Arquivo da tag: Alexandre Rafael

Governo anuncia que cerca de 50 pessoas da comitiva de Bolsonaro estão isoladas

O secretário de Comunicação da Presidência da Repúbica, André Costa, anunciou na tarde desta tarde que cerca de 50 pessoas da comitiva do presidente Jair Bolsonaro que esteve nos Estados Unidos estão isolados, cumprindo a quarentena, após a divulgação da infecção do ministro Marcelo Queiroga com o vírus da Covid-19.

Costa afirmou que Bolsonaro está assintomático e que seguirá no Palácio do Alvorada até o período de cinco dias após o último contato com Queiroga, que se deu ontem, terça-feira. Esse regramento, previsto no guia do Ministério da Saúde epidemiológico para o vírus, valerá para todos os outros.

“O presidente encontra-se no Alvorada, totalmente assintomático, e seguirá essas orientações”, disse André Costa.

Pelas contas do ministério, esse prazo vence no sábado. Nesse dia, que será o quinto do contato, todos farão exames e se der negativo estarão liberados do isolamento, mas seguirão com acompanhamento médico até que seja completado os 14 dias necessários para o tratamento.
Além de ministros e assessores, a comitiva era composta pelo chamado escalão avançado, que são servidores, seguranças e diplomatas que viajam com antecedência e preparam toda a logística da viagem.

Segundo as recomendações do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos Estados Unidos, quem está totalmente vacinado e teve contato com infectado — a menos de 2 metros e por pelo menos 15 minutos — só precisam fazer isolamento se apresentarem sintomas. Mesmo assim, essas pessoas devem realizar um teste entre três e cinco dias após a exposição ainda que tenham usado máscara corretamente nos 14 dias anteriores.

Senado aprova em 2º turno PEC da reforma eleitoral e exclui a volta das coligações

O Senado aprovou nesta quarta-feira (22), em dois turnos, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que trata da reforma eleitoral. O texto foi aprovado por 70 votos a 3, em primeiro turno, e por 66 votos a 3, em segundo turno.

A PEC tem origem na Câmara, onde foi aprovada no mês passado, com a previsão da volta das coligações partidárias nas eleições proporcionais (para escolha de vereadores e deputados).

Serão promulgados pelo Congresso Nacional os pontos aprovados nas duas casas legislativas — não é o caso das coligações, rejeitadas no Senado.

Após a votação, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), destacou a rejeição das coligações durante a análise pelo Senado.

“Havia já essa tendência de fazer prevalecer e permanecer a regra prevista em 2017 naquela minirreforma eleitoral. Portanto, é uma decisão do Senado. Nós nos comprometemos a apreciar essa matéria ainda no mês do setembro, em respeito à Câmara dos Deputados. Era um compromisso que eu tinha com o presidente Arthur Lira. Houve essa apreciação, aprovados alguns institutos que foram lá decididos, e a coligação acabou sendo rejeitada pelo plenário do Senado”, declarou Pacheco.

O senador disse ainda que vai definir a data da promulgação da PEC pelo Congresso “em tempo hábil”.

A formação de coligações permite a união de partidos — muitas vezes sem a mesma ideologia partidária — em um único bloco para a disputa das eleições proporcionais (deputados e vereadores).

O mecanismo favorece os chamados “partidos de aluguel”, que tendem a negociar apoios na base do “toma-lá-dá-cá”. Segundo especialistas, as coligações também possibilitam que candidatos com votação expressiva contribuam para a eleição de integrantes de siglas coligadas que receberam poucos votos.

O trecho que previa o retorno das coligações foi retirado pelos senadores após sugestão da relatora, a senadora Simone Tebet (MDB-MS).

A vedação das coligações, aprovada em 2017 pelo Congresso, passou a valer somente em 2020, na eleição para vereadores. Portanto, a regra ainda não foi aplicada em eleição de deputados.

A proposta aprovada pelo Senado mantém a mudança na data da posse de governadores e presidente a partir de 2026 e o “peso dois” aos votos dados a mulheres e negros para a Câmara dos Deputados.

O peso dois será usado para o cálculo de distribuição dos fundos partidário e eleitoral às siglas até 2030

Reprovação ao governo Bolsonaro sobe para 53%, aponta pesquisa Ipec; aprovação é de 22%

Pesquisa Ipec divulgada nesta quarta-feira (22) mostra os seguintes percentuais de avaliação do governo do presidente Jair Bolsonaro:

Ótimo/bom: 22%

Regular: 23%

Ruim/péssimo: 53%

Não sabe/não respondeu: 1%

Na pesquisa anterior, feita em junho, o percentual de ótimo/bom era 24%, o de regular, 26%, e o de ruim/péssimo, 49%. O percentual dos que não sabiam/não responderam não se alterou (1%).

A pergunta feita pelo instituto foi “Na sua avaliação, o governo do presidente Jair Bolsonaro está sendo”, com as opções “Ótimo”, “bom”, “regular”, “ruim” ou “péssimo”. Somados, os itens “ótimo” e “bom” correspondem ao percentual de aprovação da administração; e os itens “ruim” e péssimo”, ao de reprovação.

O levantamento do Ipec foi feito de 16 a 20 de setembro e ouviu 2.002 pessoas em 141 municípios. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança, de 95%.

O Ipec foi criado por ex-executivos do Ibope Inteligência após o seu encerramento. O novo instituto de pesquisa atua na área de consultoria e inteligência em pesquisas de mercado, opinião pública e política.

Ipec: Lula aparece na liderança nos dois cenários e corrida eleitoral para Presidência permanece estável

Pesquisa Ipec divulgada nesta quarta-feira (22) mostra o ex-presidente Lula (PT) mais de 20 pontos percentuais à frente do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na corrida para a Presidência da República em 2022. Em ambos os cenários, Lula tem mais intenções de voto do que todos os outros possíveis candidatos somados. Veja os números abaixo.

Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 48%

Jair Bolsonaro (sem partido): 23%

Ciro Gomes (PDT): 8%

João Doria (PSDB): 3%

Luiz Henrique Mandetta (DEM): 3%

Brancos / Nulos: 10%

Não sabem / Não responderam: 4%

Em relação à pesquisa anterior, de junho, Lula mantém 11 pontos percentuais a mais do que a soma de todos os seus possíveis adversários, o que o levaria a vencer no 1º turno se as eleições fossem hoje.

Lula: 45%

Bolsonaro: 22%

Ciro Gomes: 6%

Sergio Moro: 5%

Datena: 3%

João Doria: 2%

Mandetta: 1%

Rodrigo Pacheco: 1%

Alessandro Vieira: 0%

Simone Tebet: 0%

Brancos/nulos: 9%

Não sabe/não respondeu: 5%

Neste cenário, Lula estaria no limite da margem de erro para vencer já no 1º turno se as eleições fossem hoje.

O levantamento do Ipec foi feito de 16 a 20 de setembro e ouviu 2.002 pessoas em 141 municípios. A margem de erro é de 2 pontos para mais e para menos. O nível de confiança é de 95%.

O Ipec foi criado por ex-executivos do Ibope Inteligência após o seu encerramento. O novo instituto de pesquisa atua na área de consultoria e inteligência em pesquisas de mercado, opinião pública e política.

Desta vez, além do cenário com os cinco nomes dispostos em junho (Lula, Bolsonaro, Ciro, Doria e Mandetta), um novo, com outros cinco nomes, também foi pesquisado.

Ministério da Saúde recua e volta a liberar vacinação de adolescentes contra a Covid-19

O Ministério da Saúde recuou e voltou a liberar a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos, mesmo os sem comorbidades, contra a Covid-19. A imunização na faixa etária foi retomada um semana após o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, criticar campanha antecipada dos estados e falar que existem “eventos adversos a serem investigados”.

“Os benefícios da vacinação são maiores do que os eventuais riscos dos eventos adversos da sua aplicação”, informou a pasta nesta quarta-feira (22). “Comparando tudo o que foi aplicado, mesmo com esses supostos erros de imunização, é um percentual muito baixo (…) então, hoje o ministério não suspende mais de forma cautelar a imunização em adolescentes sem comorbidades”.

O ministério disse que, apesar da retomada, os grupos vulneráveis devem ser priorizados: “não só o grupo com comorbidades, mas a população que precisa de reforço e o encurtamento de prazo”. Segundo a secretária de Enfrentamento à Covid-19, Rosana Leite Melo, todos os brasileiros devem ser imunizados até o final de 2021, mas o Plano Nacional de Imunizações (PNI) precisa ser respeitado pelos estados e municípios.

O anúncio ocorre após um Comitê formado por representantes do ministério, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) confirmar que a morte de uma jovem de 16 anos de São Bernardo do Campo, ABC Paulista, não está relacionada com a vacinação contra o coronavírus.

A Anvisa participou de uma reunião do Comitê Interinstitucional de Farmacovigilância de Vacinas e outros Imunobiológicos (CIFAVI) na manhã da terça-feira (21), em que os especialistas detalharam o caso. O processo foi validado e o diagnóstico referendado pelos membros da CIFAVI.

“O processo investigativo foi validado pelos membros do CIFAVI e o diagnóstico referendado. (…) A causalidade foi classificada como coincidente, ou seja, descartou-se a possibilidade de o óbito ter sido relacionado à administração da vacina”, afirmou a Anvisa em nota.

O diagnóstico referendado pela CIFAVI concluiu que a jovem não apresentou qualquer doença cardiológica e sua morte foi causada por um quadro clínico característico de Púrpura Trombótica Trombocitopênica (PTT), uma doença autoimune.

Anteriormente, no dia 17 de setembro, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo já havia concluído que a morte da jovem decorreu da PTT.

Na ocasião, a Secretaria afirmou que se tratava de “uma doença autoimune, rara e grave, normalmente sem uma causa conhecida capaz de desencadeá-la, e não há como atribuir relação causal entre PTT e a vacina contra COVID-19 de RNA mensageiro, como é o caso da Pfizer”, afirmou a secretaria.

Afogados: prefeitura entrega certificados de cursos de qualificação profissional

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira entregou na noite desta Terça (21) os certificados de qualificação profissional aos participantes dos cursos de mecânica de automóveis (sistema de carga e partida) e de manutenção e mecânica de motocicletas.

Os cursos foram realizados em parceria com o SEBRAE e SENAI e fazem parte do calendário de cursos de qualificação ofertados pela Prefeitura de Afogados, por intermédio da Secretaria Municipal de Administração, desenvolvimento econômico e turismo. 

A entrega aconteceu no auditório do colégio normal, e contou com a participação do Prefeito Alessandro Palmeira, vereador César Tenório, do Secretário de Administração, Ney Quidute, e do vice-prefeito, Daniel Valadares.

“Nesse momento de tantas dificuldades, de crises diversas, é fundamental nos qualificarmos, buscamos aprender um ofício, buscarmos aperfeiçoar aquilo que já fazemos, para que possamos ocupar nossos espaços no mercado de trabalho tão competitivo. E Iremos, ainda nesse segundo semestre, realizar mais de dez cursos em diversas as áreas”, destacou o Prefeito Alessandro Palmeira. 

O Secretário de Administração, Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ney Quidute, informou que em breve será anunciado os novos cursos. “Fiquem atentos e atentas que em breve estaremos anunciando a abertura de novos cursos em Afogados, seguindo a determinação do Prefeito Alessandro Palmeira.”

Afogados: dose de reforço começa a ser aplicada em pacientes imunossuprimidos e pessoas com mais de 85 anos

A Prefeitura de Afogados deu início à aplicação da terceira dose de vacina contra a COVID-19 – dose de reforço, em idosos acima de 85 anos que tomaram a última dose da vacina há seis meses. A vacina nesse público será aplicada em domicílio, não sendo necessário o agendamento.

O outro público elegível para receber a dose de reforço são as pessoas imunodeprimidas (imunidade baixa). Nesse grupo, os pacientes com hemodiálise e portadores de HIV não precisam fazer agendamento. A vacina de quem faz hemodiálise irá acontecer no momento do transporte dos pacientes para Arcoverde. Já os pacientes portadores de HIV receberão a dose de reforço no Centro de Aconselhamento e Testagem (CTA/SAE), próximo à rodoviária.

Os demais deverão procurar a unidade de saúde da família de sua referência para poder pegar a declaração constando que o usuário se enquadra no grupo indicado pelo Ministério da Saúde para receber a dose de reforço. Nesses casos será preciso fazer o agendamento pelo site:

https://www.afogadosdaingazeira.imunizape.com.br

Confira os demais grupos determinados pelo Ministério da Saúde que podem agendar a vacinação com a dose de reforço:

Pacientes que fazem uso de cortticóides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente por tempo igual ou superior a 14 dias;

Pacientes que fazem uso de drogas modificadoras da resposta imune (Metotrexato, Leflunomida, Micofenolato de mofetila, Ciclofosfamida, Azatiprina, Ciclosporina, Tacrolimus, Mercaptopurina);

Biológicos em geral (infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe, Canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, Secukinumabe, ustekinumabe);

Inibidores da JAK (Tofacinibe, baracinibe e Upadacinibe)

Morre motorista envolvido em acidente com caminhão tanque

Faleceu na manhã desta quarta (22) Elvandro Bernardes de Souza, 35 anos, o Rato, motorista do caminhão de combustíveis que capotou e pegou fogo em Sertânia. O acidente ocorreu na manhã desta terça-feira (21), na PE-265, na entrada da cidade. A informação é do Blog do Marcello Patriota.

Elvandro Bernardo foi socorrido para o Hospital Municipal de Sertânia e em seguida foi transferido para o Hospital da Restauração no Recife. 

Ele sofreu queimaduras em 90% do corpo antes de conseguir sair do caminhão em chamas. Um procedimento cirúrgico chamado de debridamento, feita sob anestesia e no centro cirúrgico. Entre esses procedimentos as queimaduras são tratadas com curativos específicos e analgésicos.

Rato, como era conhecido, trabalhava na rede de ‘Postos Entre Amigos’ /Petrovia-Trevo, que possui unidades em Itapetim, Brejinho e São José do Egito. Ele residia no Sítio Ambó, na zona rural de Itapetim. 

Um vídeo nas redes sociais mostrou pessoas tentando apagar o fogo com auxílio de um carro pipa.  O fogo foi controlado pelo departamento de defesa Civil de Sertânia.

O Corpo de Bombeiros esteve no local, mas as chamas já tinham sido controladas. A Guarda Municipal isolou o local até o resfriamento da caatinga atingida e para a proteção dos curiosos e transeuntes.

Após a explosão,  a distância era possível ver a nuvem de fumaça. O episódio ocorreu na entrada para Sertânia, próximo ao Cruzeiro do “Gogo da Gata”, como é conhecido.

Não há informações sobre local e horário do velório e sepultamento. A equipe do Posto Entre Amigos está dando suporte a família.

Tremores de terra são registrados em Moreno e Agrestina

Duas cidades de Pernambuco registraram tremores de terra, nessa terça-feira (21), segundo o Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis/UFRN). 

Na madrugada, a terra tremeu em Moreno, na Região Metropolitana do Recife (RMR). Segundo o laboratório, o evento sísmico foi notificado à 0h27 e teve magnitude preliminar calculada em 1.7 mR.

Já no início da tarde, às 13h04, o segundo tremor foi registrado em Agrestina, no Agreste de Pernambuco. A magnitude preliminar foi também de 1.7 mR. 

Com esse novo tremor, Agrestina chega a quatro registrados apenas este mês, segundo o LabSis/UFRN. Antes, foram registrados eventos em 9 de setembro (2.3 mR); 10 de setembro (1.7 mR); e 12 de setembro (1.8 mR).

O LabSis/UFRN não recebeu informações sobre moradores que tenham sentido os tremores registrados no Estado na terça-feira.

O laboratório também informou que segue monitorando e divulgando atividades sísmicas em todo o Nordeste do Brasil.

A Escala Richter foi desenvolvida em 1935 pelos sismólogos Charles Francis Richter e Beno Gutenberg, ambos membros do California Institute of Technology (Caltech), que estudavam sismos no Sul da Califórnia, nos Estados Unidos. 

A numeração representa a energia sísmica liberada durante tremores de terra e se baseia em registros sismográficos.

A escala aumenta de forma logarítimica, de maneira que cada ponto de aumento significa um aumento 10 vezes maior. Dessa forma, um sismo de magnitude 4 é 100 vezes maior que um de 2. 

No entanto, é importante salientar que o que aumenta é a amplitude das ondas sismográficas e não a energia liberada. Em termos gerais, a energia de um terremoto aumentaria um fator 33 para cada grau de magnitude, ou aproximadamente 1000 vezes a cada duas unidades.

A escala Richter é uma escala infinita ou aberta, podendo inclusive apresentar números negativos. No entanto, as forças naturais envolvidas limitam o topo da escala em aproximadamente 10. Teoricamente, não existe energia em um terremoto capaz de superar esta marca.

Quarentena de Queiroga deve custar ao menos R$ 30 mil só em diárias em Nova York

A quarentena do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em Nova York, deverá custar ao menos R$ 30 mil apenas em hospedagem. O quarto mais barato no hotel onde ele está hospedado, o Intercontinental Barclay, durante 14 dias, custa ao menos US$ 5.735, de acordo com cotação feita junto ao hotel.

Além das diárias, cujo valor médio é US$ 269 (R$ 1.418) para o quarto comum, o preço inclui taxa de amenidades (US$ 35/dia), café da manhã (US$ 50/dia) e impostos.

O custo pode variar a depender de algumas variáveis: há desconto para clientes com planos de fidelidade e acréscimo caso serviços, como estacionamento, sejam incluídos.

Em um quarto de luxo, o valor total subiria para US$ 6.539 (R$ 34.360). A reportagem não conseguiu confirmar qual categoria de hospedagem foi contratada por Queiroga. O custo foi estimado para uma reserva feita nesta quarta (22), com duração até 6 de outubro, prazo de 14 dias, similar ao que Queiroga deverá permanecer isolado, após o ministro receber diagnóstico de Covid-19, nesta terça (21).

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) viajou para Nova York com vários ministros, que acompanharam o discurso do líder brasileiro na Assembleia-Geral da ONU (Organização das Nações Unidas). A comitiva, sem Queiroga, deixou a cidade na noite de terça e retornou a Brasília.

O ministro esteve em vários eventos ao lado do presidente, como o jantar na segunda (20) que terminou em confusão. Na ocasião, mostrou o dedo do meio a ativistas que protestavam contra o governo.

O hotel fica a três quadras de uma das entradas da ONU e costuma ser usado por chefes de Estado. Bolsonaro se hospedou no mesmo local em 2019, quando discursou pela primeira vez no evento. Além do brasileiro, o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, escolheu o hotel no período em Nova York.

Entre segunda e terça-feira, o Barclay foi completamente isolado pelo serviço secreto dos EUA, e apenas hóspedes, convidados e funcionários podiam passar pela rua da entrada principal, onde foram colocados detectores de metal. Policiais e agentes vigiavam todo o quarteirão, ostensivamente.

Frequentadores do hotel disseram ter ouvido que o presidente dos EUA, Joe Biden, teria se hospedado lá. Funcionários dizem não poder revelar o nome de quem gerou a instalação do aparato de segurança.

Vulcão de La Palma destrói 320 construções e 154 hectares de terra

A erupção do vulcão do parque de Cumbre Vieja, na ilha de La Palma, na Espanha, destruiu 320 construções e 154 hectares de terra, informou, nesta quarta-feira (22) o sistema de monitoramento geoespacial Copernicus.

Na última contagem, o de número de edificações destruídas era 158 e 103 hectares destruídos.

O vulcão entrou em erupção no domingo. Inicialmente, houve uma nuvem de fumaça e cinzas a partir do parque nacional Cumbre Vieja, no sul da ilha. Depois disso, a lava começou a descer.

Antes da erupção, os cientistas registraram uma série de terremotos de magnitude 3,8 no parque nacional, de acordo com o Instituto Geográfico Nacional Espanhol (ING).

De acordo com as autoridades de La Palma, haverá mais destruição nas próximas horas. A lava está fluindo em direção ao mar. O material deveria ter chegado na costa na segunda-feira, mas os rios de lava perderam velocidade.

O encontro pode trazer problemas: podem acontecer explosões, ondas de água fervente e nuvens tóxicas, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

“Nas últimas horas, a velocidade diminui muito, agora a lava está se movendo a 300 metros por hora, talvez até menos, porque chegou a uma região muito plana”, disse o porta-voz do Instituto Vulcânico das Canárias, David Calvo.

Agora, a lava está ganhando altura. Há algumas regiões onde a espessura chega a 15 metros.

A estimativa é que a erupção pode durar entre 24 e 84 dias.

Essa é a primeira erupção desse vulcão desde 1971.

Na ilha, moram 85 mil pessoas. Foram retiradas 6.100 (entre esses, há 400 turistas). Outros 5.700 moradores tiveram que deixar suas casas, mas não deixaram a ilha. Não há relatos de vítimas.

O prefeito de La Palma, Mariano Hernández Zapata, disse que os dias têm sido difíceis: “Escutar os moradores que perderam tudo e os que sabem que vão perder é frustrante”, afirmou ele.

Prevent omitiu Covid como causa das mortes de médico Anthony Wong e da mãe de Luciano Hang, mostram certidões de óbito

A Prevent Senior omitiu no atestado de óbito que o médico Anthony Wong, morto em 15 de janeiro deste ano em São Paulo, faleceu em decorrência de Covid. A operadora de saúde também não informou no documento que Regina Hang, de 82 anos, mãe do empresário Luciano Hang, dono da Havan, morreu em 4 de fevereiro após complicações relacionadas ao coronavírus.

Os prontuários de Wong e Regina aos quais a TV Globo teve acesso, mostra que os dois foram internados no Hospital Sancta Maggiore, da Rede Prevent Senior, e acabaram medicados com o chamado “kit Covid”, série de medicamentos sem comprovação científica na prevenção ou tratamento da doença. A Prevent, por meio de nota, informou que por “limitações éticas e legais não pode fornecer ou confirmar informações de pacientes e de seus parentes”.

Na certidão de óbito de Wong, obtida pela GloboNews, consta que o pediatra morreu de choque séptico, pneumonia, hemorragia digestiva alta e diabetes mellitus, e não faz menção à Covid. Quando Wong morreu, o Sancta Maggiore não informou a causa da morte à imprensa.

No atestado de óbito de Regina Hang, a Prevent também não menciona o coronavírus: disfunção múltipla de órgãos, choque distributivo refratário, insuficiência renal crônica agudizada, pneumonia bacteriana, síndrome metabólica e acidente vascular cerebral isquêmico prévio. O filho, Luciano Hang mesmo disse.

A revista Piauí divulgou nesta terça-feira (21) reportagem para revelar que o pediatra e toxicologista Wong, que era defensor do tratamento precoce contra Covid, foi internado em 17 de novembro de 2020 no hospital após o médico apresentar sintomas de Covid-19 havia oito dias.

“Um exame de PCR feito no hospital confirmou a presença do Sars-CoV-2”, informa trecho do documento das mais de 2 mil páginas do prontuário médico de Wong.

A Piauí destacou que Wong autorizou ser medicado com o “kit covid” da Prevent Senior; e que o médico recebeu outros tratamentos como a inalação de ”heparina e metotrexato venoso” – medicamentos sem eficácia comprovada para Covid. Além disso, o médico também o fez “20 sessões de ozonioterapia retal’’. E vinha “vinha fazendo uso de hidroxicloroquina”.

Wong foi atendido durante a internação pela colega médica Nise Yamaguchi, que, segundo a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, pertence ao chamado “gabinete paralelo” do governo federal.

De acordo com os prontuários, Wong também recebeu a visita Pedro Benedito Batista, diretor-executivo da Prevent. Nesta quarta-feira (22) o executivo se recusou a informar a CPI a causa da morte de Anthony Wong.

A GloboNews revelou na semana passada que a Prevent Senior ocultou mortes de pacientes que participaram de um estudo realizado para testar a eficácia da hidroxicloroquina, associada à azitromicina, para tratar a Covid-19, segundo dossiê ao qual a reportagem teve acessoO diretor da Prevent, Pedro Benedito Batista Júnior, negou nesta quarta-feira, durante a CPI da Covid, que tenha ocultado as mortes.

O prontuário de Regina Hang, mãe de Luciano Hang, dono da empresa varejista Havan, mostra que ela foi medicada com o chamado ”kit covid”, com “azitromicina, hidroxicloroquina e outras medicações.” O Sancta Maggiore também não havia informado a causa da morte da idosa à imprensa à época.

No quinto dia de internação, ainda segundo o prontuário, Regina passou por sessão de ozonioterapia, uma prática que é proibida pelo Conselho Federal de Medicina, exceto em pesquisas experimentais autorizadas pela comissão de ética em pesquisa e em instituições credenciadas.

Segundo a Conep, não havia nenhuma autorização de pesquisa para a Prevent. Regina Hang morreu um mês depois de dar entrada no hospital, no dia 2 de fevereiro.

Neste vídeo gravado pelo empresário Luciano Hang – filho de Regina – ele reafirma que a mãe morreu de Covid e lamenta o fato dela não ter feito um tratamento preventivo, antes de pegar o vírus, o que também não tem eficácia comprovada.

Na certidão de óbito de Regina a Covid não aparece na causa da morte. No documento consta: disfunção múltipla de órgãos, choque distributivo refratário, insuficiência renal crônica agudizada, pneumonia bacteriana, síndrome metabólica e acidente vascular cerebral isquêmico prévio.

O plano de saúde Prevent Senior ocultou outras mortes de pacientes que participaram de um estudo realizado para testar a eficácia da hidroxicloroquina, associada à azitromicina, para tratar a Covid-19, aponta um dossiê ao qual a GloboNews teve acesso.

A pesquisa foi divulgada e enaltecida pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), como exemplo de sucesso do uso da hidroxicloroquina . Ele postou resultados do estudo e não mencionou as mortes de pacientes que tomaram o medicamento.

A CPI da Covid recebeu um dossiê com uma série de denúncias de irregularidades, elaborado por médicos e ex-médicos da Prevent. O documento informa que a disseminação da cloroquina e outras medicações foi resultado de um acordo entre o governo Bolsonaro e a Prevent. Segundo o dossiê, o estudo foi um desdobramento do acordo.

CPI: diretor da Prevent confirma modificação em código de diagnóstico da Covid; senadores falam em crime

O diretor-executivo da Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Junior, confirmou que a operadora orientou médicos a modificarem, após algumas semanas de internação, o código de diagnóstico (CID) dos pacientes que deram entrada com Covid-19.

A mensagem que determinava a mudança e repassada aos coordenadores da unidade, revelada pela GloboNews, foi exibida nesta quarta-feira (22) durante depoimento de Batista Júnior à CPI da Covid. Durante a oitiva, o relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), decidiu tornar o executivo investigado pela comissão – a elevação a essa condição indica que a comissão vê indícios de cometimento de crimes.

O texto dizia que era necessário “padronizar” o código para todos os pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19.

“Após 14 dias do início dos sintomas (pacientes de enfermaria/apto) ou 21 dias (pacientes com passagem em UTI/Leito híbrido), o CID deve ser modificado para qualquer outro exceto o B34.2 (código da Covid-19) para que possamos identificar os pacientes que já não tem mais necessidade de isolamento. Início imediato”, informava mensagem encaminhada por um diretor.

Aos senadores, Pedro Benedito afirmou que “todos os pacientes com suspeita ou confirmados com Covid, na necessidade de isolamento, quando entravam no hospital, precisavam receber o B34.2, que é o CID de Covid”.

“E, após 14 dias – ou 21 dias para quem estava em UTI -, se esses pacientes já tinham passado dessa data, o CID já poderia ser modificado porque eles não representavam mais risco à população do hospital”, acrescentou.

A CPI recebeu indícios de que a operadora subnotificou e ocultou mortes por Covid ocorridas em suas unidades. A modificação do CID, de acordo com uma ex-funcionária da Prevent Senior, faz com que o diagnóstico de Covid desapareça de um eventual registro de óbito.

Senadores criticaram a alteração do CID. “O senhor, como médico, é inacreditável. Não tem condição de ser médico com a desonestidade com o que fez agora. Sinceramente, modificar o código de uma doença é um crime. Infelizmente, o Conselho Federal de Medicina não pune”, afirmou Otto Alencar (PSD-BA), que é ortopedista.

“Eles consideram que depois de 14 dias esse paciente não tem mais Covid, ou que depois de 21 dias não tem mais Covid. Essas pessoas que morreram, morreram de complicações de quê? De Covid. Então é Covid. É lógico que isso é uma fraude”, afirmou Humberto Costa (PT-PE), que também é médico.

“Depois dessas informações estarrecedoras que nós soubemos nos últimos dias e vimos hoje aqui, lamentavelmente nós constatamos que essa Prevent Senior não é um plano de saúde, é um plano macabro de mortes, que tinha a ousadia, a pretensão de mudar a medicina do mundo com um estudo que foi vazado pelo Eduardo Bolsonaro”, afirmou o relator.

A comissão recebeu um dossiê com uma série de denúncias de irregularidades, elaborado por médicos e ex-médicos da Prevent. O documento informa que a disseminação da cloroquina e outras medicações ineficazes contra a Covid foi resultado de um acordo entre o governo Jair Bolsonaro e a Prevent.

A reportagem da Globonews teve acesso à planilha com os nomes e as informações de saúde de todos os participantes do estudo. Nove deles morreram durante a pesquisa, mas os autores só mencionaram duas mortes.

O estudo foi divulgado e enaltecido por Bolsonaro, como exemplo de sucesso do uso da hidroxicloroquina.

No depoimento, Batista negou a ocultação de óbitos. O diretor afirmou ainda que dois ex-funcionários “manipularam dados de uma planilha interna” para “tentar comprometer a operadora”.

Portugal não aceita certificado de vacinação do Brasil, diz embaixador

O embaixador de Portugal no Brasil, Luís Faro Ramos, publicou um vídeo nas redes sociais para esclarecer que o governo português ainda não aceita o certificado de vacinação contra Covid-19 emitido pelo governo brasileiro.

Segundo o embaixador, todos os brasileiros que desejarem entrar em Portugal ainda necessitam apresentar teste PCR negativo que tenha sido realizado ao menos 72 horas antes do embarque ou teste de antígeno que tenha sido realizado com no mínimo 48 horas de antecedência ao voo.

A regra foi estabelecida em 1º de setembro, quando o país europeu anunciou a abertura a brasileiros em viagens não essenciais.

“No passado fim de semana, surgiram algumas notícias dizendo que Portugal reconhecia o certificado de vacinação covid emitido pelas autoridades brasileiras. Essas notícias não são totalmente corretas”, disse Ramos nesta terça (21).

No sábado (18), um comunicado à imprensa do governo português informou que “passam a ser reconhecidos, em condições de reciprocidade e desde que cumpram determinados requisitos, os certificados de vacinação e de recuperação emitidos por países terceiros”.

De acordo com o embaixador, Brasil e Portugal ainda não fecharam um acordo de reciprocidade para reconhecimento mútuo de seus certificados de vacinação.

“Quando as negociações, que se estão a se desenvolver, entre as autoridades de saúde respectivas chegaram a um bom termo, então aí sim será possível reconhecer os certificados de vacinação”, disse Ramos.

Mesmo que o certificado passe a ser aceito, o brasileiro que quiser entrar em Portugal sem apresentar teste negativo para Covid-19 só poderá fazê-lo se tiver tomado alguma das vacinas autorizadas pela Agência Europeia do Medicamento (EMA). São elas: Janssen, AstraZeneca, Moderna e Pfizer.

Jovem é assassinado a facadas dentro do Metrô do Recife nesta terça-feira 21

Um jovem foi assassinado a facadas nesta terça-feira (21), por volta do meio-dia, dentro de um trem da Linha Sul do Metrô do Recife.

As primeiras informações dão conta de um desentendimento entre vítima, Bruno Henrique dos Santos, e suspeito, que ja eram conhecidos e trabalhavam nas dependências do metrô.

O crime ocorreu quando o trem em que ambos estavam se encontrava entre as estações Imbiribeira e Antônio Falcão, na direção Centro-Sul.

Por meio de nota, a Polícia Civil de Pernambuco informou que Bruno Henrique tinha 22 anos. Agredido com uma arma branca, o jovem morreu no local.

“Segundo a testemunha, o autor, parcialmente qualificado, era conhecido da vítima e, no dia anterior, teriam discutido. Ambos trabalhavam como comerciantes no local. A investigação foi iniciada e segue até a conclusão do inquérito policial”, diz o texto.

De acordo com a a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), o trem ficou parado na Estação Antônio Falcão aguardando a chegada do Instituto de Medicina Legal (IML) para a retirada do corpo.

Por causa dessa paralisação, a Linha Sul operou em via singela, quando somente uma linha é utilizada pelos trens nos dois sentidos, até as 15h, quando a operação retornou à normalidade. 

Mãe da vítima, Lucicleide dos Santos, de 40 anos, aguardava a liberação do corpo no IML, no bairro de Santo Amaro, região central do Recife. Bastante abalada, ela relatou que o filho era um “menino muito justo e não aceitava ser acusado de algo que não tenha feito”.

“Bruno era justo. Ele se defendia. Ele foi acusado de roubar um celular, e, por isso, teve a discussão. Mas ele não roubou e rebateu, não aceitou ser acusado injustamente. E hoje aconteceu isso. Armaram para matar meu filho”, contou à equipe da Folha de Pernambuco.

“Fico triste porque ele era muito carinhoso e do bem. Vou sentir muita falta dele. Ele se relacionava muito bem com as pessoas que também trabalhavam como ambulantes no metrô. Espero que a justiça seja feita, mesmo sabendo que ela não vai resolver o principal, que é trazer meu filho de volta à vida”, emendou.

Um comerciante do entorno da Estação Antônio Falcão, que optou por não se identificar, contou que, assim que o trem vinha chegando na estação, já havia uma movimentação diferente, com muita gritaria. “O trem já vinha chegando com as portas abertas, e o pessoal já estava gritando muito. Quando o trem parou, foi uma correria imensa, tanto lá dentro quanto aqui fora” disse.

Terremoto atinge a Austrália e é sentido em Melbourne

Um terremoto de magnitude 5,8 atingiu a Austrália na manhã desta quarta-feira (22, horário local, noite de terça no Brasil). O tremor foi sentido claramente em Melbourne, no estado de Victoria.

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), o epicentro foi a 38 km ao sul do Monte Buller, a 10 km de profundidade.

De acordo com a dra. Januka Attanayake, líder de pesquisa da unidade de Ciências da Terra de Sismologia de Terremoto da Universidade de Melbourne, ouvida pelo jornal britânico “The Guardian”, se as estimativas preliminares estiverem corretas, esse terá sido provavelmente o maior terremoto em Melbourne nos últimos 175 a 200 anos.

Em redes sociais, há relatos de pessoas que sentiram o abalo e deixaram suas casas e locais de trabalho, assustadas.

Um restaurante teve grande parte de sua fachada destruída, mas não há informações sobre mais danos sérios ou feridos.

Afogados: Prefeitura abre inscrições para oficinas de danças populares

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira está abrindo inscrições para oficinas de danças populares direcionadas a crianças e adolescentes entre 9 e 16 anos de idade.

Tendo em vista a faixa etária do público, a Secretaria de Cultura e Esportes informa que é necessário estar acompanhado dos pais ou responsáveis legais no ato da inscrição.

As inscrições podem ser feitas até o próximo dia 30 de Setembro, no centro desportivo municipal.

As oficinas acontecerão de 04 à 07 de Outubro, em local a ser informado no ato da inscrição.

Maiores informações podem ser obtidas pelo WhatsApp – (87) 9 9978 1444

Informamos ainda que a foto em anexo é meramente ilustrativa, de uma outra oficina realizada pela Prefeitura de Afogados em 2017, portanto, antes da pandemia.

Afiliada da Globo em SC é invadida por assaltantes com máscaras de palhaço

A sede da NSC TV, afiliada da Rede Globo em Santa Catarina, foi invadida por criminosos mascarados na madrugada de hoje, em Florianópolis. Os suspeitos entraram no prédio, onde também funcionam jornais e rádios do Grupo NSC Comunicação, por volta das 3h da manhã e levaram seis televisores utilizados nas redações da empresa.

De acordo com Romí de Liz, Head de Comunicação e Programação da NSC TV, no momento da ação não havia funcionários trabalhando no local. A invasão só foi notada no início da manhã, quando os primeiros profissionais chegaram para trabalhar no jornal Bom Dia Santa Catarina. A sede da NSC não tem histórico de roubos, e o evento ocorrido hoje é tido como um caso pontual. Segundo a emissora, não foi possível identificar de que forma os criminosos conseguiram acessar o prédio, o que se sabe é que a invasão ocorreu por uma entrada lateral do edifício.

Imagens do circuito interno de câmeras da emissora registraram a ação e, conforme mostram registros que circularam nas redes sociais, os assaltantes usavam capuz e máscaras de palhaços. Ainda segundo a NSC, um boletim de ocorrência foi registrado na PM (Polícia Militar) e já foi providenciado reforço na segurança das instalações da empresa.

Homem mata atendente de loja que pediu para ele pôr máscara, na Alemanha

Um funcionário de uma loja de conveniências foi assassinado por um cliente que se recusou a utilizar a máscara facial na Alemanha. O crime ocorreu em um posto de gasolina localizado na cidade de Idar-Oberstein, na noite do último sábado (18).

O suspeito é um alemão de 49 anos, que não teve o nome informado pela polícia. Ele entrou na loja de conveniências sem máscara e comprava seis cervejas. O atendente, de 20 anos, pediu para que o cliente colocasse a máscara, mas ele se recusou e não quis devolver os produtos, conforme detalha o site Bild.

O homem saiu do estabelecimento e voltou armado, 1h30 depois. Segundo o promotor público Kai Fuhrmann, que conversou com o Bild, ele teria atirado na cabeça do funcionário, pela frente.

O homem foi preso no dia seguinte pela polícia alemã. Fuhrmann contou que ele admitiu ter ficado alterado com o pedido do atendente e resolveu pegar sua arma e retornar à loja. O homem voltou ao estabelecimento, novamente sem máscara, para provocar uma reação do caixa. Assim que o jovem o advertiu, ele atirou, segundo o depoimento cedido à polícia. Os policiais encontraram a arma do crime no apartamento do suspeito.

Ministro Marcelo Queiroga testa positivo para Covid-19

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testou positivo para Covid-19. Ele vai ficar em quarentena por 14 dias em Nova York, em isolamento, e não volta por enquanto ao Brasil.

O ministro está em Nova York, onde acompanhou a comitiva do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que participou da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas nesta terça-feira (21).

Ele informou que está bem.

Ele esteve hoje na Assembleia-Geral da ONU, mas informou que esteve de máscara durante todo o tempo. Devido ao de Covid-19, já existe uma decisão da diplomacia brasileira de suspender a presença de todos os diplomatas brasileiros de todas as reuniões da ONU até sexta-feira.

No sábado, conforme a CNN informou, um enviado para preparar viagem de Bolsonaro à ONU testou positivo para Covid-19. O diplomata é o que na linguagem da diplomacia chama-se “Ascav”, sigla para Alto Escalão Avançado, os funcionários que ficam responsáveis por organizar com antecedência as visitas presidenciais.