes, nos casos em que a empresa permite que o funcionário assista aos jogos nas dependências do local de trabalho e não gaste tempo com deslocamentos, geralmente, não é descontado esse tempo do empregado, já que ele ficou à disposição da empresa.

“Nesse sentido, se acontecer algum imprevisto, o funcionário pode ser acionado para resolver o problema, mesmo na hora em que estiver assistindo à partida”, diz.

Advertência e demissão
Caso a empresa e seus funcionários não entrem em acordo, o dia de jogo do Brasil na Copa será considerado um dia normal de trabalho.

Segundo Felipe Rebelo Lemes Moraes, quando não for estabelecido o regime de compensação de jornada, e o empregado se recursar a trabalhar e faltar injustificadamente, essa ausência poderá ser descontada do salário. Além disso, a falta injustificada também repercute no descanso semanal remunerado, tendo em vista que o empregado que faltar sem motivo justificado perde a remuneração do dia de repouso.

“Se um empregado não for trabalhar por causa disso, seria uma ausência não justificada. O empregador pode dar uma punição, uma advertência verbal ou escrita, acompanhada de um desconto em folha”, esclarece Ricardo Freitas Guimarães.

Além disso, se a empresa não permite que os funcionários assistam aos jogos no expediente e eles desobedecem a essa determinação, o empregado também pode ser advertido.

O funcionário só será demitido por justa causa se houver três advertências que justifiquem casos de insubordinação, segundo os advogados.

No entanto, o funcionário que for trabalhar alcoolizado pode ser demitido por justa causa se for comprovado que se trata de um caso eventual de embriaguez e não de alcoolismo, quando a pessoa é dependente do consumo de bebida alcoólica.

Embaixador do Catar na Copa do Mundo diz que homossexualidade é ‘dano mental’

O ex-jogador da seleção do Catar e embaixador da Copa do Mundo Khalid Salman chamou a homossexualidade de “dano mental” em uma entrevista que será exibida na televisão alemã nesta terça-feira (8).

O país tolerará visitantes homossexuais, mas “eles têm que aceitar nossas regras”, disse Salman em entrevista ao canal ZDF filmada no Catar.

Na entrevista, abruptamente interrompida após os comentários, Salman acrescentou que a homossexualidade é “haram”, um pecado proibido no Islã.

O reino do Golfo recebeu críticas antes da Copa do Mundo por seu histórico de direitos humanos, incluindo o tratamento aos trabalhadores migrantes e sua posição sobre os direitos das mulheres e LGBTQIA+.

A homossexualidade é ilegal no emirado.

Os capitães de seleções europeias como Inglaterra, França ou Alemanha vão usar braçadeiras com as cores do arco-íris e a mensagem “One Love” numa campanha antidiscriminação.

Torcedores nos estádios da Alemanha pediram no sábado o boicote à Copa do Mundo.

A ministra do Interior da Alemanha, Nancy Faeser, disse na semana passada durante uma visita ao Catar que assistirá a Copa do Mundo depois de receber “garantias de segurança” do primeiro-ministro do emirado para os torcedores LGBTQIA+.

Faeser já havia declarado que a sede da Copa do Mundo no Catar era algo “muito sensível” do ponto de vista de Berlim, o que levou Doha a convocar o embaixador alemão para consultas.

Os 26 convocados de Tite para defender o Brasil na Copa; confira

A Seleção Brasileira que tentará o hexa no Catar está convocada. No começo da tarde desta segunda-feira (7), o técnico Tite anunciou os seus 26 selecionados na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro.

O Brasil faz a sua estreia na Copa no próximo dia 24 de novembro, contra a Sérvia, no estádio Lusail, às 16h. Após a convocação final, o elenco que disputará a competição no Catar se apresenta na segunda-feira (14), em Turim, na Itália, antes de embarcar para o país-sede do Mundial.

Confira os convocados abaixo:

Goleiros

Alisson (Liverpool)
Ederson (Manchester City)
Weverton (Palmeiras)

Laterais

Danilo (Juventus)
Daniel Alves (Tigres)
Alex Sandro (Juventus)
Alex Telles (Sevilla)

Zagueiros

Marquinhos (PSG)
Thiago Silva (Chelsea)
Éder Militão (Real Madrid)
Bremer (Juventus)

Meias

Casemiro (Manchester United)
Fabinho (Liverpool)
Fred (Manchester United)
Bruno Guimarães (Newcastle)
Lucas Paquetá (West Ham)
Everton Ribeiro (Flamengo)

Atacantes

Neymar (PSG)
Vinícius Jr. (Real Madrid)
Raphinha (Barcelona)
Antony (Manchester United)
Rodrygo (Real Madrid)
Richarlison (Tottenham)
Gabriel Jesus (Arsenal)
Pedro (Flamengo)
Gabriel Martinelli (Arsenal)