Arquivo da categoria: PERNAMBUCO

Recife suspende mais uma vez vacinação em crianças de 3 e 4 anos contra Covid-19 por falta de doses

O Recife suspenderá mais uma vez, a partir desta quarta-feira (30), a vacinação contra a Covid-19 para crianças de 3 e 4 anos. A medida se dá devido à falta de imunizantes da Coronavac, permitido para o público dessa faixa etária. A prefeitura informou que já enviou dois oficios ao Ministério da Saúde cobrando o envio de mais vacinas, mas não obteve retorno.

Esta é a segunda vez que o município precisa interromper a imunização de crianças de 3 e 4 anos. No início de novembro, devido à falta dos imunizantes e sem previsão de recebimento de novas remessas por parte do Ministério da Saúde, a prefeitura precisou suspender a vacinação para essa faixa etária.

O último envio das vacinas da Coronavac foi na quinta-feira (24). Foram enviadas 1.300 doses do imunizante e, devido à pequena quantidade, a vacinação ficou concentrada em apenas cinco Centros de Vacinação. As últimas vacinas em estoque foram utilizadas nesta terça-feira (29).

No momento, 11.769 crianças com 3 e 4 anos foram vacinadas no município, com a primeira dose, representando 27,27% de cobertura vacinal. Dessas crianças, 3.741 (8,66%) já receberam a segunda dose, completando o esquema de vacinação.

Bando é preso após tentar driblar polícia transportando 492 kg de maconha durante jogo do Brasil

Quatro homens foram presos com quase meia tonelada de maconha e 21,5 kg de crack no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife, nessa segunda-feira (28). De acordo com a Polícia Federal (PF), os criminosos tentaram transportar o entorpecente durante a segunda partida do Brasil pela Copa do Mundo, mas foram surpreendidos pela atuação da polícia durante o jogo.

Os integrantes do bando foram autuados por tráfico interestadual de drogas. Eles têm entre 27 e 37 anos, sendo dois motoristas de São Paulo e um costureiro e um vendedor – esses dois últimos, de Pernambuco. Dois deles já foram presos, um por roubos e suspeita de homicídio e o outro por tráfico de drogas. Os outros não têm antecedentes criminais.

A Polícia Militar recebeu informações sobre a chegada de drogas no bairro do Cordeiro e começaram a fazer rondas por volta das 13h. Durante os trabalhos, os policiais abordaram um caminhão com os quatro homens. Eles estavam descarregando caixas de mudanças.

O motorista do caminhão confessou aos policiais que havia droga escondida em diversas caixas. Nas buscas, os agentes encontraram um total de 492,4 quilos de maconha e 21,5 quilos de crack.

Em seguida, os suspeitos receberam voz de prisão em flagrante e foram conduzidos para a Superintendência da Polícia Federal, localizada no Cais do Apolo, para as formalidades legais de Polícia Judiciária, onde foram autuados em flagrante por tráfico interestadual de entorpecentes e, caso venham a ser condenados poderá pegar penas que variam de cinco a 15 anos de reclusão.

“Em seus interrogatórios, os presos informaram que a mercadoria tinha vindo de São Paulo, porém não souberem dizer quem teria repassado a carga. Os dois motoristas paulistas tinha a função de transportar a drogas, enquanto os pernambucanos tinham a função de guarda a droga num imóvel para receber a quantia de R$ 2 mil”, explicou a PF, que acrescentou que quatro das caixas deveriam ficar no Recife e as outras 25 seriam entregues em João Pessoa (PB). “Não sabiam que nas caixas tinha material entorpecente e sim mobílias”, completou a polícia.

Audiência de custódia
Os quatro presos serão encaminhados para audiência de custódia, nesta terça-feira (29). Caso tenham as prisões preventivas confirmadas serão enviados para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na Regiao Metropolitana do Recife.

Duas pessoas morreram por Covid-19 nesse último fim de semana em Pernambuco

Duas mortes pela Covid-19 ocorreram em Pernambuco no último fim de semana. Os óbitos aconteceram no sábado (26) e domingo (27) e foram divulgados no boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) desta terça-feira (29), que também apontou 1.101 novos casos da doença.

Ainda não há informações sobre o perfil dos pacientes que morreram e nem se elas haviam sido vacinadas. Esses detalhes devem ser divulgados pela pasta ao longo do dia.

Com os novos registros, o Estado totaliza 22.472 mortes pela Covid-19.

Dos 1.101 novos casos da doença registrados nesta terça, 30 (2,7%) são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 1.071 (97,3%) são leves.

Agora Pernambuco contabiliza 1.084.285 casos confirmados da Covid-19, sendo 60.232 graves e 1.024.053 leves.

Equipe de transição de Raquel Lyra completa envio de 35 ofícios ao Governo de Pernambuco

A equipe de transição do governo eleito de Raquel Lyra protocolou, nesta segunda-feira (28), mais dez ofícios no Palácio das Princesas em busca de documentos e informações relacionadas a ações da administração estadual. Com o envio de hoje, agora são 35 ofícios enviados à administração Paulo Câmara.

De acordo com a coordenadora do grupo, a vice-governadora eleita Priscila Krause (Cidadania), o grupo trabalha para se aprofundar nas respostas que já chegaram da gestão atual. Entre esses ofícios de hoje, destacam-se solicitação de dados sobre a administração de Fernando de Noronha, atualização sobre os programas de transferência de renda em execução pelo governo estadual e um pedido sobre as ações judiciais relacionadas à saúde, por exemplo.

“Esse é mais um passo importante no processo de transição. A partir do estudo da nossa equipe técnica, fizemos esses 35 ofícios e agora estamos mergulhados na análise minuciosa das respostas que estão chegando, que são fundamentais para um diagnóstico e um planejamento bem feito. A gestão atual tem enviado documentos e está dentro do prazo legal para isso. Nesse momento, além de estarmos atentos aos processos que precisam ser continuados, ou seja, a questão da volta às aulas, estamos preocupados com algumas ações administrativas que trazem impactos para a próxima gestão”, explicou Priscila.

De acordo com a lista dos ofícios enviados desde o dia 12, a equipe de transição de Raquel Lyra está buscando informações de todas as áreas da gestão pública, destacando-se os pontos relativos à saúde, educação, gestão fiscal, segurança e infraestrutura. Na saúde, por exemplo, foram requeridas informações sobre a estrutura e as reformas nas unidades hospitalares estaduais.

Na infraestrutura, o grupo busca informações, por exemplo, sobre dados sobre as requalificações do aeroporto de Noronha, obras de adutoras e situação dos convênios com o Ministério do Desenvolvimento Regional. Na segurança, o gabinete de transição pediu mais informações sobre o Fundo Estadual de Segurança Pública e Defesa Social de Pernambuco (FESPDS) e detalhamentos sobre o sistema penitenciário.

Além dos 44 ofícios enviados ao governo atual, em nome do coordenador da transição por parte do governo, o secretário da Casa Civil, José Neto, foram enviados três ofícios ao Tribunal de Contas do Estado e 27 aos deputados federais no sentido de garantir recursos no Orçamento Geral da União (OGU) para obras e ações custeadas pelo governo federal em 2023.

Marlos vence eleição suplementar em Maraial

As urnas de Maraial confirmaram a vitória de Marlos Henrique (PSB) e garantiram neste domingo (27).

Ele confirmou sua vitória na eleição suplementar para prefeito impondo uma derrota a candidata Tati da Farinha (Avante). Venceu com 376 votos de frente.

Em percentuais, foram 53,31% dos votos, contra 46,69% de Tati da Farinha. Ele fica à frente da gestão municipal até 2024.

O município pernambucano, que possui 9.427 eleitores, elegeu em 2020 Sérgio dos Santos (Avante), conhecido como Sérgio da Farinha. A chapa vencedora daquele pleito, no entanto, foi cassada um ano depois por abuso de poder econômico. Por isso a necessidade de realizar uma nova eleição na cidade.

Inelegível por oito anos, Sérgio escalou a esposa, Tatiana da Silva Rocha, que terminou derrotada no pleito deste domingo.

Amupe lamenta corte do Governo Federal na Operação carro-pipa

A Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) lamenta a decisão do governo federal em cortar recursos da operação Carro-Pipa.

Foi justamente em um dos períodos mais secos do ano que a União decidiu não garantir um direito universal humano: o acesso à água.

Em Pernambuco, 529 mil pernambucanos de 105 municípios ficarão sem água potável. São 1,6 milhão de habitantes do semiárido brasileiro que serão afetados.

Tão logo, as associações de municípios do Nordeste já estão em contato com a Confederação Nacional de Municípios (CNM) para viabilizar uma audiência com o Ministério do Desenvolvimento Regional, a fim de reverter essa situação caótica que afeta o desenvolvimento humano e econômico das regiões atingidas.

Menino de 8 anos morre vítima da Covid-19 no Recife; criança não havia tomado nenhuma dose de vacina

Um menino de 8 anos, que morava no bairro de Campo Grande, Zona Norte do Recife, morreu vítima da Covid-19, no último domingo (20). Segundo a Secretaria de Saúde da capital pernambucana (Sesau), ele não havia recebido nenhuma dose de imunizante contra a doença, além de ter asma e diabetes.

Desde o início da pandemia de Covid-19, 98 crianças de 0 a 9 anos morreram da doença no Estado.

Ainda de acordo com a Sesau, o menino começou a apresentar sintomas no último dia 9. Ele tinha quadro de febre, tosse e desconforto respiratório.

Na última quinta-feira (17), ele deu entrada em um hospital particular e, posteriormente, foi transferido para a UTI do Hospital Infantil Jorge de Medeiros, unidade de saúde localizada no bairro da Encruzilhada, Zona Norte do Recife.

O menino morreu no Jorge de Medeiros e a causa como Covid-19 foi confirmada pelo critério laboratorial.

A morte do garoto, que não recebeu nenhuma dose de vacina, reacende, mais uma vez, o alerta para a imunização de crianças.-

Em todo o Estado, segundo os dados mais recentes da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), de quarta-feira (23), 802.630 crianças receberam a primeira dose da vacina – uma cobertura equivalente a 53,99%. A taxa da segunda dose é ainda mais baixa: apenas 520.810 voltaram aos postos para receber o reforço – cobertura de 35,03%. No Recife, a cobertura de primeira dose entre crianças é de 61,64%. A segunda chegou a 38,44% dos pequenos da capital.

Paulo Câmara repudia episódio envolvendo repórter da FolhaPE e voluntárias pernambucanas no Catar

Após o lamentável episódio envolvendo o correspondente da Folha de Pernambuco no Catar, Victor Pereira, e as voluntárias pernambucanas que tiveram a bandeira do Estado confiscada, nesta terça-feira (22), o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), usou as redes sociais para falar sobre o ocorrido.

A bandeira de Pernambuco, que possui um arco-íris, foi confundida com o símbolo LGBTQIA+.

Através de nota em sua conta oficial no Instagram, o governador repudiou o episódio. Na visão do gestor, ao apreenderem a bandeira pernambucana, “os policiais enxergaram exatamente o que nossa bandeira representa: liberdade, diversidade e união”.

Confira a nota na íntegra:

“Nossa solidariedade ao jornalista pernambucano Victor Pereira. Victor está cobrindo a Copa do Catar e teve a bandeira de Pernambuco que carregava apreendida pelas autoridades daquele país. Os policiais enxergaram exatamente o que nossa bandeira representa: liberdade, diversidade e união. Valores que temos orgulho de levar aos quatro cantos do mundo.”

Governo de Pernambuco autoriza 5ª dose da vacina contra Covid-19 para idosos com 80 anos ou mais

O Governo de Pernambuco anunciou, nesta segunda-feira (21), que dará início à aplicação da terceira dose de reforço – ou quinta dose no geral – de vacina contra a Covid-19. A medida vale para idosos com idade a partir de 80 anos, que podem começar a ser imunizados a partir desta quarta-feira (23).

No Estado, o público estimado nesta faixa etária é 264 mil pessoas. A decisão foi tomada em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que inclui a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) e as prefeituras das cidades pernambucanas, com o apoio dos especialistas membros do Comitê Estadual de Acompanhamento da Vacinação.

Ainda segundo o órgão, um levantamento técnico da secretaria mostra que a maior parte dos internados por Covid-19 nos leitos de terapia intensiva são pacientes que estão nesta faixa etária contemplada.

“Considerando que os idosos acima de 80 anos sofrem com a imunossenescência, perda progressiva da imunidade associada ao avanço da idade, o que é um grande fator de risco para adoecimentos graves pela Covid-19, Pernambuco decide, neste momento, autorizar a aplicação de uma terceira dose de reforço nesta população, garantindo, assim, uma proteção mais robusta aos nossos idosos. Sabemos, também, que o cenário atual aponta uma falta de disponibilidade, por parte do Governo Federal, de imunizantes que atendam toda a população”, ressalta o secretário estadual de Saúde, André Longo.

As vacinas usadas para a quinta dose são as da Pfizer e serão enviadas na quarta-feira (23) para as Gerências Regionais de Saúde (Geres), onde ficarão à disposição dos municípios.

Segundo a superintendente de Imunizações de Pernambuco, Ana Catarina Melo, para tomar a quinta dose, o idoso precisa ter tomado a quarta há, no mínimo, quatro meses. “Se não [tiver tomado nesse intervalo], as equipes devem orientar a pessoa ou seus cuidados a voltar em tempo oportuno para aplicação desta terceira dose de reforço”, explica.

Subvariantes
Outro fator que pesou a favor da decisão de aplicar o terceiro reforço nos idosos é a disseminação da BQ.1 e da XBB, subvariantes da ômicron, no Estado.

O pediatra e membro do Comitê Estadual de Acompanhamento da Vacinação, Eduardo Jorge Fonseca, alerta que essas novas cepas são, especialmente, “evasivas” à resposta imune gerada pelas vacinas.

“O ideal seria que já tivéssemos disponíveis no Brasil as vacinas bivalentes que incluem, ao menos, as subvariantes BA.4 e BA.5 da Ômicron. Entretanto, na sua ausência, existem evidências que novos reforços com a vacina da Pfizer, induzem melhoria da proteção imunológica. Por isso, esta é uma decisão baseada no bom senso, na ciência e nas experiências relatadas por outros países”, argumenta.

Raquel Lyra e Priscila Krause recebem medalha do Ministério Público de Pernambuco

O procurador-geral de justiça do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Paulo Augusto de Freitas Oliveira, recebeu, na manhã desta sexta-feira (18), a governadora e a vice-governadora eleitas do estado, Raquel Lyra (PSDB) e Priscila Krause (Cidadania).

O encontro aconteceu com o objetivo de antecipar a entrega da Medalha Roberto Lyra para as duas agraciadas, uma vez que a governadora eleita estará viajando no dia 23 de novembro, quando as demais personalidades receberão a homenagem, dentro da programação da Semana do Ministério Público.

“A Comissão da Medalha Roberto Lyra decidiu, por unanimidade, conceder a honraria a primeira governadora eleita de Pernambuco, Raquel Lyra, e sua vice-governadora, Priscila Krause. Diante de compromissos previamente agendados, Raquel antecipou o recebimento. É uma grande honra para o Ministério Público poder agraciar, pelos serviços prestados à sociedade, duas mulheres que farão parte dos rumos do nosso estado daqui para frente, construindo pontes e mudando a realidade das pessoas”, destacou o procurador-geral de justiça.

A governadora eleita fez questão de agradecer pela homenagem recebida.

“Agradeço a oportunidade de poder, por uma trajetória de vida dedicada ao serviço público, receber uma honraria tão importante. Isso só nos traz ainda mais responsabilidade no compromisso que temos de fazer o certo, de estar perto de quem mais precisa e garantir o respeito ao patrimônio e ao dinheiro público, para que as pessoas possam ser contempladas através do nosso trabalho”, declarou Raquel Lyra.

A Medalha Roberto Lyra é a maior honraria do MPPE. O promotor era um pernambucano que se fixou no Rio de Janeiro e ficou conhecido como o príncipe dos promotores. Ele se tornou um símbolo do papel aguerrido do Ministério Público.

A honraria é entregue anualmente a personalidades do Estado e do país que tenham se destacado pelos serviços prestados à sociedade. Este ano, a solenidade de entrega das medalhas acontecerá no dia 23 de novembro, no Auditório da Esmape.

Priscila Krause apresenta prioridades e diz que transição terá um calendário

As equipes de transição do governo eleito de Raquel Lyra e do atual governo Paulo Câmara se reuniram, na tarde desta quinta-feira (17), no Recife. Na ocasião, foram discutidos assuntos para aprofundamento de diagnósticos e planejamento dos primeiros meses do futuro governo.

Coordenadora da equipe de transição, a vice-governadora eleita, Priscila Krause, ressaltou que o início das aulas no próximo ano, a situação fiscal, o aumento dos casos de Covi-19 e o carnaval são alguns pontos de atenção para o planejamento.

Estiveram presentes na reunião o coordenador de transição do atual governo e secretário da Casa Civil, José Neto; os secretários Décio Padilha (Fazenda), Alexandre Rebelo (Planejamento) e Marília Lins (Administração), além da procuradora-geral adjunta, Giovana Andréa Gomes.

“Temos nos debruçados nos indicativos de questões fiscais, administrativas e sociais de Pernambuco. A prioridade é fazer um processo com diálogo e transparência. A equipe do governo fez um panorama, trouxe o início das respostas que pedimos do que existe hoje no estado. Agora, vamos fazer um calendário temático para coletar informações mais profundas por secretarias e áreas prioritárias”, detalhou Priscila.

Já o secretário José Neto afirmou que o Governo do Estado está tendo responsabilidade fiscal e que as finanças estão organizadas. “Tivemos uma apresentação do secretário da Fazenda, em que ele detalhou os números do governo e assegurou que o estado está numa boa saúde fiscal”, afirmou.

O gestor destacou ainda que o atual governo irá fornecer todas as informações solicitadas com a maior celeridade possível, antecipando-se ao prazo limite de 15 dias. “A creditamos que praticamente todos os dias teremos novas informações a serem transmitidas, sem prejuízo do agendamento de novas reuniões para tratar assuntos mais específicos”, acrescentou.

Priscila também destacou que as solicitações enviadas ao Governo do Estado estão dentro do prazo de 15 dias. “O que reforcei com o secretário José Neto, a partir da orientação da governadora eleita, Raquel Lyra, é de tentar agilizar esse processo e que, na medida que as informações estiverem prontas, já possam ser enviadas”, concluiu.

Por parte do governo eleito, estiverem presentes: Túlio Vilaça, Carolina Cabral, Fernando de Holanda, Manoel Medeiros Neto, Ana Maraiza de Sousa, Bárbara Florêncio, Nayllê Rodrigues, advogada e João Victor Falcão.

Governadora eleita, Raquel Lyra se reúne com deputados estaduais e defende diálogo e união por Pernambuco

A governadora eleita, Raquel Lyra, e a sua vice Priscila Krause se reuniram, na quarta-feira, 16 de novembro, com os deputados estaduais desta e da futura legislatura. O encontro aconteceu em um hotel no bairro de Boa Viagem, no Recife.

“Logo após a finalização das eleições, desarmamos os palanques e estamos aqui sem enxergar cores partidárias. E essa é uma reunião de aproximação, tendo como base o diálogo e a união em torno de um propósito só, que é fazer Pernambuco voltar a crescer com mais igualdade, sem deixar ninguém para trás”, afirmou Raquel, lembrando que também esteve reunida com a bancada federal, semana passada, em Brasília.

De acordo com a governadora eleita, o evento também foi importante, visto que, ainda este ano, haverá a necessidade de apresentação de projetos de lei para a Assembleia Legislativa e no início do ano que vem também, a exemplo do Mães de Pernambuco.

“Esse programa nós temos que tratar com urgência, pois consiste na transferência de renda para mães de crianças de 0 a 6 anos que estão em situação de pobreza”, explicou.

Raquel afirmou ainda que não tem dúvidas que as conversas entre o Executivo e o Legislativo estadual serão tratadas com muita transparência, “colocando na frente as prioridades do povo do nosso estado e garantindo que Pernambuco possa viver um momento diferente nesses próximos quatro anos.”

Para Priscila, esse encontro é mais um processo que faz parte da transição.

“Junto a Raquel, estamos abrindo as portas de um governo que se inicia e dizer que o nosso diálogo se dará de forma permanente. Estamos definindo a estrutura do governo para apresentar à Alepe, para que, a partir do dia 1° de janeiro, a gente possa, de fato e de direito, começar o trabalho para que fomos eleitas, realizando os compromissos com a nossa gente”, concluiu Priscila, que vem coordenando a transição de governo.

Estiveram presentes 56 deputados, desta e da futura legislatura, entre eles o presidente da Alepe, Eriberto Medeiros. A senadora eleita, Teresa Leitão, também esteve presente.

PRF identifica 13 lideranças do movimento de bloqueios golpistas em rodovias de Pernambuco

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) identificou 13 lideranças dos atos que resultaram em bloqueios golpistas em rodovias de Pernambuco. Segundo a corporação, essas pessoas listadas demonstraram “certo grau de influência nos movimentos”.

Os protestos foram organizados por eleitores do presidente Jair Bolsonaro (PL) contrários ao resultado das eleições, que elegeu o ex-presidente Lula (PT) para um terceiro mandato. Os atos também foram marcados por pautas inconstitucionais, como o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF) e uma intervenção militar.

Segundo a PRF, além da organização, esses envolvidos trabalharam no financiamento, distribuição e na logística de mantimentos e equipamentos de som. Também fizeram pronunciamentos instigando os demais manifestantes. No documento, a PRF não informou qual foi o encaminhamento adotado em relação a essas pessoas. Um casal mencionado também teria acionado rojões no momento em que um helicóptero da PRF sobrevoava a área da manifestação.

O levantamento incluiu lideranças dos movimentos em seis cidades do estado: Recife, Jaboatão dos Guararapes, Igarassu, Caruaru, Belo Jardim e Taquaritinga do Norte.

A lista foi elaborada pelo serviço de inteligência da PRF no estado no dia 7 de novembro.

Entre o segundo turno das eleições e o dia 6 de novembro, Pernambuco teve 11 pontos de bloqueio nas rodovias federais, segundo o relatório da PRF. Além das cidades citadas, ocorreram manifestações em Goiana, Palmares, Paudalho, Toritama. O único município em que as interrupções ocorreram em mais de uma rodovia foi Caruaru, no Agreste. Lá, os bloqueios foram montados na BR-232 e na BR-104.

Na cidade do Agreste, Junior Cesar Peixoto ficou pendurado em um caminhão por quilômetros após tentar impedir o veículo de furar o bloqueio.

No dia 3 de novembro, a PRF divulgou que todos os pontos de bloqueio em Pernambuco haviam sido liberados.

Manifestantes ainda estavam em frente ao Comando Militar do Nordeste (CMNE), na BR-232, no Recife, mas sem interromper o trânsito.

Antes disso, a corporação emitiu mais de 100 multas e rebocou carros estacionados de forma irregular nos protestos.

No Recife, um pai foi detido após abandonar os filhos, de 7 e 11 anos, dentro do carro, para participar de um dos bloqueios.

Em Igarassu, a manifestação afetou serviços públicos, como a circulação de ônibus, a vacinação contra a Covid-19 e a realização de aulas nas escolas.

Outros órgãos

Por meio de nota, a Corregedoria da Secretaria de Defesa Social (SDS) informou que abriu um processo administrativo disciplinar para apurar possíveis condutas irregulares de policiais militares pernambucanos durante os atos. A SDS não disse qual foi o envolvimento deles nas manifestações.

O Ministério Público Federal (MPF) disse que as apurações sobre o tema se encontravam sob segredo de justiça. Já o Ministério Público do Trabalho (MPT) afirmou não estar investigando os bloqueios.

Vigilante é assassinado a pauladas em campus da UFRPE, no Recife; instituição lamenta morte

A Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) lamentou, nesta quarta-feira (16), a morte do vigilante Manoel da Silva Santos, de 47 anos, assassinado a pauladas enquanto trabalhava na madrugada da terça (15), no Recife.

Segundo nota divulgada pela universidade, o segurança, que prestava serviço como funcionário terceirizado da empresa Inteligência, tinha acabado de realizar uma ronda de moto no campus de Dois Irmãos, na Zona Norte da Capital, quando foi surpreendido por um homem, que, vindo da entrada por trás do prédio, começou a agredi-lo com pauladas. Enquanto desferia os golpes, o agressor roubou a arma do vigilante.

Nesse momento, o colega que estava no banheiro, e fazia com dupla com Manoel no posto de vigilância apareceu, flagrando a ação. O homem fugiu do local, e a vítima foi levada para uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). De lá, o vigilante foi encaminhado para o Hospital da Restauração, na área central da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

A UFRPE informou ainda que disponibilizará um ônibus para o transporte de amigos e familiares ao sepultamento, ainda sem data e hora marcada. A instituição também ressaltou que todas as diligências junto à empresa tercerizada e às polícias Militar, Civil e Federal foram tomadas e se solidarizou com a família de Manoel. “A Administração da UFRPE reforça o seu reconhecimento pelo excelente trabalho de Manoel e por todos os nossos agentes de segurança”, afirmou.

Por nota, a Polícia Civil disse que registrou a ocorrência por meio da Força Tarefa de Homicídios da Capital como roubo seguido de morte/latrocínio.

“A vítima, um homem com 47 anos, segundo relatos de testemunhas, trabalhava como segurança de um estabelecimento de ensino pública, em Dois Irmãos, com outro colega que teria ido ao banheiro e ao retornar a vítima estaria em luta corporal com um desconhecido que o atingiu na região da cabeça e teria tomando sua arma, fugindo em seguida. A vítima foi levada a uma unidade hospitalar, porém não resistiu. As investigações seguem até elucidação do crime. Mais informações não podem ser repassadas no momento para não atrapalhar o curso das diligências”, concluiu a corporação.

Raquel Lyra pediu aos deputados recursos para Adutora do Agreste e BR-232, diz Fernando Rodolfo

Entrevistado pelo Folha Política, na Rádio Folha FM 96,7, o deputado federal Fernando Rodolfo (PL) afirmou nesta segunda-feira (14) que a governadora eleita Raquel Lyra (PSDB) solicitou duas ações para os recursos que cada parlamentar possui para destinar ao Estado.

Segundo ele, parte dos recursos direcionados ao Governo do Estado servirá para concluir ações importantes no Estado. “A bancada pernambucana irá destinar recursos para a Adutora do Agreste e o trecho da BR-232, que vem de Caruaru a Recife”, disse o parlamentar.

A nível nacional, o deputado considerou que a eleição do futuro presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi benéfica para quem compõe o Congresso Nacional. “Ele não terá a maioria na Câmara e no Senado. Isso vai força-lo a ter um diálogo mais constante com os partidos nas duas casas”, garantiu. “O Congresso será protagonista nos próximos quatro anos, pois a última palavra é da Câmara e do Senado”, continuou.

Apesar de o PL ser oposição, Fernando Rodolfo garantiu que irá votar a favor da PEC da Transição, desde que não prejudique os rumos do Brasil. “O meu partido vai votar favoravelmente ao País. Já temos o posicionamento do presidente (Waldemar Costa Neto) para isso”, frisou.

Raquel Lyra e Eduardo Leite trocam experiências em reunião com equipe de transição

A governadora eleita, Raquel Lyra (PSDB), e sua vice Priscila Krause (Cidadania) receberam, nesta sexta-feira (11), o governador reeleito do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), em uma reunião com a equipe de transição.

O encontro ocorreu no escritório de transição, que funciona na sede da Caixa Econômica, no bairro de Santo Amaro.

Raquel falou sobre a importância de trocar experiências para a sua futura gestão. “O primeiro ano de gestão é fundamental para começar as transformações necessárias. Mais que um grande amigo, Eduardo conseguiu realizar entregas importantes e agora empresta um pouco da sua visão para nos ajudar a mudar de fato a vida dos pernambucanos, começando pelo combate à desigualdade. Esse é o nosso principal desafio”, frisou.

“Rio Grande do Sul e Pernambuco têm muito a aprender em conjunto. Com a equipe da governadora eleita de Pernambuco, Raquel Lyra, pudemos trocar ideias sobre gestão, transição e projetos. Levaremos pro Rio Grande do Sul bons caminhos e o canal aberto para diálogo permanente com Pernambuco”, destacou Eduardo Leite.

Coordenadora da Equipe de Transição, Priscila ressaltou que tem dialogado com o governo do Estado.

“O objetivo da equipe de transição é reunir o maior e mais aprofundado conjunto de informações possível, possibilitando um diagnóstico bem feito, para que iniciemos os trabalhos em primeiro de janeiro já com ações estruturadas”, concluiu.

TRE-PE decide por nova eleição para vereadores de Tacaimbó

Em sessão plenária nesta sexta-feira (11), o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) aprovou, por maioria, a realização de novas eleições suplementares proporcionais para a escolha de vereadores do município de Tacaimbó, agreste do estado. Cinco dos nove representantes eleitos daquela Câmara Municipal tiveram seus mandatos cassados por fraude à cota de gênero nas eleições de 2020. É a primeira vez que uma eleição suplementar proporcional acontecerá em Pernambuco.

O desembargador eleitoral Adalberto de Oliveira Melo, relator do caso, considerou as candidaturas de uma representante do PSB e duas do PT como fictícias em decorrência da ausência de atos de campanha, ausência de votos, entre outros elementos. Ficou comprovado que uma das candidatas em questão pediu, inclusive, voto para candidato concorrente ao mesmo cargo postulado.

Com a constatação de fraude, houve cassação dos registros e o TRE considerou nulos todos os votos atribuídos aos candidatos eleitos dos dois partidos, provocando perda de mandato de dois vereadores eleitos pelo PSB (Edvaldo José de Macedo e Fagno José de França) e três pelo PT (Mardones dos Santos Quaresma, Givanildo João da Silva e Nadilson Nunes da Silva).

Como a anulação atingiu mais da metade da votação proporcional, foi decidida, por quatro votos a três, prevalecendo o entendimento da desembargadora eleitoral Mariana Vargas, a realização de novas eleições proporcionais para a Câmara de Vereadores de Tacaimbó. Até lá, o órgão deverá permanecer funcionando com a atual composição.

A medida cabe recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Candidato a deputado estadual e coordenador de campanha são alvos de operação da PF contra corrupção

Um político que foi candidato a deputado estadual por Pernambuco nas eleições deste ano e o coordenador de campanha dele são alvos da operação Dois Unidos, da Polícia Federal, que cumpre dois mandados de busca e apreensão nos bairros do Parnamirim e Jaqueira, na Zona Norte do Recife, na manhã desta sexta-feira (11).

Os suspeitos, que não tiveram os nomes divulgados, estão sendo acusados de corrupção eleitoral. De acordo com a PF, as investigações iniciaram após a circulação viral de um vídeo no WhatsApp que mostra diversos eleitores reivindicando pagamento por terem votado no tal candidato que concorria ao cargo de deputado estadual.

De acordo com a PF, nas imagens, feitas após o 1º turno das eleições deste ano, os eleitores apresentam seus respectivos comprovantes de votação como prova.

A corporação informou ainda que, após realizadas diligências preliminares, foi identificado o suposto arregimentador/coordenador da campanha e o respectivo candidato envolvido. A polícia também descobriu que o vídeo foi produzido por eleitores de Dois Unidos, na Zona Norte do Recife.

Os mandados foram expedidos pela 9ª Zona Eleitoral de Pernambuco e buscam obter novos elementos de prova que confirmem o modus operandi dos investigados e identificar outros possíveis envolvidos.

Segundo a PF, os investigados respondem pelo crime de corrupção eleitoral, tipificado no art. 299 do Código Eleitoral, cuja pena pode chegar a 4 anos de prisão, multa, além de outros ilícitos eleitorais.

Equipe de transição de Raquel Lyra solicita primeiras informações ao governo Paulo Câmara

A coordenadora da equipe de transição da governadora eleita Raquel Lyra (PSDB), a vice-governadora eleita Priscila Krause (Cidadania), protocolou no início da tarde desta quinta-feira (10), no Palácio do Campo das Princesas, o primeiro ofício solicitando uma série de informações e documentos ao governo de Pernambuco, incluindo todos aqueles listados pela lei complementar estadual nº 260, de 2014, que regulamenta a transição de governos.

O ofício foi dividido em cinco seções, detalhando demandas nas áreas de finanças públicas; planejamento e gestão; controle; estratégia governamental e, por fim, estrutura administrativa e de gestão de pessoas. No conjunto, são listadas 71 demandas.

Segundo Priscila Krause, o objetivo da equipe de transição é fazer um trabalho baseado nas premissas da transparência e do diálogo, sendo os dados requeridos fundamentais para a construção do diagnóstico por parte do novo governo. “Enviamos esse primeiro ofício reunindo um conjunto de informações relevantes para a construção do diagnóstico que necessitamos para o início do governo.”

A recomendação da governadora é aprofundarmos o estudo sobre a situação do estado para que o novo governo se inicie com o máximo de informações possível”, registrou Priscila, acrescentando que a equipe trabalha para apresentação em breve de solicitações temáticas mais específicas.

Além da programação de reuniões internas da equipe de transição da governadora Raquel Lyra, a programação de trabalho dessa sexta-feira (11) inclui uma visita da coordenadora do grupo ao presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), conselheiro Ranilson Ramos.

Priscila Krause entrega lista da equipe de transição de Raquel. Confira os nomes

A vice-governadora eleita de Pernambuco, Priscila Krause (Cidadania), entregou ao coordenador de transição do governo Paulo Câmara, o secretário da Casa Civil, José Neto, o documento assinado pela governadora eleita, Raquel Lyra (PSDB), em que oficializa sua coordenação e os nomes que integrarão a equipe responsável pelo processo da troca de gestão. A reunião ocorreu na manhã desta quarta-feira (9), no Palácio do Campo das Princesas.

Priscila entregou pessoalmente o documento e conversou sobre como será realizada a transição.

“Oficializamos, hoje, o início da transição junto ao coordenador do governo, secretário José Neto, para que possamos seguir adiante com os trabalhos. A determinação da governadora é fazer uma transição que seja exemplo para o país”, destacou Priscila.

Além da vice eleita como coordenadora, a equipe de transição de Raquel Lyra conta com oito especialistas que vão se aprofundar nas questões sociais, fiscais, orçamentárias, econômicas e administrativas de Pernambuco.

De acordo com Priscila, a data para a primeira reunião das equipes dos governos será marcada nos próximos dias, conforme disponibilidade do escritório de transição.

Conheça a equipe de transição da governadora eleita, Raquel Lyra:

Priscila Krause, vice-governadora eleita

Túlio Vilaça, advogado

Eduardo Vieira, administrador

Carolina Cabral, publicitária

Fernando de Holanda, publicitário

Manoel Medeiros Neto, economista e jornalista

Ana Maraiza de Sousa, advogada

Bárbara Florêncio, advogada

Nayllê Rodrigues, advogada e administradora

José Patriota será reconduzido à presidência da Amupe

A Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) convocou todos os 184 prefeitos e prefeitas para mais uma assembleia extraordinária, a ser realizada nesta segunda-feira (7), às 8h, na sede da Associação.

Em pauta, a recondução de José Patriota para a presidência, que volta à Amupe após a disputa nas eleições gerais deste ano. A reunião também terá assinatura de convênios com o Sebrae e apresentação de proposta de licenciamento ambiental via consórcio público, além das atualizações da pauta municipalista em Brasília.

Pioneiro na região Nordeste, o convênio Amupe/Sebrae já teve seu lançamento nas regiões Sul e Sudeste. No Nordeste, a Amupe é a única entidade que vai executá-lo, após grande articulação do presidente José Patriota. O projeto contribuirá para o desenvolvimento econômico-social local e modernização da gestão pública nos municípios pernambucanos.

Na assembleia também será apresentada a proposta de licenciamento ambiental por meio do Consórcio dos Municípios Pernambucanos (Comupe), que visa otimizar o processo e baratear os custos. A expectativa é concluir o estudo e definir as diretrizes para posterior execução da proposta a partir de 2023.

Em Brasília, a pauta municipalista avança e os gestores municipais pedem a promulgação da PEC 122/2015, que proíbe criação de despesas para os municípios sem a devida previsão orçamentária, além do requerimento de 1,5% adicional de 1,5% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para cobrir despesas. Também será anunciada a XXIV Marcha de Prefeitos em Brasília, que acontecerá de 27 a 30 de março.

Raquel Lyra critica bloqueio de estradas e diz que País precisa “seguir em frente”

A governadora de Pernambuco eleita, Raquel Lyra (PSDB), se posicionou sobre as manifestações de rua contestando o resultado das eleições presidenciais. A tucana afirmou que os protestos não são “algo bom para o país” e “tá na hora do Brasil seguir em frente”.

As manifestações bloqueando estradas ocorrem desde a última segunda-feira (31), após o resultado. No final da tarde, o presidente Jair Bolsonaro (PL) se manifestou condenando os métodos dos protestos.

Santa Cruz do Capibaribe é única cidade de Pernambuco onde Bolsonaro venceu Lula

Em Pernambuco, estado onde o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nasceu, o presidente Jair Bolsonaro (PL) venceu, neste segundo turno, em apenas uma cidade – Santa Cruz do Capibaribe, terceira maior do Agreste. O resultado repetiu o cenário do primeiro turno.

No município, conhecido por seu polo de confecções, Bolsonaro teve 52,12% dos votos válidos, equivalente a 26.632. Já Lula, que teve a maioria em todas as outras 183 cidades pernambucanas e em Fernando de Noronha, ficou com 47,88% dos votos, um total de 24.462.

No primeiro turno, Bolsonaro somou 24.637 votos em Santa Cruz do Capibaribe, equivalente a 48,31% dos votos totais. Em segundo lugar, Lula teve 23.517 votos, uma diferença de 1.120 votos. O petista teve 46,11% do total.

No mês de setembro, a duas semanas do primeiro turno, Bolsonaro esteve em Santa Cruz do Capibaribe, onde participou de uma motociata ao lado dos candidatos do PL ao Governo de Pernambuco e ao Senado Federal, respectivamente, Anderson Ferreira e Gilson Machado – ambos não foram eleitos .

Votação em 2018
Em 2018, Santa Cruz do Capibaribe também foi a única cidade de Pernambuco a dar a vitória a Bolsonaro – e nos dois turnos.

No primeiro turno, o então candidato pelo PSL obteve 45,64% dos votos contra 26,24% de Fernando Haddad (PT). No segundo, a diferença foi de 53,83% x 46,17%, ou 23.044 x 19.765 votos.

Governadora eleita, Raquel Lyra diz que vai ‘trabalhar para todos’ e aponta compromissos ‘inegociáveis’

A primeira governadora eleita ao governo de Pernambuco, Raquel Lyra, do PSDB, disse em entrevista à TV Globo, nesta segunda-feira (31), um dia após vencer no primeiro turno das eleições, que vai governar para todos os pernambucanos e cumprir o que foi prometido no seu plano de governo, o que chamou de “compromissos inegociáveis”.

“Eu sempre disse que o maior desafio do nosso estado era unir Pernambuco e conseguir estar com pessoas que pudessem pensar de jeitos diferentes. A gente não precisava de unanimidade, precisava de consenso. […] Agora é trabalhar para todos os pernambucanos”, declarou.

Na primeira vez no Brasil em que duas mulheres disputaram o segundo turno numa eleição para governo do estado, Raquel foi eleita com 3.113.415 votos, o correspondente a 58,70% dos votos válidos. A adversária dela, Marília Arraes, do Solidariedade, obteve 2.190.264 votos – 41,30% dos válidos.

A eleição de Raquel pôs fim a uma sequência de 16 anos de mandatos do PSB à frente do governo de Pernambuco. Na chapa, Priscila Krause (Cidadania) foi eleita vice-governadora de Pernambuco. Esta também é a primeira vez no Brasil em que uma chapa composta por duas mulheres vence a disputa por um governo estadual.

Durante a entrevista, ao lado da vice-governadora eleita, Raquel Lyra eleita prometeu concluir obras, gerar empregos e investir na criação de creches e na educação. Também disse que iria ter representatividade feminina no seu governo e desenvolver políticas públicas voltadas para a população LGBTQIA+, além investir no turismo e na cultura, entre outros setores.

Ela negou que tenha declarado que votou em Lula na disputa mais acirrada desde a redemocratização. Apoiada tanto por políticos de esquerda quanto por representantes de extrema direita, afirmou que irá formar um secretariado técnico e cumprir o que prometeu, independente do posicionamento dos apoiadores.

“Vamos montar um time que seja capaz de, com sensibilidade política, entregar os resultados que a população precisa. Aquilo que é nosso guia, que está no plano de governo, que são valores inegociáveis e compromissos inegociáveis com a nossa população”, afirmou.