‘É algo humilhante, isso tem que parar’, diz mulher que desmaiou após ser acusada de roubo em loja de roupas em Salvador

A recepcionista Fernanda Rodrigues, de 42 anos, fala sobre o sentimento com que passou a conviver após ter sido acusada de roubo dentro da loja de roupas Renner, do Shopping Bela Vista, em Salvador. Diante da acusação e da situação ela teve um pico de pressão, caiu na loja e fraturou o pé.

“Eu não vou mais andar nos lugares como eu andava antes. Toda vez que eu toco nesse fato, eu não consigo relatar sem chorar. É algo humilhante, isso tem que parar”, disse Fernanda Rodrigues.

O caso aconteceu na sexta-feira (20) e é investigado pela Polícia Civil. De acordo com Fernanda Rodrigues dos Santos, um segurança do estabelecimento a acusou de ter furtado produtos da loja junto com uma outra mulher.

“Quer dizer que você está roubando a loja junto com essa mulher? Eu disse: ‘ Como é que é?’ Você viu?’ Ele falou: Eu vi. As câmeras estão aí para provar”, relembra Fernanda.

O caso aconteceu por volta das 14h30. Ela afirma que não conhece a suspeita e que estava na loja sozinha. A recepcionista contou que foi informada pela gerente da loja que o segurança foi demitido.

Foi então que Fernanda mostrou à reportagem da TV Bahia, áudios enviados pela gerente da loja, onde a mesma afirma que fez o desligamento do segurança, porque tinha confirmado o relato nas câmeras.

Nos áudios, a gerente da Renner fala que quando olhou as imagens, comunicou a central e fez o desligamento do funcionário.

Fernanda desabafa e diz: “Infelizmente isso só acontece com a pele negra. Se eu fosse clara, ele não ia fazer isso”.

Em nota, a Polícia Civil informou que o caso é investigado pela 11ª Delegacia Territorial (DT)/Tancredo Neves. De acordo com o registro, a Fernanda foi abordada e acusada de roubo pelo segurança da loja, que pediu para a cliente sair do estabelecimento.

A polícia afirmou que além da vítima e do segurança, outros funcionários da loja devem prestar depoimento na delegacia.

Em nota, a empresa afirmou que apurou imediatamente o caso e seguiu seu protocolo para relatos de casos de discriminação.

O advogado da recepcionista, Marcos Allan, conta que identificou diversos crimes na abordagem.

“Nós verificamos ali uma abordagem discriminatória, preconceituosa, fundamentada em uma discriminação racial. Nesse momento, também identificamos a prática do crime de calúnia”, afirmou.

O Shopping Bela Vista também se pronunciou sobre o caso e disse que prestou atendimento médico à cliente e ofereceu toda a assistência necessária enquanto ela esteve no empreendimento.

Conforme o Shopping Bela Vista, a mulher fez o registro da queixa na Central de Atendimento ao Cliente e o centro comercial aguarda a apuração dos fatos.

O Bela Vista reiterou ainda que não compactua, tolera e repudia quaisquer atitudes discriminatórias e reforçou que tem um posicionamento democrático e de acolhimento à diversidade.

Paola Carosella critica quem apoia Bolsonaro: ‘escroto ou burro’; bolsonaristas atacam chef na web

A chef argentina Paola Carosella chamou de “escroto” e “burro” as pessoas que ainda apoiam o governo Bolsonaro em 2022. A declaração foi feita durante um episódio do podcast DiaCast, ao ser perguntada sobre como ela lida com bolsonaristas.

“Não lido mais. Na família do meu sócio, tinham alguns, mas já mudaram. (…) Fica muito difícil se relacionar com alguém que [ainda apoia o Governo Bolsonaro]. Por dois motivos: ou porque é um escroto ou porque é burro”, afirmou a chef.

Carosella concluiu sua fala dizendo que o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), “não faz a mínima ideia do que está fazendo” e está lutando contra um “comunismo que não existe”.

“Eu acho que ficou muito claro que não teve nunca um programa de governo, que não faz a mínima ideia do que está fazendo, que está lutando contra um comunismo que não existe (…) Cadê o comunismo? Qual comunismo? Quando o Brasil foi comunista? Em que momento?”, disse.

A fala não foi bem recebida pelos apoiadores do governo, que se manifestaram nas redes sociais. O ex-secretário de Cultura do Governo Federal Mario Frias sugeriu que Paola, que é da Argentina e naturalizada brasileira, voltasse para seu país de origem.

“A pergunta que não quer calar: porque a Paola Carosella não volta para a Argentina? O sistema político que ela quer para o Brasil já foi implantado com sucesso na no seu país, a solução é simples, é só voltar pra lá”, afirmou Mario Frias em um tuíte.

Já o lutador de MMA, Renzo Gracie, apoiou um boicote a um restaurante que Paola é proprietária em São Paulo.

“Paola Carosella do Masterchef da Band. Vamos ver como vai ficar o restaurante dela, Arturito, na Pinheiros. Vai ter que voltar para a Argentina, Paola”, publicou o lutador em sua conta.

Por causa da repercussão, a página do restaurante Arturito no Google começou a ser mal avaliada por bolsonaristas. Eles deixavam seus comentários citando a declaração que ela fez no podcast.

Brasil registra 47 mortes por Covid; média móvel volta a ficar abaixo de 100

O Brasil registrou nesta segunda-feira (23) 47 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 665.727 desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 96 –foi a primeira vez em 10 dias. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -1%, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença.

Brasil, 23 de maio
Total de mortes: 665.727
Registro de mortes em 24 horas: 47
Média de mortes nos últimos 7 dias: 96 (variação em 14 dias: -1%)
Total de casos conhecidos confirmados: 30.799.914
Registro de casos conhecidos confirmados em 24 horas: 13.571
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 14.458 (variação em 14 dias: -10%)

Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Paraná, Roraima e Sergipe não registraram morte pela doença em 24 horas.

Não houve divulgação de dados atualizados de casos e mortes no Tocantins.

O país também registrou 13.571 novos diagnósticos de Covid-19 em 24 horas, completando 30.799.914 casos conhecidos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi de 14.458, variação de -10% em relação a duas semanas atrás.

Em seu pior momento, a média móvel superou a marca de 188 mil casos conhecidos diários, no dia 31 de janeiro deste ano.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Contribuinte vai trabalhar este ano até 29 de maio só para pagar impostos, revela estudo

O dinheiro que os cidadãos e as empresas pagam em impostos é, entre outras coisas, para financiar o sistema público de saúde – e é muito dinheiro. Basta dizer que até domingo que vem, dia 29 de maio, todo o fruto do trabalho de cada cidadão, este ano, terá sido só para pagar impostos, taxas e contribuições.

A lista é de perder de vista; são 63 tipos de impostos, taxas e contribuições pagos pelos brasileiros. Os tributos estão nos produtos e serviços: PIS, Cofins, ICMS, ISS; nos salários, com INSS e Imposto de Renda; e também incidem sobre o patrimônio, para quem tem, por exemplo, um carro ou uma casa.

“R$ 20 do imposto disso, mais R$ 10 do imposto daquilo. Tudo que a gente faz vira imposto. Olha na notinha, né? Cofins, tudo com fins, como diz né? Tudo tem fins, só não tem aumento”, reclama a promotora de vendas Ana Cristina Ribeiro Rocha.

Este ano, o contribuinte vai trabalhar, em média, até o dia 29 de maio só para pagar os tributos federais, estaduais e municipais. São 149 dias para quitar essa fatura. A classe média é a que, proporcionalmente, mais vai trabalhar para pagar os tributos: 157 dias, até 6 de junho.

“Roupa, comida, principalmente, né? É muita coisa”, lamenta uma mulher.

O levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação considerou o período de maio de 2021 a abril de 2022. O estudo também concluiu que o valor pago em impostos representa 40,82% do rendimento médio do brasileiro que, no ano passado, ficou um pouco acima de R$ 2,7 mil, segundo cálculos do IBGE.

O presidente do instituto afirma que a carga tributária brasileira está entre as maiores do mundo e tem um dos mais baixos retornos em forma de serviços públicos e infraestrutura.

“O problema não está na arrecadação em si, porque o Brasil é um país gigante. O problema é o retorno. O Brasil, entre os 30 países de maior carga tributária do mundo, é aquele que dá o pior retorno em relação àquilo que é arrecadado. E ele não consegue melhorar a qualidade de vida da população”, explica o presidente do IBPT, João Eloy.

Quem paga a conta já notou. “Poderia aplicar em muito mais coisa, principalmente escola, remédio para quem precisa nos postos”, acredita uma contribuinte. “Você vê que não está havendo um investimento necessário nos pontos básicos – Saúde, Educação e Segurança”, afirma outro.

Ministério de Minas e Energia anuncia nova troca na presidência da Petrobras 

O Ministério de Minas e Energia anunciou na noite desta segunda-feira (23) a demissão de mais um presidente da Petrobras. Após 40 dias no cargo, José Mauro Ferreira Coelho foi dispensado. Ele foi o terceiro presidente da estatal no governo Jair Bolsonaro. Os dois anteriores, também demitidos, são Roberto Castello Branco e Joaquim Silva e Luna.

Para o lugar de José Mauro Coelho, o governo decidiu indicar Caio Mário Paes de Andrade, auxiliar do ministro Paulo Guedes no Ministério da Economia, onde ocupava o cargo de secretário de Desburocratização. 

A indicação precisa ser aprovada pelo Conselho de Administração da Petrobras, no qual o governo tem maioria por ser o acionista majoritário da empresa.

Íntegra da nota

Leia a íntegra de nota do Ministério das Minas e Energia: 

Nota oficial – Presidência da Petrobras

OGoverno Federal, como acionista controlador da Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras, participa que decidiu promover alteração da Presidência da Empresa.

O Governo consigna ao Presidente José Mauro os agradecimentos pelos resultados alcançados em sua gestão, frente a Petrobras. O Brasil vive atualmente um momento desafiador, decorrente dos efeitos da extrema volatilidade dos hidrocarbonetos nos mercados internacionais.

Adicionalmente, diversos fatores geopolíticos conhecidos por todos resultam em impactos não apenas sobre o preço da gasolina e do diesel, mas sobre todos os componentes energéticos. Dessa maneira, para que sejam mantidas as condições necessárias para o crescimento do emprego e renda dos brasileiros, é preciso fortalecer a capacidade de investimento do setor privado como um todo. Trabalhar e contribuir para um cenário equilibrado na área energética é fundamental para a geração de valor da Empresa, gerando benefícios para toda a sociedade.

Assim, o Governo Federal decidiu convidar o Sr Caio Mário Paes de Andrade para exercer o Cargo de Presidente da Petrobras. O Sr Caio Paes de Andrade é formado em Comunicação Social pela Universidade Paulista, pós-graduado em Administração e Gestão pela Harvard University e Mestre em Administração de Empresas pela Duke University.

Portanto, o indicado reúne todos as qualificações para liderar a Companhia a superar os desafios que a presente conjuntura impõe, incrementando o seu capital reputacional, promovendo o continuo aprimoramento administrativo e o crescente desempenho da Empresa, sem descuidar das responsabilidades de governança, ambiental e, especialmente, social da Petrobras.

Por fim, o Governo renova o seu compromisso de respeito a governança da Empresa, mantendo a observância dos preceitos normativos e legais que regem a Petrobras.

Jogo entre Sport e CRB, pela Série B, é adiado por conta das fortes chuvas no Recife

Por conta das fortes chuvas que caíram no Recife desde o início da tarde desta segunda-feira, o jogo entre Sport e CRB, que abriria a nona rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, foi adiado. A decisão foi tomada pelo árbitro Vinicius Gonçalves Dias Araújo (SP), após quatro avaliações das condições do gramado da Ilha do Retiro, que apresentou vários pontos alagados.

Os dois times chegaram a subir para a partida, uniformizados e seguindo o protocolo, mas a decisão foi tomada pela arbitragem às 21h, uma hora após o horário previsto para a bola rolar, quando a chuva voltou a cair com mais intensidade. Os jogadores das duas equipes também pediram pelo adiamento. O regulamento geral das competições da CBF fala em adiar a partida para a data seguinte, às 15h, no mesmo local. A diretoria do Sport, no entanto, estuda levar o jogo para a Arena de Pernambuco.

A diretoria do Sport chegou a montar uma operação especial para garantir a realização da partida, com quatro bombas extras de drenagem para diminuir o volume de água no campo de jogo. Mais próximo ao horário do jogo, funcionários do clube e até o atacante colombiano Ray Vanegas também tentaram retirar o excesso de água manualmente. Porém, não foi suficiente.

No início da noite, a Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac) emitiu uma nota de “estado de atenção”, alertando para a possibilidade da continuidade de pancadas de chuva de intensidade de moderada a forte durante a noite e a madrugada de terça-feira na Região Metropolitana do Recife, e zonas da Mata Norte e Sul. A capital pernambucana está com vários pontos de alagamento.

O Sport está na terceira colocação da Série B, com 15 pontos. Já o CRB é o penúltimo colocado, na zona de rebaixamento, com apenas sete.

Pernambuco deve ter chuvas de moderada a forte nestas noite e madrugada, alerta Apac

Pernambuco deve registrar chuvas de moderada a forte na noite desta segunda (23) e madrugada desta terça-feira (24) em algumas regiões do Estado. A informação é da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), que renovou o alerta para as próximas 24 horas.

A noite desta segunda-feira (23) e madrugada da terça (24) devem ser de pancadas de chuvas de intensidade de moderada a forte no Recife e Região Metropolitana e Zonas da Mata Sul e Norte, segundo informou o meteorologista da Apac Fabiano Prestelo.

“A direção predominante do vento está favorecendo a entrada do canal de umidade no continente”, informou Prestelo, justificando a causa das chuvas em Pernambuco.

Ainda de acordo com o meteorologista, a previsão é que ocorra chuvas ao longo da semana. Esta quarta-feira (25) também deve ser de chuvas de moderada a forte ao longo do dia para o Recife e Região Metropolitana e Zonas da Mata Sul e Norte, segundo Fabiano.

Teresa Leitão dá as primeiras bordoadas em Marília Arraes durante evento em Sertânia, sem citar nome. ‘Vazia e enganadora’

Em discurso na cidade de Sertânia, ao lado do governador Paulo Câmara e do candidato do PSB ao governo do Estado, a candidata ao Senado da Frente Popular, Teresa Leitão, do PT, fez as primeiras críticas públicas à pré-candidata do Solidariedade, Marília Arraes, ex-PT. Sempre com o cuidado de não lhe citar o nome, embora as referências fossem explícitas, para quem acompanha os discursos desta fase inicial da campanha. As informações são do blog do Jamildo.

Na primeira delas, Teresa disse achar que Marília Arraes não deve crescer mais nas pesquisas. “Tem gente que está na vitrine há muito tempo, mas já bateu no teto. Nós (Frente Popular) mal começamos a campanha, nós começamos agora e começamos bem. Vamos ter plenárias para falar de programa de governo, não para falar de coisas vazias, enganação, eleição só de foto”, afirmou.

Na semana passada, sem ir ao casamento de Lula, em São Paulo, o marketing de Marília Arraes publicou nas redes sociais uma foto dela grávida da segunda filha, ao lado de Lula e a nova esposa.

“Vai ser muita gente querendo enganar o povo, usando fotos de arquivo, dizendo que Lula é seu. Voto, carinho e reza a gente não nega, mas Lula já disse na entrevista (à Rádio Jornal) e vai dizer aqui no Estado, de novo, que é Danilo Cabral e Teresa Leitão. Ele vai dizer que se fosse eleitor em Pernambuco iria votar em Danilo Cabral e Teresa Leitão”, afirmou, depois sendo ainda mais objetiva.

“A lei eleitoral pode até permitir botar o nome de Lula (caso do Solidariedade, com Lula) mas o Lula de carne e osso, de proposta, de projeto, de opção política, esse Lula da consciência política está do nosso lado. Ele mesmo me disse, tenha paciência, eu construi esse palanque e quero o PT lá, ao lado do PSB, para que Pernambuco se reencontre com o Brasil”, disse, pedindo sebo nas canelas na campanha.

Primeira Câmara do TCE julga processos de admissão de pessoal de Brejão e Iguaracy

A Primeira Câmara julgou, em sessão realizada na última terça-feira (17), processos de admissão de pessoal dos municípios de Brejão e Iguaracy, todos de relatoria do conselheiro substituto Carlos Pimentel.

Em relação ao município de Brejão (processo n° 2055935-5), foram julgadas legais 13 nomeações, das 14 oriundas de concurso público realizado em 2019. Uma das nomeações, para a vaga de motorista, ocorreu mesmo sem a existência do cargo. Neste sentido, o relator recomendou à atual gestão que encaminhe projeto de lei visando à criação do cargo, hipótese na qual poderá resultar na convalidação do ato, para que se evite o afastamento de servidor aprovado em concurso público.

No que diz respeito ao processo de Iguaracy (n° 2159965-8), o relator analisou 216 contratações temporárias realizadas no exercício financeiro de 2021. Entendendo que os atos aconteceram em um momento agudo da pandemia de Covid-19, quando as regras concernentes ao setor público foram flexibilizadas a fim de manter os serviços essenciais prestados pelos municípios, o conselheiro julgou legais 205 contratações.

Oito contratações foram julgadas ilegais devido à existência de candidatos aprovados em seleção pública simplificada, ainda válida, aptos à admissão para as vagas. Outras três contratações foram também julgadas ilegais por ocorrerem para funções de direção, chefia e assessoramento, vagas voltadas tipicamente para cargo comissionado.

Nova tempestade de areia atinge Iraque, Kuwait e Arábia Saudita

Uma nova tempestade de areia atingiu nesta segunda-feira (23) o Iraque, Kuwait e Arábia Saudita, o que levou ao fechamento de aeroportos e prédios públicos, com mais de 1.000 pessoas afetadas por problemas respiratórios.

Os aeroportos iraquianos tiveram que suspender suas operações e puderam retomar o tráfego durante a tarde. No vizinho Kuwait, o aeroporto internacional também precisou suspender seus voos devido à tempestade, informou a Direção de Aviação Civil. E pela segunda vez em menos de uma semana na Arábia Saudita, uma espessa nuvem de poeira cobria a capital, Riad, e seus prédios emblemáticos.

Desde meados de abril, o Iraque, um dos cinco países do mundo mais vulneráveis aos efeitos das mudanças climáticas, segundo a ONU, foi atingido por nove tempestades de areia. Nesta segunda-feira, uma nuvem de poeira pairava sobre a capital, Bagdá, e as ruas, normalmente lotadas, estavam vazias.

Mais de 1.000 pessoas em todo o país foram atendidas em hospitais com problemas respiratórios, informou à AFP o porta-voz do Ministério da Saúde, Seif al-Badr. O primeiro-ministro, Mustafa al-Kazimi, ordenou o fechamento das instituições públicas, à exceção dos serviços de saúde e segurança.

Para lutar contra esse fenômeno, as autoridades propõem o plantio de florestas que funcionem como corta-ventos. Segundo o presidente do país, Barham Saleh, a desertificação afeta 39% do território.

Mais de 10.000 pessoas procuraram os hospitais com problemas respiratórios nas últimas duas tempestades de areia. O fenômeno afeta principalmente os idosos e pessoas que sofrem de asma, insuficiência respiratória ou doenças cardiovasculares, segundo autoridades de saúde.

“Essas tempestades de areia costumam ocorrer no verão, mas não no mesmo ritmo que recentemente”, assinalou Seif al-Hamza, médico que trabalha em um hospital de Bagdá. “Os casos de asfixia aumentaram consideravelmente em comparação com as temporadas anteriores.”

Pesquisa aponta que 30% dos brasileiros acham aceitável espionar o smartphone do parceiro

Pesquisa realizada pela empresa de cibersegurança Kaspersky apontou que um em cada 10 brasileiros recebeu um pedido do parceiro para instalar um programa de monitoramento no celular. O estudo evidenciou que 30% dos entrevistados acredita ser justificável realizar o monitoramento sem o consentimento da pessoa “amada”.

O dado é alarmante, principalmente porque espionar alguém sem permissão configura uma grave violação da privacidade, além de ser crime previsto na Lei 9.296/1996. Ainda assim, 14% dos brasileiros acham normal fazer o rastreamento, enquanto 16% acreditam que ele é justificado apenas em certas circunstâncias. Entre as motivações usadas para justificar a atitude está uma possível infidelidade (67%), questões de segurança (54%) e uma suspeita de atividade criminosa do parceiro.

Espionar o celular de outra pessoa pode ser sintoma de relação abusiva

Milena Lima, delegada de polícia com atuação especializada em crimes digitais e violência contra mulheres, diz, ainda, que é muito comum a pessoa abusadora disfarçar sua verdadeira intenção explicando a necessidade do monitoramento por questões de segurança ou prova de confiança.

“Essa falsa justificativa é usada para persuadir vítimas do crime de stalking, sendo preocupante o número de pessoas que acabam se sujeitando ao controle por desconhecer seus direitos e até mesmo por não se enxergarem como vítima de abuso”, diz a especialista.

Cyberstalking
Cyberstalking é a vigilância frequente e indesejada da vida de alguém. O stalkerware, termo usado para descrever programas de vigilância que monitoram secretamente aparelhos de terceiros, pode rastrear os movimentos de qualquer pessoa usando o GPS para monitorizar redes sociais, ligações, mensagens, fotos e tudo o que é feito no celular. Estes programas funcionam em segundo plano, ocultos, e a vítima não sabe de sua presença. 

Durante as entrevistas, a pesquisa da Kaspersky também mostrou que cerca de 23% das pessoas no Brasil aceitariam o monitoramento em determinadas condições: 11% para segurança e 12% caso ele fosse mútuo.

No Brasil, 26% suspeitam que seus parceiros os espionam com um programa instalado no celular.

O estudo “Stalking online em relacionamentos” foi realizado a pedido da Kaspersky pela empresa de pesquisa Sapio de forma online em setembro de 2021 e abrangeu um universo de 21 mil participantes de 21 países, incluindo o Brasil. 

Ministério da Saúde criará sala de situação para monitorar varíola de macaco

O Ministério da Saúde montará uma sala de situação para monitorar a varíola de macacos. O anúncio oficial, antecipado ao Globo por integrantes da pasta, é esperado para esta segunda-feira. Caberá à Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) coordenar os trabalhos, em que uma equipe técnica da pasta analisará dados sobre a doença e seus possíveis impactos sobre a população.

Documento obtido pela reportagem mostra que o Brasil não registra casos suspeitos da doença. Ao todo, há 155 casos registrados em 14 países, dos quais 94 foram confirmados e 61 seguem em análise.

“Com base em dados da OMS nenhuma fonte de infecção foi confirmada até o momento para famílias ou para clusters de pessoas. Segundo as informações atualmente disponíveis, a infecção parece ter sido adquirida localmente no caso detectado no Reino Unido. A extensão da transmissão local não é clara e existe a possibilidade de identificação de outros casos. No entanto, uma vez que a varíola dos macacos foi suspeitada, as autoridades do Reino Unido prontamente iniciaram medidas apropriadas de saúde pública, incluindo o isolamento dos casos e rastreamento de contatos para permitir a identificação da fonte”, diz o documento.

No domingo, Suíça, Áustria e Argentina anunciaram os primeiros casos confirmados. Nenhuma morte associada foi relatada até o momento. O primeiro paciente com varíola de macacos foi diagnosticado no Reino Unido, no dia 7 de maio.

A doença é endêmica na África e embora o primeiro caso tenha ocorrido em uma pessoa que retornou de viagem da Nigéria, a maioria não tem associação com a passagem por locais de transmissão da doença. Isso, além de intrigar especialistas, levanta o questionamento sobre o risco de a varíola de macacos chegar ao Brasil.

O presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), Alberto Chebabo, afirma que é difícil evitar que a doença chegue ao Brasil, e, por isso, é importante reforçar a rede de vigilância para detectar os casos suspeitos.

— Evitar que tenha caso (no Brasil) em mundo tão conectado é difícil. Agora, precisamos estar atentos, ter rede de vigilância adequada para detectar rapidamente os casos suspeitos e ter uma estrutura de diagnóstico e vigilância — afirmou ao Globo.

Chebabo ressaltou a importância da sinalização do Ministério da Saúde para a comunidade médica com orientações claras sobre como lidar com a doença.

Lira destitui Marcelo Ramos, crítico de Bolsonaro, da vice-presidência da Câmara

Um ato assinado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e publicado nesta segunda-feira (23) destituiu da vice-presidência da Casa o deputado Marcelo Ramos (PSD-AM), crítico do presidente Jair Bolsonaro.

A decisão também torna vagos outros dois cargos da Mesa Diretora: a 2ª Secretaria, ocupada pela deputada Marília Arraes (Solidariedade-PE); e a 3ª Secretaria, comandada pela deputada Rose Modesto (União-MS).

Lira afirmou ao g1 e à TV Globo que a decisão é “estritamente regimental”. Uma nova eleição deve definir os ocupantes dos cargos na próxima quarta (25) – as urnas começaram a ser instaladas nesta segunda.

Em vídeo divulgado nesta segunda (23), Ramos defendeu que a decisão de Lira foi “política”.

“Sobre o episódio relacionado à vice-presidência da casa, quero dizer que não abordarei temas regimentais ou jurídicos, porque a decisão do presidente da Câmara não é regimental e nem jurídica, é uma decisão política”, disse o parlamentar.

Marcelo Ramos, Marília Arraes e Rose Modesto foram “depostos” dos cargos porque trocaram de partido recentemente. Ramos deixou o PL e se filiou ao PSD; Marília trocou o PT pelo Solidariedade, e Rose saiu do PSDB para se filiar ao União.

As duas deputadas fizeram a troca durante a janela partidária para as eleições de outubro – a mudança foi oficializada pelos partidos, embora não conste no site da Câmara.

Com surto de dengue, zika e chikungunya, estados relatam falta de testes; governo prevê envio até junho

O Brasil vive um surto de doenças chamadas “arboviroses”: dengue, zika e chikungunya. Elas têm em comum o fato de serem causadas por vírus transmitidos por um mosquito, no caso o Aedes aegypti. As três doenças compartilham ainda a falta de insumos de testes diagnósticos: Bahia, Distrito Federal, Piauí, Rio Grande do Norte e São Paulo já relataram problemas.

O Ministério da Saúde afirma que “nova remessa dos insumos está prevista para ser entregue até o mês de junho”.

A pasta não detalha os motivos da escassez e nem os impactos dela no controle dos surtos, embora ao menos dois estados relacionem o problema a consequências de bloqueios por causa da pandemia na Ásia e consequências da Guerra na Ucrânia.

O mais recente boletim epidemiológico do governo federal aponta o seguinte aumento no total de casos até a semana epidemiológica 19, que se encerrou no dia 14 de maio, na comparação com o mesmo período do ano passado:

Dengue – aumento de 165,7%
Chikungunya – aumento de 74,9%
Zika – aumento de 70,7%

Em seu próprio boletim, o Ministério alerta para a importância de medidas contra o avanço da doença, e, por isso, desde 9 de maio mantém uma “Sala de Situação de Arboviroses” e já realizou ações de campo no DF, Goiás e Rio Grande do Sul.

“Até o momento, foram confirmados 323 óbitos por dengue, sendo 285 por critério laboratorial e 38 por critério clínico epidemiológico. Os estados que apresentaram o maior número de óbitos foram: São Paulo (118), Goiás (37), Santa Catarina (35), Rio Grande do Sul (30), Bahia (21) e Paraná (20). Permanecem em investigação outros 333 óbitos”, segundo o Ministério da Saúde.

Posição do ministério sobre os testes
Sobre a situação do testes nos estados, o Ministério da Saúde diz que atua “sem medir esforços”, mas não detalha os impactos.

“Quanto à distribuição de testes, o Ministério da Saúde trabalha sem medir esforços para manter a rede de saúde abastecida com os testes diagnósticos de dengue, zika e chikungunya. Uma nova remessa dos insumos está prevista para ser entregue até o mês de junho. Já os testes moleculares da Fiocruz estão sendo entregues diretamente aos Lacens para reforçar o rastreamento da doença em todo o país”, informou o governo em nota.

Contador é encontrado morto com corpo carbonizado no quintal de casa em Niquelândia

O contador Nilton de Paula Ferreira, de 41 anos foi encontrado morto com o corpo carbonizado no quintal da casa dele, em Niquelândia, no norte de Goiás. Horas antes, o carro da vítima foi achado queimado em outro ponto da cidade.

O caso aconteceu no sábado (21). No mesmo dia, o Conselho Regional de Contabilidade de Goiás (CRC-GO) publicou em suas redes sociais uma nota de falecimento, onde lamentou a morte do profissional, conhecido como Niltin.

“Nilton foi um exímio profissional e entusiasta da contabilidade”, disse o órgão.

Ao g1, a Polícia Civil explicou que, inicialmente, foi recebida a denúncia de um veículo totalmente queimado na saída de Niquelândia. Enquanto a corporação investigava a situação, familiares do contador foram até a delegacia registrar o sumiço dele.

Logo depois, se descobriu que o veículo em questão, um Fox branco, era da vítima. O carro estava em uma área de mata no início da GO-237.

Na sequência, o corpo da vítima foi encontrado pelos familiares, no quintal da casa em que o contador morava, localizada no Bairro Soares.

A Polícia Civil ainda revelou que o celular de Nilton estava com um adolescente de 14 anos, que afirmou ter encontrado o objeto em um terreno próximo da região. Em relato à polícia, o menino, que não tem relação com o crime, disse ter escutado um alarme soando do mato, foi até o local e achou o aparelho.

Segundo os policiais, a suspeita é de que quem cometeu o crime tenha estado com o contador na noite anterior ao assassinato.

Nilton já havia sofrido uma tentativa de latrocínio em 2015. Segundo registros policiais, na época, o contador tinha 34 anos e foi agredido por três jovens, na entrada de sua casa, com pedaços de madeira. Ele foi abandonado em seu carro seminu, às margens da BR-414.

Acidente na Rio Branco por pouco não vira tragédia, veja o vídeo

O Blog Alyson Nascimento recebeu um vídeo de uma câmera de segurança instalada de frente à Avenida Rio Branco. A câmera foi doada pela empresa CSS Monitoramento e serviu ao Afogareta. Foi mantida no local como contribuição para o monitoramento na cidade.

Ela mostra o momento que o carro Uno placas KGP-8525, guiado por Adriano Muniz, serralheiro de 29 anos, entra em alta velocidade e bate no Corsa Classic placas KGV-3506.

O choque acontece às 3h47. A primeira percepção é de que uma tragédia maior poderia ter ocorrido. Naquele horário havia grande movimento, certamente pelo pós festa do cantor Zezo no Hotel Brotas, com muitos motoristas voltando pra casa. Antes do choque, o Uno quase atinge um carro de passeio e ema moto. Por segundos, outros veículos não foram atingidos. Só em pouco mais de um minuto de vídeo, sete veículos aparecem na imagem.

O carro era do contador José Danillo Oliveira e de seu sócio em uma empresa de energia solar. O motorista admitiu que passou a noite ingerindo bebida alcoólica com sua esposa em uma festa. Ao retornar perdeu o controle do seu veículo, vindo a colidir na traseira do carro do contador, que estava estacionado em frente à sua residência.

“O condutor apresenta estar sob efeito de álcool, apresentando-se bastante alterado, com palavras desconexas e com forte odor etílico”, disse a polícia em nota. O Delegado plantonista autuou em flagrante o condutor do veículo por dirigir sob influência de álcool.

Texto: Blog Nill Júnior

Adolescente com suspeita de hepatite grave evolui bem após transplante; hospital avalia extubação

A adolescente de 14 anos, que recebeu transplante de fígado na última sexta-feira (20) com quadro suspeito de hepatite grave de origem desconhecida, segue internada na  Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Universitário Oswaldo Cruz da Universidade de Pernambuco (HUOC/UPE).

De acordo com boletim médico divulgado nesta segunda-feira (23), o quadro clínico da adolescente evoluiu favoravelmente. “Nesta segunda-feira (23), a paciente continua apresentando melhora gradual”, disse o hospital no texto.

A menina deve passar entre esta segunda e a terça-feira (24) por um pequeno procedimento cirúrgico. Para a quarta, a equipe médica entrará com m processo de extubação da garota.

Ao longo da semana, a equipe irá avaliar uma possível alta da UTI.

Durante o fim de semana, o hospital informou que exames laboratoriais indicaram que o fígado, assim como os demais órgãos, já funcionam adequadamente. 

‘Fomos positivamente surpreendidos’, diz Tebet sobre desistência de Doria

Em visita a Cuiabá, a senadora e presidenciável Simone Tebet (MDB-MS) disse ter se surpreendido “positivamente” com a desistência de João Doria de disputar a Presidência da República, anunciada mais cedo.

Em pronunciamento convocado para tornar pública sua decisão, Doria disse entender “não ser a escolha da cúpula do PSDB”. Tebet ganhou força no PSDB como o nome mais viável para enfrentar o cenário de polarização entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente Jair Bolsonaro.

PSDB, MDB e Cidadania são parte de uma coalizão para lançar um único nome ao pleito. Apesar de ter vencido as prévias tucanas, o ex-governador vinha enfrentando forte oposição dentro do partido.

“Fomos positivamente surpreendidos. Mas era de alguma forma esperado. Tenho pelo João Doria a mais profunda amizade. Nós somos colegas e amigos. Estávamos em uma disputa equilibrada, democrática, onde conversávamos em alto nível. Só tenho a agradecer a grandeza e a generosidade do governador João Doria”, afirmou Tebet.

Ela em seguida elogiou Doria e diz estar otimista em relação ao projeto presidencial. Mesmo assim, ela encontra resistência de lideranças de seu partido, já que há tanto uma ala pró-Lula, composta por parlamentares como o senador Renan Calheiros (AL), quanto uma bolsonarista. Nesta segunda-feira, ela repetiu o que vem dizendo quando questionada sobre o assunto:

“É natural que não tenhamos a unanimidade, mas teremos a unidade do partido na convenção”, declarou.

A senadora mencionou o fato de que, até ano passado, havia outros nomes concorrendo como postulantes a uma candidatura única da chamada “terceira via”. Antes de Doria, ficaram pelo caminho no projeto presidenciável os ex-ministros Sergio Moro e Luiz Henrique Mandetta (União), Rodrigo Pacheco (PSD), João Amoêdo (Novo) e Eduardo Leite (PSDB). Ela diz que agora a meta é conversar com lideranças políticas que até então “não acreditavam” em seu projeto.

Idoso morre em hospital do DF após outro paciente desligar respirador

Um idoso de 90 anos, que estava internado no Hospital Regional de Taguatinga (HRT), morreu depois que um outro paciente desligou os aparelhos que o ajudavam a respirar. O caso ocorreu em junho de 2020. Agora, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDFT) condenou o governo do estado a pagar indenização de R$ 40 mil para a família da vítima.

Na ação, o GDF alegou que o paciente seguia em quadro grave e que os aparelhos desligados não foram a causa da morte.

Arlindo Gomes de Araújo passou mal dentro de casa e foi levado pelo Corpo de Bombeiros (CBMDF) para o HRT. De acordo com um dos netos da vítima, que não quis ser identificado, a suspeita era de síndrome respiratória. O caso ocorreu em um dos picos da pandemia de Covid-19.

“Assim que ele chegou, foi para a sala vermelha e logo o intubaram. Falaram [para os familiares]: ‘Pode ir para casa que agora ele está na ala de Covid, aí tem que aguardar sete dias para o resultado [do exame] sair'”, conta.

A família não podia visitar a vítima em razão dos protocolos de segurança contra Covid-19, e as informações sobre o estado de saúde de Arlindo Gomes de Araújo eram passadas pelo hospital. O neto diz que os parentes foram surpreendidos menos de uma semana depois com a notícia da morte do idoso.

“Depois de quatro ou cinco dias que ele estava internado, só informaram que ele tinha falecido. Ligaram de manhã e a gente ficou estarrecido. Porque ele estava intubado, mas estava estável e do nada ele amanhece morto”, relembra.

A causa da morte, na certidão de óbito, foi registrada como “insuficiência respiratória aguda”, com suspeita de Covid-19. No entanto, quando o corpo estava no Instituto Médico Legal (IML), os familiares souberam que os aparelhos de Arlindo tinham sido desligados por outro paciente, e que o caso era investigado pela Polícia Civil .

“A gente só ficou sabendo do fato no IML, com o corpo do meu avô dentro do carro da funerária. E o policial veio correndo na nossa direção, com o papel na mão, e disse: ‘Vocês viram essa ocorrência?’. E a gente: ‘Não’. ‘Então senta aí que é traumático'”, conta o neto da vítima.

De acordo com o depoimento da médica que estava de plantão no dia da morte, a equipe de enfermagem constatou que dois aparelhos respiratórios tinham sido desligados da tomada. Um estava funcionando com a bateria auxiliar, mas a bateria do outro estava descarregada.

Segundo o relato, outro paciente, de 79 anos, internado na mesma ala, disse que desligou os aparelhos pois havia “constatado que os pacientes não necessitariam mais do respirador mecânico, em virtude de estarem bem”.

A ação não foi testemunhada por funcionários do hospital mas, segundo a equipe médica, o paciente que confessou ter desligado os aparelhos já vinha dando trabalho. O homem também já está morto.

Na noite em que o idoso faleceu, saiu o resultado do exame de Covid-19 de Arlindo, que deu negativo. A família conseguiu mudar a causa da morte na certidão de óbito para “a esclarecer”.

Sem Doria, tucanos apresentarão nome de Eduardo Leite ao PSDB

Com João Doria (PSDB) fora do páreo, tucanos apresentarão na reunião da executiva nacional do partido prevista para esta terça-feira (24) o nome de Eduardo Leite para a Presidência.

“Vai começar o movimento para chamar o segundo lugar nas prévias. A tese vai ser apresentada amanhã”, disse ao blog um dirigente tucano, sobre nova investida para o ex-governador do RS representar o partido na eleição.

A argumentação é de que o PSDB deve manter sua candidatura e passar para o segundo colocado nas prévias, mesmo com uma eventual negociação com partidos da terceira via em andamento.

O movimento mostra que o caminho para apoiar a candidatura de Simone Tebet, pré-candidata do MDB ao Planalto, também enfrenta resistência de parte do PSDB.

Logo após a desistência de Doria, o presidente do partido, Bruno Araújo, defendeu conversas com o Cidadania e MDB para alinhar um nome em comum para a eleição de outubro.

Além de Tebet, o União Brasil, outra sigla disposta a conversar com os tucanos e integrar a chamada terceira via, oferece o nome de Luciano Bivar como presidenciável.

João Doria anuncia desistência da pré-candidatura à Presidência 

O ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB) anunciou a desistência de sua pré-candidatura à Presidência no início da tarde desta segunda-feira (23), na capital paulista. Doria enfrentava resistências internas no PSDB e de partidos da terceira via, e fez o anúncio em pronunciamento na Zona Sul de São Paulo.

“Para as eleições deste ano me retiro da disputa com o coração ferido, mas com a alma leve”, disse Doria.

A decisão do tucano foi anunciada um dia antes de a executiva do PSDB se reunir para definir como o partido se posicionará na disputa presidencial de outubro.

Doria foi escolhido como pré-candidato em eleição interna do partido ao derrotar o ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite . A vitória na disputa interna gerou tensões com a ala do PSDB que defendia a candidatura de Leite.

No final de março, o ex-governador de São Paulo chegou a ameaçar desistência de sua pré-candidatura, mas voltou atrás e fez o lançamento no mesmo dia. O movimento foi lido como uma espécie de contra-ataque aos apoiadores de Leite.

Em seu pronunciamento, o ex-governador afirmou que o Brasil “precisa de uma alternativa para oferecer aos eleitores que não querem os extremos”. “Hoje, neste 23 de maio, serenamente, entendo que não sou a escolha da cúpula do PSDB. Aceito esta realidade de cabeça erguida”, afirmou o ex-governador.

Carnaíba: motociclista morre em acidente na PE 320

Mais um acidente fatal aconteceu na PE-320, esse em Carnaíba.

Por volta da meia noite e dez minutos desta segunda-feira (23) o SAMU foi acionado para comparecer ao local onde uma vítima havia sofrido um acidente com uma motocicleta.

Foram prestados os primeiros socorros, mas a vítima já estava sem vida.

Segundo uma testemunha presenciou o momento do acidente, a vítima perdeu o controle da moto, chegando a colidir em uma parede de uma residência e bater com a cabeça.

O veículo da vítima é uma moto Honda 160, de placa RZH-4G72 e cor vermelha. A polícia esteve no local e conduziu a ocorrência para ser registrada na delegacia.

Bebê de três meses é encontrado morto em Aliança, e pais são presos por abandono de incapaz

Um bebê de apenas três meses de vida foi encontrado morto em cima de uma cama na casa onde morava, na zona rural da cidade de Aliança, Zona da Mata Norte de Pernambuco. Os pais da criança foram presos em flagrante por abandono de incapaz. O caso ocorreu no sábado (21).

De acordo com informações iniciais da Polícia Civil, o casal, uma mulher de 31 anos e um homem de 21 anos, estaria bebendo e usando droga durante todo o dia na casa.

Depois, eles saíram e deixaram o bebê de três meses e outros três filhos sozinhos. Quando voltaram, o bebê estava sem vida – as idades dos demais filhos não foram divulgadas.

Por meio de nota, a Polícia Militar confirmou que os pais da criança afirmaram ter usado droga e deixado as crianças sozinhas.

O casal foi encaminhado para a Delegacia de Goiana, também na Mata Norte, para os procedimentos de praxe e as crianças foram encaminhadas para o Conselho Tutelar, segundo a Polícia Civil.

Um inquérito policial foi instaurado para apurar o caso.

Ainda não há informações sobre a causa da morte do bebê. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) do Recife.

Zelensky na abertura de Davos: Ucrânia é precedente para o que pode acontecer no mundo

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, apelou ao mundo que crie novas ferramentas para prevenir novas guerras. Zelensky falou ao público do Fórum Econômico Mundial, que começou nesta segunda-feira (23) e acontece ao longo desta semana em Davos, na Suíça.

“Vemos que o mundo escuta e acredita na Ucrânia, mas precisamos aprender a como prevenir esse tipo de guerra no futuro. Não esperem que a Rússia usem as armas químicas, biológicas e nucleares. Protejam a liberdade, para que a Rússia e qualquer outro país do mundo que pense em invadir seu vizinho tenha sanções imediatas”, discursou o presidente. “Nós oferecemos ao mundo um precedente do que pode acontecer quando uma guerra destrói a liberdade das pessoas”.

Muito aplaudido pela plateia do fórum, que este ano baniu a participação da Rússia, Zelensky propôs que o mundo crie um protocolo de atuação preventiva quando um país ameace atacar outro, aplicando sanções já nesse momento.

“É preciso que haja um precedente de punição aos agressores. Se o agressor perder tudo, isso será o preço que terminará com a motivação para que comece ou continue uma guerra. O mundo ainda não tem as ferramentas prontas para isso. A motivação para nós é muito simples: a humanidade deveria ter as ferramentas para se proteger contra a fome”.

Um dos principais pontos de debate em Davos será o preço para a reconstrução da Ucrânia, já estimado em trilhões de euros por autoridades da União Europeia, e formas de financiá-lo.

No discurso, Zelensky disse que seu país precisa de financiamento de ao menos US$ 5 bilhões (cerca de R$ 29 bilhões) por mês para se reconstruir.

Primeiro julgado por crimes de guerra, soldado russo é condenado à prisão perpétua na Ucrânia

O sargento russo Vadim Shishimarin, 21, foi condenado nesta segunda-feira (23) à prisão perpétua por ter atirado contra um civil ucraniano em um vilarejo próximo a Kiev. O caso é o primeiro crime de guerra a cometido desde o início da invasão da Rússia à Ucrânia, em 24 de fevereiro, a ser julgado no país.

Shishimarin é oficialmente o primeiro criminoso de guerra da investida da Rússia da Ucrânia.

Segundo a denúncia da Procuradoria-geral da Ucrânia, Vadim Shishimarin atirou de um carro contra um ucraniano de 62 anos que andava em uma rua do vilarejo de Chupakhivka, nos arredores de Kiev, em 28 de fevereiro, apenas quatro dias após o início da invasão russa na Ucrânia.

Ele alegou que atuou por ordens do comandante de sua equipe, que fugia de soldados ucranianos.

No julgamento, na semana passada, Shishimarin reconheceu o crime e pediu perdão à viúva da vítima, que acompanhava o julgamento. Ele respondia por crime de guerra e homicídio premeditado.

“Sei que você não poderá me perdoar, mas, mesmo assim, peço perdão”, afirmou na ocasião o sargento russo.

O caso é o primeiro de ao menos 10.000 suspeitas de crimes de guerra que a Ucrânia disse ter identificado desde o início dos ataques da Rússia ao país.