Mais de mil armas de empresas de segurança foram parar nas mãos de bandidos em Pernambuco

O esquema comandado por servidores públicos para desvio e venda de armas de fogo e munições que estavam sob a guarda da Coordenação de Operações e Recursos Especiais (Core), da Polícia Civil de Pernambuco, descoberto neste ano, é apenas um dos desafios que o Estado enfrenta para evitar que esses armamentos caiam nas mãos de criminosos. Em menos de cinco anos, 1.064 armas de fogo pertencentes a empresas de segurança privada que atuam em Pernambuco foram furtadas, roubadas ou desviadas.

Os números foram obtidos pela agência de dados Fiquem Sabendo, com base em estatísticas fornecidas pela Polícia Federal.

Somente no ano de 2017, por exemplo, 353 armas de diversos calibres foram levadas em assaltos, arrombamentos ou “sumiram” das empresas de vigilância e de transporte de valores no Estado. Há casos em que revólveres foram roubados em investidas a agências bancárias, onde atuam seguranças dessas empresas privadas, ou mesmo durante abordagens a carros-fortes.

Em 10 de agosto daquele ano, uma empresa de vigilância localizada no município de Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife, foi alvo de assalto. Cinco homens teriam conseguido levar mais de 100 armas – a maioria revólveres calibre 38.

Priscila Krause critica reajuste na conta de água e esgoto em Pernambuco

A deputada Priscila Krause (DEM) reagiu, durante Reunião Plenária, ao reajuste de 11,9% aplicado pela Compesa desde o dia 19 de agosto. Outro aumento, de 2,4%, já havia sido implementado em janeiro deste ano. A parlamentar anunciou que apresentará um projeto de lei para impedir a Agência Reguladora de Pernambuco (Arpe) de autorizar mais de uma elevação ordinária anual nas tarifas.

A alta acumulada na tarifa de água e esgoto, em relação ao ano passado, chega a 14,58%, acima da inflação no período, que foi de 9,7%, segundo o IPCA. É o maior valor aplicado, em 2021, entre as dez maiores companhias de saneamento do País”, ressaltou. “Só depois de muita grita e mobilização, principalmente nas redes sociais, a Compesa suspendeu esse reajuste para os beneficiários da tarifa social, destinada a famílias com renda inferior a um salário mínimo.”

A democrata cobrou à concessionária por não fazer nenhuma diferenciação no porte dos empreendimentos. Além disso, acentuou que o aumento, que considera “injusto e abusivo”, também impactará indiretamente o bolso dos consumidores, ao ser repassado pela indústria e pelo comércio nos preços dos produtos.

A Lei Federal do Saneamento prevê que reajustes de tarifas de serviços públicos de saneamento básico serão realizados observando-se o intervalo mínimo de 12 meses, lembrou Priscila Krause. Ela pediu o apoio dos demais parlamentares à proposição que visa impedir a Arpe de autorizar dois aumentos no mesmo ano.

Johnson & Johnson garante eficácia maior se a imunização completa for com duas doses

A vacina contra o coronavírus do laboratório norte-americano Johnson & Johnson é mais eficaz quando administrada em duas doses, de acordo com novos dados divulgados pela empresa nesta terça-feira (21).

O imunizante da J&J foi originalmente desenvolvido como uma vacina de dose única, mas com uma segunda dose injetada cerca de dois meses (56 dias) após a primeira, os níveis de anticorpos observados aumentaram “quatro a seis vezes”, de acordo com um comunicado da empresa.

A eficácia da vacina contra casos sintomáticos da doença pelo menos 14 dias após a dose de reforço foi de 75% e de 100% contra casos graves, com base em dados de um ensaio clínico realizado em vários países em pessoas a partir de 18 anos.

Nos Estados Unidos, a eficácia contra os casos sintomáticos (moderados a graves) foi de 94% com essa dose de reforço. Em comparação, os dados mais recentes do ensaio clínico de dose única original mostraram que a eficácia da droga nos Estados Unidos contra casos sintomáticos era de 70%.

Segundo a Johnson & Johnson, variantes do coronavírus reduzem a eficácia da vacina contra os casos graves.

A empresa disse que enviou os dados à Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos e que em breve os apresentará a outras autoridades regulatórias em todo o mundo.

Esta é uma notícia encorajadora para os 15 milhões de americanos vacinados com este imunizante: o governo do presidente Joe Biden anunciou que lançaria uma campanha de reforço para adultos vacinados com Pfizer ou Moderna, mas disse que estava aguardando mais dados sobre a Johnson & Johnson.

Ernesto Araújo critica fala ‘fria, tecnocrática e sem paixão’ de Bolsonaro na ONU

Na contramão da maioria dos analistas de política externa, que consideraram vexaminoso o discurso do presidente Jair Bolsonaro durante a 76ª Assembleia-Geral da ONU, nesta terça-feira (21), o ex-chanceler Ernesto Araújo achou o pronunciamento frio, tecnocrático e sem paixão.

Pior, foi uma fala que contrastou com as anteriores proferidas por Bolsonaro na ONU, em que ele, segundo Ernesto, mostrou liderança. Não por acaso, tiveram sua colaboração enquanto titular do Itamaraty.

“Minha primeira impressão é de um discurso um pouco tecnocrático. Acho que o presidente reafirmou alguns princípios básicos do governo na nossa atuação internacional desde o começo, os valores que nos moviam. Mas é um discurso um pouco frio, sem paixão”, disse Ernesto, que participou de um debate promovido pelo site bolsonarista Terça Livre logo após o discurso.

O ex-chanceler foi substituído por Bolsonaro em março pelo diplomata Carlos França, de perfil mais técnico. Desde então, Ernesto aproximou-se da base conservadora do presidente e reforçou a ligação com as ideias do filósofo Olavo de Carvalho. Especula-se que ele se candidate a algum cargo na eleição do ano que vem, defendendo princípios conservadores e o combate ao chamado “globalismo”.

Ao comentar o discurso do ex-chefe, Ernesto viu um certo “amaciamento” ao tratar de certas questões, em comparação à fala proferida em 2019, primeiro ano de governo. “Imagino que esse discurso de hoje sofrerá menos críticas do que aquele por parte da mídia, por parte do mainstream”, afirmou.

Kantar IBOPE Media indica que consumo de rádio aumentou e alcança 80% dos brasileiros

O rádio está em todos os ouvidos. Seja no dial ou via streaming, e até por telas, o rádio não deixa de acompanhar a evolução do consumo de mídia pelos brasileiros.

De acordo o Inside Radio 2021, estudo da Kantar IBOPE Media sobre o cenário do meio, 80% dos brasileiros, nas 13 regiões metropolitanas pesquisadas, ouvem rádio – um aumento de 2 pontos percentuais em relação ao ano anterior. Cada ouvinte passa, em média, 4 horas e 26 minutos ouvindo rádio.

Em 2021, todas as regiões aferidas pela Kantar IBOPE Media registraram aumento no alcance do meio. A Região Sul é a que mais se destaca, com 85% das pessoas declarando ouvir rádio, seguida por Nordeste (81%) e Centro-Oeste e Sudeste (ambas com 80%).

Como o rádio atinge grande parcela da população, o perfil do ouvinte é bem equilibrado: 52% do público são mulheres e 48% homens. As pessoas de classe C são as que mais consomem esse tipo de mídia, com 43% do total, seguidas de perto pelas classes A e B (40%). Em relação à idade, os públicos que se destacam são as pessoas acima de 60 anos (21%), de 30 a 39 anos (20%) e de 40 a 49 anos (19%).

De forma geral, os brasileiros preferem usar o rádio comum (80%), mas o consumo pelo celular aumentou em relação ao último ano: passou de 23% para 25% em 2021. Em casa (71%), no carro (24%), durante trajetos (8%) e no trabalho (2%) são os locais citados para o consumo do meio.

“O rádio se expande através da sua capacidade de unir o melhor de dois mundos: a credibilidade e o companheirismo do dial com o dinamismo do online”, explica Giovana Alcantara, Diretora de Desenvolvimento de Negócios Regionais da Kantar IBOPE Media.

O aumento contínuo do consumo do rádio online mostra o potencial do meio para buscar outros formatos de transmissão: 10% da população declara ter ouvido rádio pela internet nos últimos 30 dias. Esse publicou passou por dia, em média, 2 horas e 44 minutos conectados ao rádio.

Entre os ouvintes de rádio web, o celular é o device favorito para o consumo do meio (66%), seguido pelo computador (37%) e por outros equipamentos (8%). Já o perfil do ouvinte web apresenta características distintas: ligeiramente mais masculino (51%), com uma concentração na classe AB (67%) e mais jovem, com 57% dos ouvintes entre 20 e 39 anos.

“Essa audiência conectada, que gosta de ouvir rádio pelo celular ou no computador, também precisa ser compreendida pelas emissoras e anunciantes. Recentemente anunciamos o Extended Radio, nossa solução que possibilita a análise do consumo de rádio em seus diferentes formatos, apresentado uma visão completa do consumo no dial e online”, comenta Giovana.

Novos formatos e o poder da publicidade: é inegável o espaço que o áudio, a matéria prima do rádio, tem nas nossas vidas – é uma presença importante desde as nossas primeiras palavras até se tornar esse formato de conteúdo quase onipresente. “A tecnologia tem sido uma grande aliada do áudio e tem indicado caminhos importantes para disseminação de conteúdo”, comenta Giovana. “Por exemplo, notamos que algumas emissoras têm criado canais no YouTube, investindo em transmissões do estúdio ao vivo, produzido programas exclusivos… Ou seja, quando se fala em áudio, o Rádio não se resume a só uma frequência no FM e o YouTube já não é mais um canal, apenas, para ver videoclipes ou ouvir música”, complementa.

De acordo com o estudo, entre as pessoas com acesso à internet, música ou outros tipos de áudio no YouTube é o conteúdo mais escutado online (59%), seguido de música em apps de streaming, como Spotify, Deezer e Google Play (37%), podcasts (31%) e rádio online com a mesma programação do dial (18%).

Além da música, os podcasts também tem conquistado mais espaço – 31% dos ouvintes com acesso à internet ouviram podcasts nos últimos três meses, um aumento de 32% em relação ao último ano. “Os podcasts oferecem a possibilidade de falar sobre os mais diferentes temas, desde aqueles de interesse geral até aos mais segmentados: são uma ferramenta para falar com todos, independentemente dos interesses, a qualquer hora e em qualquer lugar”, explica Giovana.

Com essas diferentes possibilidades de formatos para impactar o público, também se criam mais oportunidades para marcas e anunciantes. De acordo com o Inside Radio, os comerciais que surgem entre os programas e as músicas são o formato que mais capta a atenção dos ouvintes (50%), seguido por promoções durante a programação das emissoras de rádio (28%).

No primeiro semestre de 2021, quase 5 mil anunciantes investiram em publicidade no rádio. Desses, 2376 anunciantes veicularam anúncios exclusivamente no meio.

Entre os diferentes setores que direcionaram seus recursos de mídia para o rádio, Serviços ao Consumidor (30,6%), Comércio (26,8%) e Financeiro e Securitário (7,8%) se destacam. Juntos, os três segmentos concentram quase 2/3 do investimento total em anúncios veiculados no meio de comunicação.

Após Queiroga testar positivo para Covid-19, Anvisa recomenda quarentena para comitiva de Bolsonaro

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou que todos os integrantes da comitiva do presidente Jair Bolsonaro que tiveram contato com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, adotem medida de isolamento social, permanecendo em quarentena assim que retornarem ao Brasil.

Após Queiroga ter sido diagnosticado com Covid-19 em exame feito nos Estados Unidos, a Anvisa remeteu um ofício à Casa Civil dando as orientações sanitárias que seguem as medidas protetivas no caso da pandemia.

A recomendação da Anvisa também deve ser aplicada ao presidente Jair Bolsonaro. Segundo a agência, as medidas devem ser seguidas por todos que tiveram contato com o ministro durante a viagem a Nova York, ONDE o presidente participou da Assembleia Geral da ONU.

Eis as orientações da Anvisa para a Presidência da República:

1) desembarque no Brasil de forma a expor o mínimo possível de ambientes e pessoas;

2) isolamento de 14 dias após o último dia de contato com o caso confirmado de Covid-19, conforme o Guia de Vigilância Epidemiológica para Covid-19 publicado pelo Ministério da Saúde;

3) cumprimento de isolamento na cidade de desembarque no Brasil, evitando novos deslocamentos até que tenham ultrapassado o período de transmissibilidade do vírus;

4) refazer os testes de Covid-19 no Brasil.

A Anvisa também sugeriu que a Aeronáutica faça limpeza e desinfecção da aeronave presidencial e demais aviões que possam ter sido usados na viagem a Nova York.

Anvisa determina recolhimento de lotes interditados da vacina CoronaVac

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta quarta-feira (22) que determinou o recolhimento dos 25 lotes da vacina CoronaVac que foram interditados de forma cautelar no início de setembro.

Na nova resolução, a Agência afirma que a decisão foi tomada após a constatação de que os dados apresentados pelo laboratório não comprovam a realização do envase em condições satisfatórias de boas práticas de fabricação.

A vacina é produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. No dia 14 deste mês, o Instituto anunciou que os lotes seriam substituídos por vacinas prontas.

O g1 entrou em contato com o Instituto e aguarda retorno.

Ao todo, a Anvisa havia interditado 12,1 milhões de doses que foram produzidas pela Sinovac, na China, em uma fábrica não inspecionada e aprovada pela Agência.

Desse total, o estado de São Paulo aplicou 4 milhões de doses. O número corresponde a cerca de 19% de 21 milhões de doses da CoronaVac aplicadas no estado ao longo de toda a campanha de vacinação contra a Covid-19.

O governo de SP defende a segurança e eficácia do imunizante e afirma que o estado não registrou nenhuma intercorrência com as vacinas da CoronaVac aplicadas de lotes que foram suspensos.

Motorista envolvido em acidente com caminhão tanque passa por cirurgia

Passou por cirurgia essa noite no Hospital da Restauração o motorista do caminhão tanque que explodiu próximo à área urbana de Sertânia.

Elvandro Bernardes de Souza, 35 anos, conhecido em São José Egito por José Silva, o Rato, precisou fazer o procedimento,  indicado para casos dessa natureza.

Esta cirurgia é chamada de debridamento, feita sob anestesia e no centro cirúrgico. Entre esses procedimentos as queimaduras são tratadas com curativos específicos e analgésicos.

Ele era o motorista do caminhão de combustível que explodiu essa manhã, na PE 265, na chegada ao município. O caminhão pertence a Cayo Jefferson, da rede de postos Petrovia Trevo, em Itapetim e São José do Egito . Cayo e a esposa do motorista estão em Recife.

Um vídeo nas redes sociais mostrou pessoas tentando apagar o fogo com auxílio de um carro pipa.  O fogo foi controlado pelo departamento de defesa Civil de Sertânia.

O Corpo de Bombeiros esteve no local, mas as chamas já tinham sido controladas. A Guarda Municipal isolou o local até o resfriamento da caatinga atingida e para a proteção dos curiosos e transeuntes.

Após a explosão,  a distância era possível ver a nuvem de fumaça. O episódio ocorreu na entrada para Sertânia, próximo ao Cruzeiro do “Gogo da Gata”, como é conhecido.

Portugal não aceita certificado de vacinação do Brasil, diz embaixador

O embaixador de Portugal no Brasil, Luís Faro Ramos, publicou um vídeo nas redes sociais para esclarecer que o governo português ainda não aceita o certificado de vacinação contra Covid-19 emitido pelo governo brasileiro.

Segundo o embaixador, todos os brasileiros que desejarem entrar em Portugal ainda necessitam apresentar teste PCR negativo que tenha sido realizado ao menos 72 horas antes do embarque ou teste de antígeno que tenha sido realizado com no mínimo 48 horas de antecedência ao voo.

A regra foi estabelecida em 1º de setembro, quando o país europeu anunciou a abertura a brasileiros em viagens não essenciais.

“No passado fim de semana, surgiram algumas notícias dizendo que Portugal reconhecia o certificado de vacinação covid emitido pelas autoridades brasileiras. Essas notícias não são totalmente corretas”, disse Ramos nesta terça (21).

No sábado (18), um comunicado à imprensa do governo português informou que “passam a ser reconhecidos, em condições de reciprocidade e desde que cumpram determinados requisitos, os certificados de vacinação e de recuperação emitidos por países terceiros”.

De acordo com o embaixador, Brasil e Portugal ainda não fecharam um acordo de reciprocidade para reconhecimento mútuo de seus certificados de vacinação.

“Quando as negociações, que se estão a se desenvolver, entre as autoridades de saúde respectivas chegaram a um bom termo, então aí sim será possível reconhecer os certificados de vacinação”, disse Ramos.

Mesmo que o certificado passe a ser aceito, o brasileiro que quiser entrar em Portugal sem apresentar teste negativo para Covid-19 só poderá fazê-lo se tiver tomado alguma das vacinas autorizadas pela Agência Europeia do Medicamento (EMA). São elas: Janssen, AstraZeneca, Moderna e Pfizer.

Jovem é assassinado a facadas dentro do Metrô do Recife nesta terça-feira 21

Um jovem foi assassinado a facadas nesta terça-feira (21), por volta do meio-dia, dentro de um trem da Linha Sul do Metrô do Recife.

As primeiras informações dão conta de um desentendimento entre vítima, Bruno Henrique dos Santos, e suspeito, que ja eram conhecidos e trabalhavam nas dependências do metrô.

O crime ocorreu quando o trem em que ambos estavam se encontrava entre as estações Imbiribeira e Antônio Falcão, na direção Centro-Sul.

Por meio de nota, a Polícia Civil de Pernambuco informou que Bruno Henrique tinha 22 anos. Agredido com uma arma branca, o jovem morreu no local.

“Segundo a testemunha, o autor, parcialmente qualificado, era conhecido da vítima e, no dia anterior, teriam discutido. Ambos trabalhavam como comerciantes no local. A investigação foi iniciada e segue até a conclusão do inquérito policial”, diz o texto.

De acordo com a a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), o trem ficou parado na Estação Antônio Falcão aguardando a chegada do Instituto de Medicina Legal (IML) para a retirada do corpo.

Por causa dessa paralisação, a Linha Sul operou em via singela, quando somente uma linha é utilizada pelos trens nos dois sentidos, até as 15h, quando a operação retornou à normalidade. 

Mãe da vítima, Lucicleide dos Santos, de 40 anos, aguardava a liberação do corpo no IML, no bairro de Santo Amaro, região central do Recife. Bastante abalada, ela relatou que o filho era um “menino muito justo e não aceitava ser acusado de algo que não tenha feito”.

“Bruno era justo. Ele se defendia. Ele foi acusado de roubar um celular, e, por isso, teve a discussão. Mas ele não roubou e rebateu, não aceitou ser acusado injustamente. E hoje aconteceu isso. Armaram para matar meu filho”, contou à equipe da Folha de Pernambuco.

“Fico triste porque ele era muito carinhoso e do bem. Vou sentir muita falta dele. Ele se relacionava muito bem com as pessoas que também trabalhavam como ambulantes no metrô. Espero que a justiça seja feita, mesmo sabendo que ela não vai resolver o principal, que é trazer meu filho de volta à vida”, emendou.

Um comerciante do entorno da Estação Antônio Falcão, que optou por não se identificar, contou que, assim que o trem vinha chegando na estação, já havia uma movimentação diferente, com muita gritaria. “O trem já vinha chegando com as portas abertas, e o pessoal já estava gritando muito. Quando o trem parou, foi uma correria imensa, tanto lá dentro quanto aqui fora” disse.

Terremoto atinge a Austrália e é sentido em Melbourne

Um terremoto de magnitude 5,8 atingiu a Austrália na manhã desta quarta-feira (22, horário local, noite de terça no Brasil). O tremor foi sentido claramente em Melbourne, no estado de Victoria.

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), o epicentro foi a 38 km ao sul do Monte Buller, a 10 km de profundidade.

De acordo com a dra. Januka Attanayake, líder de pesquisa da unidade de Ciências da Terra de Sismologia de Terremoto da Universidade de Melbourne, ouvida pelo jornal britânico “The Guardian”, se as estimativas preliminares estiverem corretas, esse terá sido provavelmente o maior terremoto em Melbourne nos últimos 175 a 200 anos.

Em redes sociais, há relatos de pessoas que sentiram o abalo e deixaram suas casas e locais de trabalho, assustadas.

Um restaurante teve grande parte de sua fachada destruída, mas não há informações sobre mais danos sérios ou feridos.

Afogados: Prefeitura abre inscrições para oficinas de danças populares

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira está abrindo inscrições para oficinas de danças populares direcionadas a crianças e adolescentes entre 9 e 16 anos de idade.

Tendo em vista a faixa etária do público, a Secretaria de Cultura e Esportes informa que é necessário estar acompanhado dos pais ou responsáveis legais no ato da inscrição.

As inscrições podem ser feitas até o próximo dia 30 de Setembro, no centro desportivo municipal.

As oficinas acontecerão de 04 à 07 de Outubro, em local a ser informado no ato da inscrição.

Maiores informações podem ser obtidas pelo WhatsApp – (87) 9 9978 1444

Informamos ainda que a foto em anexo é meramente ilustrativa, de uma outra oficina realizada pela Prefeitura de Afogados em 2017, portanto, antes da pandemia.

Afiliada da Globo em SC é invadida por assaltantes com máscaras de palhaço

A sede da NSC TV, afiliada da Rede Globo em Santa Catarina, foi invadida por criminosos mascarados na madrugada de hoje, em Florianópolis. Os suspeitos entraram no prédio, onde também funcionam jornais e rádios do Grupo NSC Comunicação, por volta das 3h da manhã e levaram seis televisores utilizados nas redações da empresa.

De acordo com Romí de Liz, Head de Comunicação e Programação da NSC TV, no momento da ação não havia funcionários trabalhando no local. A invasão só foi notada no início da manhã, quando os primeiros profissionais chegaram para trabalhar no jornal Bom Dia Santa Catarina. A sede da NSC não tem histórico de roubos, e o evento ocorrido hoje é tido como um caso pontual. Segundo a emissora, não foi possível identificar de que forma os criminosos conseguiram acessar o prédio, o que se sabe é que a invasão ocorreu por uma entrada lateral do edifício.

Imagens do circuito interno de câmeras da emissora registraram a ação e, conforme mostram registros que circularam nas redes sociais, os assaltantes usavam capuz e máscaras de palhaços. Ainda segundo a NSC, um boletim de ocorrência foi registrado na PM (Polícia Militar) e já foi providenciado reforço na segurança das instalações da empresa.

Homem mata atendente de loja que pediu para ele pôr máscara, na Alemanha

Um funcionário de uma loja de conveniências foi assassinado por um cliente que se recusou a utilizar a máscara facial na Alemanha. O crime ocorreu em um posto de gasolina localizado na cidade de Idar-Oberstein, na noite do último sábado (18).

O suspeito é um alemão de 49 anos, que não teve o nome informado pela polícia. Ele entrou na loja de conveniências sem máscara e comprava seis cervejas. O atendente, de 20 anos, pediu para que o cliente colocasse a máscara, mas ele se recusou e não quis devolver os produtos, conforme detalha o site Bild.

O homem saiu do estabelecimento e voltou armado, 1h30 depois. Segundo o promotor público Kai Fuhrmann, que conversou com o Bild, ele teria atirado na cabeça do funcionário, pela frente.

O homem foi preso no dia seguinte pela polícia alemã. Fuhrmann contou que ele admitiu ter ficado alterado com o pedido do atendente e resolveu pegar sua arma e retornar à loja. O homem voltou ao estabelecimento, novamente sem máscara, para provocar uma reação do caixa. Assim que o jovem o advertiu, ele atirou, segundo o depoimento cedido à polícia. Os policiais encontraram a arma do crime no apartamento do suspeito.

Ministro Marcelo Queiroga testa positivo para Covid-19

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testou positivo para Covid-19. Ele vai ficar em quarentena por 14 dias em Nova York, em isolamento, e não volta por enquanto ao Brasil.

O ministro está em Nova York, onde acompanhou a comitiva do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que participou da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas nesta terça-feira (21).

Ele informou que está bem.

Ele esteve hoje na Assembleia-Geral da ONU, mas informou que esteve de máscara durante todo o tempo. Devido ao de Covid-19, já existe uma decisão da diplomacia brasileira de suspender a presença de todos os diplomatas brasileiros de todas as reuniões da ONU até sexta-feira.

No sábado, conforme a CNN informou, um enviado para preparar viagem de Bolsonaro à ONU testou positivo para Covid-19. O diplomata é o que na linguagem da diplomacia chama-se “Ascav”, sigla para Alto Escalão Avançado, os funcionários que ficam responsáveis por organizar com antecedência as visitas presidenciais.

Lewandowski determina que vacinação de adolescentes deve ser decidida por estados e municípios

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski determinou nesta terça (21) que cabe a estados, municípios e Distrito Federal a decisão de promover a imunização de adolescentes maiores de 12 anos, desde que observadas as recomendações dos fabricantes das vacinas, da Anvisa e de autoridades médicas.

A decisão ocorre no âmbito de Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental apresentada por PC do B, PSOL, PT, PSB e Cidadania, que questionaram a decisão do Ministério de Saúde de suspender a vacinação de jovens entre 12 e 17 anos sem comorbidades.

Na semana passada, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, chegou a dizer expressamente que mães não deveriam levar “suas crianças” para vacinar “sem autorização da Anvisa” —embora a Agência Nacional de Vigilância Sanitária tenha mantido a orientação de uso da Pfizer em adolescentes.

O ministro Ricardo Lewandowski afirma que a decisão da pasta não foi amparada por evidências acadêmicas ou critérios científicos e técnicos estabelecidos por organizações reconhecidas.

O ministro ainda destaca, com palavras em negrito, que a corte já demonstrou que a campanha de vacinação no país deve se guiar por evidências científicas e análises estratégicas pertinentes.

Ministro chama senadora de ‘descontrolada’, gera tumulto e se torna investigado pela CPI

O ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, chamou a senadora Simone Tebet (MDB-MS) de “descontrolada” durante reunião da CPI da Covid nesta terça-feira (21). A fala de Rosário gerou tumulto entre os senadores, e o ministro deixou a sessão.

Logo depois, a pedido do presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), o relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL), converteu a condição do ministro de testemunha para a de investigado.

Wagner Rosário fez a declaração após Tebet ter criticado a atitude do ministro em relação ao presidente Jair Bolsonaro e ao processo de aquisição pelo governo federal da vacina Covaxin.

A senadora afirmou que a CGU “não foi criada para ser órgão de defesa de ninguém”, sugerindo que Rosário atua para atender aos interesses do presidente Jair Bolsonaro.

“Temos um controlador que passa pano, deixa as coisas acontecerem”, afirmou Simone Tebet.
Segundo a senadora, o ministro não pode se comportar como “advogado do governo”

Tebet disse ainda que foram usados documentos falsos no contrato para a aquisição da Covaxin, não detectados, segundo ela, pela CGU.

De acordo com a senadora, das três versões de “invoice” (nota fiscal de importação) que teriam sido elaboradas, somente a primeira era verdadeira – o documento cobrava um pagamento antecipado de US$ 45 milhões, o que não estava previsto em contrato, com benefício para uma empresa localizada em Singapura. A CPI apura se esse dinheiro seria desviado do contrato.

Dose de reforço da Janssen aumenta a proteção para Covid-19 moderada a grave em 94%, diz fabricante

A Janssen, braço de vacinas da Johnson & Johnson, disse nesta terça-feira que uma segunda dose de seu imunizante administrada cerca de dois meses após a primeira, aumentou a eficácia em 94% contra as formas moderadas a graves da doença nos Estados Unidos. Isso se compara a 70% de proteção com uma única dose.

Os dados vão ajudar a empresa a defender a dose de reforço junto aos órgãos reguladores dos EUA, mesmo com a empresa enfatizando a durabilidade da vacina de injeção única como uma ferramenta para controlar a pandemia.

O presidente Joe Biden está pressionando por doses de reforço em face do aumento de hospitalizações causadas pela variante Delta. A J&J, a única farmacêutica com uma vacina de dose única aprovada nos Estados Unidos, tem estado sob pressão para produzir evidências sobre a eficácia de uma dose adicional.

A empresa agora “gerou evidências de que uma injeção de reforço aumenta ainda mais a proteção contra Covid-19”, disse o diretor científico Paul Stoffels em um comunicado.

A J&J disse que um reforço administrado dois meses após a primeira dose aumentou os níveis de anticorpos de quatro a seis vezes. Quando administrado seis meses após a primeira dose, os níveis de anticorpos aumentaram doze vezes, conforme dados divulgados no mês passado, sugerindo uma grande melhora na proteção com o intervalo mais longo entre as doses.

Os efeitos colaterais com duas doses foram comparáveis aos observados em estudos com a vacina de dose única. Os dados ainda não foram revisados por pares, mas serão submetidos para publicação nos próximos meses.

Até o momento, apenas a Pfizer/BioNTech apresentou dados suficientes para que os reguladores dos Estados Unidos avaliem se as doses de reforços serão aplicadas.

A J&J disse que enviou dados a FDA, agência reguladora semelhante à Anvisa no Brasil, e planeja submetê-los a outros órgãos reguladores, à Organização Mundial da Saúde (OMS) e outros grupos consultivos de vacinas em todo o mundo para informar sua tomada de decisão.

O ensaio de Fase III de duas doses com até 30 mil participantes testou a eficácia de uma segunda dose administrada 56 dias após a primeira em adultos com 18 anos ou mais.

Embora o estudo tenha descoberto que duas doses da Janssen foram 94% eficaz nos Estados Unidos na prevenção de doenças moderadas a graves, houve apenas um caso no grupo da vacina e 14 no grupo do placebo, resultando em um amplo intervalo de confiança e gerando perguntas sobre a certeza do resultado.

O estudo teve um curto período de acompanhamento de cerca de 36 dias, mas descobriu que uma segunda dose foi bem tolerada, segundo a fabricante.

A empresa também disse que as evidências de um estudo com quase 400 mil pessoas nos Estados Unidos que receberam a injeção da Janssen mostraram que a vacina foi 79% eficaz na prevenção de infecções e 81% na prevenção de hospitalizações, em comparação com 1,52 milhões de pessoas com perfis semelhantes que não foram vacinadas.

A fabricante disse que não houve indício de redução da eficácia ao longo da duração do estudo de março ao final de julho, um período que incluiu o impacto da variante Delta.

A eficácia da vacina no estudo no mundo real variou com a idade. Para aqueles com menos de 60 anos, a vacina foi 86% eficaz na prevenção de hospitalização contra 78% para aqueles com 60 anos ou mais.

Os órgãos reguladores dos EUA podem autorizar uma injeção de reforço da vacina Pfizer/BioNTech contra a Covid-19 para idosos e alguns americanos de alto risco no início ainda esta semana e a tempo de o governo implementá-la até sexta-feira.

Espera-se que a FDA dê o aval para a terceira dose para pelo menos este grupo prioritário antes da reunião dos conselheiros do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) na quarta-feira. O painel do CDC discutirá recomendações mais precisas sobre como administrar as injeções.

Na sexta-feira passada, um comitê consultivo da FDA votou para recomendar a autorização de emergência de injeções adicionais da Pfizer para americanos com 65 anos ou mais e aqueles com alto risco de doenças graves. As vacinações iniciais da Pfizer consistiam em duas doses.

O painel decidiu não recomendar uma aprovação mais ampla, citando a falta de evidências para apoiar o uso. Eles queriam mais dados de segurança, especialmente sobre os riscos de inflamação cardíaca em pessoas mais jovens após a vacinação.

O presidente Joe Biden tem pressionado por injeções adicionais em face do aumento de hospitalizações e mortes causadas pela variante Delta, altamente contagiosa, principalmente entre os não vacinados, e o aumento de casos de infecções invasivas entre americanos totalmente vacinados.

A FDA não é obrigada a seguir as recomendações do painel, mas geralmente o faz. A implementação de reforços pode começar assim que a FDA autorizar as injeções e o chefe do CDC assinar sobre como elas serão administradas.

A FDA pode, mais tarde, ampliar o acesso às doses de reforço. Os principais membros do órgão estão divididos quanto à necessidade dos reforços, com o apoio da diretora interina Janet Woodcock e alguns dos principais cientistas da agência argumentando que ainda não são necessários.

Woodcock disse no podcast do ex-funcionário do governo Biden, Andy Slavitt, na segunda-feira, que os reforços podem ser uma ferramenta importante para conter a pandemia nos Estados Unidos, reduzindo a transmissão.

”Se as pessoas estão adquirindo o vírus e o transmitindo, você quer parar com isso o máximo possível. É claro que estamos usando medidas de mitigação como o uso de máscaras e assim por diante, mas a vacinação é importante” disse ela.

Apesar do limitado alcance da autorização proposta, a recomendação do painel cobriria a maioria dos americanos que recebeu as vacinas nos estágios iniciais da campanha de vacinação dos EUA e cuja imunidade pode estar diminuindo.

Norman Baylor, executivo-chefe da Biologics Consulting e ex-diretor do Escritório de Pesquisa e Revisão de Vacinas da FDA, disse que a decisão dá ao órgão mais tempo para entender quais dados são necessários para aprovar amplamente as doses de reforço. “Isso dá a eles algum espaço”, disse Baylor.

Autoridades de saúde sinalizaram que esperam que os reforços sejam recomendados para uma ampla faixa da população, mas aconselharam os americanos a não buscarem doses de reforço até que tenham o consentimento da FDA.

O principal conselheiro médico de Biden, Anthony Fauci, disse à CNN no domingo que os dados necessários para determinar a conveniência de vacinas de reforço das vacinas Moderna e Johnson & Johnson estão a caminho. 

Alguns países, incluindo Israel e os da Grã-Bretanha, já iniciaram campanhas de reforço. Os Estados Unidos autorizaram injeções extras para pessoas com sistema imunológico comprometido no mês passado e cerca de 2 milhões de pessoas já haviam recebido uma terceira injeção, de acordo com o CDC.

“Estou vivo, embora alguns me quisessem morto”, brinca o papa

O papa Francisco brincou com um grupo de jesuítas sobre os boatos a respeito de seu estado de saúde, após a operação do cólon a que foi submetido em julho, e com um tom divertido afirmou: “Estou vivo, embora alguns me quisessem morto”.

O pontífice argentino, de 84 anos, pronunciou as palavras durante uma reunião a portas fechadas com os jesuítas da Eslováquia durante sua recente viagem ao país, informa a edição desta terça-feira (21) da revista desta congregação, a “Civiltá Cattolica”.

“Ainda estou vivo, embora alguns me quisessem morto. Sei que houve, inclusive, reuniões entre prelados, que pensavam que o papa estava em condição mais grave do que dizia. Preparavam o conclave. Paciência! Graças a Deus, estou bem”, disse ele aos 53 eslovacos que integram a congregação.

Em 4 de julho passado, Francisco foi submetido à primeira cirurgia importante desde que foi eleito pontífice em 2013. Já programada, a operação foi realizada com anestesia geral para extirpar uma parte do cólon. O líder da Igreja Católica permaneceu 11 dias internado no Hospital Gemelli, em Roma.

“A operação foi uma decisão que não queria tomar: foi um enfermeiro que me convenceu. Às vezes, os enfermeiros compreendem a situação de maneira melhor que os médicos, porque estão em contato direto com os pacientes”, afirmou.

O papa respondeu a várias questões relacionadas aos problemas e às divisões dentro da Igreja Católica, assim como aos ataques que recebe de setores ultraconservadores por suas aberturas aos fenômenos da sociedade moderna.

“Há uma grande rede de televisão católica que fala continuamente mal do papa sem problema algum. Pode ser que eu mereça, pessoalmente, os ataques e insultos, porque sou um pecador, mas a Igreja não merece isto: é obra do diabo. Inclusive já disse a alguns deles”, afirmou.

“Também há clérigos que fazem comentários desagradáveis sobre mim. Às vezes, perco a paciência, especialmente quando emitem julgamento sem entrar em um diálogo verdadeiro. Aí não posso fazer nada. Da minha parte, sigo adiante, sem entrar em seu mundo de ideias e fantasias”, confessou.

Durante a conversa, Francisco também falou sobre as críticas a seu pontificado por concentrar a atenção nos temas sociais. 

“Alguns me acusam de não falar da santidade. Dizem que falo sempre da questão social e que sou um comunista. E, no entanto, escrevi uma Exortação Apostólica completa sobre a santidade”, afirmou, em tom mais sério.

Durante o encontro, o papa também explicou as razões que o levaram a limitar a missa em latim, defendida pelos tradicionalistas.

“Minha decisão é fruto de uma consulta com todos os bispos do mundo feita no ano passado. A partir de agora, quem deseja celebrar com o ‘vetus ordo’ deve pedir permissão a Roma, como acontece com o birritualismo”, declarou.

Eu sigo adiante, não porque desejo fazer a revolução. Faço o que sinto que devo fazer. É necessário ter muita paciência, oração e caridade”, concluiu.

Lava de vulcão nas Canárias pode gerar gases tóxicos se chegar ao mar

As colunas de lava do vulcão Cumbre Vieja continuam engolindo tudo o que encontram em seu caminho, na lenta descida para a costa das Ilhas Canárias, na Espanha, e agora geram preocupações pela possível emissão de gases tóxicos quando atingir o Oceano Atlântico.

O encontro do magma ardente com o mar pode gerar explosões, ondas de água fervente e até nuvens tóxicas, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

“As nuvens criadas pela interação entre a água do mar e a lava são ácidas”, explica Patrick Allard, diretor de pesquisa do instituto francês de Geofísica do Globo, em Paris, à agência de notícias France Presse.

Esse “encontro” estava inicialmente previsto para a noite de segunda-feira (20), mas ainda não ocorreu devido ao avanço mais lento da lava na ilha de La Palma, no arquipélago em frente à costa da África.

O magma está a cerca de 2 km do mar e avança por volta dos 200 metros por hora, mas autoridades agora evitam fazer uma nova previsão de quando as colunas de lava podem atingir a água.

O Cumbre Vieja entrou em erupção no domingo (18) e registrou a sua nona fissura eruptiva na noite desta segunda, após um novo terremoto, o que obrigou a remoção de mais 500 pessoas e elevou para 6 mil os deslocados.

Sua erupção pode durar “várias semanas ou alguns meses”, segundo o Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias (Involcan), e o vulcão está expelindo colunas de fumaça que alcançam centenas de metros de altura e entre 8 mil e 10,5 mil toneladas de dióxido de enxofre por dia.

O governo regional das Canárias decretou um “raio de exclusão de 2 milhas náuticas” (cerca de 3,7 km) ao redor de onde os fluxos de lava devem chegar, pedindo aos curiosos que não se desloquem à área.

O presidente da região, Ángel Víctor Torres, afirma que a “lava avança implacavelmente para o mar”, destruindo casas, e se disse “impotente” porque ela “continuará levando outras casas em seu trajeto até o mar”.

Até o momento, a erupção do Cumbre Vieja destruiu 166 construções e atingiu 103 hectares da ilha, segundo o sistema europeu de observação espacial Copernicus.

Apesar da destruição, nenhuma morte foi registrada até o momento e o espaço aéreo permanece aberto. Há 48 voos programados para hoje no aeroporto da ilha.

O surgimento de uma nova fissura eruptiva na noite da segunda (a nona desde domingo) obrigou a remoção de mais 500 pessoas em El Paso, elevando o total de deslocados para 6 mil. A ilha de La Palma tem quase 85 mil habitantes.

O casal Israel Castro Hernández e Yurena Torres Abreu testemunhou sua casa ser destruída pela erupção — a primeira desde 1971 — e ainda não conseguiu assimilar o que aconteceu.

“Continuamos olhando para lá e não conseguimos acreditar. Ainda pensamos que nossa casa está debaixo desse vulcão”, contou Abreu emocionada. “Não há o que fazer. É a natureza”.