Arquivo da categoria: Internacional

Vulcão de La Palma destrói 320 construções e 154 hectares de terra

A erupção do vulcão do parque de Cumbre Vieja, na ilha de La Palma, na Espanha, destruiu 320 construções e 154 hectares de terra, informou, nesta quarta-feira (22) o sistema de monitoramento geoespacial Copernicus.

Na última contagem, o de número de edificações destruídas era 158 e 103 hectares destruídos.

O vulcão entrou em erupção no domingo. Inicialmente, houve uma nuvem de fumaça e cinzas a partir do parque nacional Cumbre Vieja, no sul da ilha. Depois disso, a lava começou a descer.

Antes da erupção, os cientistas registraram uma série de terremotos de magnitude 3,8 no parque nacional, de acordo com o Instituto Geográfico Nacional Espanhol (ING).

De acordo com as autoridades de La Palma, haverá mais destruição nas próximas horas. A lava está fluindo em direção ao mar. O material deveria ter chegado na costa na segunda-feira, mas os rios de lava perderam velocidade.

O encontro pode trazer problemas: podem acontecer explosões, ondas de água fervente e nuvens tóxicas, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

“Nas últimas horas, a velocidade diminui muito, agora a lava está se movendo a 300 metros por hora, talvez até menos, porque chegou a uma região muito plana”, disse o porta-voz do Instituto Vulcânico das Canárias, David Calvo.

Agora, a lava está ganhando altura. Há algumas regiões onde a espessura chega a 15 metros.

A estimativa é que a erupção pode durar entre 24 e 84 dias.

Essa é a primeira erupção desse vulcão desde 1971.

Na ilha, moram 85 mil pessoas. Foram retiradas 6.100 (entre esses, há 400 turistas). Outros 5.700 moradores tiveram que deixar suas casas, mas não deixaram a ilha. Não há relatos de vítimas.

O prefeito de La Palma, Mariano Hernández Zapata, disse que os dias têm sido difíceis: “Escutar os moradores que perderam tudo e os que sabem que vão perder é frustrante”, afirmou ele.

Terremoto atinge a Austrália e é sentido em Melbourne

Um terremoto de magnitude 5,8 atingiu a Austrália na manhã desta quarta-feira (22, horário local, noite de terça no Brasil). O tremor foi sentido claramente em Melbourne, no estado de Victoria.

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), o epicentro foi a 38 km ao sul do Monte Buller, a 10 km de profundidade.

De acordo com a dra. Januka Attanayake, líder de pesquisa da unidade de Ciências da Terra de Sismologia de Terremoto da Universidade de Melbourne, ouvida pelo jornal britânico “The Guardian”, se as estimativas preliminares estiverem corretas, esse terá sido provavelmente o maior terremoto em Melbourne nos últimos 175 a 200 anos.

Em redes sociais, há relatos de pessoas que sentiram o abalo e deixaram suas casas e locais de trabalho, assustadas.

Um restaurante teve grande parte de sua fachada destruída, mas não há informações sobre mais danos sérios ou feridos.

Homem mata atendente de loja que pediu para ele pôr máscara, na Alemanha

Um funcionário de uma loja de conveniências foi assassinado por um cliente que se recusou a utilizar a máscara facial na Alemanha. O crime ocorreu em um posto de gasolina localizado na cidade de Idar-Oberstein, na noite do último sábado (18).

O suspeito é um alemão de 49 anos, que não teve o nome informado pela polícia. Ele entrou na loja de conveniências sem máscara e comprava seis cervejas. O atendente, de 20 anos, pediu para que o cliente colocasse a máscara, mas ele se recusou e não quis devolver os produtos, conforme detalha o site Bild.

O homem saiu do estabelecimento e voltou armado, 1h30 depois. Segundo o promotor público Kai Fuhrmann, que conversou com o Bild, ele teria atirado na cabeça do funcionário, pela frente.

O homem foi preso no dia seguinte pela polícia alemã. Fuhrmann contou que ele admitiu ter ficado alterado com o pedido do atendente e resolveu pegar sua arma e retornar à loja. O homem voltou ao estabelecimento, novamente sem máscara, para provocar uma reação do caixa. Assim que o jovem o advertiu, ele atirou, segundo o depoimento cedido à polícia. Os policiais encontraram a arma do crime no apartamento do suspeito.

Lava de vulcão nas Canárias pode gerar gases tóxicos se chegar ao mar

As colunas de lava do vulcão Cumbre Vieja continuam engolindo tudo o que encontram em seu caminho, na lenta descida para a costa das Ilhas Canárias, na Espanha, e agora geram preocupações pela possível emissão de gases tóxicos quando atingir o Oceano Atlântico.

O encontro do magma ardente com o mar pode gerar explosões, ondas de água fervente e até nuvens tóxicas, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

“As nuvens criadas pela interação entre a água do mar e a lava são ácidas”, explica Patrick Allard, diretor de pesquisa do instituto francês de Geofísica do Globo, em Paris, à agência de notícias France Presse.

Esse “encontro” estava inicialmente previsto para a noite de segunda-feira (20), mas ainda não ocorreu devido ao avanço mais lento da lava na ilha de La Palma, no arquipélago em frente à costa da África.

O magma está a cerca de 2 km do mar e avança por volta dos 200 metros por hora, mas autoridades agora evitam fazer uma nova previsão de quando as colunas de lava podem atingir a água.

O Cumbre Vieja entrou em erupção no domingo (18) e registrou a sua nona fissura eruptiva na noite desta segunda, após um novo terremoto, o que obrigou a remoção de mais 500 pessoas e elevou para 6 mil os deslocados.

Sua erupção pode durar “várias semanas ou alguns meses”, segundo o Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias (Involcan), e o vulcão está expelindo colunas de fumaça que alcançam centenas de metros de altura e entre 8 mil e 10,5 mil toneladas de dióxido de enxofre por dia.

O governo regional das Canárias decretou um “raio de exclusão de 2 milhas náuticas” (cerca de 3,7 km) ao redor de onde os fluxos de lava devem chegar, pedindo aos curiosos que não se desloquem à área.

O presidente da região, Ángel Víctor Torres, afirma que a “lava avança implacavelmente para o mar”, destruindo casas, e se disse “impotente” porque ela “continuará levando outras casas em seu trajeto até o mar”.

Até o momento, a erupção do Cumbre Vieja destruiu 166 construções e atingiu 103 hectares da ilha, segundo o sistema europeu de observação espacial Copernicus.

Apesar da destruição, nenhuma morte foi registrada até o momento e o espaço aéreo permanece aberto. Há 48 voos programados para hoje no aeroporto da ilha.

O surgimento de uma nova fissura eruptiva na noite da segunda (a nona desde domingo) obrigou a remoção de mais 500 pessoas em El Paso, elevando o total de deslocados para 6 mil. A ilha de La Palma tem quase 85 mil habitantes.

O casal Israel Castro Hernández e Yurena Torres Abreu testemunhou sua casa ser destruída pela erupção — a primeira desde 1971 — e ainda não conseguiu assimilar o que aconteceu.

“Continuamos olhando para lá e não conseguimos acreditar. Ainda pensamos que nossa casa está debaixo desse vulcão”, contou Abreu emocionada. “Não há o que fazer. É a natureza”.

‘Se não quer se vacinar contra Covid, não incomode vindo a Nova York’, diz prefeito a Bolsonaro

Prefeito de Nova York, o democrata Bill de Blasio afirmou nesta segunda-feira (20) que, se o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, não quer se vacinar contra a Covid-19, que “não incomode vindo” à cidade americana.

A crítica foi feita em meio à viagem do presidente brasileiro aos Estados Unidos para participar da Assembleia-Geral da ONU, onde discursará nesta terça-feira (21). A cidade tentou exigir que chefes de Estado e representações diplomáticas só participem do evento se estiverem vacinados, mas a ONU tem dito que não pode exigir isso dos líderes mundiais.

Nova York exige comprovante de vacinação para entrar em centros de eventos e restaurantes –o que resultou na imagem do presidente brasileiro comendo uma pizza na calçada, por exemplo.

Nesta segunda, Bill de Blasio elevou o tom e citou Bolsonaro nominalmente. “Nós devemos mandar uma mensagem a todos os líderes mundiais, incluindo, mais notavelmente o presidente do Brasil, Bolsonaro. Quem quer vir precisa estar vacinado. Se você não quer se vacinar, não incomode vindo”, afirmou o prefeito americano.

A transmissão oficial da Prefeitura de Nova York ainda colocou uma foto de Bolsonaro com a legenda: “vacine-se”. “Todos devem estar seguros juntos, ou seja, todos devem estar vacinados. A ampla maioria do pessoal das ONU e a ampla maioria dos Estados-membros estão fazendo a coisa certa”, disse o prefeito.

De Blasio ressaltou que a cidade instalou um centro móvel de vacinação em frente à sede das Nações Unidas para imunizar os que participarem do evento. “Estamos felizes em vacinar todo mundo para manter esta cidade segura, para manter todo mundo que está envolvido seguro”, disse.

Nova York foi um dos locais mais afetados pela Covid-19 nos Estados Unidos, com 34 mil mortes. No pico da doença, em abril do ano passado, a cidade sozinha registrou dias com média de mais de 800 mortes. Com a vacinação em massa e restrições como a exigência de comprovante de vacinação, a cidade conseguiu sobreviver a outras ondas da doença que atingiram os Estados Unidos, inclusive a atual, com o avanço da variante delta, quando o país voltou a registrar mais de 2.000 mortes por dia.

Lava do vulcão Cumbre Vieja, nas Canárias, destrói várias casas

A lava do vulcão Cumbre Vieja que entrou em erupção no domingo (19) na ilha espanhola de La Palma, no arquipélago turístico das Canárias, destruiu várias casas — informaram as autoridades nesta segunda-feira (20).

Primeira a ser registrada nesta ilha em 50 anos, a erupção provocou a retirada de quase 5.000 pessoas.

“São muitas as casas destruídas”, disse à AFP um porta-voz do governo regional das Canárias, acrescentando que “não há um número estabelecido ainda”. 

Em entrevista à televisão pública, o prefeito de El Paso, uma das localidades afetadas, afirmou que pelo menos “20 casas” foram destruídas.

“Em sua passagem, a lava não deixou absolutamente nada”, descreveu o prefeito Sergio Rodríguez, acrescentando que os moradores “têm muita incerteza”. 

“Vão levar muito tempo para voltar, com certeza”, comentou Rodríguez sobre o possível retorno às suas casas.

A imprensa espanhola estimou que pelos menos 100 residências foram atingidas pelo material expulso pelo Cumbre Vieja. 

A erupção começou no domingo, pouco depois das 15h locais (12h00 em Brasília). 

O governo regional das Ilhas Canárias disse na manhã de hoje no Twitter que não há previsão de novas erupções no momento, já que os fluxos de lava agora seguem “em direção ao mar”. 

Segundo o presidente das Canárias, Ángel Víctor Torres, o vulcão Cumbre Vieja teria entre 17 e 20 milhões de metros cúbicos de lava.

“Segundo a comissão técnica, tudo parece indicar que não haverá novos pontos de erupção”, acrescentou Torres, que reiterou que a “segurança” dos habitantes está “garantida”. 

O presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, adiou sua viagem a Nova York prevista e se deslocou para La Palma. Está lá desde a noite para acompanhar a evolução das operações. 

O vulcão Cumbre Vieja ficou sob estrita vigilância há uma semana, devido a uma forte recuperação de sua atividade sísmica. A última erupção na ilha de La Palma foi há 50 anos, em 1971.

Mais de 60 pinguins picados por abelhas morrem na África do Sul

Sessenta e três pinguins africanos, uma espécie ameaçada de extinção, foram encontrados mortos por picadas de abelha em uma praia próxima da Cidade do Cabo, informou neste domingo a Fundação da África Austral para a Conservação de Aves Costeiras (Sanccob).

“As abelhas picaram essas aves até a morte”, disse à AFP David Roberts, veterinário da fundação. Os pinguins mortos foram encontrados na última sexta-feira, na praia de Simon’s Town, a cerca de 40 quilômetros da Cidade do Cabo.

Foram observadas picadas perto dos olhos e abelhas mortas foram vistas na praia, disse Roberts. Além de autópsias, os veterinários farão outros exames, para detectar doenças ou substâncias tóxicas.

Roberts lamentou o ocorrido, que disse ser um evento raro, e assinalou que “as abelhas também fazem parte do ecossistema”.

“As abelhas picaram essas aves até a morte”, disse à AFP David Roberts, veterinário da fundação. Os pinguins mortos foram encontrados na última sexta-feira, na praia de Simon’s Town, a cerca de 40 quilômetros da Cidade do Cabo.

Foram observadas picadas perto dos olhos e abelhas mortas foram vistas na praia, disse Roberts. Além de autópsias, os veterinários farão outros exames, para detectar doenças ou substâncias tóxicas.

Roberts lamentou o ocorrido, que disse ser um evento raro, e assinalou que “as abelhas também fazem parte do ecossistema”.

Atirador mata 8 em universidade na Rússia e é preso

Ao menos oito pessoas morreram e várias ficaram feridas nesta segunda-feira (20) em um campus universitário de Perm, na Rússia, após um estudante atirar nas pessoas. Ele foi preso.

Um estudante que estava em um dos edifícios da universidade abriu fogo contra as pessoas ao seu redor”, informou o Comitê de Investigação Russo, responsável pelas investigações mais importantes do país.

“Em consequência, oito pessoas morreram e várias ficaram feridas”, anunciou o comitê, que também disse que o atirador “ficou ferido durante a detenção, ao opor resistência”. Não há detalhes sobre o seu estado de saúde.

O ataque ocorreu por volta das 11h (horário local, 3h em Brasília). Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra um indivíduo vestido de preto caminhando na direção da entrada do prédio e atirando.

Outras imagens mostram estudantes fugindo dos tiros e pulando pelas janelas do primeiro andar de um prédio do campus, que fica na região dos Urais.

Vulcão entra em erupção nas Ilhas Canárias espanholas

Um vulcão entrou em erupção neste domingo (19) em La Palma, uma das ilhas do arquipélago espanhol Ilhas Canárias, lançando uma nuvem de fumaça e cinzas a partir do parque nacional Cumbre Vieja, no sul da ilha.

Na quinta-feira (16), já havia sido emitido um alerta amarelo de risco de erupção do vulcão, o que chegou a provocar inclusive o temor da formação de tsunamis que poderiam atingir a costa brasileira, principalmente o litoral setentrional, formado por Ceará, Rio Grande do Norte e nordeste do Maranhão. O risco, porém, foi considerado muito remoto por especialistas.

Segundo o pesquisador Saulo Vital, professor do Departamento de Geociências da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Coordenador do Núcleo de Estudos e Ações em Urgências e Desastres (NEUD), o alerta é importante, mas não é dos mais graves.

As autoridades já haviam começado a retirar os moradores enfermos e alguns animais de aldeias vizinhas antes da erupção, que ocorreu em Cabeza de Vaca, em El Paso, às 15h15 do horário local (11h15 no horário de Brasília), de acordo com o governo das Ilhas Canárias.

Antes da erupção, os cientistas registraram uma série de terremotos de magnitude 3,8 no parque nacional, de acordo com o Instituto Geográfico Nacional Espanhol (ING).

Logo após a erupção, o governo local pediu aos moradores que “tenham extrema cautela” e fiquem longe da área e das estradas.

De acordo com o prefeito Sergio Rodríguez, 300 pessoas foram retiradas de suas casas e enviadas para o campo de futebol de El Paso. Estradas foram fechadas devido à explosão e as autoridades pediram aos curiosos para não se aproximarem da área.

A população das aldeias vizinhas foi instruída ainda a ir a um dos cinco abrigos, e soldados foram enviados para ajudar na remoção dos moradores. Espera-se que mais residentes sejam evacuados das cidades na região.

A televisão espanhola mostrou fontes de lava sendo lançadas, e nuvens de fumaça podiam ser vistas do outro lado da ilha. Enormes plumas vermelhas cobertas com fumaça preta e branca dispararam ao longo da crista vulcânica. Um fluxo de lava negra com a ponta em chamas deslizava em direção a algumas casas na vila de El Paso.

La Palma, com uma população de 85 mil habitantes, é uma das oito ilhas do arquipélago das Ilhas Canárias na costa oeste da África. No ponto mais próximo da África, está a 100 km do Marrocos.

O presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, viajará neste domingo para a ilha de La Palma, anunciou seu gabinete.

“Diante da situação gerada na ilha de La Palma, o presidente do Governo adiou a viagem prevista para hoje a Nova York para participar da Assembleia Geral da ONU e se deslocará nesta mesma tarde às Canárias para acompanhar a evolução dos acontecimentos”, informou o serviço de imprensa do governo espanhol em um comunicado.

Imigrante brasileira morre abandonada no deserto dos EUA durante travessia

Agentes de fronteira do estado do Novo México encontraram nesta semana o corpo de uma brasileira que tentava entrar clandestinamente nos Estados Unidos, informou o jornal “Deming Headlight” nesta sexta-feira (17).

Familiares da vítima confirmaram ao jornal “O Globo” que ela se chama Lenilda dos Santos, de 49 anos. Segundo relato da família, ela cruzou a fronteira dos EUA com o México mas ficou para trás, sem água nem comida em pleno deserto, porque estava cansada. O grupo teria prometido que voltaria para ajudá-la, mas isso não aconteceu.

Neste momento, ainda é verão no Hemisfério Norte, e as temperaturas no deserto do Novo México podem bater os 40°C.

Vulcão nas Ilhas Canárias, da Espanha, pode entrar em erupção nos próximos dias

Houve um aumento de atividade sísmica ao redor do vulcão de Teneguia, nas Ilhas Canárias, da Espanha, e pode haver uma erupção nos próximos dias ou semanas, de acordo com o governo do país.

O Instituto Geográfico Nacional da Espanha detectou 4.222 tremores no parque nacional Cumbre Vieja, em volta do vulcão, no sul da ilha de La Palma.

Os tremores se intensificam e vão chegando à superfície, o que coloca a ilha em alerta amarelo para uma erupção (o sistema de alerta tem quatro níveis, e o amarelo é o segundo mais grave).

O órgão disse nesta quinta-feira (16) que não há evidência de que pode haver uma erupção imediata, mas a situação pode mudar rapidamente. Espera-se mais tremores nos próximos dias.

Mais de 11 milhões de metros cúbicos de magma entraram no Cumbre Vieja nos últimos dias. O pico aumentou em cerca de 6 centímetros nos últimos dias, disse o Instituto Vulcânico das Canárias.

As Ilhas Canárias estão a cerca de 100 quilômetros da costa do Marrocos. Além desse vulcão, há outros nas ilhas, como o de Teide, na ilha de Tenerife, e o de Timanfaya, na ilha de Lanzarote.

O Teneguia entrou em erupção pela última vez em 1971. Um outro vulcão, na ilha de El Hierro, teve uma erupção submarina em 2011.

Treze gorilas têm teste positivo para coronavírus em zoológico nos EUA

Um zoológico de Atlanta, nos Estados Unidos, informou que 13 gorilas tiveram teste positivo para o novo coronavírus após, provavelmente, contraírem o vírus em contato com um tratador.

De acordo com o zoológico, parte dos 20 gorilas do zoológico apresentaram sintomas como coriza e perda de apetite.

“As equipes estão monitorando de perto os gorilas afetados e têm esperança de que farão uma recuperação completa”, disse Sam Rivera, diretor sênior de saúde animal do zoológico.


De acordo com a administração, não existe a possibilidade de fazer um isolamento dos gorilas, que conforme forem se recuperando irão receber a vacina veterinária contra a Covid-19 Zoetis.

Também serão vacinados contra Covid-19 orangotangos, tigres de Sumatra, leões e leopardos.

Desde o início da pandemia, diversos animais receberam teste positivo para o novo coronavírus em todo o mundo.

Especialistas acreditam que a transmissão ocorreu sobretudo em contato com humanos, com os efeitos da doença em cada espécie ainda em estudo.

Nos Estados Unidos, um zoológico de San Diego anunciou em fevereiro deste ano que oito gorilas contraíram o novo coronavírus, sendo que todos se recuperaram.

Na Califórnia, dois leopardos também foram diagnosticados com a doença em julho e responderam bem ao tratamento.

Portugal, rumo ao título de ‘país mais vacinado do mundo’, relaxa uso de máscaras ao ar livre

Depois de quase um ano, esta segunda-feira (13), marca o primeiro dia sem a obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre em Portugal. O país está prestes a se tornar o “mais vacinado do mundo”, de acordo com o observatório Our World in Data, da Universidade de Oxford, o que tem favorecido o alívio de certas medidas de combate à pandemia de Covid-19.

Foram exatamente 318 dias de obrigatoriedade desde a aprovação da lei, em 28 de outubro do ano passado, que veio sendo sucessivamente renovada. Agora, com o cenário da pandemia mais controlado e a vacinação a todo vapor, a Direção-Geral da Saúde (DGS), órgão responsável pelas regulamentações na área em Portugal, afirma que vai readequar as orientações, mantendo apenas a recomendação do uso opcional de máscaras ao ar livre em “situações especiais, nomeadamente aglomerados previsíveis ou potenciais de pessoas, contextos específicos e situações clínicas particulares”, diz a nota enviada à imprensa.

A máscara segue sendo obrigatória dentro dos transportes coletivos – como ônibus e metrô – e no interior de órgãos públicos, supermercados, centros comerciais, lojas, cabeleireiros e restaurantes. Nas escolas, o uso é compulsório para educadores e alunos a partir dos 10 anos de idade.

Sucesso da vacinação:

O alívio desta restrição ao ar livre chega junto com o sucesso da vacinação em Portugal. De acordo com os dados do observatório Our World in Data, o país é, neste momento, o segundo do mundo com maior número de pessoas vacinadas com pelo menos uma dose: uma taxa de 87%, atrás apenas dos Emirados Árabes, que tem 89%. No entanto, Portugal já é o campeão da imunização completa, com 80%, enquanto os Emirados Árabes contam com 78% de seus cidadãos duplamente vacinados.

Com o excelente ritmo de imunização que o país conseguiu alcançar, em breve deve assumir a liderança total no ranking. De acordo com a DGS, de 30 de agosto a 5 de setembro, Portugal administrou mais de 500 mil doses de vacinas contra a Covid-19. Desse total, duas em cada três foram segundas doses aplicadas em jovens entre 12 e 24 anos.

Residente em Portugal há três anos, a brasileira Luciana Bianchi comemora. “Tomei as duas doses aqui e o que eu percebi é que foi uma evolução. O processo de vacinação em Portugal foi sendo aperfeiçoado, modificado de acordo com as necessidades e até com o comportamento da própria pandemia, das novas variantes. Então considero que foi um sucesso. Hoje, a situação que nós estamos vivendo é reflexo da adesão das pessoas à vacinação e da velocidade como tudo aconteceu”, conta à RFI.

Trump diz que adora Bolsonaro e elogia ‘trabalho duro’ dele

O ex-presidente americano Donald Trump elogiou o brasileiro Jair Bolsonaro na madrugada deste domingo (12), durante combate entre o pugilista Evander Holyfield e o lutador de MMA brasileiro Vitor Belfort.

Trump foi um dos comentaristas do evento, realizado na Flórida (EUA).

Eu adoro o presidente do Brasil, devo dizer. Ele e seu filho [Eduardo Bolsonaro] são pessoas ótimas, e ele trabalha tão duro, trabalha tão duro, ajudando as pessoas, e espero que ele fique bem”, afirmou o ex-presidente.

O vídeo foi divulgado por Jason Miller, ex-assessor de Trump, na rede social conservador Gettr, criada por ele.

Na semana passada, Miller esteve no Brasil para participar de uma conferência conservadora, e foi questionado pela Polícia Federal durante três horas no inquérito que investiga a possível existência de uma milícia digital.

O combate terminou com vitória por nocaute do brasileiro sobre o ex-campeão mundial de boxe.

FBI divulga primeiro documento secreto do 11 de Setembro após decreto de Biden

O Departamento Federal de Investigação (FBI) dos EUA divulgou no sábado (11) o primeiro dos que se espera que sejam vários documentos relacionados à investigação dos ataques terroristas de 11 de Setembro e à suspeita de apoio do governo da Arábia Saudita aos sequestradores, na sequência de um decreto assinado pelo presidente Joe Biden.

O documento que deixou de ser confidencial é de 2016 e fornece detalhes do trabalho do FBI para investigar o suposto apoio logístico que um funcionário consular saudita e um suposto agente de inteligência saudita em Los Angeles forneceram a pelo menos dois dos homens que sequestraram os aviões em 11 de setembro de 2001. O documento, divulgado no 20º aniversário dos ataques mortais, ainda contém trechos significativos censurados.

Ele detalha várias conexões e depoimentos de testemunhas que levaram o FBI a suspeitar de Omar Al-Bayoumi, que era supostamente um estudante saudita em Los Angeles, mas que o FBI suspeitava ser um agente de inteligência saudita. O documento o descreve como profundamente envolvido no fornecimento de “assistência em viagens, hospedagem e financiamento” para ajudar os dois sequestradores.

A embaixada saudita em Washington disse anteriormente, na quarta-feira (8), que “saúda a divulgação” dos documentos do FBI e que “qualquer alegação de que a Arábia Saudita é cúmplice dos ataques de 11 de Setembro é categoricamente falsa”.

Biden assinou o decreto depois que mais de 1.600 pessoas afetadas pelos ataques enviaram uma carta ao presidente pedindo que ele se abstivesse de ir ao Marco Zero na cidade de Nova York no 20º aniversário dos ataques, a menos que ele divulgasse informações. A carta questionava em parte o papel da Arábia Saudita, sugerindo que membros do governo estiveram envolvidos no “apoio aos ataques”.

Pouco depois da carta, o Departamento de Justiça anunciou que revisaria as informações ou documentos anteriormente retidos relacionados aos ataques de 11 de Setembro que pode revelar ao público.

Um porta-voz do Departamento de Justiça disse, em agosto, que o governo informou a um tribunal federal de Manhattan que o FBI havia encerrado recentemente uma investigação relacionada a certos sequestradores de 11 de Setembro.

“Embora este desenvolvimento tenha seguido as decisões do Tribunal Distrital dos Estados Unidos que sustentam as afirmações de privilégio do governo, o FBI decidiu revisar suas afirmações de privilégio anteriores para identificar informações adicionais apropriadas para divulgação. O FBI divulgará essas informações em uma base contínua tão rapidamente quanto possível”, disse o porta-voz.

Biden elogiou a decisão do Departamento de Justiça na época, dizendo que ela cumpre sua promessa de campanha de fazer o departamento trabalhar na divulgação dos registros de 11 de Setembro e aumentou seu compromisso com as famílias das vítimas dos ataques.

Raio mata 14 pessoas e deixa três feridos no Paquistão

Pelo menos 14 pessoas morreram e três ficaram feridas por um raio que atingiu uma montanha no noroeste do Paquistão, informaram autoridades locais neste domingo.

O incidente ocorreu no distrito de Torghar, na província de Jiber Pakhtunkhwa, atingida desde quarta-feira por chuvas torrenciais de monções e deslizamentos de terra.

“Pelo menos 14 pessoas de uma família morreram depois que um raio atingiu duas casas adjacentes”, disse Kamran Bangash, porta-voz da província, à AFP. Entre os mortos estão cinco crianças e quatro mulheres.

Procurado pela AFP, o gabinete do chefe de governo da província confirmou o balanço. A monção, que causa estragos de junho a setembro, é essencial para irrigar as plantações e encher as reservas de água do subcontinente indiano, mas todos os anos as chuvas causam vítimas e danos.

Familiares das vítimas do 11 de setembro prestam homenagens no Marco Zero

Familiares e autoridades americanas realizam uma cerimônia em homenagem às vítimas dos atentados terroristas de 11 de setembro, em Nova York, na manhã deste sábado (11), data em que a tragédia completa 20 anos. Durante o ato, é realizada uma leitura com o nome de cada pessoa. Parentes e amigos também leem depoimentos, emocionados.

Naquela terça-feira de setembro de 2001, quatro aviões foram sequestrados por membros da rede Al-Qaeda; dois deles se chocaram contra as Torres Gêmeas em Nova York. O local atualmente é conhecido como Marco Zero.

Além dos dois aviões que avançaram contra o World Trade Center, sequestradores da Al-Qaeda arremessaram um terceiro avião contra o Pentágono, na capital Washington DC, onde também ocorre um tributo às vítimas.

Na Pensilvânia, onde um quarto avião – o vôo 93, que tinha como alvo o Capitólio, na capital dos EUA – foi derrubado em um campo vazio matando 44 passageiros, a vice-presidente Kamala Harris e o ex-presidente George W. Bush prestam homenagem às vítimas.

O presidente Joe Biden e a primeira-dama Jill Biden participaram das homenagens às vítimas em Nova York e, por volta das 11h15, partiram para a cerimônia na Pensilvânia.

No Marco Zero, acompanham a cerimônia os ex-presidentes americanos Bill Clinton e Barack Obama; as ex-primeiras-damas Hillary Clinton e Michelle Obama; o ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg; a presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi; e o líder da minoria no Senado, Charles Schumer.

O ex-presidente republicano Donald Trump não participou de nenhuma das três cerimônias realizadas neste sábado.

Às 8h46, quando um dos aviões atingiu a primeira torre do World Trade Center em 2001, os familiares fizeram um minuto de silêncio no Marco Zero. Outros minutos de silêncio ocorreram às 9h03, quando o vôo 175 se chocou contra os andares 77 e 85 da Torre Sul e às 10h28, quando a Torre Norte desabou.

Logo após o segundo minuto de silêncio, o cantor Bruce Springsteen se apresentou no Marco Zero. Outras apresentações musicais marcam o evento.

Brasileiros moradores de Nova York há mais de vinte anos que acompanham a cerimônia contaram à GloboNews como ajudaram nos dias seguintes aos atentados “‘Cheiro de queimado nos perseguiu por muitos, muitos meses”, relembrou a brasileira Heloísa, que cozinhou para bombeiros que trabalharam nos escombros.

Ao todo, 2.977 pessoas de 77 países foram mortas nos ataques de 11 de setembro, além dos 19 sequestradores dos aviões.

Poderoso terremoto atinge o centro do México

Um forte terremoto de magnitude 7 atingiu a Cidade do México e regiões vizinhas na noite desta terça-feira (7), segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

Um homem morreu na queda de um poste de energia elétrica no município de Coyuca de Benítez, no estado de Guerrero, afirmou o governador Héctor Astudillo.

O epicentro do tremor foi a 17 km a sudeste de Acapulco, de acordo com o Instituto Sismológico Nacional do México. Alguns tremores secundários, de magnitude 4 a 5, foram registrados.

A torre de controle do aeroporto da cidade foi atingida, e o sismo também causou danos em edifícios, derrubou árvores e lançou grandes pedras nas estradas.

O presidente mexicano, Andres Manuel Lopez Obrador, disse que o terremoto felizmente não causou danos graves em nenhuma região afetada.

O terremoto deixou tensos os habitantes da Cidade do México, que guardam a trágica memória do tremor de 19 de setembro de 2017, que deixou 369 mortos no país — a maioria na capital mexicana.

A prefeita da Cidade do México, Claudia Sheinbaum, tranquilizou a população e afirmou em uma rede social que “até agora, nenhum dano sério foi relatado“. A cidade fica a cerca 375 km de Acapulco.

Sarah Harding, cantora do Girls Aloud, morre aos 39

Sarah Harding, uma das cantoras do grupo Girls Aloud, morreu neste domingo (5) em consequência de um câncer de mama.

Ela havia anunciado em agosto de 2020 que tinha sido diagnosticada com a doença, e que o câncer estava em metástase: “”No início do ano eu fui diagnosticada com câncer de mama e há algumas semanas eu recebi a notícia devastadora de que o câncer avançou para outras partes do meu corpo. Atualmente, estou passando por sessões semanais de quimioterapia e estou lutando o máximo que eu posso”, afirmou a cantora na ocasião.

Em 2021, Harding disse que os médicos disseram que ela não deveria viver até o fim do ano.

Harding ficou famosa em 2002, como uma das concorrentes do programa de novos cantores “Popstars: The rivals”. O Girls Aloud foi a banda formada nesse concurso televisivo.

O conjunto emplacou diversas músicas na parada do Reino Unido. Em 2013, a Girls Aloud anunciou seu fim.

Golpe de Estado em Guiné: soldados afirmam que governo e Constituição estão destituídos, mas Ministério da Defesa nega

Soldados que participaram de um levante em Conaky, capital da Guiné, neste domingo (5) afirmaram em uma transmissão em vídeo que eles dissolveram o governo e que a Constituição do país não é mais válida.

O Ministério da Defesa, no entanto, afirma que o ataque ao palácio presidencial, que foi feito por soldados amotinados, foi derrotado.

Houve troca de tiros perto do palácio presidencial em Conakry. Fontes da agência Reuters afirmam que uma unidade de elite do exército, liderada por Mamady Doumbouya, ex-legionário francês, era a responsável pelos ataques.

Transmissão em vídeo
Segundo a agência Reuters, um soldado envolvido em uma bandeira da Guiné, com oito outros militares ao fundo, afirmou em uma transmissão que eles pretendiam formar um governo de transição e que darão mais detalhes no futuro.

Na internet, há vídeos do presidente Alpha Conde cercado de soldados (a agência Reuters não conseguiu confirmar se os vídeos são legítimos).

Ministério de Defesa nega que golpe teve sucesso
O Ministério da Defesa disse que a tentativa de insurgência foi reprimida. “A guarda presidencial, apoiada pelas forças de defesa e segurança leais e republicanas, conteve a ameaça e repeliu o grupo de agressores”, afirmou o ministério em nota.

“As operações de segurança e controle continuam para restaurar a ordem e a paz.”

Vídeos compartilhados nas redes sociais mostraram veículos militares patrulhando as ruas de Conkary. Uma pessoa que trabalha no exército disse que a única ponte que liga o continente ao bairro de Kaloum, que abriga o palácio e a maioria dos ministérios do governo, foi fechada. Muitos soldados, alguns fortemente armados, foram para o lado de fora do palácio, acrescentou a fonte.