Arquivo da categoria: Futebol

Manchester United e Cristiano Ronaldo rescindem contrato

O Manchester United anunciou nas redes sociais que rescindiu o contrato de Cristiano Ronaldo. O clube inglês divulgou a bomba na tarde desta terça-feira, pelas redes sociais. De acordo com a publicação, a rescisão foi em comum acordo.

Cristiano Ronaldo vai deixar o Manchester United em comum acordo, com efeitos imediatos. O clube agradece a ele por sua imensa contribuição em duas passagens por Old Trafford, marcando 145 gols em 346 partidas, e deseja a ele e sua família o melhor para o futuro. Todos no Manchester United continuam focados em continuar o progresso da equipe sob o comando de Erik ten Hag e trabalhar juntos para obter sucesso em campo.

A notícia foi divulgada dois dias antes da estreia de Portugal na Copa do Mundo do Catar. A seleção portuguesa terá o primeiro jogo na quinta-feira, contra Gana, às 13h (de Brasília), muito provavelmente com o atacante em campo.

Amo o Manchester United e os seus torcedores, isso nunca vai mudar. Porém, sinto que este é o momento certo para procurar um novo desafio – disse o atacante nas redes sociais.

Árbitro dá 10 cartões vermelhos na final argentina após confusão em campo

O árbitro da Copa do Mundo Facundo Tello distribuiu 10 cartões vermelhos na final do Troféu dos Campeões da Argentina no domingo (6), depois que o meio-campista do Racing Club, Carlos Alcaraz, provocou uma confusão na frente dos torcedores do Boca Juniors com sua comemoração do gol da vitória.

Com as equipes empatadas em 1 a 1 nos minutos finais da prorrogação, Alcaraz cabeceou para o canto da rede e deu a vitória ao Racing.

No entanto, sua comemoração prolongada diante dos torcedores adversários enfureceu os jogadores do Boca, com um vídeo mostrando-os agarrando Alcaraz pela orelha e jogando uma bola nele.

Tello, que será um dos árbitros da Copa do Mundo no Catar, expulsou Alcaraz e distribuiu cinco cartões vermelhos aos jogadores do Boca após as brigas.

Ao todo, sete cartões vermelhos foram mostrados aos jogadores do Boca e três do Racing ao longo da partida.

Norberto Briasco abriu o placar para o Boca antes de Matias Rojas, do Racing, empatar no primeiro tempo.

Ladrões invadem casa de ex-treinador Emerson Leão em SP e levam medalha da Copa do Mundo de 1970

O ex-treinador e ex-goleiro Emerson Leão teve sua casa invadida por criminosos na manhã deste domingo (6), no Jardim Paulista, Zona Oeste de São Paulo. Entre os objetos furtados está a medalha de ouro da Copa do Mundo de 1970, no México.

De acordo com a Polícia Civil, Leão contou que saiu da residência na quinta-feira (3) e, ao retornar no domingo (6), viu que o portão de entrada e as portas estavam abertos.

No imóvel, ele constatou que tinham sido levadas joias, pedras preciosas, anéis, pulseiras, relógios de ouro, além de medalhas de ouro e uma réplica da Taça Jules Rimet.

Foram solicitados exames periciais e o caso foi registrado como furto à residência no 14º DP (Pinheiros). Nenhum suspeito foi preso.

Flamengo vence o Corinthians nos pênaltis e é campeão da Copa do Brasil

O Flamengo é tetracampeão da Copa do Brasil! Após um empate em 1 a 1 com bola rolando, no Maracanã, na noite desta quarta-feira, o Rubro-Negro venceu o Corinthians nos pênaltis no jogo de volta da decisão, depois de empatar sem gols na ida, na Neo Química Arena. Campeão em 1990, 2006 e 2013, o Fla garantiu a conquista em 2022 com um 6 a 5 nas penalidades.

O jogo foi marcado por emoção. Após Pedro abrir o placar no início do primeiro tempo, o Corinthians empatou na reta final com Giuliano, que saiu do banco de reservas na segunda etapa. Nos pênaltis, o Flamengo chegou a ficar atrás no placar, após Filipe Luís parar em Cássio. Mas se beneficiou com os erros de Fagner e Mateus Vital. Rodinei foi o responsável por converter a cobrança que garantiu a taça.

Fábio Santos começou batendo e marcou para o Corinthians. Na sequência, Cássio defendeu a cobrança de Filipe Luís. Giuliano, David Luiz, Renato Augusto e Léo Pereira marcaram. Fagner, porém, acertou o travessão. Everton Ribeiro empatou a disputa. Yuri Alberto, Gabigol, Maycon e Everton Cebolinha converteram. Mateus Vital, contudo, na sétima batida, chutou por cima do gol. Rodinei cobrou para o Flamengo, deslocou Cássio e garantiu o título.

Os dois times chegaram à final tendo acumulado R$ 16,8 milhões. Com o título, o Flamengo faturou mais R$ 60 milhões, enquanto o Corinthians fica com mais R$ 25 milhões . Por ter sido campeão, o Rubro-Negro também se tornou o primeiro time brasileiro a garantir vaga direta na Libertadores de 2023. O Corinthians terá que lutar pela classificação via Brasileirão.

Árbitro divulga súmula de Sport x Vasco com relatos da invasão da torcida rubro-negra e de agressões

O árbitro Raphael Claus divulgou, na madrugada desta segunda-feira (17), a súmula da partida entre Sport e Vasco, disputada no último domingo (16), na Ilha do Retiro. O documento relata a invasão da torcida rubro-negra após o gol de empate de Raniel, agressões dos mesmos aos jogadores vascaínos e a trabalhadores, e justifica que a partida não retornou por falta de segurança.

“Nesse momento [após o gol do Vasco], a torcida do Sport estourou o portão atrás do gol onde defendia a equipe do Sport, e começa uma invasão de muitos torcedores, não somente pelo portão, mas também por outros pontos da arquibancada. Informo que os mesmos agrediram jogadores visitantes, que imediatamente correram para o seu vestiário, um senhor e uma senhora bombeiros civis que estavam trabalhando próximos ao portão, inclusive continuaram sendo agredidos após a senhora já estar caída e o senhor tentando protegê-la”, diz um trecho da súmula.

De acordo com Claus, o jogo foi encerrado “por não sentir segurança em relação a minha integridade física e dos demais profissionais envolvidos no jogo, além do ambiente totalmente impossibilitado para a prática do esporte futebol, a partida foi encerrada.”

Em entrevista coletiva após o jogo, o vice-presidente de futebol do Sport, Augusto Carreras, afirmou que a Polícia Militar garantiu a segurança para o retorno da partida.

A súmula também confirmou as expulsões dos jogadores do Vasco, Raniel e de Luiz Henrique. O autor do gol recebeu o cartão vermelho “devido sua atitude antidesportiva de provocar a torcida adversária na comemoração de um gol” e Luiz por “conduta violenta”. Ele arremessou uma cadeira para cima e um tênis em direção a torcida do Sport.

Confira a súmula na íntegra:

“Durante a comemoração do gol da equipe do Vasco da Gama, próximo à torcida do Sport, muitos objetos foram atirados ao campo de jogo em direção aos jogadores, entre eles pedras, chinelos, tênis, isqueiros e copos com líquido. Nesse momento, a torcida do Sport estourou o portão atrás do gol onde defendia a equipe do Sport, e começa uma invasão de muitos torcedores, não somente pelo portão, mas também por outros pontos da arquibancada. Informo que os mesmos agrediram jogadores visitantes, que imediatamente correram para o seu vestiário, um senhor e uma senhora bombeiros civis que estavam trabalhando próximos ao portão, inclusive continuaram sendo agredidos após a senhora já estar caída e o senhor tentando protegê-la. Após observarmos todas essas ocorrências, vermos muitos torcedores sendo atendidos dentro do campo de jogo e por sentirmos falta de segurança, nos dirigimos ao vestiário de arbitragem, onde me reuni com os dirigentes, Augusto Carreras, do Sport, e Paulo Bracks, do Vasco, os treinadores Claudinei Oliveira, do Sport, e Jorge de Amorim Campos, do Vasco, e o tenente coronel da Polícia Militar Washington Souza, comunicando o encerramento da partida por não sentir segurança em relação a minha integridade física e dos demais profissionais envolvidos no jogo, além do ambiente totalmente impossibilitado para a prática do esporte futebol, a partida foi encerrada. Informo ainda que o comunicado ocorreu aproximadamente 45 minutos após o jogo ter sido paralisado” relatou Raphael Claus.

Richarlison chora e teme ficar fora da Copa do Mundo após lesão

A apreensão de Richarlison estava em seu rosto. De muletas, o atacante do Tottenham chorou após sofrer lesão na panturrilha esquerda durante a vitória por 2 a 0 contra o Everton. Em entrevista ao canal ESPN Brasil, o brasileiro admitiu que teme que o problema o tire da Copa do Mundo.

“É meio difícil de falar porque está próximo de uma realização, do meu sonho (a Copa do Mundo). Eu já sofri uma lesão dessa, parecida, mas espero que possa curar o mais rápido possível. Da última vez, eu fiquei, mais ou menos, uns dois meses (parado), lá no Everton”, disse Richarlison.

Richarlison foi substituído no início do segundo tempo da partida em Londres. Ele ainda vai passar por exames mais precisos para diagnosticar a gravidade da lesão. Mas não esconde a apreensão pela possibilidade de ficar fora do Mundial do Catar.

“Eu sei que é difícil falar neste momento, mas vamos ver, vou recuperar. Segunda-feira tenho um exame para fazer, mas até para andar dói. Vamos esperar. Tenho que estar na minha cabeça tudo positivo para que possa estar no Catar” declarou o brasileiro.

Horas depois da partida e da entrevista, o atacante usou as redes sociais para agradecer o apoio dos fãs e passar uma mensagem otimista.

“Obrigado pelas mensagens!!! Vai dar tudo certo”, publicou.

Caso a lesão seja de grau 2 a 3, Richarlison pode ficar mais de um mês em tratamento, o que coloca em dúvida sua presença na lista da seleção brasileira. Muito emocionado, Richarlison admitiu que o medo é grande, mas mantém fé de se recuperar a tempo da Copa do Mundo.

“Está tudo tão perto, falta mais ou menos um mês, e a gente vem nos preparando, trabalhando todo dia para que não possa acontecer nada grave. Infelizmente, hoje tive essa lesão na panturrilha, mas agora é esperar, fazer o tratamento todos os dias para que eu possa recuperar o mais rápido” afirmou, ainda à ESPN Brasil.

O Tottenham volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Manchester United, em Old Trafford. O Brasil estreia na Copa do Mundo no dia 24 de novembro, contra a Sérvia. A Seleção está no Grupo G, que também tem Suíça e Camarões.

Torcedor morre durante confronto com policiais em jogo na Argentina

Um torcedor morreu durante confronto entre policiais e torcedores de Boca Juniors e Gimnasia y Esgrima, válido pelo Campeonato Argentino de futebol, na noite desta quinta-feira (6).

O gás lacrimogêneo usado pelas forças de segurança para conter a invasão ao estádio Juan Carmelo Zerillo, em La Plata, suspendeu a partida aos 9 minutos.

Durante a confusão, um torcedor sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu a caminho do hospital.

Confirmo que há uma pessoa morta. Essa pessoa morreu de parada cardíaca”, disse Sergio Berni, ministro da Segurança da província de Buenos Aires.

O torcedor foi identificado no hospital San Martín de La Plata como César Regueiro, de 57 anos.

Um cinegrafista foi ferido por balas de borracha e dezenas de outros torcedores também tiveram que ser levados para hospitais devido ao efeito dos gases, segundo relatos da imprensa local.

De acordo com a mídia argentina, a confusão começou após a superlotação do estádio. Muita gente foi impedida de assistir ao jogo. Torcedores tentaram forçar a entrada e a polícia reagiu com bombas de gás e disparou balas de borracha.

O gás se espalhou pela arquibancada e pelo campo de jogo, provocando mais correria dentro do estádio.

Brasil x Tunísia: banana é atirada em direção a jogadores da Seleção na comemoração do gol de Richarlison

O Brasil entrou no gramado do Parque dos Príncipes, em Paris, na França, com uma faixa antirracista antes do amistoso contra a Tunísia, nesta terça-feira. Mas com a bola rolando, logo depois do gol de Richarlison, o segundo da Seleção no jogo, uma banana foi atirada no gramado.

As imagens da TV Globo captaram o momento em que alguém atira a banana no gramado. Segundo o repórter Guilherme Pereira, houve uma tentativa de identificar quem foi o autor do gesto racista, mas até agora a pessoa não foi identificada.

A mensagem, carregada pelos jogadores antes do início do jogo, traz também uma reafirmação de que a seleção brasileira é contra o racismo.

“Sem nossos jogadores negros, não teríamos estrelas na nossa camisa” diz a faixa.

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, repudiou o caso em nota e pediu punições “mais severas”.

Mais um vez, venho publicamente manifestar o meu repúdio. Desta vez, vi com os meus olhos. Isso nos choca. É preciso lembrar sempre que somos todos iguais, não importa a cor, raça ou religião. O combate ao racismo não é uma causa, é uma mudança fundamental para varrer esse tipo de crime de todo o planeta. Eu insisto em dizer que as punições precisam ser mais severas.

Além disso, o uniforme que os atletas entraram em campo tinha uma fita tapando as cinco estrelas, representando as cinco Copas conquistadas, no escudo da CBF.

Na última partida, contra Gana, a Seleção entrou com uma faixa em apoio a Vini Jr, alvo de racismo na Espanha por conta de suas comemorações de gol. A mensagem era: “Celebrar como brasileiro não tem preço”.

Atuações da Seleção: Pedro marca, e Raphinha é o melhor do Brasil em goleada sobre a Tunísia

Alisson: como já é rotineiro, foi pouco exigido na goleada por 5 a 1 da seleção brasileira sobre a Tunísia, o último compromisso antes da Copa do Mundo. Sem culpa no gol. No segundo tempo, saiu no vazio após cruzamento e ficou pedindo falta, não marcada. Nota: 6

Danilo: quando o Brasil tinha a bola, avançava para a mesma linha de Casemiro e jogava mais centralizado. Quando a Tunísia retomava a posse, voltava à lateral direita. Firme na defesa, esteve envolvido em um lance no qual os africanos pediram pênalti. Fez desarmes e praticamente não errou passes. Nota: 6,5

Thiago Silva: capitão da Seleção acertou 80 dos 81 passes que tentou e foi eficiente na marcação, como de costume. No fim, quase marcou de cabeça, após falta cobrada por Neymar. Nota: 6,5

Marquinhos: jogando em “casa” no Parque dos Príncipes, estádio do PSG, teve mais uma atuação segura, com bons passes verticais pelo chão e pelo alto e até chegando no ataque em alguns momentos. Nota: 6,5

Alex Telles: era um dos jogadores que estava na marcação no lance do gol da Tunísia, mas não pode ser apontado como o único culpado. Acertou 50 de 52 passes que tentou e se lançou algumas poucas vezes ao ataque. Atuação regular. Nota: 6,5

Casemiro: além de fechar espaços na marcação, foi importante na criação, com passes de primeira, viradas de jogo e o lançamento preciso para Raphinha abrir o placar. Sofreu o pênalti que originou o terceiro gol. Nota: 7,5

Fred: jogou bem próximo da linha de ataque quando o Brasil teve a bola e ainda mostrou fôlego para ajudar na recomposição defensiva. Fez inversões de posicionamento com Raphinha, como no primeiro gol, quando o atacante centralizou e ele foi para a ponta direita. Nota: 6,5

Lucas Paquetá: aberto pelo lado esquerdo do ataque, teve ótima chance aos sete minutos, mas quis chutar de primeira em vez de finalizar e mandou para fora. Aos 26, driblou zagueiro e bateu cruzado, mas parou no goleiro tunisiano. Esteve envolvido no quarto gol, ao fazer a “parede” e proteger a bola. Foi substituído no intervalo. Nota: 7

Neymar: com extrema categoria, fez seu 20º gol de pênalti pela Seleção – o 75º no geral. Bastante caçado pelos tunisianos, cavou expulsão e enervou o adversário. Deu bons passes, arrancadas e jogou de forma coletiva. Nota: 7,5

Raphinha: fez dois belos gols, primeiro de cabeça e depois em chute de primeira, chegando a cinco bolas na rede em 11 jogos pela Seleção. Também deu passe para Raphinha marcar o segundo. Importante também sem a bola, voltando bastante para marcar e dando até carrinho no campo defensivo. Antes de ser substituído, aos 19 minutos do segundo tempo, quase anotou um hat-trick. Nota: 8,5

Richarlison: como disse Tite, o Pombo “cheira a gol”. Fez o sétimo dele nos últimos seis jogos pela Seleção e seguiu na cola de Neymar como o artilheiro do Brasil nesse ciclo de Copa do Mundo, com 17 gols (o camisa 10 tem 18). Também deu assistência para Raphinha e foi substituído no intervalo. Nota: 8

Entraram no segundo tempo
Pedro: entrou no intervalo e precisou de 28 minutos para fazer o seu primeiro gol com a amarelinha e ficar mais próximo da Copa do Mundo. No geral, foi pouco acionado. Em sua primeira chance, após cobrança de escanteio, tentou uma puxeta de calcanhar e, na sequência, cabeceou sem força. Mostrou que precisa de poucas chances para marcar. Nota: 7

Vini Júnior: ajudou a puxar contra-ataques pelo lado esquerdo e participou do lance do gol de Pedro. Errou algumas finalizações e passes, mas não comprometeu. Segue na briga pela titularidade. Nota: 6,5

Antony: tentou um chute de fora da área aos 22 minutos, deu algumas arrancadas e dribles, mas participou pouco do jogo. Nota: 6

Renan Lodi: de volta à Seleção após um ano, ganhou chance aos 19 minutos da etapa final e teve atuação correta. Avançou algumas vezes ao ataque, foi eficiente na defesa ganhando três duelos e acertou os 16 passes que deu. Nota: 6,5

Rodrygo: entrou mais centralizado, com Vini pela esquerda, e Antony na direita. Ficou pouco tempo em campo, aplicou um drible, acertou 11 de 12 passes, ganhou dois duelos pelo chão, mas perdeu a bola duas vezes. Discreto. Nota: 6

Ibañez: fez a sua estreia e ficou pouco tempo em campo, sendo pouco exigido. Sem nota

Brasil pega a Tunísia hoje no seu último jogo antes da Copa do Mundo

A seleção brasileira faz nessa terça-feira a sua última partida antes da Copa do Mundo. A adversária será a Tunísia, em amistoso disputado no estádio Parque dos Príncipes, em Paris, na França, às 15h30 (de Brasília).

Embalada pela vitória por 3 a 0 sobre Gana, na última sexta-feira, e uma sequência de 14 partidas de invencibilidade, a Seleção tem a oportunidade final para fazer ajustes e observações antes de fechar a lista de convocados para o Mundial no Catar.

O técnico Tite fará duas mudanças na escalação em relação ao jogo passado.

Assim como o Brasil, a Tunísia chega em boa fase. Os africanos sustentam uma invencibilidade de sete jogos, com cinco vitórias, sendo as últimas três seguidas, contra Chile (2 a 0), Japão (3 a 0) e Comores (1 a 0).

A Tunísia está na 30ª posição do ranking de seleções da Fifa e vai disputar sexta Copa do Mundo – antes jogou os Mundiais de 1978, 1998, 2002, 2006 e 2018, sem nunca ter passado da primeira fase.

A partida entre Brasil x Tunísia tem transmissão de Globo, sportv e ge, com live antes e depois da partida.

Não haverá VAR no amistoso dessa terça-feira.

Brasil – Técnico: Tite
Titulares em boa parte desse ciclo de Copa, o lateral-direito Danilo e o meio-campista Fred voltarão à equipe de Tite nessa terça-feira. Eles entram nos lugares de Éder Militão e Vini Júnior, que iniciaram a partida contra Gana.

Com essas trocas, Lucas Paquetá passará a jogar pelo lado esquerdo do campo em vez de ficar pelo centro.

No segundo tempo é esperado que Tite dê chance a alguns reservas, tal qual fez na sexta-feira. Dos 24 jogadores de linha convocados para essa data Fifa, 16 atuaram. Os que ainda não entraram em campo foram os laterais Danilo e Renan Lodi, o zagueiro Ibañez, o meia Fred e os atacantes Pedro e Roberto Firmino. Bruno Guimarães, lesionado, foi liberado para voltar ao Newcastle.

Desfalques: Alex Sandro (cortado por lesão muscular na coxa esquerda) e Bruno Guimarães (cortado por edema muscular na coxa esquerda).

Justiça do RS suspende torcidas organizadas do Grêmio e interdita setor da Arena após briga

O Juizado do Torcedor do RS puniu quatro torcidas organizadas do Grêmio depois da briga durante o empate com o Cruzeiro e interditou o setor da Arena destinado aos grupos. Além disso, proibiu dois gremistas já identificados em comparecer a estádios.

A decisão do juiz Marco Aurélio Xavier suspende por 90 dias as torcidas Geral do Grêmio, Rasta, Garra Tricolor e Torcida Jovem. O texto do magistrado ainda diz que é “forçosa a interdição do espaço destinado às torcidas enquanto viger a suspensão das organizadas”. O reabertura do setor ocorreria apenas no fim de novembro, quando a temporada já estará encerrada.

Dois gremistas já foram identificados e precisam se apresentar à delegacia nos horários em que o Grêmio está em campo. Ainda durante o jogo, foram 12 torcedores levados ao posto da Polícia Civil e ouvidos e liberados – foram assinados oito termos circunstanciados conforme apurou o ge. Segundo o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, dois torcedores foram detidos.

Outras medidas tomadas impedem o ingresso de qualquer adereço de torcidas organizadas na Arena, como bandeiras e faixas das mesmas e roupas.

Houve três focos de briga, dois deles durante o primeiro tempo. O árbitro Bráulio da Silva Machado paralisou a partida em dois momentos na etapa inicial e relatou os problemas em súmula.

O presidente Romildo Bolzan, depois da partida, relatou também uma confusão na entrada da Arena. Houve demora na logística para que os torcedores entrassem no estádio e, em determinado momento, a conferência dos ingressos foi suspensa. Segundo Bolzan, cerca de 500 pessoas entraram neste período.

No ano passado, o Grêmio já encarou um período com a Arquibancada Norte interditada depois da invasão do gramado da Arena na derrota para o Palmeiras no Brasileirão. Inicialmente, uma liminar determinou que o Tricolor atuasse com portões fechados. Depois, o STJD definiu pela interdição do local das organizadas, punição que só se encerrou contra o Sampaio Côrrea, em junho deste ano.

Após anulação de clássico com a Argentina, CBF paga R$ 1,6 milhão de multa e avança por amistosos

A Fifa confirmou o cancelamento da partida entre Brasil e Argentina, que seria realizada em setembro, pelas Eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo. O jogo suspenso ficou conhecido como “Clássico da Anvisa”, por conta da entrada de profissionais da agência no gramado. A decisão veio em acordo com as duas seleções, que retiraram seus recursos da Corte Arbitral do Esporte (CAS), nos quais pediam os pontos do confronto.

Com a anulação confirmada, a seleção brasileira passa a ter um espaço no calendário para a realização de mais um amistoso em setembro, antes da Copa do Mundo. Os adversários serão duas seleções africanas: a Argélia e a Tunísia.

O jogo cancelado é referente à sexta rodada das Eliminatórias da América do Sul, que originalmente seria disputado no dia 5 de setembro do ano passado, na Neo Química Arena, em São Paulo. Tanto CBF quanto AFA terão que pagar uma multa. No caso do Brasil, a multa é de 300 mil francos suíços (R$ 1,624 milhão). Os argentinos pagarão metade desse valor, ou seja, R$ 812 mil.

Segundo a nota oficial da CBF, metade da multa foi suspensa por um período probatório de dois anos. E 50% da multa pagável (25% da multa total) “deverá ser doada diretamente à Organização Mundial da Saúde (OMS), em apoio aos seus esforços contínuos no combate à COVID-19”. A AFA também terá que fazer o mesmo procedimento.

Na última quinta-feira, a CBF confirmou o pedido para cancelar o clássico, após solicitação da própria comissão técnica da seleção brasileira.

Diante da posição da comissão técnica, vamos procurar neste momento a Fifa para que a partida não seja realizada. Não vou medir esforços para atender a comissão técnica. A nossa prioridade é conquistar o hexacampeonato no Catar. Se a partida não é recomendada pelo comando da Seleção, vamos investir para que a partida não ocorra – disse o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues.

Com a decisão, a CBF tem dois amistosos engatilhados para serem realizados na Europa na data Fifa de setembro, a última antes da Copa do Mundo. Um deles contra a Tunísia e o outro contra a Argélia. Os jogos serão realizados na Europa, um deles ou até os dois podem ser na França. Os jogos estão previstos para os dias 22 e 27 de setembro.

CBF se diz contrária à realização do jogo pendente entre Brasil e Argentina

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) se mostrou contrária nesta quarta-feira a disputar a partida pendente contra a Argentina pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo do Catar-2022, suspensa no ano passado.

Em 5 de setembro de 2021, funcionários da Agência Nacional de Saúde (Anvisa) invadiram abruptamente o gramado da Arena Neo Química, em São Paulo, aos 5 minutos de jogo, para suspender o duelo por questões sanitárias, no âmbito da pandemia de Covid-19.

O clássico sul-americano nunca foi retomado e a Fifa havia estipulado em abril que a partida seria disputada no dia 22 de setembro, menos de dois meses antes do início da Copa do Mundo.

A comissão técnica da CBF se mostrou desfavorável à realização da partida, por isso seu presidente, Ednaldo Rodrigues, disse que vai se comunicar com a Fifa “para que a partida não seja realizada”, segundo uma nota divulgada no site da entidade.

“A nossa prioridade é conquistar o hexacampeonato no Catar. Se a partida não é recomendada pelo comando da Seleção, vamos investir para que a partida não ocorra”, acrescentou Rodrigues.

A Argentina tampouco se mostrou disposta a jogar o duelo pendente.

Na nota divulgada nesta quarta-feira, a CBF afirmou que aceitará um suposto “acordo proposto pela Fifa e pela Associação Argentina de Futebol” para não disputar a partida.

Tite havia dito ao presidente da CBF que não tinha interesse em disputar esse jogo porque poderia ser “prejudicial à preparação” para o Catar, arriscando possíveis lesões e suspensões.

A suspensão da partida entre Argentina e Brasil foi analisada por um tribunal esportiva após integrantes da Anvisa entrarem em campo em busca de quatro jogadores argentinos que não haviam cumprido as normas de segurança sanitária previstas devido à pandemia de coronavírus.

Brasil e Argentina terminaram em primeiro e segundo respectivamente nas eliminatórias sul-americanas para o Mundial do Catar-2022, apesar de terem disputado um jogo a menos. 

A seleção de Tite somou 45 pontos, seis a mais que a atual campeã da América comandada por Lionel Scaloni. Uruguai e Equador foram as outras seleções sul-americanas que se classificaram para a Copa do Mundo que começa em novembro.

Brasil derrota Colômbia e conquista o octa da Copa América Feminina

O Brasil segue dominante no futebol feminino da América do Sul. A Seleção derrotou a Colômbia por 1 a 0 neste sábado, no estádio Alfonso López, em Bucaramanga, e conquistou pela oitava vez a Copa América da categoria em um total de nova edições. O gol do título foi marcado pela atacante Debinha, de pênalti.

A seleção brasileira terminou sua campanha na Copa América com 100% de aproveitamento e sem sofrer gols. Ao todo, marcou 20 – Debinha e Adriana dividiram a artilharia, com cinco gols cada. Ao todo, foram seis vitórias em seis partidas.

A Seleção precisou lidar com um desfalque importante logo no início do jogo. A volante Angelina foi substituída após sentir dores no joelho esquerdo e deixou o campo de maca, chorando muito.

Autora do gol do título, a atacante comemorou a conquista: “Nota 10. Conseguimos o que precisávamos, que era a vitória. Estou muito feliz pela equipe. Claro que sempre temos que melhorar. Vamos trabalhar até o Mundial, mas a equipe está de parabéns.”

Pesquisa: Grêmio tem torcida com maior fidelidade, seguido por Flamengo e Corinthians; veja lista

Uma pesquisa feita pelo jornal O Globo com o instituto Ipec mostra que o Grêmio é o clube com maior fidelidade no Brasil – 90,6% dos torcedores gremistas têm apenas um time. Flamengo e Corinthians completam o pódio.

O Ipec perguntou a cada pessoa por qual time “torce mais ou tem simpatia maior”, com possibilidade de dar uma ou duas respostas. Entre os entrevistados, 11,2% disseram torcer por mais de um time brasileiro – a pesquisa não considerou clubes estrangeiros.

De acordo com o levantamento, os habitantes das regiões Centro-Oeste, Nordeste e Norte têm maior inclinação a torcer por duas equipes – 15% dos entrevistados desses locais responderam simpatizar com dois times. Já no Sudeste e no Sul esse número caiu para 8%.

Veja clubes com mais torcedores exclusivos:
Grêmio – 90,6%
Flamengo – 81,2%
Corinthians – 80,6%
Cruzeiro – 75,8%
São Paulo – 75,6%
Vasco – 71,4%
Palmeiras – 65,5%

Veja os clubes mais citados como segundo time:
Palmeiras – 1,6%
Flamengo – 1,4%
Corinthians – 1,2%
São Paulo – 1%
Paysandu – 0,6%

A pesquisa teve 2 mil entrevistas presenciais em 126 municípios de todo o país, entre os dias 1º e 5 de julho. O índice de confiança é de 95%, e a margem de erro total é de 2 pontos para mais ou para menos.

Jogo de ida entre Afogados e ASA muda de horário novamente

Neste sábado (23), Afogados e Asa de Arapiraca se enfrentaram fazendo o primeiro jogo das duas equipes pelo mata mata do campeonato Brasileiro da série D.

O segundo embate está marcado para o próximo final de semana em Arapiraca.

Para o encontro deste sábado a novidade é o horário do jogo que mudou mais uma vez, antes marcado para às 19h, passou para às 15h, e agora às 16h.

O Afogados fez o apronto na tarde desta quinta-feira (21), e fez um recreativo na manhã desta sexta-feira (22), e logo depois entrou em regime de concentração. O Asa, chegou quinta-feira a tarde, fez um reconhecimento de gramado e também entrou em regime de concentração.

Jogo de ida entre Afogados e ASA muda de horário

O duelo de ida entre Afogados e ASA, pela segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro, foi remarcado para às 15h deste sábado, no estádio Vianão. Antes o jogo seria realizado às 19h.

Segundo a Confederação Brasileira da Futebol (CBF), a alteração atende uma recomendação da Polícia Militar. A partida de volta está mantida para o dia 31 de julho, às 16h, no estádio Coaracy da Mata Fonseca.

O Afogados poderá contar com o programa Todos com a Nota, que está de volta oficialmente em Pernambuco. A carga mínima é de mil ingressos.

O torcedor pode fazer a trocar do bilhete a cada R$ 200 em notas fiscais. Por conta da decisão e da volta do programa, o clube espera casa cheia na decisão diante do ASA.

Brasil goleia Venezuela na terceira rodada da Copa América Feminina

Sem dificuldades, a Seleção Brasileira Feminina venceu a Venezuela por X a X, nesta segunda-feira (18), pela terceira rodada da fase de grupos da Copa América Feminina de 2022. As brasileiras lideram o Grupo B de forma isolada com nove pontos, enquanto as venezuelanas seguem na terceira colocação com seis pontos.

A goleada começou a ser construída de forma tímida no primeiro tempo. Apesar do amplo domínio brasileiro, a equipe comandada por Pia só conseguiu fazer um gol na primeira etapa. Bia Zaneratto abriu o placar aos 21 minutos com um belo gol de cabeça.

Os gols saíram com mais naturalidade no segundo tempo. Aos cinco minutos, Ary Borges fez o segundo. Debinha, uma das artilheiras da competição, marcou duas vezes, aos 13 e 20 minutos, respectivamente.

O Brasil volta a campo na próxima quinta-feira (21), às 21h, contra a seleção do Peru. O jogo será o último da fase de grupos.

Santa Cruz x Retrô e Afogados x ASA: jogos dos pernambucanos no mata-mata da Série D

Os três representantes pernambucanos na Série D do Campeonato Brasileiro avançaram de fase. Pelo Grupo 3, Retrô e Afogados se classificaram – a Fênix ficou na liderança e a Coruja terminou em quarto.

No Grupo 4, o Tricolor avançou na quarta colocação. Agora, o trio se prepara para o mata-mata da competição. Os confrontos do primeiro jogo eliminatório foram definidos, com um embate direto entre dois times do estado e outro de um sertanejo contra um alagoano.

Pelo cruzamento das chaves, Santa Cruz e Retrô se enfrentaram no primeiro mata-mata. Apenas um avança para as oitavas de final. O último jogo das equipes foi pelo Campeonato Pernambucano, com vitória da Fênix por 4×0, no Arruda.

O jogo de ida será no Arruda. A volta acontecerá na Arena de Pernambuco. Situação que fez o técnico do Santa Cruz, Marcelo Martelotte, enxergar o embate sem maior favoritismo para o adversário.

“O regulamento nos indica que tudo zera. Já passamos por isso antes. A vantagem que alguns têm é de decidir em casa. No caso do primeiro confronto com o Retrô, ele não vai ter porque os dois jogos serão no Recife, em um campo (Arena de Pernambuco) que conhecemos, sem a pressão dos torcedores. Acho que eles lamentaram muito isso. Se eles enfrentassem um time de outro local, eles teriam essa vantagem”, afirmou.

No outro jogo, o Afogados enfrentará o ASA. O confronto de ida será no Vianão, com a volta ocorrendo no Municipal de Arapiraca.

Afogados atropela o São Paulo Crystal, é ajudado pelo Icasa no final e conquista vaga dramática na Série D

(Foto: Estúdio ISO / Ascom)

O Afogados goleou o São Paulo Crystal por 7 a 0 e garantiu a vaga para o mata-mata da Série D do Brasileiro. Os gols da vitória no estádio Vianão foram marcados por Anderson Chaves (2), Marquinho (2), Nunes, Felipe Eduardo e Pedro (contra).

Apesar do passeio, a vaga no mata-mata só foi confirmada nos minutos finais, quando o Globo empatou com o Icasa. Festa no Sertão do Pajeú!

América goleia o Crato e complica classificação do Afogados

Com a vitória do América-RN por 8 a 1 sobre o Crato na noite deste domingo (10) na Arena das Dunas, em Natal, a situação do Afogados ficou mais difícil em termo de classificação para a próxima fase da competição.

O Afogados que ganhou do Icasa por 5 a 1 no último sábado, jogando no Juazeiro do Norte, chegou aos 19 pontos, um a mais que o América que faltava fazer esse jogo contra o Crato.

Com esse resultado em Natal, o América agora soma 21 pontos e ocupa a quarta colocação na tabela, já o Afogados ocupa a quinta colocação com 19. Para se classificar, o Afogados agora depende do resultado entre Sousa x América no próximo sábado, em Sousa-PB, em que o América não pode ganhar e o Afogados precisa vencer o São Paulo Crystal com a partida também no sábado no Vianão. Todas as partidas dessa última rodada começarão 15h.

Afogados perde para o quase eliminado Globo-RN e segue fora do G-4

O Globo-RN venceu o Afogados por 2 a 0 neste domingo, no estádio Barretão, em duelo válido pela 11ª rodada do grupo 3. Os gols da partida foram marcados por Alllyson, que entrou no segundo tempo. O time pernambucano desperdiçou a chance de voltar ao G-4.

Mesmo com a vitória, o Globo está praticamente eliminado da Série D. A equipe segue na penúltima posição, agora com oito pontos. Já o Afogados, perdeu a chance de voltar ao G-4 e permanece na quinta posição, com 15 pontos.

A Águia joga novamente no sábado, contra o Retrô, mais uma vez no estádio Barrettão, às 15h. O Afogados entra em campo no domingo e faz uma partida decisiva contra o América-RN, às 16h, no estádio Vianão.

O jogo começou bem equilibrado. As duas equipes conseguiram chances claras de abrir o placar. Breninho e Anderson Chaves receberam dois bons passes, saíram de frente com o goleiro Mizael, mas desperdiçaram. Pelo lado do Globo, Joãozinho teve a mesma oportunidade. O atacante driblou Léo aos 20 minutos, mas deixou a bola escapar. Os donos da casa ainda investiram nos chutes de fora da área, mas sem sucesso.

O Afogados começou a etapa final dando sinais de que iria mandar no jogo. Mizael fez boas defesas nas finalizações de Rogerinho e Thauã nos sete primeiros minutos. Mas o perigo dos visitantes parou aí. O Globo cresceu e aproveitou as falhas defensivas da Coruja. Allyson entrou na partida e marcou o primeiro aos 17 minutos. A Águia seguiu em cima. Mattheus Silva ainda teve a chance de empatar aos 37, mas chutou o rebote da falta no travessão. Já nos acréscimos, Allyson ganhou da defesa e saiu de frente com Léo para marcar o segundo na partida.

CBF admite problemas e decide traçar linhas de impedimento do VAR ao vivo na transmissão

O presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Wilson Seneme, afirmou nesta quarta-feira que a partir da próxima rodada do Campeonato Brasileiro as linhas de impedimento do VAR serão traçadas ao vivo e exibidas nas transmissões dos jogos. A novidade, inicialmente, será testada apenas na Série A.

– A gente vai disponibilizar a construção da linha do impedimento na transmissão ao vivo. Não vai mais enviar a foto da jogada para a transmissão colocar na sequência. A gente entende que quando as pessoas que estão acompanhando a transmissão começarem a acompanhar a construção da linha, vão entender melhor o final dela – disse Seneme.

Também haverá treinamentos específicos para os árbitros de vídeo.

– A gente quer dar treinamento diário para esses árbitros para que possam melhorar essa linha de intervenção, é o que estamos buscando – disse Seneme.

A CBF também afirmou que vai publicar mais vídeos e áudios com os diálogos entre a cabine do VAR e os árbitros de campo. Até hoje, a entidade divulgava apenas vídeos dos lances revisados. Mas agora vai passar a publicar também lances que deveriam ter sido checados e não foram pelo VAR.

– Nós estávamos com um grupo reduzido de trabalho, por isso não publicamos tudo. A partir de agora, podem nos cobrar mais. Essa demanda tem que ser absorvida – disse Seneme.

O presidente da Comissão de Arbitragem da CBF prometeu publicar ainda nesta quarta-feira os vídeos dos lances polêmicos ocorridos no jogo entre Inter e Botafogo, no último domingo.

Retrô sai na frente, Afogados perde pênalti, mas consegue empate no Vianão

Quem deu a saída de bola foi o Afogados, mas quem ditou o no início foi o Retrô. Logo no primeiro ataque, no primeiro minuto de jogo, Matheus Serafim recebeu na direita, cruzou pra área e Franklin Mascote desviou de perna esquerda para abrir o placar. A Fênix continuou pressionando, mas a Coruja cresceu, principalmente nas jogadas ofensivas de Anderson Chaves. Em uma dessas jogadas, aos 34 minutos, Chaves invadiu a área e tocou para Breninho, que foi derrubado na hora do chute e a arbitragem marcou pênalti. Anderson Chaves cobrou a penalidade no centro do gol e Jean tirou com os pés. O lance não abalou o Afogados, que seguiu atacando e conseguiu o empate aos 44. Filipe Eduardo cruzou pra área e Nunes, de cabeça, empatou a partida no Vianão.

Pressionado pelos últimos resultados em casa, o Afogados voltou disposto a conquistar a vitória. Foi pra cima do Retrô, que também retornou mais ofensivo após três substituições. Apesar do volume de jogo das duas equipes, o empate não saiu do marcador. O lance mais perigoso aconteceu aos 31 minutos. Nunes arriscou de longe, Jean tocou com a ponta dos dedos, a bola bateu no travessão e voltou nas mãos do goleiro do Retrô.

Na 11ª rodada, o Afogados vai encarar o Globo-RN, no próximo domingo, às 15h, no Barretão. Já o Retrô vai receber o América-RN, no sábado, às 16h, na Arena de Pernambuco.

Árbitro é espancado até a morte após expulsar jogador durante partida em El Salvador

Um caso de violência chocou o mundo do futebol no último domingo. O árbitro Jose Arnolda Amaya, de 63 anos, foi espancado até a morte após mostrar cartão vermelho para o jogador Juan Manuel Cruz Lorenzana, durante partida no Estádio de Toluca, em El Salvador. Segundo o jornal local El Clarín, o juíz teria sido derrubado pelo atleta com um chute no peito e agredido com diversos golpes até ficar inconsciente.

Ainda segundo a publicação, Amaya chegou a ser socorrido, mas morreu no caminho para o Hospital Zacamil, na capital São Salvador. A causa do óbito foi uma hemorragia interna. Na segunda-feira, a Federação Salvadorenha de Futebol (FESFUT) divulgou nota repudiando veementemente o episódio.

“Como federação, repudiamos todos os atos de violência que estão ocorrendo nos diferentes cenários esportivos do país”, escreveu a entidade. “A FESFUT se une à dor que atinge a sua estimada família.”

Lorenzana estava foragido desde o fim da partida, mas foi preso nesta terça-feira, na colônia de Miramonte. Em seu perfil no Twitter, a Polícia Nacional Civil publicou uma foto do jogador preso com a seguinte legenda: “nenhum crime ficará impune”. Ele será acusado pela morte do árbitro.