Arquivo da tag: Alexandre Rafael

Correios decidem manter os preços das encomendas

Os Correios anunciaram a manutenção dos preços das encomendas nacionais e internacionais. Em nota, a estatal informou que preços de serviços como Sedex e PAC, além de serviços de importação e exportação, não sofrerão reajuste. Além disso, em 420 cidades haverá a redução dos valores praticados a partir do próximo dia 31.

Para o presidente dos Correios, Floriano Peixoto, a estatal deve incentivar o crescimento da economia nacional. “Nesse momento de recuperação econômica, é importante dar apoio às atividades de quem quer produzir, gerar valor, principalmente os micros e pequenos empreendedores que atuam no comércio eletrônico”.

De acordo com os Correios, a mudança no comportamento do consumidor, com o aumento das compras feitas pela internet, impulsionadas também pela pandemia, fizeram os Correios registrarem um aumento de 40% no volume de encomendas em relação ao ano anterior.

“Medidas como a redução de prazos de entrega nos principais trechos do país, a criação de produtos específicos para o comércio eletrônico e a diversificação de canais de atendimento levaram os Correios a projetar um novo recorde de lucro para 2021 [que será divulgado em breve]”, informou a estatal.

Covid-19: Brasil recebe 2º lote de vacinas da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos

O Brasil recebeu neste domingo (16) o segundo lote de vacinas da Pfizer contra Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos. Segundo a farmacêutica norte-americana, a remessa tem 1.248.000 doses e tinha previsão de chegar ao Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), às 3h50, mas chegou com atraso, por volta de 9h.

A Pfizer confirmou a chegada do lote às 11h deste domingo. O voo com imunizantes saiu de Amsterdam, na Holanda, e as vacinas foram descarregadas no aeroporto com auxílio da Receita e Polícia Federal. Em seguida, haverá transporte até um centro de distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos (SP), antes das entregas aos estados.

O número de doses do segundo lote é igual ao do primeiro, que chegou ao país em 13 de janeiro. Além disso, a Pfizer, por meio de assessoria, confirmou que a empresa prevê envio ao Brasil de mais 1.818.000 vacinas em 27 de janeiro, o que deve fazer o total entregue no mês chegar a 4.314.000.

O indígena Davi Seremramiwe Xavante, de 8 anos, foi a primeira criança vacinada contra a Covid-19 no Brasil. Ele recebeu a dose na sexta, durante evento simbólico organizado pelo governo de São Paulo.

Vacinas para adultos aplicadas em crianças na UBS de Lucena estavam vencidas, diz secretário de Saúde

As vacinas da Pfizer, destinadas a adultos e adolescentes, que foram aplicadas em crianças na zona rural do município de Lucena, na região metropolitana de João Pessoa, estavam vencidas. A informação foi confirmada pelo secretário de saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros.

O lote vencido é o FM 3457. Após denúncias realizadas pelas famílias das crianças, o Ministério Público Federal da Paraíba está investigando a imunização inadequada. De acordo com a denúncia, cerca de 40 crianças teriam sido imunizadas com vacinas destinadas aos adultos.

A vacinação das crianças, menores de 11 anos, aconteceu semana passada no município, sete dias antes da chegada do imunizante com dosagem adequada para idade ao estado.

Em nota, a prefeitura de Lucena disse que “uma auxiliar que aplicou indevidamente e sem autorização vacinas” e que “está pondo a disposição das famílias acompanhamento médico e (também está) monitorando as crianças”.

Até o momento, segundo a prefeitura, as crianças que receberam as vacinas não apresentaram reações adversas. No entanto, as mães relataram sintomas como febre alta e vômito.

Naiara Azevedo anuncia parceria com Marília Mendonça ao entrar no ‘BBB’ e é criticada por família da cantora

A primeira controvérsia musical do “BBB22” começou ainda no confinamento. Naiara Azevedo, uma das participantes do programa que estreia nesta segunda-feira (17), anunciou que tem 12 músicas prontas, que podem ser lançadas ao longo do reality.

Uma faixa em parceria póstuma com Marília Mendonça foi alvo de críticas do irmão da cantora, João Gustavo. A equipe de Naiara Azevedo disse que foi uma “homenagem carinhosa”. Mas a família se diz magoada com a cantora por não ter sido procurada e afirma que não há liberação para o lançamento.

A entrada de Naiara na casa com um álbum pronto lembra o plano do sertanejo do BBB anterior, Rodolffo. Ele chegou om um DVD pronto com o companheiro Israel. A dupla se deu bem, com a música “Batom de cereja” no posto de mais tocada do ano no Brasil.

A inclusão da faixa “50 porcento” no projeto de Naiara foi alvo de críticas de João Gustavo. Ele disse, no Twitter, que Naiara entrou no BBB para “se promover”, que ela não iria “tirar o nome da minha irmã da boca” e que não iria aceitar “ninguém ganhar em nome dela”.

Após a publicação deste texto a família de Marília Mendonça divulgou um comunicado em que reafirma as críticas a Naiara Azevedo e afirma que não há liberação para o lançamento da faixa com a voz e a imagem de Marília.

Eles dizem que a cantora anunciou o lançamento póstumo sem procurar a família, ao contrário de outros artistas. O texto afirma que todas as músicas autorizadas por ela serão lançadas e cita mágoa pela “maneira estratégica de usar a mídia para forçar a liberação”. Leia:

“Estamos aqui com a missão de cumprir a vontade da Marília, todas as músicas autorizadas por ela em vida serão lançadas, como ela queria. O que nos magoa é usar a mídia de maneira estratégica para forçar a liberação, sem ao menos nos comunicar. Todos os artistas, têm tido o respeito de nos procurar. Nunca fomos contatados pela Naiara ou por ninguém da equipe dela. Os motivos para a negativa sempre coube a Marília. E nós iremos respeitar sempre a vontade dela, outras músicas ainda serão lançadas porque era o desejo dela. Infelizmente, temos lidado com este tipo de coisa diariamente. Não peçam para quem vive a dor se conformar com tudo, porque o que temos é muito maior, lidamos com a perda da filha, da irmã e da mãe, não se trata única e exclusivamente da artista Marília Mendonça”.

Djokovic está fora do Australian Open! Justiça australiana rejeita recurso e mantém visto cancelado

Novak Djokovic está definitivamente banido do Aberto da Austrália. Em julgamento final, o júri decidiu que o tenista sérvio ficará com seu visto cancelado e, portanto, impossibilitado de disputar a competição de tênis e buscar o recorde de 21 títulos no Grand Slam. O atual campeão do torneio será deportado e ainda terá que arcar com os custos do julgamento, que durou quase nove horas.

O Australian Open havia agendado a estreia de Djokovic no Grand Slam para segunda-feira, contra o também sérvio Miomir Kecmanovic. O horário do jogo, entretanto, constava como indefinido. A partida só seria confirmada caso o número 1 do mundo tivesse seu visto aprovado novamente.

O primeiro episódio para manter a realização dessa partida em aberto aconteceu na sexta-feira (14), quando o ministro dos Serviços a Imigrantes, Alex Hawke, cancelou de imediato o visto de Novak Djokovic por ele não estar vacinado contra a Covid-19. O tenista, então, entrou com um recurso para permanecer na Austrália a fim de reverter a decisão e conseguir participar do torneio.

Apesar da revogação do visto, a deportação do número 1 do mundo não foi autorizada logo em seguida. O destino do campeão do mundo ficou pendente justamente desse julgamento, que ocorreu em Melbourne e foi composto por júri da Corte Federal. Os juízes responsáveis por esse veredicto definitivo foram: James Allsop, Anthony Besanko e David O’Callaghan.

PBH vai pagar incentivo financeiro a hospitais por internações por síndrome respiratória aguda grave decorrente de gripe

A Prefeitura de Belo Horizonte vai repassar incentivos financeiros a hospitais que atenderem pacientes com Síndrome Respiratória Grave (SRAG) decorrente de gripe que necessitem de internação.

A remuneração complementar já era paga por internações de urgência de pacientes com SRAG causada pela Covid-19 e, agora, será ampliada devido ao aumento de infecções pelo vírus Influenza.

Os incentivos serão destinados a hospitais filantrópicos que disponibilizam leitos para a Central de Internação do SUS para tratamento de Covid-19 e gripe.

Os repasses serão feitos mensalmente, no mês seguinte ao das internações realizadas, enquanto durar o estado de calamidade pública, previsto para terminar em 31 de março.

O valor é de R$ 15.600 por internação por SRAG em UTI, e de R$ 3.900 por internação em enfermaria.

Segundo a portaria, publicada no Diário Oficial do Município nesta semana, a medida foi adotada considerando a necessidade de organizar e agilizar as transferências de pacientes com SRAG.

Além disso, é uma forma de incentivar a abertura de leitos no SUS diante do aumento da demanda. A ocupação das enfermarias e Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) vem crescendo nos últimos dias.

Na semana passada, os leitos de enfermaria voltados para o atendimento de casos Covid-19 chegaram à lotação máxima.

Segundo a prefeitura, pacientes com quadros gripais, ainda sem resultado positivo para o coronavírus, também podem estar internados nessas vagas por causa da semelhança dos sintomas. O município informou que, neste ano, até 11 de janeiro, 130 leitos de enfermaria Covid foram abertos na Rede SUS.

Meteoro visto no Triângulo Mineiro cruzou o céu a mais de 43 mil km/h

O meteoro que atingiu a atmosfera da Terra e foi visto por moradores do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, na noite de sexta-feira (14), atingiu velocidade de 43,7 mil km/h. O cálculo foi divulgado pela Rede Brasileira de Observação de Meteoros (Bramon).

O fenômeno foi relatado por moradores de Uberlândia, Patos de Minas, Nova Ponte, Santa Juliana, Pedrinópolis e Perdizes nas redes sociais. Segundo alguns depoimentos, um rastro de luz foi deixado no céu seguido de um estrondo.

Ainda de acordo com a Bramon, a análise de vídeos também apontou que a rocha espacial atingiu a atmosfera da Terra em um ângulo de 38,6° em relação ao solo. O brilho começou a uma altitude de 86,6 km sobre a zona rural de Uberlândia.

Ainda conforme a Rede Brasileira de Observação de Meteoros, os relatos de moradores do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba de que ouviram barulho de explosão e sentiram paredes e janelas tremerem indicam que a rocha pode ter gerado meteoritos, que são fragmentos que resistem à passagem atmosférica e atingem o solo.

A Bramom informou que trabalha nos cálculos para determinação do tamanho do objeto e da área de dispersão dos possíveis meteoritos.

Brasil registra 49,4 mil novos casos conhecidos de Covid em 1 dia

O Brasil registrou neste sábado (15) 49.459 novos casos conhecidos de Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 22.975.323 diagnósticos confirmados desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi a 68.074 – é o 3º dia consecutivo que esse número fica acima de 60 mil. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +792%, indicando tendência de alta nos casos da doença.

Total de mortes: 621.007

Registro de mortes em 24 horas: 160

Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 147 (variação em 14 dias: +49%)

Total de casos conhecidos confirmados: 22.975.323

Registro de casos conhecidos confirmados em 24 horas: 49.459

Média de novos casos nos últimos 7 dias: 68.074 por dia (variação em 14 dias: +792%)

Em seu pior momento, a curva da média móvel nacional de casos chegou à marca de 77.295 novos casos diários, no dia 23 de junho de 2021.

O país também registrou 160 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 621.007 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 147. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +49%, indicando tendência de alta nos óbitos decorrentes da doença.

Oito estados não tiveram registro de morte neste sábado: AC, AL, AM, AP, PB, RR, ES, PR.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Brasil registra mais de 110 mil novos casos conhecidos de Covid e 238 mortes em 1 dia

O Brasil registrou nesta sexta-feira (14) 110.037 novos casos conhecidos de Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 22.925.864 diagnósticos confirmados desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi a 68.160  a maior registrada desde 28 de junho do ano passado (quando estava em 68.231). Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +743%, indicando tendência de alta nos casos da doença.

É o terceiro maior registro de casos conhecidos em um único dia. O recorde até aqui ocorreu em 18 de setembro de 2021, com 125.053 casos registrados, mas isso teve forte influência de mais de 100 mil registros represados do RJ, incluídos no mesmo dia. Na segunda marca mais alta (114.139), em 23 de junho de 2021, o número foi insuflado por mais de 36 mil casos do RN que estavam retidos no sistema.

Total de mortes: 620.847

Registro de mortes em 24 horas: 238

Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 138 (variação em 14 dias: +42%)

Total de casos conhecidos confirmados: 22.925.864

Registro de casos conhecidos confirmados em 24 horas: 110.037

Média de novos casos nos últimos 7 dias: 68.160 por dia (variação em 14 dias: +743%)

Em seu pior momento, a curva da média móvel nacional de casos chegou à marca de 77.295 novos casos diários, no dia 23 de junho de 2021.

O país também registrou 238 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 620.847 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 138. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +42%, indicando tendência de alta nos óbitos decorrentes da doença.

Dois estados não tiveram registro de morte nesta segunda: AC e RR.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Governo prorroga presença da Força Nacional de Segurança na Amazônia

O governo federal decidiu prorrogar, por mais um ano, a presença da Força Nacional de Segurança Pública na Amazônia Legal. A decisão consta em portaria assinada pelo ministro da Justiça, Anderson Torres, e publicada na edição desta sexta-feira (14) do Diário Oficial da União. O novo período de atuação vai de 14 de janeiro de 2022 até 13 de janeiro de 2023.
 
Pela portaria, o emprego da Força Nacional de Segurança será em apoio ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) nas ações de fiscalização e de repressão ao desmatamento ilegal e demais crimes ambientais, além combate aos incêndios florestais e queimadas. 

A portaria também define que o contingente a ser disponibilizado obedecerá ao planejamento definido pela diretoria da Força Nacional, vinculada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública. A operação também terá o apoio logístico do Ibama, que deverá dispor da infraestrutura necessária à Força Nacional.

Ao todo, nove estados compõem a Amazônia Legal: Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins (139) e parte do Maranhão, abrangendo um total 772 municípios. A Amazônia Legal ocupa pouco mais de 5 milhões quilômetros quadrados (km²), correspondentes a cerca de 58,9% do território brasileiro, que tem 8,5 milhões de km².

Saúde vai distribuir 10,5 milhões de vacinas até terça-feira

O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira (14) que pretende distribuir mais de 10,5 milhões de vacinas de covid-19  em oito dias. Os primeiros lotes começaram a ser enviados para as unidades da Federação na terça-feira (11) e a previsão é que a distribuição termine na terça-feira (18).

A entrega dos imunizantes, segundo a pasta, atende a pedidos de estados e do Distrito Federal que tenham capacidade de armazenamento das vacinas conforme as recomendações de segurança dos fabricantes dos imunizantes. Nas remessas, foram encaminhadas 8,9 milhões de doses da Pfizer e 336,2 mil da Janssen para aplicação de doses de reforço.

O ministério também informou que o envio dos lotes de vacinas pediátricas da Pfizer está previsto para ser concluído na sexta-feira (14). Esses lotes totalizam 1,2 milhão de doses.

Desde o início da vacinação da covid-19 no Brasil, o ministério enviou mais de 390 milhões de doses de imunizantes para as unidades da Federação, sendo que 336 milhões de doses foram aplicados, sendo 161,8 milhões de primeira dose e 144,8 milhões com a segunda.

Vice-prefeito de Ibimirim sofre atentado nesta sexta-feira

O vice-prefeito de Ibimirim, Charles do Paulistão (Podemos), diz ter sido vítima de um atentado na manhã desta sexta-feira (14), enquanto se deslocava para o programa que apresenta em uma rádio da cidade. Seu carro, um Fiat Toro cinza, foi alvejado por um tiro.

O veículo era dirigido por Francisco Lopes, um de seus assessores.

De acordo com Charles, um Fiat preto se aproximou do carro em que estava entre os distritos de Moderna, em Sertânia, e Lagoa da Areia, em Ibimirim. Ao Blog do Magno, ele disse acreditar que há motivação política no caso e enfatizou que está rompido com o atual prefeito, Welliton Siqueira (PCdoB) há seis meses.

Charles esteve com o assessor na Delegacia de Arcoverde, no Sertão do Estado.

Barragem se rompe em cidade do sudeste de Minas Gerais

Uma barragem se rompeu na manhã de hoje (14), na cidade de Ouro Fino (MG), a cerca de 50 quilômetros de Pouso Alegre, no sudeste de Minas Gerais. Embora um grande volume de água e material arrastado tenha atingido o Rio Mogi Guaçu, elevando momentaneamente o seu nível e chegando a interditar uma ponte, não há, até o momento, registro de feridos ou de danos materiais.

Segundo a Defesa Civil estadual e o Corpo de Bombeiros, a barragem fica em uma propriedade particular na área rural de Ouro Fino. As circunstâncias do rompimento da estrutura ainda serão apuradas.

De acordo com a Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), 31 barragens de Minas Gerais apresentam algum nível de emergência. Vinte e duas delas estão em nível 1 (quando há anormalidade, mas não há necessidade de retirada de moradores vizinhos), seis em nível 2 (quando há risco de rompimento e é recomendada a retirada de moradores) e três em nível 3 (quando há risco iminente de rompimento e moradores são obrigados a sair de suas casas).

As três barragens de rejeitos de mineração em nível 3 de emergência ficam em Nova Lima (barragens B3/B4); Ouro Preto (Forquilha III) e Barão de Cocais (Sul Superior), e pertencem à mineradora Vale. Ainda segundo a Feam, as áreas passíveis de serem atingidas por um eventual rompimento dessas estruturas já foram evacuadas e não há mais pessoas vivendo no entorno.

No início da semana, o governo e o Ministério Público estaduais notificaram as mineradoras responsáveis pelas 31 barragens em estado de emergência para que fornecessem informações sobre os efeitos das recentes chuvas que atingiram Minas Gerais e as medidas adotadas para monitorar o grau de segurança estrutural das construções. Ontem (13), a Feam informou que recebeu os dados exigidos e começou a analisá-los.

Nova etapa de restrições começa a valer em Pernambuco nesta sexta-feira (14)

Começa nesta sexta-feira (14) uma nova etapa de determinações e restrições de atividades em Pernambuco para conter o avanço dos casos de Covid-19 e Influenza no Estado.

Entre as restrições estão a testagem obrigatória para eventos com mais de 300 pessoas e novos números relativos à capacidade máxima para os locais: 50% ou até 3 mil pessoas para lugares abertos e de até mil para lugares fechados, o que for menor.

E, junto às restrições, o governo estadual vai intensificar as fiscalizações para que todos cumpram as medidas, que vão seguir durante 14 dias, até o dia 31 de janeiro. O governo já adiantou que havendo descumprimento por parte de empresas ou estabelecimentos, o Procon Pernambuco poderá suspender ou interditar a atividade, além de aplicar multa.

Coordenada pelo Procon Pernambuco, as fiscalizações vão ocorrer por meio de operação conjunta dos órgãos, como a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Procon dos municípios, Guardas municipais e Vigilância Sanitária, através de um aumento no efetivo de fiscais, assessores e gerentes.

Pelos novos protocolos, nos eventos culturais, como shows e festivais, nos eventos sociais, como casamentos e formaturas, além dos jogos de futebol, a capacidade máxima para os locais é de até 50% ou até 3 mil pessoas para lugares abertos e de até mil para lugares fechados, sempre o que for menor. 

Além disso, será exigido passaporte vacinal, com duas doses ou dose única para pessoas com até 54 anos e de dose de reforço para pessoas acima de 55 anos que estão elegíveis para a dose. Haverá ainda, para os eventos acima de 300 pessoas, a exigência da apresentação do teste negativo para Covid-19, sendo 24 horas de antecedência para exames de antígeno e 72 horas para exames de RT-PCR.

Para cinemas, teatros e museus, além de ser necessária a apresentação do passaporte vacinal e também do teste negativo nos locais com mais de 300 pessoas, o distanciamento entre as pessoas deve ser de 1 metro, para quem não é do mesmo núcleo familiar.

Para serviços de alimentação, como bares e restaurantes, e também alimentação dentro de shoppings e centros comerciais, a capacidade máxima será de 20 pessoas por mesa, além da apresentação do passaporte vacinal, que deve ser mostrado ao estabelecimento no ato da compra. 

Homem morre em incêndio após botijão de gás explodir em apartamento no Centro do Recife

Um homem de 58 anos morreu durante incêndio provocado pela explosão de um botijão de gás na tarde desta sexta-feira (14), no apartamento onde ele estava, no bairro da Boa Vista, Centro do Recife.

Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a vítima tinha queimaduras em todo o corpo e faleceu no local.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o incêndio começou por volta das 13h no apartamento localizado no segundo andar de um prédio na Praça Machado de Assis, nas proximidades do Cinema São Luiz.

Para o local, foram enviados ao local três veículos dos bombeiros para combate ao incêndio e primeiros socorros.

O Samu também foi acionado, mas o homem não resistiu aos ferimentos e morreu na hora.

Sergio Moro afirma que testou positivo para a Covid-19

O ex-juiz federal e ex-ministro da Justiça Sergio Moro anunciou em uma rede social na tarde desta sexta-feira (14) que testou positivo para a Covid-19.

Na postagem no Twitter, ele afirmou que está imunizado com as três doses da vacina contra a doença e que está sem sintomas.

“Vou cumprir os protocolos de isolamento e, por isso, alguns compromissos marcados terão que ser reagendados. A saúde de todos, sempre, em primeiro lugar. Cuidem-se”, disse ele.

Moro formalizou em novembro do ano passado, durante ato em Brasília, a filiação ao partido Podemos.

O ex-juiz ainda não anunciou qual mandato pretende disputar na eleição deste ano, mas o evento do partido o anunciou como “futuro presidente da República”.

Moro ganhou notoriedade nacional como juiz da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba durante a Operação Lava Jato, que investigou um esquema de corrupção e desvio de recursos públicos envolvendo a Petrobras.

Ele deixou a magistratura após aceitar convite do presidente Jair Bolsonaro para comandar o Ministério da Justiça. Ele deixou a pasta no ano passado após acusar Bolsonaro de tentar interferir na Polícia Federal.

Governadores decidem acabar com congelamento de ICMS sobre combustíveis a partir de fevereiro

Os governos estaduais decidiram, por maioria, acabar com o congelamento do ICMS sobre combustíveis a partir de fevereiro. A decisão foi definida no Comitê Nacional dos Secretários Estaduais de Fazenda (Comsefaz).

Em novembro, os estados decidiram suspender o reajuste do ICMS pela variação dos preços de gasolina e diesel na quinzena anterior. O congelamento, no entanto, foi definido só até o fim de janeiro – e não será renovado.

O congelamento do ICMS sobre combustíveis foi decidido pelos governadores no fim de outubro de 2021 para tentar frear a escalada de preços e dar um prazo adicional para que União, Petrobras, Congresso e governadores definissem uma medida definitiva.

“Fizemos a nossa parte: congelamento do preço de referência para ICMS. Mas não valorizaram este gesto concreto, não respeitaram o povo. A resposta foi aumento, aumento, mais aumento nos preços dos combustíveis”, disse o governador Wellington Dias (PT).

A Petrobras reajustou o preço dos combustíveis nas refinarias nesta quarta-feira (12), o primeiro aumento em 77 dias. A alta foi de 4,85% para a gasolina e de 8,08% para o diesel. 

Exigência de vacinação em escolas ainda não é unanimidade entre entidades estudantis

A Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep) está orientando as instituições privadas de ensino a não exigir o certificado de vacinação dos alunos na retomada das aulas. Isso porque, na última segunda-feira, pais e responsáveis da Escola Americana do Rio de Janeiro — um colégio de elite — divulgaram um abaixo-assinado com mais de 500 assinaturas contra a obrigatoriedade da imunização.

O presidente da Fenep, Bruno Eizerik, explicou que a federação defende a vacinação de crianças e adolescentes. Também aconselha os sindicatos associados a incentivarem pais e responsáveis a vacinarem os alunos mais jovens. Mas considera que não é das escolas o papel de cobrar o passaporte.

Eizerik explicou que, por serem instituições privadas, as escolas têm autonomia para cobrar o passaporte vacinal. A maioria dos estabelecimentos fechados, como bares, restaurantes, ambientes de trabalho, exige o documento dos frequentadores, por determinação legal.

O Estatuto da Criança e do Adolescente, de 1990, assegura, em seu artigo 14, que é “obrigatória a vacinação das crianças nos casos recomendados pelas autoridades sanitárias”. Por isso, as escolas públicas e particulares pedem a caderneta de vacinação no ato da matrícula.

Programa Norte Conectado inaugura infraestrutura de alta velocidade

O presidente da República, Jair Bolsonaro participou hoje (14) de uma visita técnica para acompanhar o lançamento de um projeto para implantar cabos de fibra ótica entre os municípios de Macapá, no Amapá e Santarém, no Pará. A implantação dos cabos da chamada Infovia 00 faz parte do Programa Norte Conectado, uma ação para levar internet de alta velocidade a comunidades da região que ainda não dispõem do serviço.

Além de Macapá e Santarém, o cabo vai passar também pelos municípios paraenses de Alemquer, Almeirim e Monte Alegre. A perspectiva é que cerca de um milhão de pessoas sejam beneficiadas com a fibra ótica.

Além da instalação de pontos de acesso wi-fi gratuito em praças desses municípios, a internet de alta velocidade também será disponibilizada, nessa etapa, para 86 instituições de ensino, saúde e segurança pública. Serão 14 em Macapá e 72 nas outras quatro cidades paraenses.

O lançamento subfluvial da rede ocorre em janeiro por se tratar da época do ano em que o leito do rio está mais propício para este tipo de serviço. Os cabos são transportados em uma espécie de balsa, erguidos por um guindaste e depois colocados em uma estrutura que vai depositá-los no leito dos rios. No total, serão lançados 770 km de cabos.

Os cabos de fibra vão se ligar ao linhão de energia elétrica de Tucuruí, no Amapá, e ao linhão da Eletronorte, em Santarém. O custo estimado é de R$ 94 milhões e a previsão é que a implantação da fibra ótica termine no final de março.

A implantação da Infovia 00 é a primeira etapa do programa, que integra o Programa Amazônia Integrada Sustentável, voltado para a implantação rede de transporte de fibra óptica de alta capacidade ao longo dos rios da Região Amazônica e de redes metropolitanas nos municípios conectados à rede de transporte.

Bolsonaro participou da cerimônia acompanhado pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria. Segundo o ministro, na implantação do programa, serão R$ 1,5 bi de investimentos com recursos oriundos principalmente do edital de concessão da tecnologia 5G. A estimativa é que 10 milhões de habitantes sejam beneficiados.

No total, serão mais de 12 mil km de fibra ótica implantadas nos leitos dos rios da Amazônia e atendendo 58 municípios de seis estados da região (Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia e Roraima).

As redes implantadas permitirão a conexão de estabelecimentos públicos, como instituições de ensino, unidades de saúde, hospitais, bibliotecas, instituições de segurança pública e tribunais. A projeção do governo é que todas as infovias devem ser implantadas até 2026. A próxima infovia, cujo início está previsto para o final do ano, ligará os municípios de Santarém e Manaus, passando por cinco municípios no Pará e quatro no Amazonas.

“O lançamento desse cabo submerso que vai conectar toda a região Norte do Brasil, vai trazer internet para todos vocês”, disse Bolsonaro durante a cerimônia de lançamento do cabo de fibra. “Também, no meio do ano, grande parte das capitais do Brasil já terão, no mínimo, o seu núcleo de internet 5G”, afirmou Bolsonaro.

Menina com síndrome de Down é a primeira criança vacinada contra a Covid em Pernambuco

A primeira criança de Pernambuco a ser vacinada contra a Covid-19 recebeu a dose do imunizante às 14h desta sexta-feira (14). Maria Antônia, de 11 anos, tem síndrome de Down e foi vacinada na Associação Afeto, na Encruzilhada, Zona Norte do Recife.

A vacinação ocorreu em ato simbólico, poucas horas após a chegada das primeiras vacinas pediátricas da Pfizer a Pernambuco. Nesta sexta-feira, seis crianças participaram da vacinação. A campanha começa efetivamente no sábado (15), segundo a prefeitura.

O avião com os imunizantes pousou no Aeroporto do Recife às 10h50. As doses, então, foram levadas para a sede estadual do Programa Nacional de Imunizações (PNI), na Zona Norte do Recife, onde foram checadas e posteriormente começaram a ser distribuídas.

Conforme o protocolo do Ministério da Saúde, a menina ficou 20 minutos em observação no local em que ocorreu a aplicação. “Estou feliz”, disse a menina, logo após receber a dose. Ela, assim como as outras crianças, ganhou um livro distribuído pela prefeitura para incentivar a imunização.

Pai de Maria Antônia, o técnico em manutenção Samuel de Oliveira afirmou que o sentimento era de alívio. “Estou voando, estou muito feliz. Não dá nem para explicar. Lá em casa somos quatro pessoas. Só faltava ela para completar. Todo mundo da família está vacinado”, afirmou o pai da garota.